Corinthians: Preto no Branco


Um ano do pior dia de todos os anos
dezembro 2, 2008, 1:54 am
Filed under: Uncategorized

Hoje, 2 de dezembro de 2008, faz um ano que o impossível aconteceu. Era assim que eu me referia ao rebaixamento na época. Impossível.

O Corinthians era, pra mim, incaível. Era…

Fui a Porto Alegre carregando comigo a certeza de que tudo aquilo não passaria de um terrível campeonato, time e diretoria, mas que sairíamos ilesos e fortalecidos com os aprendizados de todos aqueles difíceis meses. Mas não foi bem assim e eu quase saí direto do estádio Olímpico para o hospital, quase… Não fui porque não queria continuar mais um minuto sequer naquela cidade estranha e repleta de pessoas que, mesmo rivais, estavam de braços dados naquele momento a se deleitar com a desgraça corinthiana.

A viagem de volta foi a pior possível, não só porque eu estava muito mal fisicamente, mas porque o impossível tinha acontecido, mesmo, e trazido com ele muita dor para toda uma nação de alvinegros. Nação acostumada a sofrer, mas que, mesmo assim, não contava com tamanho golpe.

Mas tudo bem, somos corinthianos, nós levantamos, sacodimos a poeira e demos a volta por cima!

O ano de 2008, pensava eu, que não teria fim. Mas ele passou mais rápido do que se poderia supor.

E o Corinthians?

Também!

Passeou pela Série B, brincou, foi sério, se levantou e voltou.

E não foi naquele jogo, mostrado pela TV, com comemoração junto a torcida, música de Roberto Carlos e tudo mais.

Naquele dia, 25 de Outubro, na 32ª rodada, na vitória por 2 x 0 sobre o Ceará, no Pacaembu, a matemática garantiu que o Timão havia assegurado, ao menos, o quarto lugar.

Mas, hoje, ao final do campeonato, verifica-se que o Corinthians já tinha subido muito antes. Lá na 26ª rodada, no distante dia 20 de Setembro, no mesmo Pacaembu, quando venceu a Ponte Preta por 3 x 0, somou 58 pontos, com 17 vitórias e saldo de 38 gols.

Esse desempenho não fora alcançado pelo, hoje, quinto colocado ao final da competição, a mesma Ponte Preta, que alcançou 58 pontos, com 17 vitórias, mas somente 8 gols de saldo.

E eu, como testemunha ocular do impossível 2 de dezembro de 2007 havia ficado absolutamente desapontada por não estar presente também no “suposto” retorno. Eu que tanto lutei para acompanhar o meu time em toda essa via-crúcis, hoje, sei que estava lá sim! Naquele sábado, debaixo de muita chuva, quando o Coringão goleou a Ponte Preta e voltou ao seu devido lugar.

Somados esses fatos ao título, conquistado em Criciúma, posso afirmar que estive nos três lugares cruciais da saga corinthiana: Olímpico, Pacaembu e Heriberto Hülse.

É Corinthians… Às vezes eu sou dura contigo, como uma mãe também é com seu filho por lhe querer o melhor, mas eu nunca te abandonei e eu nunca vou te abandonar porque eu te amo!

Anúncios

9 Comentários so far
Deixe um comentário

Lara:
Que bom é ter você do nosso lado!!!

Larissa: Igualmente… A torcida do Corinthians é um dos meus maiores orgulhos. Abraços alvinegros.

Comentário por Luiz CArlos

Olhando hoje pela matematica, você tem razão, mas “eu já sabia” que subiria sem problemas depois daquelas 6 vitoria iniciais. O time desceu, mas logo de cara já mostrou que não ia ter piedade de ninguem. Só houveram três fortunados…
Enfim, estou muito contente com o meu time, alem da obrigação, mas voltou bem. Chego a dizer que vem com mais força que o proprio Gremio que subiu e logo foi para Libertadores. Será que o Mano repete esse “feito” duas vezes?

Larissa: Olha Gabriel, se repete eu não sei, mas é o mínimo do mínimo que o Corinthians deve brigar em 2009. Enfim, Corinthians é time que deve, necessariamente, entrar para vencer em qualquer campeonato. Por isso a minha implicância com a parcimônia de alguns com o quinto lugar no Paulistão ou o vice na Copa do Brasil. Não lutaram e priorizaram a Série B, sendo que estamos falando do Corinthians que, ao menos pra mim, tem condições e dever de buscar alcançar o ápice em todos os campeonatos que disputar, somos grandes! E, agora todos viram, conforme avisei no início do ano, não havia necessidade alguma de priorizar o campeonato que antes de disputar eu já avisara que seria o objetivo mais fácil a percorrer desde 1910. Abraços alvinegros.

Comentário por Gabriel Paulino da Silva

Olha. Esse post foi excelente pra encerrar esse ano mesmo. Naquele dia o mundo caiu. Ate a fome perdi. E o mais importante nao fiquei com raiva de nenhum jogador sofri junto.

E o mais importante daquele dia, o Corinthiano percebeu que ele pode ajudar a derrubar o time ou levantar. A escolha e de cada um.

Independente de qualquer circunstancia a gente precisa por o Timao sempre em primeiro lugar.

Acho errado ameaçar jogador so porque nao gosta dele, acho errado torcer contra so porque nao gosta do tecnico, acho errado torcer contra so porque nao vai com a cara do diretor.

Nesse ano a torcida carregou o time no colo espero que nao joguem a criança fora junto com a agua da bacia de novo.

No ano passado o mundo inteiro ficou contra a gente, jornalista entao deu ate nojo, tribunal cbf, juizada sem contar os antis que esses nem ligo.

Foi duro, assistir mesa redonda com carinha dizendo “eh bom que o Timao cai, pra moralizar”.

E cara insinuando que nos tinha apito amigo e em todo jogo o juiz afundando a gente.

Eh pra nao repetir nunca mais mesmo.

Feliz Natal Corinthiano de verdade.!!!!!

Larissa: Concordo absolutamente. Saravá São Jorge e um Corinthiano e Feliz Natal. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

e tem como abandonar esse time?

Larissa: Nem querendo… Como dissemos no dia fatídico: “Corinthians: 2 de dezembro poderia ter sido o dia em que te odiei, mas foi o dia em que mais te amei…”. Abraços Alvinegros.

Comentário por Roger

VIVA O CORINTHIANS!!!

E assino embaixo do que o Rouco disse.

Larissa: Idem. Abraços alvinegros.

Comentário por Filipe

Lara, parabéns pelo seu blog. Tenho ele nos meus favoritos, e junto com o blog do Paulinho, acesso todos os dias.

Fico muito feliz por vc ser corinthiana e sempre postar ótimos comentários, seja em seu blog ou na comunidade do Timão no Orkut.

Que Deus nos abençoe e que tenhamos um 2009 repleto de saúde e felicidade com o nosso querido Timão.

Um abraço a vc e a todos os nossos irmãos de SC que estão passando por este momento tão difícil. Força a todos aí e conte conosco.

Alê.

Larissa: Obrigada, de coração, pelo carinho Alê. Endosso os seus votos de um ano repleto de glórias e agradeço, também, pela solidariedade. Estamos nos reerguendo, tal qual o Coringão: “Levanta, sacode a poeira (literalmente) e dá a volta por cima” nação corinthiana e povo catarinense. Abraços alvinegros.

Comentário por Alexandre

Essa menina escreve bem demais…
Tem certeza que vc não é sãopaulina?
Hehehe.
De qualquer forma, parabéns pela volta, foi merecida. E terminar o Brasileirão sem jogar com vocês faz falta.
Já poderíamos ser hexa (duas vitórias a mais).
Abração
E vamos colaborar com SC galera.
Vamos doar…

Larissa: Engraçadinho…resta alguma dúvida da minha torcida? 🙂
Obrigada e, pode acreditar, eu sei a falta que faz, a recíproca é verdadeira. Quanto ao Hexa, não sei não, a julgar pelo penta, estaria ainda mais distante, lembra do Betão Eterno?! 🙂
Abraços e obrigada pela solidariedade com o povo catarinense, graças a Deus, a mobilização é geral e as doações chegam em grande número ao estado.

Comentário por Alexandre Baseggio

Larissa, postei isso no Fórum do site oficial do Corinthians e como corinthiana de SC, gostaria da sua opinião:

Provavelmente é um tema polêmico, mas essa sema em um blog, não lembro qual, vi alguém comentando que pelo tamanho e grandeza do Corinthians, talvez fosse o caso de retirar o “Paulista” do nome. É algo a se pensar. Sinceramente sou tradicionalista nesse ponto, mas, temos que analizar, hoje o Corinthians é um grande brasileiro, por exemplo, temos a maior torcida do Paraná, segundo a última pesquisa Ibope-Lance, a nossa torcida é maior que a do Atlético e Coritiba juntas. Em outros Estados também temos muita representatividade. Não estaríamos renegando nossas orígens, pois a bandeira paulista permaneceria no distintivo.

Larissa: Não sei se a idéia partiu de você, mas há algum tempo um grande amigo meu (paulistano) sugeriu isso, com a bela justificativa de sermos do Brasil o clube mais brasileiro, havia sido feito até um brasão com a bandeira do Brasil e tudo mais, logicamente, como corinthiana de fora de São Paulo, adorei a idéia. Os nomes têm poder e é importante o torcedor se sentir parte do time e talvez, dessa forma, nos sentíssemos mais, enfim… O debate não agradou a maioria não. Embora, tenha agradado a mim, que apesar de saudosista, me sentiria presenteada com a denominação Sport Club Corinthians do Brasil, enfim, mudando o nome ou não, o Timão já é o clube do Brasil. Abraços alvinegros.

Comentário por Abelax

Eu vejo essa idéia como uma verdadeira homenagem aos corinthianos de todo o Brasil

Larissa: E seria mesmo! Embora, considere a mudança muito difícil para um clube onde lançar uma camisa comemorativa e roxa já é motivo de revoltas dos mais saudosistas (e me incluo aí), apesar de, desta vez, ter me agradado da idéia. Talvez, fosse possível trabalhar esse marketing mesmo sem efetuar quaisquer mudanças no nome. Uma linha de produtos comemorativos para homenagear os brasileiros corinthianos já seria agradável, não? Seria também uma merecida homenagem, principalmente, após este 2008 em que o Corinthians pode conhecer corinthianos de tantos lugares diferentes e que lotaram os estádios pelo Brasil afora. Abraços Alvinegros.

Comentário por Abelax




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: