Corinthians: Preto no Branco


Finanças
setembro 16, 2008, 3:17 am
Filed under: Uncategorized

O vice financeiro do Corinthians, Raul Corrêa da Silva respondeu algumas dúvidas enviadas ao clube por um torcedor do Timão que reuniu algumas informações contidas no texto que publiquei semanas atrás sobre a diminuição da dívida do Timão. Para ler o texto, acesse: https://larissabeppler.wordpress.com/2008/09/04/conta-estranha/.

Como os mails que enviei não tiveram respostas, publico a réplica do clube ao corinthiano André no fórum da Corinthians 1910:

.

“Caro Andre
Obrigado pelo seu email.
É muito bom responder a quem acompanha e tem dúvidas reais.

Entendendo a dívida corinthiana:

1)Situação em 2007

– mais de 100 milhões de dividas.

– processo perdido na FIFA em relação ao Lyon e ao Passarela, que nos colocavam em risco de cair para a terceira divisão

– prejuízos mensais

– vários processos trabalhistas com origem entre 2001 e 2004 em fase final de julgamento, com todos recursos jurídicos esgotados.

– falta de credibilidade junto ao mercado, bancos e fornecedores.

– 2/3 da divida de imediato e curto prazo

2) Estratégia para 2008

– fazer um time competitivo para resgatar a confiança da torcida

– enfrentar todos os problemas que aparecessem, partindo para a negociação e resolução.

– resgatar a credibilidade, prometendo o possível de ser cumprido e cumprindo o prometido.

– implantar orçamento por departamentos.

– estancar os prejuízos.

– alongar o endividamento para que ele pudesse ser quitado em 3 anos (exceto timemania)

3)Efeitos atingidos

– geração de lucratividade desde fevereiro

– boas negociações para redução de dividas e contingências

– alongamento do perfil do endividamento

– torcida comparecendo em campo e nas ações mercadológicas.

– credibilidade reconquistada, nos permitindo fazer empréstimos bancários com boas taxas do mercado, carência de 6 meses e 36 meses para pagamento.

4)Realidade atual

– divida ao redor de 93,5 milhões, com o seguinte perfil – 2008 (22,3 milhões) – 2009 (15,1 milhões) – 2010 (17,1 milhões) – 2011(15,7 milhões) – a partir de 2012 (23,4 milhões)

– redução do endividamento em 8 milhões em relação a dezembro, alem de havermos investido e pago 14 milhões entre atletas e reformas.

– lucratividade em 7 meses de 12,354 milhões contra prejuízos de 19,012 em 2007, prejuízo de 18,902 em 2006 e prejuízo de 15,368 em 2005. são mais de 30 milhões de melhora de um ano para o outro.é o primeiro ano de lucro em 4 anos.

– não temos mais nenhuma pendência que envolva o Lyon e ou mesmo a FIFA. Voltamos a ter respeitabilidade mundial.

5) Suas dúvidas

– Em relação a venda de parte do passe de jogadores, temos que administrar conforme nossa realidade e necessidade. Quando da venda para a DIS e mesmo o caso Jô, não tínhamos o contrato da globo para ser utilizado em garantia de empréstimos.não esqueça que só de Lyon foram mais de 10 milhões.

– em relação aos empréstimos bancários e a variação do clube dos 13, serão pagos em 36 parcelas a partir de janeiro de 2009.

– redução das contingências. Em julho o maior valor foi o do Nilmar, 7 milhões, que teve parte como divida em passivos negociados, 3,750 e o saldo foi para lucros e perdas como recuperação de despesas.

– sempre acompanhe as dividas pelo numero total e agora pelo perfil e prazo, pois em administração financeira, as linhas se misturam ao redor do tempo. Não se esqueça que não vendemos os 35/40 milhões de jogadores que eu havia anunciado como necessários para redução drástica da divida.

Esteja sempre à vontade para quaisquer duvidas ou perguntas.

Juntos pelo Corinthians

Saudações alvinegras.

Raul.”

.

Nota do Blog: Ainda considero a resposta do clube mais como uma saída pela tangente do que um esclarecimento, de fato. E continuo argumento que alardearam a quitação de uma dívida incômoda, como essa com o Lyon, ao passo que fizeram isso às custas de novas dívidas adquiridas via empréstimos bancários e outros, como abordei no post: Conta Estranha.

Assim, hei de convir com o argumento da oposição que refere que a “qualidade da dívida” está piorando em prol de uma eminente campanha eleitoral. Faz sentido.

Creio que a esta altura da discussão, deparamo-nos com duas situações distintas: confiar na administração ou desconfiar dela. Assim sendo, aos que optarem por dar um voto de confiança para essa atual gestão, é possível até tentar encarar essas peripécias como simples gafes que podem ter uma explicação plausível. Já os que não vêem motivo algum para voto de confiança (grupo no qual se enquadra a blogueira), seja para o alto escalão da situação ou da oposição, ao constatar essas situações estranhas e mal explicadas, adotam o que pode ser considerado como o caminho natural que é a desconfiança, na realidade, uma baita desconfiança em tom até acusatório, que é o que merecem cada um dos integrantes da Administração, do Conselho e afins, que durante quatorze anos respaldaram, participando ou calando, das tramóias de Dualib, Nesi Curi e corja.

Anúncios

8 Comentários so far
Deixe um comentário

Eu também faço parte do grupo que desconfia e muito!

Não acredito em vacilo na hora da divulgação dos balancetes, uma diretoria que alardeia transparencia teria obrigação de prestar contas da melhor forma possível, mas não é o que vem ocorrendo.

Nós vemos números que eles lançam num site e todo mês uma ala contesta algum ítem, assim como todo mês o departamento financeiro faz das tripas coração pra arrumar uma justificativa do porque algo faltou constar, ou ao menos ser melhor detalhado.

Larissa: Atenção nunca é demais.

Comentário por Shadow Hunter

Duro é a administração rolar dívidas sobre dívidas e alardear para os torcedores que está resolvendo nossos problemas,tratando nós torcedores como se fossemos idiotas

Larissa: Creio que pensam que somos.

Comentário por Roger

Temos de ter muito mais cuidado para a votação do proximo presidente, pq esse ai… ;(

Larissa: O pior é não termos alternativas.

Comentário por Guilherme

Estou decepcionado com meu candidato preferido Citadini.

Pelo visto também não tá nem aí.

Será que ele acha que você Larissa vai resolver esse problema?

Veja o absurdo que mostra esse post. O Diretor respondendo a um e-mail de um torcedor.

Eu esperava algo mais concreto do tipo:

“O Presidente do CORI, interpelou a diretoria e exigiu justificativas para os emprestimos lançados no balancete,…….etc, e tal, e apurou o seguinte:
a)……..”

Pelo visto acho que não manjam nada de contabilidade também, e não querem enfiar a mão na massa.

Na verdade, isso para mim confirma, que o CORI é um orgão administrativo, sem nenhum poder de decisão e nem de fiscalização. Decorativo mesmo.

Virou um reprodutor das noticias de jornais, e blogs.

E o nome é belíssimo “CONSELHO DE ORIENTAÇÃO.” deveria se mudar, para “CONSELHO DE PUBLICAÇÃO DE RECLAMAÇÕES”

Que decepção. Eu esperava bem mais do que lamentações.

Larissa: Continuo esperando esclarecimentos, pois, creio que compete ao Cori, ao menos, tornar as coisas mais claras.

Comentário por Jarbas

Larissa, você foi muito bem neste post, por um lado acho que esse empréstimo era inevitável, mas quais foram suas condições, como taxas de juros, fiadores, etc.? Por qual razão a diretoria “transparente”, não trousse isso a publico durante o fato? É claro que eu não quero ficar “contra” a diretoria do meu time, mas como diziam aqui no interior “O remendo ficou pior que o rasgo!”

Larissa: É aquela: “querer não é poder”. Ninguém gostaria de ficar contra, mas também há pessoas que não são idiotas né?

Comentário por David Emmanuel

Olá Larissa, venho acompanhando seu blog a algum tempo. Gostaria de opinar sobre a matéria. Ninguém gosta de ter empréstimos, principalmente quando soma-se a isso todas as dívidas que já foram contraídas durante os últimos anos. Mas algo mudou no Timão não é mesmo??? Como foi até o ano passado e como está hoje??? Também não tenho gostado como torcedor doente de muitas situações que vem acontecendo, mas muita calma nessa hora. Acredito que o voto de confiança e desconfiança deverá ser dado a partir de 2009. Tudo isso é uma transição. Abs.

Larissa: A questão é que a desconfiança não começou em 2008, afinal, estamos falando de pessoas que buscaram a parceria, que foram situação com Dualib e Nesi, etc…etc…

Comentário por Marcos Aurelio

Larissa. Tenho a impressão que esse “chove não molha”, vai perdurar até as eleições.

Não interessa, pelo visto nem a oposição, esclarecer nada, e nem a situação justificar.

Interessa manter o suspense.

Foi uma decepção ao ler o blog do Citadini, e ver “no blog da Larissa”…..etc. e tal.

A omissão do CORI, foi decepcionante, e olha que o Citadini se comprometeu aqui no seu blog a apurar.

Vai ser duro aguentar mais 3 mêses de “campanha” eleitoral.

Abraços e parabéns, você está sendo muito mais efetiva do que o CORI.

Larissa: Obrigada. Mas só faço o que está ao meu alcance enquanto torcedora. Não compete a mim prestar maior esclarecimento, infelizmente, pois o faria de bom grado.

Comentário por Jarbas

O que quero dizer é que seus conhecimentos de contabilidade, são explendidos.

Já foram suficientes, pelo visto.

Comentário por Jarbas




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: