Corinthians: Preto no Branco


Pergunta ao corinthiano
novembro 25, 2008, 10:54 pm
Filed under: Uncategorized

Como você, corinthiano, entende a atuação dos empresários que “reinam” no Parque São Jorge, tais como André Campoi, Marcelo Djian, Wagner Ribeiro e agora Carlos Leite? E, na sua opinião, o quanto isso influencia na formação, escalação e resultados do elenco?

Anúncios

14 Comentários so far
Deixe um comentário

Larissa. Este tipo de atuação prejudica e muito o trabalho. Por enquanto o elenco não está sendo atingido de forma preocupante, mas no meio do ano, quando foi cogitada a transferência de alguns jogadores, foi clara a queda de rendimento da equipe (vide exemplo do André Santos). Em 2009, quando a visibilidade aumentar, ainda mais, o problema pode tornar-se preocupante. A solução seria afastar os empresários do convívio com os jogadores e tentar blindar o elenco da atuação direta deles. Ah!!! Só para constar, a diretoria fez a besteira de demitir ontem o preparador físico Flávio Trevisan, em minha opinião uma grande besteira, pois trata-se de um dos melhores profissionais do Brasil (é só ver o desempenho físico mostrado pelo elenco em 2008). Acho que já é um sinal do corporatiivismo dos empresários. Abraço.

Comentário por LINCOLN - do Blog do Lincão

Olá Larrisa, bom dia!

Infelizmente o business do futebol brasileiro está infestado deles. Seria um mal necessário? Sinceramente não sei. Culpa da Lei Pelé? Aliás do Pelé mesmo só tem o nome. Nem participou na elaboração da Lei. Só sei que é um câncer, corroendo nosso futebol. Eles estão cada vez mais ricos e os clubes e atletas, cada vez mais reféns dessa corja! Não sei se a curto prazo haverá solução!
Saudações alvinegras (e roxas tbm) pra vc!
Salve o Corinthians!

Comentário por Luciana

Infelizmente o futebol está infestado dessas pragas alguns clubes mais e outros menos
Provavelmente essa atual situação nossa condiz com a influência desses mesmos,escalação de jogadores bem abaixo da média vide caso do mulinha
Se continuarmos desse jeito tenho medo que possa acontecer ano que vem

Comentário por Roger

Vejo assim. Empresario so muda a cara, todos iguais. A pergunta deveria ser entao.
Corinthiano. Quais empresarios vc gostaria que estivessem fazendo parceria com o Timao?
Garanto pra voce que ninguem arriscaria ou poria a mao no fogo por ninguem.
Eu nao tenho inveja por exemplo do empresario que tem mais de 20 jogador nos Bambis, nem da Trafic dos porcos, tampouco dos Sondas da vida dos gayuchos.
Acho que diante dessa porcaria que jogador de 10 ano ja tem dono, ou a gente expulsa todos e nao trabalha com ninguem ou entra no jogo com sabedoria.

Se fosse possivel trabalhar sem empresario, logico que eu preferiria.

Lembra aquele empresario do Nilmar que hoje manda no timaço dos gayuchos? Que recebeu 15o do Dualib, e que foi condenado nao sei onde por intoxicar jogador no vestiario (nao lembro bem o que foi)?

Entao essa raça tem que acabar? Como?

Lembrei o cara Juan Figger. Esse dos Bambis presta? com time de fachada no uruguai?

Tudo porcaria.

Comentário por ToFicandoRouco

Larissa. Desculpa aí!!! Eu comentei sobre o Trevisan antes de ler seu post “Perdas consideráveis”, onde você (bem informada como sempre) já havia comentado sobre a saída dele. Mas é bom saber que suas opiniões batem com as minhas. Desculpe novamente. Abraço.

Comentário por LINCOLN - do Blog do Lincão

Uma vergonha, escancarada, só não ve quem não quer.
Resta a nós assistirmos um certo time ai que tem esquemas, mas de outro nível ser campeão novamente.

Comentário por Marcelo

Sobre o Trevisan: os jogadores estavam descontentes com seus métodos, e disse que 50 mil de salário era pouco. Já está contratado o preparador do Grêmio, será anunciado assim que acabar o Brasileiro.
O empresário que o To Ficando Rouco esqueceu é o Orlando da Hora.
A interferência dos empresários, no Corinthians, se limitam a Diretoria, não vejo inteferência no trabalho do Mano, tanto que do time titular, poucos são destes citados. Vou pesquisar, posto em seguida.

Comentário por Sergio

Infelizmente essa é uma prática que se tornou corriqueira e no Corinthians virou “modelo de gestão”.

Desde 2004, quando o clube entrou em queda em relação ao seu histórico, foi quando se tornou evidente essa prática, inclusive por jogadores apadrinhados de cartolas do proprio clube.

Foi quando se instalou a propaganda enganosa de que tudo que vinha do terrão era bom pro clube e esse engodo criado para disfarçar a maracutaia acabou nos levando a segundona com uma política de manter perebas favorecidos ao invés da montagem de um time competitivo.

Comentário por Paulo (Shadow)

É triste, mas eles estão no clube porque os dirigentes atuais, tanto quanto os anteriores, fazem negócios com e através deles. Eles garantem repasse de comissões aos diretores, salvo engano. Infelizmente, eles determinam 100% a escalação do time, com a conivência dos técnicos, dos anteriores e do atual, sem nenhum engano.

Comentário por Lou

Brandão é o nosso novo centroavante.

Comentário por Sergio

Apenas reforçando o comentário do Lou, que como sempre é perfeito, duvido que exista algum cartola, seja de clube (qualquer um) ou federação, que queira mudar essa situação, o esquema é perfeito para eles. O Corinthians que teve uma oportunidade mágica para que isso ocorresse, ficou como estava, terá uma segunda chance, vamos aguardar.

Comentário por David Emmanuel

Conforme prometido.

Do time titular:

Felipe: Marcelo Robalinho
Alessandro: Régis Marques Chedid
Chicão: José Carlos Lages
Willian: Pércio Rainho
A. Santos: José Carlos Lages
Christian: Carlos Leite
Elias: Carlos Leite
Douglas: Nelson Candelaria
Morais: Fabiano Prata Farah
Herrera: Raul Delgado
Dentinho: Claudio Guadagno

Jogador de empresário pode estar no elenco, graças à Diretoria, mas no time titular, manda a competência.

Comentário por Sergio

Atrapalha demais, com certeza.

E quanto não atrapalha a influência na mídia de alguns notáveis do clube, da oposição?…

Ambas as perguntas são válidas. E precisamos todos entender que NÃO HÁ bonzinho em nenhuma das respostas.

Ah, e não é só no Corinthians que isto se tornou prática corriqueira, é importante frisar. Esse problema é do futebol brasileiro como um todo.

Comentário por Filipe

Nao pesquei essa de que esses caras escalam 100% o Timao. Acho que todo jogador tem empresario, no timao e nos outros times tambem.
Se o Mano fosse escalar quem nao tem empresario, como ficaria a escalaçao?

ahahahaha O Mano de quarto zagueiro e o Sanchez no gol.

ahahahahahahah

Comentário por ToFicandoRouco




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: