Corinthians: Preto no Branco


Fácil, extremamente fácil
outubro 18, 2008, 7:01 pm
Filed under: Uncategorized

Deve ter sido a partida mais fácil dos últimos 11 anos, afinal, mesmo longe de demonstrar um bom futebol, daquele que dá gosto de ver, o Corinthians venceu o Bahia, no Jóia da Princesa, pelo amplo placar de 3 a 0.

O tricolor baiano começou bem, partindo pra cima, mas o Corinthians foi mais feliz e aproveitou o melhor momento do adversário no jogo para estrear o placar, logo aos 8 minutos, com Morais, de cabeça.

Na etapa complementar, aos 12 minutos, Dentinho concluiu a jogada de W. Saci e Bebeto, e marcou o segundo do Timão. Pra encerrar, aos 34 minutos, de novo ele, Dentinho, arriscou de fora da área, o goleiro aceitou e o Corinthians conquistou a vitória depois de uma seqüência de três incômodos empates. O placar poderia ter sido ainda mais amplo, se o árbitro não tivesse anulado o gol de Otacílio Neto que fez boa partida.

O Timão soma agora 67 pontos, 11 a frente do vice-líder Avaí e 16 do quinto colocado Vila Nova. Restam apenas 7 rodadas e seis pontos a serem conquistados para garantir o acesso que pode ocorrer no Pacaembu, contra Ceará e Paraná, os próximos confrontos alvinegros.

Como previsto, esta foi a competição mais fácil da história do clube, no entanto, a superlativada campanha de Mano Menezes continua sem grandes feitos. Principalmente se formos utilizar a série A como parâmetro: num campeonato de nível superior a série B deste ano (e de todos os outros), o campeão do ano passado pela série A garantiu o título com 5 rodadas de antecedência. Enquanto o Corinthians, se tudo der certo, ainda assim estará garantindo o quarto lugar, o acesso apenas. Uma campanha normal, sem brilho, mas supervalorizada pela intenção de se manter o estrategista (sic) Mano Menezes no comando do Timão em 2009.

Enfim, pelo menos, já se pode dizer que o gigante está de volta ao seu devido lugar. Ano que vem é outra história que pode ter um desfecho mais feliz, agora o importante é se preparar pra isto e apagar essa mancha da gloriosa história alvinegra.

Anúncios

30 Comentários so far
Deixe um comentário

Não é a toa que o Luxemburgo estava doidinho pra vir pro Corinthians no início do ano, o cara ia fazer a festa montando uma equipe pra ganhar de 7 de todos esses timecos.

Sem o Luxemburgo e co o elenco que temos em relação aos adversários, subimos da maneira que subiríamos com qualquer outro técnico, fazendo o básico, já que não ser ameaçado na segundona era o mínimo.

Larissa: Concordo que subiríamos assim com qualquer um, afinal, subimos com um zé ninguém mesmo. Ops, desculpe, ele tem um ótimo currículo: gauchão e batalha dos aflitos.

Comentário por Paulo (Shadow)

Não adote a série A do ano passado como parâmetro: o campeão ganhou com várias rodadas de antecedência, mas meteu a mão em vários partidas e jogou sempre defensivamente. Realmente o nível da B deste ano está muito fraco, concordo com você quanto a tudo o que disse. Pense, entretanto, que, ao menos, vocês cumpriram a sua obrigação sem correr riscos. É claro que, se fosse o meu time, quereria muito mais, mas neste ano, para vocês, a obrigação já foi cumprida. Agora é bola pra frente.

Visto que você está tranquila, espero sua torcida para o meu time agora.

bjs,

Daniel

Larissa: Ah palestrino! Aí você já está pedindo demais pra mim…torci pro empate, deu certo! =)

Comentário por Daniel Remorini

Debora falando em futuro, comenta-se que, a viagem a Argentina do A.Carlos não foi especifica para o caso Herrera, mas, para contratar Maxi Morales, meia da Seleção dos hermanos.

O problema parece é que São Paulo, e mais alguns times estão atravessando.

Se vier, olha, dá para ter esperanças, é de nivel acima de Moraes e Douglas.

No youtube tem diversos videos do jogador, mas eu me lembro dele jogando na sub 20 deles, e na época fiquei impressionado.

Brasileirão serie A, pontos corridos, se não tivermos elenco de qualidade, não vai dar.

Larissa: Registrado.

Comentário por Jarbas

Falando sobre a partida considerada como a mais fácil dos últimos tempos por você Larissa, destaco um aspecto que tenho observado, e que não é nem de perto considerado por toda a imprensa e técnicos de plantão.

Lendo a declaração de Moraes após a partida:

“Tanto deu certo que, apesar do calor, nossa equipe se comportou muito bem no segundo tempo. No intervalo, eu falei para continuarmos em cima porque eles não agüentariam, e foi o que aconteceu”

Esse “continuarmos em cima”, só é possivel porque felizmente temos o melhor preparador físico do pais hoje, e a ele cabe pelo menos 40% das conquistas do time.

No calor da Bahia, superar o adversário fisicamente não é pouca coisa.

E não foi apenas nessa partida, mas na grande maioria delas, é visível o excelente preparo fisico da equipe.

Mas, como no Corinthians destaque é para ser espancado, é de se estranhar que até o momento não tenham atirado pedras no preparador fisico.

Talvez tenha sido ótimo, que os analistas de plantão não tenham observado esse aspecto positivo.

Mas, se continuar a ter destaque, certamente vai receber cacetada. Claro que vai. É quase regra.

Larissa: Estou sentindo uma má vontade em entender o que foi escrito, Jarbas? Releia: Deve ter sido a partida mais fácil dos últimos 11 anos, afinal, mesmo longe de demonstrar um bom futebol, daquele que dá gosto de ver, o Corinthians venceu o Bahia, no Jóia da Princesa, pelo amplo placar de 3 a 0.

Comentário por Jarbas

Nada a ver Larissa. Apenas destaquei um aspecto positivo que não vem sendo observado pelos comentaristas esportivos.

Quando o preparo fisico prevalece, as partidas ficam mais fáceis.

Apenas fiz uma observação, para justificar a facilidade que você observou.

E não é má vontade em entender o que foi escrito.

Apenas não localizei no texto, quais os fatores que você considerou para afirmar que foi a partida mais fácil dos ultimos 11 anos.

Eu apontei um.

Acho que sou meio ingênuo e não consegui entender quais os fatores, só isso.

Se você puder ser mais especifica, agradeceria.

E também gostaria de saber, se você achou minha observação quanto a preparação fisica, absurda ou válida.

Afinal, foi a mais fácil porque?

Larissa: Jarbas, novamente estamos falando de coisas diferentes. Sobre o Flávio Trevisan, não tenho nada a acrescentar.
Quando eu disse mais fácil, eu fui um tanto irônica, pois como consta no texto: quebramos um tabu de 11 anos, sem apresentar nenhum bom futebol, o time não me agradou, como há tempos não me agrada. Por isso, disse que, note, DEVE ter sido a mais fácil dos últimos anos, já que mesmo sem convencer, venceu por amplo placar. E quanto a ser extremamente fácil, achei que tivesse ficado claro que me referia ao contexto da série B. É isso.
Abraços alvinegros.

Comentário por Jarbas

Larissa, so fazendo uma correçao humildemente, o Coritiba ano passado nao garantiu o titulo com 5 rodadas de antecedencia e sim o acesso, o titulo foi conquistado no ultimo jogo no sofrimento com gol no ultimo minuto .

Se voce quiser conferir: http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro2007/interna/0,,OI2099332-EI8818,00.html

Um abraço

Larissa: Olá Fernando, tudo bem?! A minha comparação foi sobre a Série A, inclusive, por isso usei o termo “o campeão”, pra não citar o nome de uns e outros aí …risos…
Abraços alvinegros!

Comentário por Fernnando

Sobre a preparação física, acho correto afirmar que o Corinthians é a equipe mais preparada da série B.

Falar em termos de Brasil é precipitado.

Somos uma equipe muito melhor estruturada do que qualquer outra da competição que disputamos, estamos acostumados com uma realidade completamente diferente, aparelhagem de ponta, máquinas importada etc.

Quando jogarmos com equipes que também mantém esse padrão é que poderemos tirar uma conclusão.

Larissa: Parabéns. Muito bem colocado.

Comentário por Paulo (Shadow)

Shadow, você não pode é negar que Flavio Trevizan é um dos maiores nomes do pais, porque de fato ele é.

Já provou isso até na seleção brasileira.

E, se a gente não concorda com Mano, ou a Diretoria, isso na minha modesta opinião, elogios ao que está certo e bom, não deve constranger ninguém, sob pena de parcialidade na análise.

Ou será que elogiar o Trevizan é constrangedor?

Não deveria.

Larissa: Registrado.

Comentário por Jarbas

Fácil muito fácil, cada jogo do corinthians pra mim é uma despedida da série B, espero que nunca mais volte a disputar um campeonato assim que só tem bêbado, tirando alguns jogos contra times que deram trabalho, como São Caetano, Ponte Preta, Santo André, enfim um paulistão dentro do brasileirinho, mas a saga está chegando ao fim graças a Deus e tomara que 2009 seja um bom ano para o corinthians, se bem que tirando o gremio que conquistou uma vaga na libertadores após subir, outros times como palmeiras, botafogo, atlético-mg as coisas foram bem diferentes, mas vai corinthians não para de lutar.

Larissa: Concordo com as suas observações, Toel. Abraços.

Comentário por Toel

COMO VOCÊS NÃO SABEM NADA DO TIME QUE TORCEM. A.CARLOS FOI A ARGENTINA, SE ENCONTRAR COM KIA DA FIEL. PAREM DE SONHAR COM JOGADOR DE SELEÇÃO. O CLUBE ESTÁ FALIDO E SE O SANCHEZ FICAR MAIS UM ANO, AÍ PODE DECRETAR FALENCIA MULTIPLA DE ÓRGÃOS.

Larissa: Falido o clube não está, disso tenho certeza. Essa é apenas a desculpa que usam para justificar incompetência. Está sim, mal administrado. Falido não.

Comentário por DONIZETE

Paulo Shadow, vc sabe qual o valor da folha de pagamento do seu time, em relação as demais equipes ? Sabe quanto ganha o Grande Mano ?
Procure se informar, aí talvez vc chegue a conclusão, do abismo que existe entre seu time e os demais.

Larissa: Registrado.

Comentário por DONIZETE

Jarbas,

Não é constrangedor elogiar, apenas acho precipitado dizer que o time tem a melhor preparação física do país baseado na disparidade que se vê em campo do Corinthians em relação a seus adversários de série B.

Acho perigoso supervalorizar tudo de positivo que estamos vendo nessa temporada, porque pode não passar de mera ilusão, já que a comparação é feita contra times de baixíssimo nível e nossos resultados em 2008 contra times da série A não foram nada animadores se considerarmos que o aproveitamento foi bem inferior a 50%.

Donizete,

Honestamente não entendi o recado, já que eu justamente constatei esse abismo que voce diz que eu ainda deveria chegar a conclusão.

Me parece que enquanto voce está indo eu já estou voltando.

Larissa: Registradíssimo.

Comentário por Paulo (Shadow)

Pode parecer que eu esteja indo, mas que há constrangimento em reconhecer algumas pequenas coisas positivas, isso é mais do que evidente.

Preparo fisico não se analisa em função da qualidade do adversário, mas pelo pique de um lateral, desde a retaguarda até a porta do gol adversário, aos 45 minutos do segundo tempo.

Assista o tape do jogo, com pelo menos um pouco mais de boa vontade, que você estará indo e voltando no mesmo sentido que eu observei.

O Corinthians está efetivamente bem preparado fisicamente.

E esse condicionamento tem feito o time superar as dificuldades técnicas.

Isso explica em grande parte a facilidade e a diferença em relação aos demais clubes.

Observações simplistas, tipo, o time está jogando “contra ninguém”, são vazias.

O time só pode estar encontrando facilidades por alguns motivos, ou seja:

1) Tem jogadores de melhor qualidade técnica .
Essa possibilidade não é reconhecida pelos criticos do Mano, que afirmam que Dentinho, artilheiro do time é peso morto, Herrera é pessimo, Fabio Ferreira é coveiro, e o Saci só joga porque é Mano do Mano.

2) Os demais times são fraquissimos, e não são páreo.
Se os criticos contumases, defendem essa tese, então terão que concordar que a Direção técnica, soube montar o elenco para esse tipo de disputa.
Isso em absoluto eu vi defendido aqui.

3) Resta, o preparo fisico, que tenho observado e elogiado, que os amigos comentaristas se recusam a aceitar como verdadeiro.

Dessa forma, só posso considerar as criticas extremamente ácidas, e de engenheiros de obras prontas.

Evidente que quando se diz que “Quando jogarmos com equipes que também mantém esse padrão é que poderemos tirar uma conclusão.”, está admitindo-se que toda e qualquer supervalorização agora é tão errada como a depreciação tanbém o é.

Se não podemos concluir nada enquanto não enfrentarmos equipes de outro nivel, como podemos concluir que tudo está errado sem esse parâmetro?

Só por má vontade mesmo.

Resumindo, nada presta porque jogamos contra bebados, e nada presta porque ainda não jogamos contra sóbrios.

Que lógica hein?

Larissa: Creio que não foi dito que nada presta, mas sim, exatamente, que não há parâmetro confiável e tudo que se fez na série B era o esperado, por mim, digo que esperava até mais. Só isso.

Comentário por Jarbas

Jarbas,

Voce tomou pra si e repetiu várias vezes na sua postagem, uma resposta que nem era pra voce, com esse lance de “indo e voltando”.

No mais, entendo a sua analise, apenas considero subjetiva.

Que o pique dos jogadores independem do adversário é verdade, porém, eu quero ver se essa diferença gritante que a gente tem notado contra equipes sem a mínima estrutura, ficará minimamente evidente quando enfrentarmos também equipes de um melhor nível.

Larissa: Registrado.

Comentário por Paulo (Shadow)

Jarbas, meu chapa, sou palmeirense (modéstia à parte) mas acompanho o blog da Larissa, como você bem sabe – discutiu comigo no texto “De tradições e glórias mil”… Ela, em síntese, não diz que tudo está errado na equipe, apenas diz que está enfrentando equipes muito fracas e que apresenta diversas falhas… Quanto à questão do preparo físico, não a vi negar que este seja possivelmente um dos fatores que expliquem a liderança do clube no certame. Creio que você entende muito positivo o trabalho da comissão técnica e pensa, por isto, que ela, por criticar frequentemente, nenhuma virtude veja ou queira ver na equipe, o que não ocorre.

Observo tudo isto porque percebo que está sendo criado um antagonismo de opiniões que, na realidade, inexiste. Calma, a Larissa não é o monstro que parece! Só é corinthiana… rs

Abraços

Larissa: Registrado. E eu pareço um monstro é?! Gostei de saber (risos…)

Comentário por Daniel Remorini

Shadow. Pode ser, (até é provável e já foi confirmado) que correria não ganha jogo.

Teoricamente, considero que o time hoje, em 10 partidas contra o Palmeiras por exemplo, perderia 08.

Mesmo com melhor preparo fisico, a diferença técnica é muito grande.

Porisso considero fundamental que o elenco seja reestruturado para 2009.

Acho um absurdo a pretensão de que deveriamos ter montado já, nesta segunda divisão uma equipe de primeira linha, com jogadores a nivel de série A.

No entanto é isso o que vejo cobrado.

Vamos esperar 2009, e se o time não se qualificar, ai sim, as criticas serão justas.

Hoje, não cabem, e são absolutamente incoerentes pela própria natureza delas.

Não precisa nem esperar enfrentarmos equipes de um nivel melhor, mesmo hoje na série B, o time as vezes encontra dificuldades contra equipes bem estruturadas, caso por exemplo contra o Santo André.

É evidente que precisamos de zagueiro, lateral, outro meia, e atacantes, principalmente matadores.

Mas, também é evidente, que uma base razoável foi encontrada, e que deve ser reforçada evidentemente.

Então hoje vejo o time com um certo padrão de jogo, onde os adversários praticamente não molestam Felipe nos jogos, que revela a existência de um sistema de marcação eficiente, embora algumas peças claudiquem como por exemplo o nosso capitão William.

Com Morais, Douglas, agora o Cristiam e o Elias, posso estar enganado, mas o setor de criação tem funcionado.

No ataque, Dentinho, apesar de criticado, é jogador que preocupa demais as defesas adversárias, rápido e drible fácil, e que poucos times tem hoje na série A.

Por exemplo, acho Dentinho muito mais efetivo do que o Dagoberto do São Paulo por exemplo, que recebe 200 mil mensais, embora peque nas finalizações. Eu não trocaria.

Então, nem tudo é essa porcaria que se prega.

Agora, se daqui para a frente, venderem Dentinho, Douglas, André Santos, Elias, para fazer caixa, e tiverem que começar 2009 tudo de novo, trocando até o técnico, sinceramente, dá para acreditar em novo rebaixamento.

Larissa: Registrado.

Comentário por Jarbas

Remorini. Que graça teria escrever em blogs, apenas para concordar com tudo?

Nenhuma. O que interessa é provocar o contraditório para extrair o fedd back. Certo?

Como podemos saber se nossas opiniões estão certas, se ninguem as contradiz, e não nos dão a oportunidade de defendê-las?

O que mais deveria nos agradar, seria ver nossas teses destruidas.

É assim que se aprende na vida, revendo conceitos a todo momento, e retirando “pré-conceitos” que nos impedem a visão lateral de aspectos do cotidiano.

A pior coisa que podemos fazer a nós mesmos, é admitir que “estamos certos” porque “isso é assim” ou porque “muita gente acha”, e se fechar em “copas”.

O fanático religioso, aceita dogmas e não admite ser contrariado, enquanto o eclético questiona sempre.

Cito um exemplo na minha juventude.

Fiquei discutindo (amigavelmente logico) com um amigo, num final de semana até as 4 horas da manhã, onde eu defendia a crença em Deus, e ele o ateismo

Fomos dormir, e no dia seguinte nos encontramos novamente.

Ele me disse: “Sabe que pensei muito ontem e cheguei a conclusão que você tem razão. Deus existe?”

Fiquei estupefato, e lhe disse de pronto:

“Sabe que também pensei em tudo o que você me disse ontem, e cheguei a conclusão que você tinha razão: Deus não existe.”

Entendeu?

rsrsrsr

Larissa: Registrado. E que conversa doida essa de vocês sobre Deus hein? Haja argumento! (risos…)

Comentário por Jarbas

Não falei pra concordar com tudo. Eu várias vezes já discuti com a Larissa, mas expressando de forma coerente e concatenada meus argumentos, e quando a opinião dela era, de fato, contrária. COMO SEMPRE, você distorce tudo. Escreve muito mal e não consegue entender o que é escrito; a sua clara deficiência de entendimento o leva a crer que a Larissa ataca o trabalho da diretoria e da comissão técnica incondicionalmente e que eu, ao lhe observar que ela não age desta forma, sou contrário ao debate.

Lamento que você, cujos comentários são originários de compreensão distorcida do texto, tenha querido me falar, de forma prepotente, sobre contraditório.

Por fim, observo:

1. Não é “fedd back”, mas “feed”;
2. “ninguém”, com acento. Mas considerarei que você não colocou o acento pela informalidade na escrita própria da internet;
3. “O que mais deveria nos agradar seria”, sem vírgula;
4. “A pior coisa que podemos fazer a nós mesmos é…”, sem vírgula. A vírgula separa o primeiro período do “é”, de modo a ficar sem sentido;
5. “NOS fechar em copas”, não “se”;
6. “O fanático religioso aceita…”, sem vírgula. A separação do sujeito do verbo pela vírgula torna a frase sem sentido.
7. “Lógico”, mesmo caso do item 2;
8. “ateísmo” e, depois, ponto final.
9. “à conclusão”. Há o acento grave no “a”, indicativo da crase, que é a contração da preposição “a” com o artigo “a”.

Cordialmente,

Daniel

Larissa: Registrado.

Comentário por Daniel Remorini

Agradeço a aula. Mas fique tranquilo, e pode continuar corrigindo, que não me magoa em absoluto.

Aprendi desde muito cedo, que conhecimento e erudição não é sinal de inteligência.

Aliás, essa, está presente até no analfabeto, ou no selvagem, e embora você possa não acreditar, mas deveria, porque na minha opinião deve ser um chato perfeccionista, a inteligência pode ser ob servada na nautureza a todo momento.

Eu escrevo mal, e distorço, e já que me julgou, me dou o direito de julgá-lo.

Acho você pouco inteligente, embora erudito.

Abraços em preto e Branco.

rsrsrsrsrsrs

Larissa: Registrado. E vamos tentar manter o nível nos diálogos. Vocês têm capacidade e bons argumentos pra isso.

Comentário por Jarbas

Sou muito inteligente, e não demonstrei erudição; conhecer a língua portuguesa e compreender textos, ao contrário de outros que nunca conseguem fazê-lo, não é erudição. Novamente você fala mas não sabe o que diz.

Deixe de ser imbecil, se conseguir um dia. Minha resposta nada tem a ver com erudição.

Larissa: Registrado. E vamos tentar manter o nível nos diálogos. Vocês têm capacidade e bons argumentos pra isso.

Comentário por Daniel Remorini

Você, Jarbas, apenas comentou, de forma, mais uma vez, equivocada, a minha correção no seu comentário precedente. Mas nada disse sobre isto:

“Não falei pra concordar com tudo. Eu várias vezes já discuti com a Larissa, mas expressando de forma coerente e concatenada meus argumentos, e quando a opinião dela era, de fato, contrária. COMO SEMPRE, você distorce tudo. Escreve muito mal e não consegue entender o que é escrito; a sua clara deficiência de entendimento o leva a crer que a Larissa ataca o trabalho da diretoria e da comissão técnica incondicionalmente e que eu, ao lhe observar que ela não age desta forma, sou contrário ao debate.

Lamento que você, cujos comentários são originários de compreensão distorcida do texto, tenha querido me falar, de forma prepotente, sobre contraditório”.

Larissa: Registrado.

Comentário por Daniel Remorini

E, antes que me esqueça, não sou chato perfeccionista; apenas o corrigi pelos motivos que já expus no comentário de ontem.

Assim como você nunca entende o que é escrito neste blog e não entendeu o meu comentário, pensa que a correção é coisa de chato perfeccionista e mera erudição.

Larissa: Registrado.

Comentário por Daniel Remorini

Pois é, eu não sou “MUITO” inteligente como você, fazer o que. Tenho minhas limitações de entendimento.

Larissa gosta do Mano. ahahahahahah

E eu que tenho dificuldade em entender textos.

Em primeiro lugar, Larissa, nunca esconde que detesta o Mano, e com ela discuto essa questão, numa boa.

Trata-se de divergência de opinião.

Ela não gosta, e eu ainda não tenho motivos para detestar.

Se amanhã, o time desandar, vou dar a mão a palmatória, tenha certeza amigão.

E dar razão a ela. Em primeiro lugar o Timão, cara, sempre e até o fim.

Entre Mano e o Timão, ou qualquer outro, sempre sou mais Timão.

Não tenho o minimo constrangimento em reconhecer quando estou errado.

Radicais, normalmente são burros.

E olha, nessa estou em desvantagem, pois é evidente que Mano, assim como qualquer técnico sempre tem prazo de validade.

E como sempre, vou apoiar o vier, sempre.

Torcer para o insucesso de nosso treinador, seja qual for, é o mesmo que torcer para a derrota do Timão, apenas para confirmar nossas teses.

Isso está fora de minha cartilha, por questão de principio.

Simplesmente não consigo torcer para o insucesso, mesmo que não goste do cara.

Só para depois ao final, dizer: Eu não falei?

Que vitória pessoal mais inglória cara?

PS. pode corrigir rsrsrsrsrs

Larissa: Registrado. E tem um post no blog que aborda essa questão do “não há glória em soar as cornetas”, com o qual concordo plenamente.

Comentário por Jarbas

Quem falou que a Larissa gosta do Mano, imbecil? Eu não falei isto, nem disse se ela está certa ou não em criticar ou você em apoiar o técnico. Em nenhum momento falei sobre isto. Como você não entende os textos dela nem meus comentários, disse mais uma besteira.

Quanto à correção, terei de ser mais explícito, posto que você não consegue entender. Corrigi a sua redação em razão da sua prepotência ao falar para mim sobre contraditório. Leia novamente:

“Não falei pra concordar com tudo. Eu várias vezes já discuti com a Larissa, mas expressando de forma coerente e concatenada meus argumentos, e quando a opinião dela era, de fato, contrária. COMO SEMPRE, você distorce tudo. Escreve muito mal e não consegue entender o que é escrito; a sua clara deficiência de entendimento o leva a crer que a Larissa ataca o trabalho da diretoria e da comissão técnica incondicionalmente e que eu, ao lhe observar que ela não age desta forma, sou contrário ao debate.

Lamento que você, cujos comentários são originários de compreensão distorcida do texto, tenha querido me falar, de forma prepotente, sobre contraditório”.

Larissa: Registrado. E acho que terei de leva-los pra tomar um choppinho e desestressar, que tal? (risos….)

Comentário por Daniel Remorini

Aqui, acho que cabe uma intervenção da blogueira.

Caros leitores, vamos tentar manter o nível do diálogo sem ofensas pessoais, que não são o intuito deste blog, que sempre visou expor pensamentos e argumentos. Não verdades absolutas.

Creio que visões muito díspares são passíveis de algum conflito, no entanto, todos têm o direito de concordarem ou discordarem entre si, porém, que isto seja feito com respeito. Assim como não aceito comentários ofensivos de rivais e afins, não posso permitir também que se torne um local intolerável pela falta de respeito uns com os outros.

As divergências de opinião engrandecem o debate. Se não fosse assim, o blog ganharia em civilidade, mas perderia em pluralismo. Não é este o intento.

Como vocês sabem, este não é um blog unilateral, mas um espaço para troca de idéias. Faço questão de responder a todos os comentários, por isso. Para não cair num vazio e para que, quando houver alguma interpretação duvidosa sobre os posts, possamos esclarecer.

Busco fazer deste blog, um espaço decente para se falar de Corinthians, com consciência, dignidade, preocupação e respeito.

E conto com a colaboração de todos vocês.

Vamos expor os nossos argumentos de forma coerente e fundamentada.

Abraços,

Lara!

Comentário por larissabeppler

Senhor Daniel. Em razão da intervenção da Larissa, revi meus textos, e não encontrei nenhuma ofensa maior dos que as que recebi.
Não usei termos imbecil, nem prepotente, porém, se a expressão que usei sobre o “contraditório”, o incomodou tanto, retiro tudo o que disse, e peço desculpas humildemente.

Peço que debite eventual deslize verbal de minha parte, às minhas limitações de entendimento.

Sem mágoas de minha parte, aceito todas as suas criticas a minha pessoa.

Larissa: Registrado.

Comentário por Jarbas

Aproveitando Larissa. Quer ter meu ibope nos seus posts, com participações inflamadas?

Nem preciso dizer certo? É só colocar textos detonando o Mano.

Não percebeu que eu sou Mano do Mano?

rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

Brincadeira. Só continuo frequentando o blog porque sempre acreditei no que você escreveu acima:

“As divergências de opinião engrandecem o debate. Se não fosse assim, o blog ganharia em civilidade, mas perderia em pluralismo. ”

E pode ficar tranquila, jamais senti nada levado para o lado pessoal, senão o das idéias.

Não quero discutir com ninguem, para arrumar inimizades, ou sentir raiva.

Isso faz mal para a saude. Se for para ser assim, (levado para o lado pessoal) não tenha dúvidas que me mandarei sem cerimônia.

E acrescentando, nem lado politico, peguei alergia por esse assunto.

Não é porque defendo o Mano eventualmente, que esteja do lado da situação.

E se achar que o Gobi tem ideia absurda de colocar estrela, que eu seja fã da oposição.

Moro longe, e nem sei quem é essa gente, a não ser por fotografia, e acho que essa luta pelo poder no PSJ. só prejudica o nosso Timão.

Cheguei a conclusão que não existem mais herois, e seja o que Deus quiser.

Larissa: Jarbas, os heróis, acredite, somos nós.

Comentário por Jarbas

Excelente somente para a Série B do Brasileirão 2008

na folha online tem uma matéria que trata do assunto que você falou aqui, já viu?

http://www.fatimanews.com.br/canais/noticias/?id=75963

Larissa: Concordo com boa parte do que foi escrito.

Comentário por Paulo Junior

Jarbas, realmente você não consegue entender o que lhe é dito, isto é um fato a ser observado por todos. O problema não foi a expressão sobre “contraditório”, não me “incomodou”, mas todo o seu comentário, de fato prepotente, dirigido a mim sobre isto, o que levou à seguinte resposta: “NÃO FALEI PARA CONCORDAR COM TUDO. Eu várias vezes já discuti com a Larissa, mas expressando de forma coerente e concatenada meus argumentos, e quando a opinião dela era, de fato, contrária. COMO SEMPRE, você distorce tudo. Escreve muito mal e não consegue entender o que é escrito; a sua clara deficiência de entendimento o leva a crer que a Larissa ataca o trabalho da diretoria e da comissão técnica incondicionalmente e que eu, ao lhe observar que ela não age desta forma, sou contrário ao debate.

Lamento que você, cujos comentários são originários de compreensão distorcida do texto, tenha querido me falar, de forma prepotente, sobre contraditório”. Você, então, não compreendeu e, apegando-se às correções do texto, me ofendeu e atribuiu equivocadamente, como já demonstrei, a correção à erudição. Refutei embasadamente suas ofensas – comentários de 21/10, 1h21 a 1h29 pm – , demonstrei ser o contrário, mas você voltou a me atacar, ao dizer “Larissa gosta do Mano. ahahahahahah

E eu que tenho dificuldade em entender textos”, o que me levou, juntamente com seus ataques anteriores, a usar o termo “imbecil” e explicar sobre isto que você inventou que eu falei de alguma forma (21/10, 8h31 pm). Infelizmente, a cada novo comentário há um novo entendimento distorcido seu, e isto pode ser visto por qualquer um. Suas ofensas foram imotivadas – basta ler meus comentários -, enquanto as minhas foram explicadas acima e se justiificam nos seus próprios comentários.

Sua última intervenção tornou, infelizmente, necessária mais esta explicação, a última.

Comentário por Daniel Remorini

Tudo beleza então? Espero que ambos tenhamos conseguido superar esse “grave” problema.

Remorini, não vale a pena “remoer” nada, nossos salários não vão aumentar e nem o dolar subir por nossas divergências, certo?

De minha parte eu te perdoo pelas ofensas, resta você perdoar as minhas, certo.?

Comentário por Jarbas




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: