Corinthians: Preto no Branco


Falta pouco
junho 13, 2012, 2:38 pm
Filed under: Uncategorized

Vai, Corinthians!



Não te esqueço Pacaembu
março 22, 2012, 7:54 pm
Filed under: Uncategorized

.

Em breve o Timão terá a sua casa própria, mas a nação corinthiana garante que o Pacaembu, templo sagrado da Fiel torcida, jamais será esquecido. Por isso, Dani Turcheto, um sambista e, claro, corinthiano, teve a iniciativa de homenagear o estádio municipal, atual casa do Corinthians, através de uma bela canção e de uma criativa ideia. O projeto Não Te Esqueço Pacaembu, sem fins lucrativos, consiste em um site de Internet atrelado às redes sociais, que reúne fotos, depoimentos e vídeos de corinthianos e suas histórias de vida e amor por aquele que há tanto tempo abriga uma nação, uma república popular, um verdadeiro bando de loucos.

.

Visite o site, ouça a canção dedicada ao estádio e renda sua homenagem àquele que estará eternamente no coração da mais Fiel torcida. O Pacaembu merece.



A ruína de um império decadente
março 14, 2012, 1:18 am
Filed under: Uncategorized

They tried to make me go to rehab but I said 'Fla - men - go'

.

Por falta de aviso não foi. Aqui e em quase todos os blogues corinthianos do mundo, a contração de Adriano gerou controvérsia, desconfiança e até revolta, afinal, era o prelúdio de uma tragédia anunciada.  

.

A passagem do Imperador pela república do povo corinthiano não foi diferente do que já havia sido a carreira do jogador nos dois anos que antecederam a equivocada contratação: um fiasco absoluto, marca de um império em decadência. Problema de quem, apesar dos pesares, achou por bem investir em quem já não investe em si mesmo há um bom tempo. 

.

Não há muito a dizer, menos ainda a lamentar, sobre a saída de Adriano do Corinthians. Entretanto, há que se ponderar muita coisa, por exemplo a manjada e obsoleta fórmula de apostar em medalhões para resolver os problemas de uma equipe em detrimento de um planejamento abrangente e concreto; a sobreposição do marketing ao essencial futebol e a supervalorização do nome em vez do trabalho. O Corinthians pecou aí. E precisa correr atrás de cobrir o prejuízo: contratar reposição e reparar o equívoco de ter relacionado Adriano para a Libertadores e deixado o elenco sem um reserva para a posição de Ralf, por exemplo. Eis a primeira lição e a primeira grande tarefa da nova diretoria. E que a fórmula rubro-negra de montar elenco fique, enfim, restrita à Gávea, pois o Timão pode até possuir o mais moderno centro de preparação e reabilitação do país, mas não é Spa.

.



Para libertar as dores
março 7, 2012, 6:47 pm
Filed under: Uncategorized

Vai, Corinthians!

20120307-184553.jpg



Timão perde a invencibilidade, mas segue líder
março 4, 2012, 7:51 pm
Filed under: Uncategorized

.

Foi pelo placar mínimo, apesar dos sete desfalques, que o Corinthians perdeu sua invencibilidade no Paulistão, já na 13ª rodada do campeonato.

.

Na reabertura da Vila Belmiro, o clássico de alvinegros foi equilibrado, com menos chances de gol do que o esperado, e permaneceu 0 a 0 até o início da etapa complementar. Aos 12 minutos, porém, Ganso fez boa jogada e tocou para Ibson, livre, fazer 1 a 0 para o time da casa. O Timão ainda teve chances de empatar, mas parou na marcação adversária e viu cair a invencibilidade que já durava 17 partidas (12 oficiais no ano e mais outras cinco desde a temporada 2011).

.

O resultado era mesmo de se esperar, afinal, disputar um clássico sem sete dos principais jogadores e diante de um adversário completo não é lá muito animador. A bronca fica somente por conta da razão dos desfalques, que não foram um acidente de percurso, mas uma escolha do treinador, posto que Tite preferiu poupar atletas para o jogo da Libertadores. Há quem concorde com o comandante, mas eu, que considero os jogos da primeira fase da Libertadores até inferiores aos do Paulistão, além de um absurdo jogador com salário exorbitante alegar cansaço disputando dois míseros jogos por semana, não considero esta a melhor decisão. Questão de opinião.

.

Apesar da derrota, o Corinthians continua líder do Paulistão, com 29 pontos, e recebe o Guarani, no sábado, às 18h30. Antes disso, porém, o Timão tem mais um desafio pela Copa Santander Libertadores, desta vez contra o Nacional do Paraguai, às 22h da próxima quarta-feira, no Pacaembu.



Esclarecimento sobre a votação do CD
fevereiro 29, 2012, 5:55 pm
Filed under: Uncategorized

Na noite desta terça-feira (28), o novo Conselho Deliberativo do Sport Club Corinthians Paulista tomou posse e também votou para eleger o presidente do órgão, membros do Cori, do Conselho Fiscal e da Comissão de Ética. Ademir de Carvalho Benedito, desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo e candidato da situação, é o novo presidente do CD e promete trabalhar mais que seu antecessor, Carlos Senger, que foi muito criticado pela morosidade de suas ações. Além das reuniões obrigatórias do órgão, Ademir informou que pretende realizar pelo menos cinco reuniões extraordinárias. A conferir.

.

O Conselho de Orientação será presidido pelo advogado Alexandre Husni, que venceu com unanimidade em todas as urnas, tornando-se o conselheiro mais votado do Cori.

.

A oposição do clube concorreu e perdeu em todos os órgãos fiscalizadores da diretoria, mas desta derrota acachapante de sua chapa o blogueiro Paulinho, condenado pela justiça, não quis escrever. Preferiu inventar alguns fatos sobre a suposta derrota no Cori do conselheiro Carlos Elias, eleito pelo segundo mandato consecutivo, que o periodista citou como humilhante. Digo suposta derrota, pois, de tão “humilhante” (SIC), precisou haver recontagem dos votos que, ao que tudo indica, foram equivocadamente computados e prejudicaram o conselheiro. Goleada não se discute, por isso, creio que nenhuma derrota acachapante necessite de recontagem, vide exemplo da oposição do clube, que não precisou nem quis recontar nada.

.

O periodista também não comentou que, além dos votos mal computados, o conselheiro Carlos Elias foi vítima de calúnia na eleição para o Cori, pois um conselheiro recém-chegado ao CD quis entrar de gaiato no Conselho de Orientação contra a vontade de seu grupo e, no chamado corpo a corpo, induziu os votantes ao erro informando que o doutor Carlos havia desistido da candidatura e que ele, que nem candidato era, assumiria o seu lugar. Ou seja, o dito Peter Pan do Corinthians utilizou uma mentira para roubar votos do candidato e não mediu esforços para tal. Chegou ao clube aproximadamente três horas antes da reunião e abordou um a um com o falso discurso. O real candidato pouco pode fazer, haja visto que trabalha, não vive do Corinthians e só pode chegar na hora da votação.

.

Toda esta confusão é resultado de uma péssima escolha pelo obsoleto e imoral chapão. Agora os associados do clube terão de engolir este tipo de pessoa, de proceder execrável, a representá-los no Conselho Deliberativo. Que ao menos sirva de lição para que, na próxima eleição, opte-se por um modelo de candidatura mais justo e democrático do que enfiar goela abaixo duzentos nomes, dentre os quais muitos duvidáveis.

.

Certamente, o blogueiro Paulinho não têm ciência dos fatos supracitados, pois, como se pode inferir no post anterior, foi expulso e proibido de circular nas dependências do clube. O que significa que ele depende exclusivamente de fontes que informem quaisquer versões do ocorrido a ele. Não é segredo para ninguém que essas fontes são da chapa oposicionista, que o sustenta, salvo engano, e que certamente não iria falar bem ou a verdade sobre um conselheiro eleito pela situação.

.

Sem informações fidedignas sobre os acontecimentos, o Blog do Paulinho ainda ousou palpitar sobre as razões que teriam causado a suposta derrota do conselheiro. E mentiu, inventou que foi em razão de o candidato ao Cori ter vestido a camisa de ambos os presidenciáveis durante a eleição, o que não aconteceu. Sou testemunha de que o conselheiro Carlos Elias nunca vestiu uma camisa da oposição e prova maior disso está no próprio Blog do Paulinho. Ora, se o conselheiro estivesse ao lado dos oposicionistas o blogueiro não ousaria difama-lo, como fez durante o processo eleitoral, pois eles estariam do mesmo lado e somente um asno, como o Paulinho costuma adjetivar seus desafetos, difamaria integrantes de sua própria chapa em plena eleição.

.

O que houve foram boatos acerca da posição do conselheiro em virtude de ele ter frequentado algumas das reuniões da oposição comigo, pois eu, sim, nunca fui situação e queria ouvir as propostas da oposição para poder fazer uma boa análise da eleição. Porém, o fato de ter participado de reuniões abertas da oposição não ocasionaria derrota nenhuma, haja visto que até os defensores mais ferrenhos de Mário Gobbi participaram inúmeras vezes. As reuniões foram no clube e qualquer um que se interessasse em ouvir o outro lado poderia se juntar ao grupo sem necessariamente fazer parte dele.

.

O que poderia desencadear uma derrota ao conselheiro Carlos Elias não seria, portanto e conforme dito no Blog do Paulinho, a “falta de personalidade” (SIC) do conselheiro, mas o fato de ele não ter se submetido ao voto de cabresto. Carlos foi um dos poucos a votar contra o chapão no Conselho. E foi contra o chapão até o fim, apesar de saber que seria voto vencido. Foi pela democracia, pela democratização do órgão. Este fato, sim, pode ter pesado contra ele. Ouso até garantir que pesou, pois atestei respostas ameaçadoras a ele no Twitter e fui informada sobre intimidações sofridas por ele no clube. Alguns membros do ex-grupo Fora Dualib, por exemplo, fizeram campanha aberta contra o conselheiro Carlos em função de ele não votar com o grupo em imoralidades como o chapão. Os integrantes deste grupo, apesar de se fingirem fiscalizadores, só entrariam no Conselho via chapa de 200 conselheiros, graças ao efeito Tiririca. Daí terem ignorado o fato de muitos diretores ligados ao Dualib formarem o seu novo grupo e terem esquecido de que a sua bandeira costumava ser a da democratização do clube.

.

Em resumo, Carlos Elias, enquanto conselheiro do Corinthians, discordou e votou contra sempre que achou por bem, por certo. Assumiu o risco de não ceder às pressões do coletivo e pagou o preço por isso. Um preço justo, que em nada o denigre, muito pelo contrário.

.

Enfim, os fatos estão aí. Se blogueiros condenados pela justiça não contam, eu, que tenho a ficha limpa e também tenho blogue, conto. E digo mais: nada do que o Paulinho escreveu ou vier a escrever sobre o conselheiro Carlos Elias pode ser levado em consideração, pois além de o blogueiro difamá-lo por ter posição política distinta, ainda há a questão do racismo. O periodista já teve a insensatez de publicar inverdades sobre o conselheiro e, como se não bastasse, foto de um macaco a ilustrar essas inverdades. Vil e preconceituoso, eu sei, e a justiça também.

.

Por fim, faz-se necessário ressaltar que não concorri nem poderia concorrer a nada no Conselho para ter sofrido uma derrota, conforme insinuou o blogueiro. O conselheiro Carlos Elias também nega que tenha sido derrotado: “O Cori é um órgão composto por dez membros efetivos e dez membros suplentes, além dos membros natos. O número de votos que obtive, apesar das investidas contra, colocou-me como primeiro suplente, portanto, hoje integro com orgulho o órgão que tem por objetivo orientar e fiscalizar a diretoria“, afirmou. Convém lembrar que o conselheiro seria eleito com sobra, não fossem os 79 votos roubados por aquele que induziu os demais conselheiros ao erro ao sugerir que Carlos Elias não seria mais candidato, além de ter inventado outras mentiras sobre ele. Ê, Corinthians!

.



Da expulsão do criminoso e condenado Paulinho
fevereiro 29, 2012, 2:44 pm
Filed under: Uncategorized

Dizem que contra fatos não há argumentos. Eis os fatos:
.

.

.

.

Tomei o cuidado de preservar alguns nomes, pois não solicitei autorização para divulgá-los e não costumo agir feito o periodista, que sequer consegue preservar suas fontes, exceção feita àquela que põe o pão de cada dia em sua mesa.

.

Atualização:

A expulsão do blogueiro está bem clara e todos os documentos existentes referentes ao desligamento já foram publicados aqui no blogue, porém, o incansável mentiroso segue negando o que é verdade, a fim de enganar seus leitores, e tentando justificar o injustificável. Ele alega que votou nas eleições e que, por isso, ainda seria associado ao clube. Diante disso, faz-se necessária esta atualização a fim de explicar o motivo de um ex-associado ter participado do processo eleitoral.

.

Ocorre que a lista de associados aptos a votar na eleição que passou, conforme edital publicado no site oficial do clube, foi publicada no dia 14 de dezembro de 2011, uma vez que só poderia participar da AG o associado que estivesse em dia com as suas contribuições estatutárias até dois meses (sessenta dias) antes de sua realização(13.12.2011). Ou seja, seguindo  o regimento interno do clube, a lista de aptos a votar foi divulgada após contabilizados os pagamentos das mensalidades no prazo determinado pelo estatuto, portanto, no início do mês de dezembro. O blogueiro, no entanto, só foi oficialmente desligado do quadro associativo no dia 24 de dezembro de 2011, dez dias depois da publicação deste edital de recurso, que era o prazo para estipulado para defesa do réu já em grau de recurso. Significa, portanto, que a lista de aptos a votar é anterior ao desligamento. Daí o nome do blogueiro condenado pela justiça estar nela. 

.

É claro que o nome dele poderia e deveria ter sido impugnado antes da eleição, mas quem se importa com o Paulinho a ponto de procurar o nome dele na lista de associados aptos a votar? Ao contrário do que ele imagina, ninguém. Ademais, ainda que seu nome constasse na lista, o blogueiro estava e está impedido de entrar no clube, ou seja, mesmo que não fosse impugnado seria difícil conseguir votar, graças a esta determinação. Acontece que não se trata de um cidadão comum, mas de um criminoso acostumado a driblar oficiais de justiça e a burlar a própria justiça, assim como também fez com o Sport Club Corinthians Paulista. Explico:

.

A presença massiva de sócios em função da eleição ocasionou uma pane nas catracas do clube, que permaneceram inativas durante um bom tempo. Para poupar o associado da longa espera e das filas que já se formavam, decidiu-se liberar a entrada, enquanto a situação da catraca era solucionada. Foi aí que entraram muitos torcedores organizados não-sócios e o Paulinho, como bom rato que é. Entrou, o nome estava na lista, e votou, mas está expulso e seu voto em nada aliviou a derrota de seu candidato, ainda serviu de lição para a segurança do clube.  

.

Após provar, uma vez mais, quem diz a verdade e está com a razão, cuidarei de desmentir as novas calúnias publicadas por ele em seu esgoto virtual, o racista Blog do Paulinho. Para não misturar os assuntos, segue no próximo post.




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 28 outros seguidores