Corinthians: Preto no Branco


Com a palavra: Andrés Navarro Sanchez
setembro 1, 2008, 3:36 am
Filed under: Uncategorized

No programa Bola na Rede deste domingo (31/08/08) o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, apresentou alguns números, deu algumas explicações, fez alguma demagogia costumeira, se esquivou de outros assuntos e ficou com cara de tacho ao ser duramente questionado pelo ex-goleiro Ronaldo (a propósito, Ronaldo não se cansa mesmo de ser meu ídolo!).

Sobre Mano Menezes – Argumentou que saíram notícias por aí falando de renovação de quatro, cinco, vinte anos, mas o que existe é uma intenção de conversar sobre a continuidade do técnico pra daqui um mês, sem prazo de prorrogação estipulado, nem nada. Os comentaristas chegaram a debater se Mano Menezes era retranqueiro ou não, mas nesse ponto o presidente apenas defendeu seu funcionário com o discurso padrão de que “ele arruma o time de trás pra frente”.

Sobre estádio – Afirmou que de agora em diante, só voltará a tocar no assunto quando alguém chegar com pelo menos 70% do valor em mãos para tocar uma obra desse porte…E antes que se desse conta já estava viajando na hipótese de reformar o Pacaembú, até que teve um estalo e resolveu cortar o assunto.

Herrera e Morais – O primeiro tem passe estipulado em 2,5 milhões de dólares e o segundo em 3 milhões de dólares, após Ronaldo dizer que o Herrera não valia 1 milhão, Sanchez afirmou que fizeram uma contra-proposta ao clube argentino, bem abaixo do valor fixado. Quanto ao Morais, que tem mais um ano de empréstimo, o precipitado presidente garantiu que vai comprar…Anotem!

Dívidas – Segundo o cartola, o vermelho do clube está entre 92 e 93 milhões de Reais, se queixou de ter pago 8 milhões de EUROS no Nilmar para não ficar com o jogador, mas também não disse se pretende fazer algo referente a isso.

Funcionários ligados a clubes rivais – Nesse tema, a grande saia justa do programa. Ronaldo preparou todo um discurso dizendo que na eleição passada abraçou a campanha de Andrés Sanchez, principalmente por querer ver o Dualib fora do clube, mas disse também que havia se animado muito com uma conversa sobre colocar corinthianos competentes para cuidarem da administração do clube.

Ronaldo colocou que na época, Sanchez estava inconformado com o santista Renato Duprat e o palmeirense Ilton José da Costa na administração, só que agora o ex-camisa 1 do título de 90, questionava porque então o Sanchez tinha ido buscar recentemente o Cilinho, que tem toda uma ligação com o São Paulo, e agora tinha acabado de contratar um tal de “seo Afonso” que tinha doze anos de CT do Palmeiras, pra tomar conta da base do Corinthians.

Nesse momento Sanchez parece ter se incomodado, perguntou se podia falar, mas quando falou não disse nada, apenas que o problema do Duprat era o fato de estar mandando sem ter cargo nenhum e sobre seu funcionário recém-contratado do Palmeiras, não soube explicar de onde e que tipo de recomendações conseguiu sobre o cara, explicando somente que quando você traz um profissional que acabou de deixar outro lugar, você conseguirá boas recomendações de algumas pessoas e queixas de outras…

Por fim, o mandatério alvinegro desafiou Ronaldo a ir trabalhar no Parque São Jorge, mas obteve um sonoro ‘NÃO’ como resposta. Ronaldo afirmou que estava bem empregado e que não poderia assumir, no entanto, indicou uma meia dúzia de ex-jogadores do Timão que poderiam e estariam aptos ao cargo, fazendo com que o presidente acabasse dizendo que quem quisesse colaborar, poderia apenas levar um projeto a diretoria, garantindo que este seria analisado, embora com a ressalva de que sete ou oito ex-jogadores acabariam satisfeitos, mas setenta ou oitenta sairiam chateados por não haver a possibilidade de empregar todo mundo.

Enfim… De produtivo teve pouca coisa, mas foi divertido ver como um papo demagogo aos poucos foi se tornando uma saia justa, ainda que com colocações simples e sem nenhuma acusação muito ofensiva.

Last but not least, segue uma reportagem do LANCEPRESS, em cima da entrevista:

Andrés tentará segundo mandato no Corinthians

Presidente diz que decisão é a vontade da torcida corinthiana

O presidente Andrés Sanchez, enfim, confirmou que será candidato a reeleição em janeiro de 2009. Domingo à noite, pela primeira vez, o atual mandatário assumiu tal condição.

A torcida quer, os associados querem, e não tem como ser diferente. Serei candidato – revelou Andrés Sanchez, em entrevista à Rede TV.

O presidente corintiano confirma que estará no pleito um dia após a aprovação do novo estatuto do clube que, entre as mudanças, garante a eleição presidencial através da votação dos associados – e não com a votação apenas dos 400 conselheiros.

Andrés tem como rivais já garantidos na próxima eleição os conselheiros Osmar Stábile e Paulo Garcia, que foram seus opositores na última eleição, realizada em 2007.

Créditos: Paulo Ferreira


9 Comentários so far
Deixe um comentário

Esse é mais um grande problema que o Corinthians arrumou. Para tirar o velhinhos safados, ele surgiu como a solução e tem a seu favor o fato de ser bem mais novo e igualmente safado, o que pode significar um grande problema.
Gostei muito de sua síntese do programa, pena que o Vanucci tenha atrapalhado muito, se ele deixasse o Ronaldo mais livre para apertá-lo, o cara teria confessado mais, talvez até, suas ligações com Dualib, Nesy, Kya, Marlene, etc…

Larissa: É Lou… Melhor nem entrarmos nos méritos ou deméritos do Vanucci.
Sobre o problema do nosso Corinthians, o pior é que vai muito além disso. Colocassem qualquer presidente lá, o melhor que fosse e ele estaria de mãos tão atadas quanto nós, graças ao “novo, moderno e democrático” estatuto que ainda prega a soberania do Conselho de ratos.

Comentário por Lou Mello

Lara

uma fria análise mostra mesmo, que parte de torcedores corinthianos, aprovam o andrés. Vale torcer pelo bom senso dos sócios. e esperar uma oposição menos covarde.
Parabéns pelo blog. é uma de minhas leituras obrigatórias sobre o Corinthians. sorte sempre. sucesso !!

Larissa: É triste viver num país onde a mídia (que também é podre) é a grande formadora de opiniões. Com certeza, se estruturarmos os nossos conceitos baseados na imprensa esportiva brasileira, acharemos que o Sanchez é um mártir que veio ao mundo para Salvar o Corinthians. Triste.
Obrigada pelas palavras. Abraços.

Comentário por pedro geraldo

As perguntas que devem ser feitas, nunca o são.
Ronaldo (apesar de ser seu idolo) também é bem ruinzinho como comentarista.
É decepcionante sempre, quando assisto essas entrevistas. Parece até que foi combinado antes, tipo, eu “dou uma apertadinha aqui”, “alivio alí”, tudo para parecer autêntico.

Larissa: Ronaldo como comentarista de jogo é um brincalhão. Aí concordo.
No programa em questão, eu gostaria que ele tivesse mais liberdade, que o Vanucci não existisse e aí sim, eu julgaria sua autenticidade. Mas enfim, sabemos que essas coisas são quase sempre acertadas, mas quando noto um cartola adquirir a expressão “cara de tacho” no ar, penso que alguém não deve ter seguido exatamente a cartilha. Enfim, só um palpite mesmo.

Comentário por Jarbas

Vou confessar que comecei a assistir à entrevista do Andres e vi a cara de incomodado do Ronaldo. Mas acabei cochilando e não vi tudo… Parece que não perdi muita coisa…

Larissa: Faz bem em não assistir esse tipo de programação mesmo. =)

Comentário por Heloisa

No caso do Mano (renovação) acho que estão sendo injustos. O fato é que as eleições acontecem em janeiro, e o que o Sanchez disse é que se não renovarem o contrato dele por um ou dois meses, e nesse periodo de pré temporada, o time ficará a pé.
Eu dou razão a ele nessa questão. Imagine, Mano sai, Sanchez traz o Tite, por exemplo, a nova diretoria vem e não quer.
Ou ele é reeleito, e quer o Mano de volta, e com isso já foi contratado por outro time.
É uma questão de bom senso, realmente, politica fora.

Larissa: Mas por que ao sair o Mano tem de vir o Tite? Parece que colocam o Mano Medroso acima do bem e do mal. O Corinthians não pode contratar um técnico de ponta? Ou pelo menos, alguém que não tenha medo de vencer o Mirassol, que não considere empatar fora de casa com o poderoso Vila Nova bom resultado.

Comentário por Jarbas

Larissa. Quem é o de ponta que você quer afinal?
Até hoje não conheci sua indicação.
Quer dizer que você advoga, a demissão do Mano, ao final do Campeonato, e a contratação de um técnico, de ponta, pela atual diretoria.?
Tudo bem. Ela segue essa sua logica, e não se reelege, e o novo Presidente não quer pagar 500 mil mensais, que é o que custa um técnico de ponta.
Ponta quem seria? Luxemburgo? Parreira? Autuori?. Felipão? e………

Essa é a questão. Contratar quando não se sabe quem vai ser eleito. Entende Larissa?

Demite Mano, contrata Luxemburgo, Ganha a eleição Citadini, que não quer Luxemburgo.

Resolve essa se for capaz.

Larissa: Na verdade, eu respondi algumas vezes aqui no blog, nomes que considero melhores que o Mano, Jarbas. Mas enfim…não existe um presidente do Corinthians não querer pagar um técnico de ponta. Ele será presidente de um time de ponta e deverá agir como tal. Quanto aos nomes que você citou, Felipão é impossível, embora seja o meu predileto. Técnicos melhores que o Mano por aí há aos montes…Luxemburgo é um deles, até o Mancini. Minha opção seria o Parreira.
Obs: Citadini não sairá candidato, pelo menos, não consta nada até o presente momento. Os nomes são: Andrés Sanchez, Osmar Stábile e Paulo Garcia, e sinceramente, não consigo definir quem é o pior.

Comentário por Jarbas

A questão Larissa, é a eleição, se é que você não percebeu ainda. Nem é o nome de técnico.

Acho que não estou me fazendo entender. Me desculpe. Foi o que entendi da explicação do Sanchez, com a qual concordo.

Se você entendeu diferente, me explique por favor, deixando de lado sua ogeriza pelo Mano, mas quanto ao aspecto que expus.

Abraços (Não fique brava) Nem sempre todo mundo concorda com o que você pensa. Isso faz parte, como dizia o Bambam.

rsrsrsrs

Larissa: Graças a Deus, nem todo mundo concorda. Me causaria profundo mal-estar que algumas pessoas concordassem. Do seu comentário, eu havia entendido que a questão central fosse o Mano, já que vc vem insistentemente debatendo o assunto aqui (risos…).

Comentário por Jarbas

Bom, o Citadini adora o Parreira… Garanto que esse não seria problema pra ala política alguma e ao menos já fez um grande trabalho no Corinthians, além de ter muito mais gabarito que o Mano.

Não que eu engula essa conversa de que o Sanchez possa estar pensando no próximo candidato, digo, pode até estar pensando, mas em complicar, não em agradar.

Larissa: Exato.

Comentário por Shadow

Larissa. Voltando o Mano a tese central de nossa discussão. Tira o Luxemburgo dessa sua lista. Segundo seus critérios de avaliação, ele pode ser eliminado da Copa do Brasil pelo Asa de Arapiraca, ou levar uma sova em pleno Parque Antartica do Campeão da Copa do Brasil. (3×0)
Bom, acho que os porcos perderam para o Leão, porque o Luxemburgo deve ter mandado o time jogar na retranca, não é?
(risos)
Bom sobraram Mancini e Parreira, como o Parreira abandonou a carreira e foi contratato pela Traffic, sua opção ao Mano, resume-se ao Mancini.
Vamos experimentar o Mancini então certo?
Quem sabe ele dá certo, e monta um time imbativel, e bastante ofensivo.

Abraços. (discussão técnica é muito bom rsrsrs)

Comentário por Jarbas




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: