Corinthians: Preto no Branco


‘Somos todos iguais, braços dados ou não’
novembro 7, 2008, 12:16 am
Filed under: Uncategorized

Lindo depoimento de um meio-irmão palestrino deixado na comunidade do Palmeiras no site de relacionamentos Orkut.

É por essas e outras que vivo a repetir: Futebol é vida, Corinthians x Palmeiras é Tradição!

derby1



18 Comentários so far
Deixe um comentário

Lindo depoimento. Rival histórico é isso aí, tem que ter respeito, não essa palhaçada recente que acontece com um certo time novinho cuja torcida parece não saber respeitar ninguém.

Isso só mostra que, enquanto se restringir às quatro linhas do gramado, a rivalidade é saudável. O problema é quando ela sai dali…

Larissa: Lindo, né?! A questão é que não tem de sair de campo, se sair, já não é rivalidade, é ignorância ou qualquer coisa do gênero que nada tem a ver com o futebol.

Comentário por Rodrigo

Larissa,muito prazer. Acompanho sempre seus lúcidos comentários, mesmo que por vezes não concorde com eles em sua totalidade, porém a minha admiração por vc não diminui em nada por esta razão.
É isto que o mundo (e não só o futebol) precisa – de seres humanos decentes. Li o post do nosso amigo palmeirense e fiquei emocionado com a história dele – porisso que outros times tentam chamar a atenção, mas só Palmeiras x Corinthians é tradição!!!

Um beijo, continue firme!! Roberto

Larissa: É isso aí. Obrigada pelo carinho, Roberto. Abraços alvinegros!

Comentário por Roberto

Larissa. Tem dia que a gente está com um humor de cão, tudo dá errado, você se sente um lixo, qualquer coisa liga o botãozinho da ira… Tenho estado assim esses dias, e ontem parece que me excedi em meus comentários com seus leitores. O garoto GALO deve estar achando que sou um ignorante e com razão!!! Ei cara, me desculpe, estou numa semana ruim. São histórias como a deste rapaz, Paulão, que fazem a gente repensar nossos valores. Um coração de um Corintiano batendo forte e dando vida a um Palmeirense…Maravilhoso!!! Realmente somos todos irmãos, pena que a gente esqueça isso de vez em quando. Paulão, um beijo grande no seu coração Corintiano e agora também Palmeirense. Saudações de todas as cores, raças e credos a todos. Abraço.

Larissa: Acontece…tá registrado o pedido. Abraços alvinegros!

Comentário por LINCOLN - do Blog do Lincão

Sensacional!!!

Larissa: Por isso achei que merecia a menção. Abraços alvinegros!

Comentário por Marcelo

Parabéns ao Paulo Ibiza e a você também Larissa, por nos trazer tão emocionante confissão, tentando nos mostrar que é possível a convivência entre ADVERSÁRIOS. Confesso que em minha família, descendentes de italianos, corre o sangue palmeirense, entretanto eu nasci corintHiano graças a Deus. Me considero uma OVELHA ALVI-NEGRA !!! hehehe

Larissa: Obrigada! É isso mesmo: respeito e paixão, acima de qualquer rivalidade.

Comentário por Luiz Carlos

Legal mesmo!!!
Na mente vem o Palmeiras, mas no coração bate o Timão…
Muito legal!!!

Larissa: Lindo!

Comentário por Gabriel Paulino da Silva

MARAVILHOSO LARISSA!

NOSSA ME EMOCIONEI MESMO.
POR ESSAS E OUTRAS QUE ADORO SEU BLOG.
QUE LINDA HOMENAGEM O PALMEIRENSE PRESTOU AO SEU DOADOR. LINDA MESMO.

Larissa: Eu também me emocionei…Abraços alvinegros!

Comentário por Heloisa

CorinthiansxPalmeiras

Isso sim é rivalidade. Tradição.
Bela homenagem do nosso meio-irmão.
É isso que as pessoas precisam aprender sobre futebol, clássicos e rivalidade.

Parabéns a blogueira por sempre valorizar e passar essa mensagem de paz para os torcedores.

Realmente comovente! Abraços Larinha.

Larissa:É isso aí…Obrigada, abraços alvinegros!

Comentário por Marco Alves

Simplesmente emocionante!!!!!! arrepiou até a alma, e pensar que muitas vezes essas torcidas se mataram, literalmente, nos jogos ou por pura ignorancia de ambas as partes, tenhos muitos amigos palmeirenses e paixão é paixão, não existe o melhor, hoje quem ganha amanha perde e assim segue a vida, sem palavras para definir o depoimento do Paulo, grande rapaz, não nega a origem mas entende perfeitamente o valor da vida o bem mais precioso que possuimos esse tipo de coisa só vem agregar para o bem, diferente do que muitos programas esportivos fazem em dias de classicos de futebol, enquanto eles pregam o ódio, mesmo que indiretamente cabe a nós torcedores intervir e não deixar o pior acontecer.
Parabens pelo Post Larissa, mais uma vez monstrando a que veio. bjs.

Larissa: É assim que é! Obrigada, abraços alvinegros!

Comentário por Toel

Larissa. Se você autorizar eu gostaria de publicar a história no meu blog. Abraço.

Larissa: Nem precisa pedir! Abraços alvinegros.

Comentário por LINCOLN - do Blog do Lincão

Lindo depoimento e condiz totalmente com a realidade, né?

Afinal: todos os corinthianso doam órgãos e todos os palmeirenses não doam.

Todos os corinthianos são solidários com todo o mundo e todos os palmeirenses são egoístas, intimistas e odeiam dividir as coisas.

Faça-me o favor! A história é bonita, mas o desfecho…

“Você reclama de ficar na fila pelo ingresso porque não ficou na fila por um órgão”. OK entã, não vamos mais reclamar da fila que existe por incompetência e corrupção. Vamos parar de reclamar de uma coisa porque existem outras piores.

O autor desse post é um tremendo de um mente fraca. Se quer mudar de time, que mude. Mas não venha passar essa mensagem de corinthianos perfeitos e palmeirenses obscuros.

Lamentável.

Larissa: Foi isso mesmo que você entendeu do depoimento? Minha visão é absolutamente distinta.

Comentário por Rodollfo Bernini

pô, que sorte, passei só pra ver as respostas do outro post mas resolvi ler os comentarios dessa estória e vejo as desculpas do lincoln…pega nada não amigo, vc passou longe de ser ignorante, futebol é isso aí, polêmico sempre, cabe a nós discutir como fizemos, sem baixaria…

tenho pouco o que fazer aqui e os deixo em paz, não sem antes admitir q vou embora com um pouco de inveja da torcida corinthiana, não preciso nem explicar pq…saudações ‘alvinegras’

Larissa: Isso mesmo. Tá registrado! Abraços alvinegros.

Comentário por galo

Belo depoimento e a maneira como ele honrou seu doador com o reconhecimento foi fantástica!

Larissa: Concordo! Abraços alvinegros.

Comentário por Paulo (Shadow)

Uma demonstração de GRANDEZA de alma dos DOIS lados…da família corinthiana, que doou o coração alvinegro, e do rapaz palmeirense, que demonstrou gratidão, RECONHECENDO o nobre gesto e declarando PUBLICAMENTE essa gratidão, passando por cima de qualquer rivalidade…MESMO PORQUE, nessas horas, em se tratando de uma VIDA humana, TUDO o MAIS se torna FÚTIL, não é mesmo???

Larissa: Exatamente, palestrino. Abraços alvinegros!😉

Comentário por Alviverde/SP

realmente o depoimente dele é comovente
isso sim é rivalidade,esse respeito mútuo entre os times,saber admitir a importância de seu rival
que seria da gente sem eles e vice-versa

Larissa: Este é o sentimento que deve mover o futebol, o resto é história. Abraços alvinegros!

Comentário por Roger

Lindo!!!! Respeito pelas diferenças.
Acima de tudo a vida, dom divino.
E cada um tem o direito de torcer pro time que quiser.
Só você para descobrir estas “pérolas”.

Larissa: É como diz o nome do post, né mamma?! Somos todos irmãos, braços dados ou não.

Comentário por Rosana B Santiago

Estou vendo só agora este texto, que me fez chorar… Lindo!

Comentário por Heloisa

Just wish to say your article is as amazing.
The clearness in your post is simply excellent and i can
assume you are an expert on this subject. Fine with your permission let me to grab your RSS feed to keep
updated with forthcoming post. Thanks a million and please carry on
the gratifying work.

Comentário por fett verbrennungs ofen




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: