Corinthians: Preto no Branco


As Diretas Já tem data!
novembro 14, 2008, 10:45 pm
Filed under: Uncategorized

As eleições diretas que ocorrerão no Corinthians para eleger o novo presidente já tem data marcada, anote aí: dia 15 de fevereiro de 2009.

O clube já divulgou o regimento das eleições, a quem interessar possa, o documento está disponível para visualização no site oficial do Corinthians: http://www.corinthians.com.br/upload/site/Regimento%20Eleitoral.pdf

As candidaturas no entanto, seguem indefinidas. Os possíveis nomes referem-se aos mesmos da eleição anterior (que não foi direta): Andrés Sanchez, Paulo Garcia e Osmar Stábile. Muito se fala também em Waldemar Pires, o presidente da Democracia Corinthiana, embora o mais provável seja que ele apoie algum candidato da oposição do clube. Oposição que, possivelmente, reunir-se-á em chapa única para enfrentar o atual presidente que cumpre o mandato tampão, Andrés Sanchez.

Como as candidaturas ainda não foram oficializadas, aguardarei o momento da apresentação de todas para abordar melhor o assunto, mas adianto que, além de ser lamentável a restrição das chapas a estes velhos conhecidos nomes, também o regimento das eleições pode despertar preocupação. Isto porque alguns dos parágrafos sugerem uma certa restrição aos candidatos, vejamos:

Art. 18ºAs eventuais correspondências de propaganda eleitoral enviadas aos associados deverão ser postadas pelo clube, às expensas de cada chapa escrita, que encomendar a remessa.

Se esse “postadas pelo clube” se referir à comissão eleitoral, então tudo bem, do contrário, pode ser muito favorável à atual administração que participará diretamente das eleições, buscando reeleição.

Ainda, Art. 17ºFicam proibidas manifestações de campanha, tanto no recinto do clube, como pela imprensa escrita ou falada, que denigram a imagem do clube ou de quaisquer dos candidatos, ficando os infratores sujeitos às penalidades estatutárias.

Embora o texto possa ser perfeitamente justificado como uma tentativa de resguardar a imagem do clube, como dimensionar o que pode ser ofensivo? E se os candidatos de oposição quiserem, como imagino, questionar as obscuridades da atual gestão? Falar, por exemplo, das CPIs que foram implantadas no clube? Do departamento amador? Da relação direta entre os empresários e a escalação do time? Será que isso será interpretado como ofensa à imagem do clube e do presidente? O contrário também é válido.

É bom mantermos atenção máxima. Ainda estamos em novembro, mas a guerra pelo poder já começou no Parque São Jorge.

E os velhos trunfos eleitorais também. Novamente se fala em estádio, reforços de peso, etc e tal.

Como dizem por aí: nada acontece por acaso.

Anúncios

4 Comentários so far
Deixe um comentário

Excelente essa oportunidade de eleições diretas.

Acabo de ler o Livro Democracia Corintiana, de Sócrates e Ricardo Gozzi, e nele descobrí que naquela época as eleições eram diretas e indiretas, de maneira alternada.

Foi em uma eleição indireta que o Waldemar Pires conseguiu se eleger, com o Vicente Matheus como vice, mas claramente em uma manobra para o Matheus continuar mandando.

Porém o Waldemar depois de eleito não aceitou mais e tomou para sí as rédeas do clube, e então iniciou-se a maior revolução sócio-político-administrativa do futebol brasileiro, a Democracia Corintiana.

Quem sabe algo semelhante possa acontecer agora.

O momento é propício para uma nova revolução dentro do Corinthians, e o primeiro passo já foi dado, com a instauração de eleições diretas.

Agora é preciso que se reformule o clube social e o futebol, pois ambos são igualmente importantes para a instituição Corinthians.

São Jorge abençoe o Corinthians, e dos sócios eleitores, espero muita sabedoria nesse momento importantíssimo.

Que o poder emane do povo, democraticamente.

Abraços,

Freeman.

Comentário por José Freeman Junior

Na minha opinião, as eleições continuam indiretas.
Explico: não são 3000 associados, em sua maioria abastados, que representarão o destino do “Time do Povo”. Além do mais, pode-se criar até conflito de interesses, pois o melhor pro futebol, pode não ser o melhor para o clube social. Vejo como única saída a implementação de sócio-torcedor votante. Pode ter certeza que essas “máfias” diminuiriam. Até porque um corinthiano de Recife, sócio-torcedor, não se impressionaria por churrasco, camiseta, etc dados em SP. Só assim seremos democráticos e ECONOMICAMENTE viáveis.

Um abraço.

Comentário por Sergio

Quem tem a máquina sempre busca meios de tornar a coisa mais bonita dentro de um processo e a tática pra isso é divulgar somente as coisas boas e impedir que outros divulguem as ruins.

Por essas e outras que muitas vezes quem está de fora, sem um envolvimento direto tem uma noção mais isenta, porém, como este processo depende basicamente das pessoas que frequentam o clube, já que quem vota é o associado, vamos depender que a maioria desses não se deixem levar por engodos e consigam enxergar além do que lhes é mostrado, alguns certamente tem capacidade pra isso, resta saber se a maioria terá.

Comentário por Paulo (Shadow)

[…] Corinthiano bem informado sabe que As Diretas Já Tem Data e que é importante estar atento ao processo eleitoral que ocorrerá no Sport Club Corinthians […]

Pingback por Dica Eleitoral « Corinthians: Preto no Branco




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: