Corinthians: Preto no Branco


Timão a cinco vitórias do paraíso
setembro 2, 2008, 5:24 am
Filed under: Uncategorized

A saga corinthiana pela várzea do futebol brasileiro parece estar chegando ao seu desfecho. E terá final feliz!

O que parecia ser um ano interminável, já dá mostras de que foi apenas uma brincadeira de mal gosto do destino com a nação alvinegra. Mentira, foi resultado mesmo de muita pilantragem dos dirigentes do clube, mas vamos esquecer esse passado recente e lutar para construir um futuro diferente, novo e vencedor.

Embora, o treinador “Ursinho Cauteloso”, como ficou conhecido pelos corinthianos mais irritados com tanta retranca por parte de Mano Menezes, evite falar em cálculos, restam apenas quatorze pontos a serem alcançados pelo Timão para garantir o acesso de volta à elite do futebol nacional. Cinco vitórias resolveriam a questão (com sobra).

Quando abordado sobre o assunto, o técnico do Corinthians, sempre bem situado sobre a grandeza do clube que dirige, respondeu: “Cada adversário vai vender muito duro o resultado, então, não é bom ficar fazendo muita estimativa. Temos que diminuir a cada rodada a diferença para onde queremos chegar”.

Ah! Minha nossa! Venderão duro mesmo. Tem sido duro fazer quatro, cinco gols, vencer praticamente todos os jogos, mesmo com o time recuado (segundo o treinador, por desobediência própria, nunca por falta de comando dele, é claro!), sem padrão definido e com seus probleminhas individuais. Isso nos dá uma margem do quão dura é a série B. O padrão das equipes é mesmo muito alto. Chego a ficar intrigada por estes adversários da várzea não estarem na série A.

Enfim, foi uma temporada difícil… Difícil de aturar! Com tanto marasmo, perebas, treinadores de ponta (de estoque), péssima arbitragem, etc, etc… Mas sobrevivemos. Estamos quase lá, e prontos, absolutamente preparados para voltar a sofrer, do jeito que gostamos, na raça! Mais do que dispostos a começar a ansiedade na sexta-feira a noite pelo clássico de domingo, sonhar com Libertadores e tudo aquilo que todos já sabem sobre os corinthianos. Ah! Sim, quando me refiro a estar pronto, falo somente dos corinthianos. O time? Esse ainda precisa de alguns bons reparos e reposições. A começar por um técnico que saiba a grandeza do clube que dirige, porque a postura assumida na série B, não cola na série A. Depois, precisaria arrumar um lateral direito, um volante de contensão e um ofensivo, um centro-avante e um atacante matador. E até de um novo presidente, um novo conselho, precisa. Mas aí já são outros “quase” quinhentos.

Vamos nos ater às possibilidades. São dezesseis jogos restantes, nos quais, o Corinthians precisa alcançar quatorze pontos. Os confrontos são:

Fortaleza x Corinthians (Castelão)

Corinthians x Barueri (Pacaembu)

Brasiliense x Corinthians (Boca do Jacaré)

Corinthians x Ponte Preta(Pacaembu)

Corinthians x Bragantino (Pacaembu)

São Caetano x Corinthians (Anacleto Campanella)

Marília x Corinthians (Estádio do Café)

Corinthians x Santo André (Pacaembu)

Bahia x Corinthians (Jóia da Princesa)

Corinthians x Ceará (Pacaembu)

Corinthians x Paraná (Pacaembu)

Criciúma x Corinthians (Heriberto Hülse)

Juventude x Corinthians (Alfredo Jaconi)

Corinthians x Vila Nova (Pacaembu)

Corinthians x Avaí (Pacaembu)

América-RN x Corinthians (Machadão),

Ou seja, dos dezesseis jogos, metade serão em casa (Pacaembu), isso sem contar os jogos no interior de São Paulo, que também podem ser considerados como casa. Os cinco primeiros confrontos estão de bom tamanho para garantir os quatorze pontos que faltam para a série A. Não consigo enxergar dificuldade ou possibilidade de não vencer Fortaleza, Barueri, Brasiliense, Ponte Preta e Bragantino. No máximo, o São Caetano no Anaclato Campanella poderia ser uma pedra no sapato, mas já está além das cinco vitórias que precisamos.

Depois, eu optaria por colocar o time B para jogar, mesclando com alguns do nível do time B que estão no time principal. E com os jogadores que ficarão no elenco para 2009, faria uma bem trabalhada e longa pré-temporada, que é pra chegar “chegando” na série A, levar o caneco e dar a volta por cima!

Anúncios

6 Comentários so far
Deixe um comentário

Se fizer mais 12 pontos chega a 61 e acredito q o quarto lugar não consiga mais que isso.

No ano passado o Vitoria subiu com 59.

Mas matematicamente não estará fechado em 4 rodadas (ou 4 vitórias), só no fim que nós vamos ver se 61 já bastariam.

De todo modo, acho que o Corinthians tem obrigação de conseguir o retorno o mais rápido possível e depois que a conquista for matemática pode brincar a vontade.

Meu problema nunca foi em relação ao “titulo” da série B, embora eu ache que mesmo com os juniores dê pra garantir isso aí, mas ainda se tivesse alguma invencibilidade pra defender, valeria a pena, como nós avacalhamos, o que interessa é subir logo e pensar no ano seguinte, porque título não existe, só acesso.

VEJAM BEM!

Não que eu seja adepto do discurso do Mano de que o importante é estar entre os 4, digo… Pra mim o importante é estar entre os 4 sim, mas não garantindo isso só na ultima rodada como o treinador queria dar a entender.

Sobe com 10 rodadas de antecedencia, depois faz o que quiser…

Larissa: Em se tratando de Corinthians, nunca sabemos ao certo o que esperar (risos)
Mas também creio ser bem provável essa hipótese, a julgar pelo desempenho das últimas partidas, principalmente.

Comentário por Shadow

Gostei dessa sua idéia de longa pré-temporada, mas acho que os jogadores não topariam.

Como viramos gatos escaldados, fiquei com a sensação que o time jogará para os “interesses” contidos no pacote série B e surpresas deverão ocorrer. Lembra o campeonato de 2005? Estava fácil, mas tiveram que segurar a onda a bem dos objetivos não declarados. Mas os caras não sabem mais o que fazer sem o Corinthians na Série A. Como prevíamos, foi tiro no pé, mesmo. Salvaram a série B e detonaram a A. Só o coringão segura audiências e patrocínios.

Larissa: São hipóteses Lou, que diante do abismo de absurdos que já vi ocorrerem no Corinthians, não ouso duvidar. Embora, o que eu acredito que vá acontecer mesmo, é o de sempre: virar vitrine, tudo quanto é pereba vai desfilar com a camisa do clube. Mulinha, Cássio, Nilton, Bebeto, Eduardo Ramos, Fábio Ferreira, Marcel, Perdigão, Alves, etc. Mas se o clube realmente conseguir o acesso com tanta antecedência, cabe pensar no planejamento para 2009.

Comentário por Lou Mello

Parabéns Larissa pelo belo texto que vc escreveu sobre o aniversario do Corinthians,foi muito emocionante ler,já está no meu orkut caso vc não se oponha.
Concordo com tudo que vc escreveu sobre as necessidades e carencias do Timão,mas discordo plenamente sobre o Mano Meneses,na minha opinião se ele sair que venha Luxemburgo,o Mourinho ou o Felipão,caso seja outro pode deixar ele mesmo.
Sds Corinthianas.

Larissa: Obrigada. E não há problema algum em usar o texto. É apenas uma mensagem de agradecimento ao Timão, que fique disponível a todos.
Sobre o Mano, já estou acostumada com discordâncias. É sempre uma questão de ponto de vista e o que eu espero para o Corinthians é muito mais. Alguém que no mínimo, saiba a grandeza do clube que dirige, do contrário, não irá jogar como Corinthians (e sim como CRB, achando empate fora de casa, na série B, bom resultado ou declarando que perder para o maior rival é normal), e eu espero no mínimo que joguemos novamente como Corinthians – O Poderoso Timão.

Comentário por Marcelo Firmiano

Larissa. Técnico que se preza, não pode ter discurso de torcedor, muito menos de jogador, (vide Renato Gaucho que se ferrou).
Treinador que se preze, tem duas posturas, ou é mal educado com a imprensa como Muricy, ou é sarcástico como Lexemburgo, ou enrola como Mano. Não tem outra postura.
Tenho certeza de que se o Mano saisse por ai, dizendo: “essa segundona é uma baba”, “vamos subir com um pé nas costas”, e outros babados, você adoraria.
Na sua análise você se esquece sempre, que estamos na segunda divisão, e portanto, tanto contratações como comportamento, tem que ser de segunda.
Te explico. Veja os detalhes dos jogos do Timão contra os times ameaçados de rfebaixamento.
Entram para quebrar o jogador mesmo. Dentinho e Herrera, tiveram sorte até agora de não estarem no hospital.
Mas, segundo seu desejo, parece que a oposição não quer a renovação do MANO, e ele vai embora mesmo, tão logo o time suba.
E recomeçaremos nossa via sacra, quem sabe volte o Passarella, ou o Tite, ou até o O.O.
E nesses jogos que você apontou ai, não tem baba nenhuma mesmo. É bota na canela, sem moleza mesmo.
Se não se cuidar, não sobe.

Larissa: Nossa Jarbas! Não apequene ainda mais o Corinthians. Só tem baba em toda série B. Com algum esforço do time, não perderíamos mesmo nenhum jogo.
Quanto ao Mano, não confere o que você colocou. Pra mim, discurso padrão já estaria de bom tamanho, tipo: “Respeitamos os nossos adversários, mas o Corinthians é um time bem preparado, com muita qualidade individual e coletivo e vamos buscar a vitória, sempre!”. Pronto. Não tem segredo, não tem por que exaltar times horríveis como os que enfrentamos aqui.
Sobre citar Renato Gaúcho e cia, eu gostaria de saber qual a diferença do Mano que tanto defendem para os demais. Técnico de gauchão e série B, sem nada no currículo e agora eu entendo bem o por quê. Ah! Foi vice da Libertadores? O Renato Gaúcho que você citou também. Pior, o Jair Picerni já venceu a Libertadores! O Mancini levou a pobre Ponte Preta a final do Paulistão que o Mano não conseguiu com um time superior em elenco e estrutura. O que é que o Mano Menezes fez pelo Corinthians até agora, além de vexame no Paulistão e na Copa do Brasil? Uma bela série B? Esse time do Corinthians aí, que está longe de ser o ideal, faria sozinho (e parece que fez, segundo o Mano, o time recua sozinho, adianta sozinho, contra as próprias regras dele, comando de equipe incrível não?) dada a facilidade da competição. Só alguns exemplos para não me alongar demais na questão.

Comentário por Jarbas

Bom, fazer o que. Você não gosta do Mano mesmo, então não adianta argumentar nada.
É como música, eu gosto de clássico, e tem quem gosta de rap.
Você disse:
“Mulinha, Cássio, Nilton, Bebeto, Eduardo Ramos, Fábio Ferreira, Marcel, Perdigão, Alves, etc.”

Faltou discriminar quem são os “etc”. Se forem os demais jogadores, acho que Mano mereceria uma estátua.

Comentário por Jarbas

Só mais um comentário. Vamos experimentar então o Jair Picerni e o Mancini.

Afinal eles brilharam na Ponte (ambos), e devem ter aquilo roxo para aguentar a barra e o peso do Corinthians, que ao que parece, você considera igual ao da Macaca.

Quanto ao Renato Gaucho, vamos fazer o seguinte, dá esse time do Corinthians prá ele, e dá o Flu que ele tinha na mão do Mano.

Uma coisa te garanto, o Flu, não perderia pela “boca” do seu ofensivo técnico.

Foi prá cima, levou 3 cocos. Outro tonto, que deve ter aprendido a lição, que um time se constitue na harmonia entre defesa meio de campo e ataque, e começa pela defesa, sempre.

Vide os ultimos campeões brasileiros, e o Gremio neste, como jogavam. Prá frente?

Uma ova.

Comentário por Jarbas




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: