Corinthians: Preto no Branco


Os Fins Justificaram Os Meios
março 15, 2008, 7:31 am
Filed under: Uncategorized

Por Benjamim Back

 

Alberto Dualib e Nesi Curi foram escorraçados do Corinthians. Não, não estou defendendo, muito pelo contrário. É triste ver duas pessoas octogenárias mal poderem ir a um restaurante, shopping, passear com netos e bisnetos com medo da reação das pessoas. Mas esse foi o ônus de tudo o que foi feito no Corinthians.

E a gota d’água desse caos que assolou o Parque São Jorge foi , sem dúvida alguma, a chegada do MSI, e que, não nos esqueçamos, teve aprovação quase que esmagadora dos conselheiros.

Mas essa caça a apenas duas “bruxas” só ocorreu porque o que era obvio aconteceu: essa “parceria” jamais tinha como dar certo. Mas pergunto: se por acaso tivesse ido bem, será que todos esses escândalos viriam à tona? Será que os churrascos no sitio de Alberto Dualib estariam vazios hoje? Os inúmeros telegramas que lhe deram enviados no dia de seu aniversário, as visitas na sua sala, as fotos dos papagaios de pirata (e não eram poucos) ao seu lado em inaugurações de quadra de tênis, de bocha, peteca, ou seja lá o que for, não estariam ainda acontecendo? Óbvio que sim.

Claro que Dualib não pode ser eximido de qualquer coisa, mas só os dois pagarem por tudo é muito pouco. Se Notas Frias brotaram no Parque São Jorge, então é preciso ver não só quem pagava, mas quem assinava, quem as recebia e quem as arrumava.

Alberto Dualib, quando viu um suposto mar de dólares pela frente, ficou cedo, surdo e mudo. Ele deixou de ouvir conselhos de quem realmente se preocupava com o clube para se aliar com pessoas que maquiavelicamente tramavam m verdadeiro “homicídio político” do então presidente.

O pior é que todos que ajudaram a matá-lo foram os primeiros a chegarem ao enterro! A começar pelo próprio Sanchez, um grande defensor da parceria, ao menos na frente dos microfones, e que certa vez me disse entre outras coisas piores que “a parceria era um negócio muito ruim para o Corinthians, mas que depois de dois anos eles dariam um pé no Dualib, no MSI e assumiriam o controle de tudo”.

E assim foi feito. E assim será.

Nota da Larissa: Reafirmo que considero uma injustiça tamanha, não com Dualib, mas com o Corinthians, tratá-lo unica e exclusivamente como bode expiatório!


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: