Corinthians: Preto no Branco


Democracia Corinthiana
março 24, 2008, 6:14 pm
Filed under: Uncategorized

Num dia como hoje, de reunião fundamental no PSJ sobre a democracia, Diretas Já!, Reforma no estatuto …segue o texto de um site chamado “CanalTrans” meio de comunicação entre hispanos parlantes, onde se constata a força e a fama internacional histórica da Democracia CORINTHIANA.

 

Transcorria o ano de 1981 e assim como no resto da América do Sul, o Brasil via que seu poder político estava nas mãos de um regime militar. O governo de fato decidiu utilizar o esporte mais popular do país, o futebol, como um “doce” para saciar as “ânsias de liberdade” que começavam a crescer em grande parte da população. Um claro exemplo disso foi o Brasileirão desse ano, campeonato nacional com 94 equipes!! Ninguém deveria ficar de fora da “festa do futebol”, mesmo quando os jogadores de times de estados pequenos só se alimentavam de arroz e iam ao campo com graves quadros de desinteria.

Não obstante, neste quadro promovido pelo governo, começou a gestação de sua derrocada. Um homem especialmente, implementou em seu clube uma inovadora experiência que revolucionou um estado e terminou influenciando o fim desse regime.

Nos fins de 81, Adilson Monterio Alves, um ex militante universitário e sociólogo, foi nomeado Diretor de Futebol dentro do Corinthians e acordou com os jogadores que dali em diante, o plantel votaria cada decisão que deveriam ser tomadas: se haveria concentração, como e quando treinar, novas contratações… Demasiado “exercício democrático” em épocas de tanta ditadura.

Nasce a Revolução

A “Novidade CORINTHIANA” caiu na boca do povo e forçados em 1982, os militares foram obrigados a conceder eleições para Governador do Estado de São Paulo no dia 15 de novembro.
Os jogadores CORINTHIANOS (em grande parte impulsores desse movimento), em tempo onde ninguém usava patrocinadores em suas camisas, foram a campo com os seguintes dizeres: “Dia 15 VOTE!”.
O povo brasileiro começou então a exigir eleições diretas, que o presidente do país seja eleito pelo voto direto e não por um parlamento. A campanha se chamou “Diretas JÁ” e teve nos jogadores CORINTHIANOS uma excelente forma de publicidade, uma vez que estes usavam nas tornozeleiras e até nas chuteiras, como faziam Casagrande, Wladimir e Sócrates as famosas faixas amarelas do movimento.
As camisas do TIMÃO começaram a trazer então o nome com o que o mundo iria recordar essa experiência: “DEMOCRACIA CORINTHIANA!”

Todos os setores progressistas do Brasil aderiram suas forças a esse propósito e com o tempo, cada jogo do CORINTHIANS mais parecia um “congresso de intelectuais”.

No dia da final do Campeonato Paulista de 1983, o estádio explodia, os jogadores brancos estavam nervosos, entendiam que uma derrota seria encarada como uma derrota da luta pela Democracia. Saíram então ao campo com uma faixa com os seguintes dizeres: “Ganhar ou perder, mas sempre com DEMOCRACIA!”. CORINTHIANS CAMPEÃO.
Em 85 a “Democracia CORINTHIANA”, impulsionada por Monteiro Alves perdeu as eleições internas do clube devido a uma fraude e no país, novamente o Parlamento elegeu o Presidente, nomeando Tranquedo Neves… não sendo esse o final esperado da campanha Diretas JÁ!

Mas a experiência da equipe de Sócrates foi inesquecível. A “Democracia CORINTHIANA” perdeu de certa forma no papel, mas deixou uma marca na história brasileira certificada em seu livro homônimo por Jorge Amado e até por uma canção de Gilberto Gil.

Moral da história: Se para alguns a história é escrita pelos vencedores, posso assegurar que nem sempre são “eles” que a escrevem.

 

Nota da Larissa: Eu só posso agregar ainda mais valor ao texto, parafraseando o nosso eterno Biro-Biro:

“A Democracia me fez aprender a respeitar a diferença, mas jamais aceitar a desigualdade.”

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: