Corinthians: Preto no Branco


STF suspende ordem de prisão de Kia Joorabchian
agosto 21, 2008, 1:02 am
Filed under: Uncategorized

Fonte: Lancenet

Apesar de ter habeas corpus negado, Supremo absolve empresário do Irã

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, STF, em decisão liminar, suspendeu a ordem de prisão contra Kia Joorabchian, que dirigiu a MSI, na época em que a empresa foi parceira do Corinthians. A ordem de prisão contra Kia Joorabchian havia sido emitida pela 6ª Vara Criminal da 1ª Subseção Judiciária do Estado de São Paulo. Com a decisão do ministro Celso de Mello, não há qualquer ordem de prisão contra Kia.

O advogado de Kia, Roberto Podval, reafirmou o que ele e seu cliente esperam dos tribunais brasileiros:

– Sempre acreditamos na Justiça.

– Kia Joorabchian, como várias vezes ressaltamos, não se eximirá de responder ao processo que lhe é movido, já que é o maior interessado em esclarecer todos os fatos, sem deixar qualquer dúvida pendente. Kia está comprometido com a Justiça brasileira e apresentará sua defesa perante os nossos tribunais – completou.

O empresário não irá se manifestar a respeito. Apenas seus advogados poderão se pronunciar, aguardando todas as medidas judiciais cabíveis, no desenrolar do caso.

Kia foi acusado de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Ele já teve um pedido de habeas corpus indeferido quando pediu o trancamento de ação penal. No processo são também denunciados, pelos mesmos crimes, o empresário russo Boris Berezovski, o ex-presidente do Corinthians Alberto Dualib, bem como Nesi Curi, Renato Duprat Filho, Alexandre Verri, Paulo Sérgio Scudiere Angioni e Nojan Bredroud.

Nota da Larissa: Se Dualib não pagou pelos crimes que cometeu, por que pagaria Kia?

Não comprovaram nenhuma lavagem de dinheiro dentro do Brasil até agora e alegar que elas aconteceram fora, quando a justiça dos países envolvidos não se manifesta a respeito não me parece viável.

De qual crime Kia era acusado formalmente no Brasil pra ter um pedido de prisão expedido? Pedido de prisão por clamor da mídia vale?

Longe de mim querer defender o iraniano. Nem penso que a MSI seja um exemplo de “empresa” honesta, no entanto, do Corinthians, os investidores não tiraram sequer um centavo de forma irregular. Ao contrário dos seus cartolas, esses sim, os maiores culpados nesse imbróglio todo.

A MSI saiu e deixou as dívidas para o Corinthians, mas não nos esqueçamos de que eram dívidas que a parceira havia se comprometido a pagar e jamais saberemos se cumpriria o combinado ou não, porque Dualib, ao perceber que enganar os russos não era tão fácil quanto havia sido com as duas parceiras anteriores, resolveu “dar um pé” na MSI, como Andres Sanchez havia sugerido anteriormente que o clube fizesse se algo não saísse conforme a vontade da cartolagem.

A confusão foi armada porque os dirigentes do Corinthians jogaram toda a culpa em cima da parceira e a mídia, como sempre, defendeu os cartolas. Mas estava na cara que não poderiam condenar Kia Joorabchian sem qualquer prova de que ele tivesse lesado o patrimônio do clube e agido irregularmente no país.


3 Comentários so far
Deixe um comentário

Acho que não é por aí. Tá mais que provado que o Kia é mafioso de carteirinha. O que o STF fez foi na onda dos habeas corpus atuais; sobretudo em relação às investigações feitas pelo juis De Sanctis. Tem certo cheiro de revanchismo.
Kia tirou dinheiro do Corinthians, sim. E tem muito a explicar.

PS: essa é a melhor foto (rs).

Larissa: Veja bem, em nenhum momento entrei no mérito mafioso da questão. Me atenho ao Corinthians e nesse caso, doa a quem doer, nunca foram apresentadas provas de que a MSI tenha tirado um centavo sequer de forma irregular do clube. A mídia fez o que fez em cima da parceria, mas nunca foi apontado um fato. Quem desviou dinheiro do clube e está provado, foi Alberto Dualib que ainda não pagou por nenhum dos crimes que cometeu e como se não bastasse foi absolvido pelo STJD.

Comentário por jeff

De fato nunca houve prova alguma nesse caso.

O que as investigações mostraram foi que todo dinheiro da parceria entrou no país por meios legais e alegar que a origem desse dinheiro é irregular, sem que as autoridades dos países de origem se manifestem a respeito é meio que forçar a barra.

Se a MSI é idonea ou não é outra história, mas provas concretas não apareceram e sem isso um pedido de prisão não tem a mínima lógica, sendo que sequer uma operação criminosa foi apontada formalmente.

Larissa: Isso mesmo! Simples assim.

Comentário por Shadow

A devassa truculenta sofrida pelo Corinthians, bem como as arbitrariedades cometidas contra integrantes da MSI, contrariam o padrão de normalidade observado tanto em casos similares ao redor do mundo quanto na história jurídico-policial do Brasil.

É inevitável a sensação que, ao decretar a prisão de membros da MSI, objetivou-se, muito mais do que se aplicar a justiça, inviabilizar a continuidade da parceria que tanta repercussão e inveja provocou.

A divulgação de gravações de dirigentes do Corinthians, à qual se seguiu o linchamento do clube no âmbito da imprensa, não revelou mais do que paroquiais trambiques perpretados por Alberto Dualib e seus asseclas contra o clube do Parque São Jorge.

Sobre a lavagem de montantes astronômicos de dinheiro, supostamente oriundos da tão propalada “máfia russa”, nada foi mostrado. Tamanha mobilização do aparelho de Estado, justificada por alegadas transgressões gravíssimas à ordem, faz lembrar o episódio da invasão do Iraque, promovida pelos EUA por causa das “armas de destruição em massa” de Saddan Hussein; em um caso, como no outro, não se conseguiu encontrar aquilo que serviu como justificativa para tanta truculência.

A recém-divulgada decisão do STF deve ser saudada como o restabelecimento do devido processo legal no caso da investigação da parceria Corinthians-MSI. Que a justiça siga, doravante, o seu devido rumo, sem contaminação de paixões ou interferências de lobbies obscuros; é o desejo de toda gente de bem, e, em especial, da gente corinthiana – tão sofrida e tão perseguida em sua quase centenária devoção.

Larissa: Brilhante!

Comentário por Caio




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: