Corinthians: Preto no Branco


Desempenho corinthiano fora de casa alcança 70%
março 22, 2008, 4:10 am
Filed under: Uncategorized

Paulo Galdieri
Da Folhapress

O Corinthians versão 2008 ainda não se considera totalmente pronto para os desafios da temporada. Mas pelo menos em um quesito a equipe e o técnico Mano Menezes já evoluíram em relação a 2007: desempenho como visitante.

O time, que no ano passado era pífio na hora de abocanhar pontos no domínio dos rivais (assim como também o técnico falhava nessa tarefa com o Grêmio), conseguiu aumentar consideravelmente seu aproveitamento longe de casa.

Enquanto o elenco que protagonizou vexames e maus resultados na temporada passada só ficou com pouco menos de 40% dos pontos disputados fora e passou os últimos quatro meses de 2007 sem vitórias como visitante, o time atual fica com sete em cada dez pontos disputados em terreno rival _na quarta, no Castelão, bateu o Fortaleza, de virada (2 a 1), pela Copa do Brasil.

Neste ano, os corintianos saíram para jogar em dez oportunidades _levando em conta o clássico com o São Paulo, cujo mando era do rival. Venceram seis vezes, empataram três e só perderam uma, totalizando 21 pontos em 30 possíveis.

No ano passado, contando todos os campeonatos em que atuou, o Corinthians disputou 93 pontos fora de casa _19 jogos no Brasileiro, 9 no Paulista e 3 na Copa do Brasil. Ficou com apenas 37 deles.

O bom desempenho de 2008 do Corinthians também ajudou Mano Menezes a minimizar uma das maiores críticas a seu trabalho no Grêmio.
Em 2007, o time gaúcho, sob comando dele, ia mal quando saía do Olímpico _ficou com pouco mais de 31% dos pontos disputados fora no Nacional. Na Libertadores, venceu somente um de seus jogos como visitante. Foi à final perdendo todos os confrontos fora nos mata-matas e descontando o prejuízo nas partidas em casa.

A reviravolta no perfil do treinador e do time corintianos aconteceu no Paulista. A vitória de 2 a 1 sobre o Ituano, em fevereiro, pôs fim a 178 dias sem triunfos do time em território rival e inaugurou uma série de cinco vitórias consecutivas fora de casa, incluindo as duas pela Copa do Brasil.

Aliás, o resultado mais expressivo do Corinthians em 2008 aconteceu justamente longe dos gramados em que costuma ser o mandante.
A única goleada aplicada pela equipe nesta temporada surgiu em Goiânia: 6 a 0 no Barras, no estádio Serra Dourada, que serviu de “casa” para o time do Piauí porque as arenas do Estado nordestino estavam todas interditadas na época.

O aumento de produtividade longe de casa, além de ser importante para que a equipe se mantenha entre as quatro primeiras do Estadual (que se classificam para as semifinais), tem servido para que os jogadores ganhem moral. “Uma vitória traz de volta a confiança. A cada jogo tiramos nossas lições”, diz o volante Fabinho.

Para Mano Menezes, o estágio atual do Corinthians está acima do esperado. “Estamos acima da expectativa, principalmente pelas dificuldades do início de um trabalho.”

O técnico corintiano saiu do Ceará insatisfeito com o número de gols desperdiçados pelo time diante do Fortaleza e pretende corrigir os erros de arremate. “Técnico trabalha para a equipe criar as oportunidades, mas, quando elas surgem, depende do jogador, da execução”, afirmou Mano Menezes.

Nota:  Recentemente o Mano no Arena Sportv foi perguntado sobre o péssimo desempenho fora de casa que tinha com o Grêmio.

Brincando e rindo, o treinador disse que pesou na vinda pro Corinthians o fato de que na série B o Corinthians jogará mais de 25 vezes em São Paulo, ou seja, não precisará sair tanto.

No Paulista, de fato o Corinthians só joga em casa e na Copa do Brasil, apesar das duas vitórias fora terem sido contra adversários fracos, não deixam de ser duas vitórias fora.

O mais importante é que quando a imprensa cobra, isso incomoda um profissional e ele é obrigado a rever alguns conceitos.

A cobrança é muito importante no futebol, ela fez com que o Corinthians voltasse suas atenções pra bola parada, que não vinha funcionando, e que depois que a mídia cobrou, o Mano passou a treinar e agora o time já vem de 3 gols de bola parada em 3 partidas seguidas.

Parece que o Mano já começa a sacar (assim espero) que no Corinthians essa coisa de “fora de casa” não conta muito, que o Corinthians tem que ser Corinthians sempre e os adversários mais fracos em camisa e estrutura vão armar retrancas sejam visitantes ou anfitriões.

Isso é muito bom!

Viva a cobrança que faz com que os profissionais busquem crescer!

Muito melhor do que os tapinhas nas costas que geram acomodação, como, por exemplo, o que vem acontecendo com o Muricy, já que uns 3 anos seguidos de babação de ovo da mídia, pelo jeito estão fazendo o cara achar que é um gênio que não deve satisfações a ninguém, como se todo mundo fosse burro e somente ele o esperto, só que enquanto isso o time dele vem jogando uma bolinha bem pequena perto da moral que tem.


1 Comentário so far
Deixe um comentário

E larissa,
o mano deu um padrao a equipe. Mesmo formada por jogadores medianos, a equipe tem um padrão. E na minha modesta opiniao isto se deu devido ao profissionalismo do Mano….o cara e bom…se dermos tempo ( e aqui envolvo a tal “fiel ” torcida ) e não pressionarmos o cara na primeira invertida ( lembre-se que no começo deste ano ninguem apostava no corinthians ja no paulista…e estamos indo bem…ou sej se cairmos e não ficarmos entre os 4 NÃO PODE HAVER GRITARIA ) ….teremos um bom ano pela frente…..bjos e vai cortinthians

Larissa: Penso um pouco diferente quanto ao Mano, mas espero que vc esteja certo. Beijos.

Comentário por silvio




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: