Corinthians: Preto no Branco


Eleições e Entrevistas
dezembro 10, 2008, 7:49 pm
Filed under: Uncategorized

Todo corinthiano está ciente que fevereiro de 2009 será um mês especial para o Sport Club Corinthians Paulista. Trata-se do retorno da Democracia, época das Eleições Diretas no clube.

A blogueira acompanhará, de perto, todos os passos deste processo, mas não pretende influenciar ninguém na escolha do novo presidente do Timão. Estarei aqui para informar e, por isso, não farei nenhum post opinando sobre os candidatos. Creio que cada leitor tenha a sua visão de homem/mundo e baseado nessa visão própria de cada um é que a opção por um ou outro candidato tornar-se-á legítima.

Para auxiliar no processo de esclarecerimento dos corinthianos sobre a política no Parque São Jorge realizarei entrevistas com os candidatos e disponibilizarei no blog, também, assim que tiver as propostas de cada um, as mesmas estarão disponíveis neste espaço.

Para começar o procedimento, os corinthianos que participam da minha comunidade do Timão no site de relacionamentos Orkut sugeriram uma entrevista com o presidente do Cori e opositor corinthiano, Antonio Roque Citadini, figura polêmica e importante do cenário alvinegro. A entrevista a seguir conta com perguntas formuladas pelos membros da comunidade e são referentes às principais dúvidas destes membros sobre passado, presente e futuro do Corinthians, confira:

.

1 – Citadini, Lendo o estatuto novo, observei a ilegalidade no estatuto, pois existem artigos que estão se confrontando. Acredito que o artigo 146 foi feito para prestigiar os membros do Movimento Fora Dualib, e esse artigo confronta com Artigo 74 e não vejo que o Artigo seja transitório, uma vez que nunca teve eleição para presidente e a eleição que continha no antigo estatuto era para sócios com mais de 05 anos. Não seria interessante anular o artigo 146, devido sua ilegalidade? Qual sua opinião sobre o artigo? Vejo que ele é passível de anulação.

ARC: Creio que esta matéria é bastante controversa. Há várias interpretações sobre os pontos citados, mas não acredito que deva ter um questionamento jurídico. Isto seria ruim para o Clube. O atual estatuto está entrando em vigor agora e já pareceria uma briga jurídica. Não é um bom caminho. O novo estatuto é muito bom, sem prejuízo de alguns pontos que poderiam ser mais avançados.

2 – Citadini, as eleições estão chegando, quem seria o candidato ideal e quais as idéias que ele teria que ter para que possa fazer o clube ser bem administrado e para ter a aprovação da maioria dos conselheiros?

ARC: Para mim o candidato em melhor condição de administrar o Corinthians é o Paulo Garcia.

3 – Você criticou abertamente a MSI por conta de seus investidores e seu dinheiro supostamente sujo, porém, gabou-se da venda do garoto Willian para um time que tem como dono um senhor que enriqueceu a partir das mesmas fontes que os supostos e tão criticados mafiosos. Não acha que sua atitude foi incoerente?

ARC: Fui contra a MSI e não tenho qualquer arrependimento. Foi uma tragédia para o Clube. Estamos pagando um preço alto por esta aventura irresponsável.
Quanto a vender jogador para um clube cujo proprietário tem uma vida nebulosa, isto não nos afeta. Diferente da situação de o Corinthians tornar-se sócio do comprador de Willian, no caso é como um supermercado que vende um produto. Esta relação termina com o pagamento, diferente ocorreria se o Corinthians se tornasse associado do outro clube.

4 – Citadini, gostaria de saber por que o senhor sumiu logo depois do afastamento de Alberto Dualib? Por que não participou mais ativamente e sumiu da mídia, inclusive, evitando responder algumas perguntas? Tinha para mim, que o senhor era um dos grandes nomes da oposição, mas tanto o senhor, como outros nomes do clube deixaram o Andrés Sanchez tomar a dianteira. Sinceramente, não entendi.

ARC: Sou membro da oposição à atual gestão. Quem deve responder pelo Clube é a Diretoria. Não sou da Diretoria, pelo contrário, sou opositor da atual gestão.

5 – O possível ”afastamento” de sua pessoa, em relação a Alberto Dualib ocorreu apenas pela tal divergência de pensamento sobre a parceria com a MSI, ou teve mais algum fator que contribuiu para esse possível afastamento? Na atual situação política no PSJ, qual é sua posição e se aspira o cargo de presidente do SCCP?

ARC: Quando do episódio da MSI, divergi da Diretoria. E saí. Faço parte da oposição e meu candidato a Presidente é Paulo Garcia.

6 – Citadini, tendo em vista a crise financeira, o Sr. não acha que os clubes deveriam ir atrás de outras formas de sustento como os projetos de Sócio-torcedor? E por que isso não é feito no Corinthians?

ARC: Creio que o Clube deveria buscar outras fontes de renda, mas a idéia é separar o Futebol do Social. E que cada um possa viver com suas próprias pernas.

7 – Haverá união das chapas opositoras? O senhor aconselharia o Paulo Garcia a sair de Vice na chapa do Osmar Stábile? Como o senhor vê essa {entre aspas} ‘demagogia’ do Sr. Valdemar Pires? No sentido de sair na imprensa com comentários sobre uma possível candidatura? É sabido que ele teve suas contas reprovadas e por isso, não pode ser candidato para a presidência do Clube.

ARC: O candidato Paulo Garcia teve um bom desempenho na última eleição. Não creio que deva ser candidato a vice. O ex-presidente Waldemar Pires é pessoa que deve ser ouvida no Clube.

8 – O que você pode dizer sobre o “caso de amor” entre SPFC e CBF? Eles estão mesmo acertando tudo para fazerem do Morumbi a sede de São Paulo na Copa do Mundo?
O que você achou da filiação do Marco Aurélio Cunha ao DEM e de sua eleição? Acredita que tem algo a ver com isso, para fazerem mais lobby a favor deles e contra outros, como Corinthians e Palmeiras?

ARC: O SPFC tem duas caras. O Fla, que é contra a CBF, vive de amores com eles. A opção partidária do Sr. MAC é obra dele. Não votei nele. E pouco conheço de sua atividade política.

9 – Citadini, não está na hora de agir e ir para o poder de fato e direito e parar de “achar” e só dar idéias do que seria o certo e errado?

ARC: O problema é que muitos não concordam com minhas idéias. A atual gestão pensa de forma diversa de tudo que acredito.

10 – Segundo o jornal Gazeta Mercantil o Corinthians é a maior marca do Brasil, por que a diretoria anterior nunca fez nada para explorar isso? E a atual só se preocupa em fazer camisetas com frases de amor ao clube, sendo que até aqui na comunidade foi proposto algo muito mais interessante do que se vem fazendo no marketing atualmente, não há nenhum projeto para que pudéssemos explorar todo esse valor de mercado que é a marca Corinthians?

ARC: Esta história de “nunca o Clube fez nada” é lorota. A contratação feita com a Nike foi um avanço. O acordo coma Pepsi foi outro. Não concordo com esta atual “onda de camisa”, que quase nada rende ao Clube.

11 – Citadini, sobre a Hicks Muse,
Você sempre declarou que tinha sido um erro o final dessa parceria, que, como sabido, foi mais uma trazida e rompida na Adm. Dualib. Recentemente o jornal Estado de São Paulo apresentou matéria em que o Liverpool F.C. estava remetendo todo seu lucro para a Hicks, em virtude da crise financeira mundial. Então, pergunto: você ainda mantém sua palavra em relação a essa parceria? Por que o contrato com a Hicks nunca foi revelado? Há alguma chance disso ocorrer algum dia?

ARC: O contrato com a HMTF foi revelado, sim. Foi até publicado. Continuo achando que foi um erro o fim daquela parceria.

12 – Citadini, na época em que você comandava o departamento de futebol do Corinthians me lembro de uma declaração sua que dizia algo assim: “Hoje o Corinthians tem mantido uma estrutura no futebol que, seja qual técnico que venha, encontrará tranquilidade para apenas comandar e escalar o time, sem se preocupar com outra situação extra-campo e isso resulta em times que brigam por títulos.” O que sobrou disso? Pelo que vemos hoje e, imagino, de 2003 pra cá, não parece haver toda essa estrutura. Um dia o Corinthians esteve nesse patamar de organização?

ARC: O Departamento de Futebol do Clube sempre foi organizado. Passou por momentos melhores e piores. O que esculhambou o Departamento foi a chegada da MSI. Em 2004, especialmente no segundo semestre, o Clube já havia conseguido reorganizar o Departamento. Mesmo com a feroz oposição do pessoal do Nesi.

13 – Quando você liberou o Deivid para o Cruzeiro, uma de suas alegações era que o clube sofreria um prejuízo financeiro por conta de um rolo com o Nova Iguaçu, passado alguns anos, o fato não se concretizou, nenhum dos clubes por onde o jogador passou teve problemas. Qual motivo dessa alegação?

ARC: O Corinthians liberou o Deivid porque a HMTF não queria bancar os valores faltantes, pois havia uma confusão com sua equipe anterior.

14 – Citadini, algumas pessoas no PSJ acham que você não gosta da parte social do clube e, com isso, apregoam que você quer acabar com o a parte social do clube. O que você tem a falar sobre isso?

ARC: Acho que este pessoal está certo. O Corinthians é um clube de futebol e não deve subsidiar bailes, festas etc, por melhores que eles sejam. Futebol e Social devem ser separados.

15 – O senhor passou anos convivendo com o Alberto Dualib e outros membros da antiga diretoria. Como é uma pessoa inteligente e bem formada, deve ter visto várias irregularidades. Quais foram as cinco irregularidades mais graves que constatou? E o que fez quando as constatou?

ARC: Toda vez que vi alguma coisa incorreta, cobrei sua apuração e punição. Mas estas irregularidades, de que hoje se falam, foram todas em áreas longe do Futebol. Ou foram no Clube Social, ou nos Esportes Amadores.

16 – Em 15 anos de administração. do Sr. Dualib, quantos anos o Sr. fez parte dessa administração? Segundo o antigo e o novo estatuto o Corinthians deveria ter um plano diretor de longo prazo, existe ou existiu um plano diretor para o Corinthians? Qual é o conteúdo desse plano diretor e porque nunca foi aplicado?

ARC: Fui vice de Futebol de dezembro de 2000 até dezembro de 2004. Antes, era conselheiro e membro do Cori.

17 – Citadini, é dada uma importância acima do normal à Libertadores, justamente por ser o único título que ainda não conseguimos ganhar! Parece que é a única conquista de importância, no mundo! Mas, já que é assim, acaba se tornando muito importante que nós conquistemos esse campeonato. Sempre se falou em “Projeto Libertadores” no Corinthians, mas, nunca foi efetivamente estabelecido tal projeto. A oposição teria algum planejamento real para que essa conquista, que se tornou um trauma para grande parte da torcida corinthiana, se concretize?

ARC: Se depender de mim a oposição só falará de Libertadores depois que ganhar.

18 – Roque, com sua experiência de vários anos no Tribunal de Contas do Estado de SP, analisando concorrências e aquisições multimilionárias, você já deve ter encontrado dezenas de negócios inexplicáveis nesta atual gestão (Andrés) e na anterior (Dualib). Com este tipo de informação e análise, e o correto envolvimento das forças policiais e do Ministério Público, não acha que muitos dos sugadores do dinheiro corinthiano já poderiam ter sido banidos do Parque São Jorge? O que achou do caso da acusação de pedofilia nas categorias de base que até hoje não investigaram corretamente?

ARC: Pelo que sei a acusação de pedofilia teria sido apurada. Ou era para ser apurada. É grave e o Clube não deveria admitir. Acho que o Timão deve ter uma política de afastamento de empresários dos jogadores. Não fiquei amigo de nenhum. Sempre que tratei alguma coisa foi com uma clara separação.

19 – Citadini, quem deve ser o novo patrocinador do Corinthians?

ARC: Não sei. Acho que a crise é dura. E os negócios estão difíceis.

20 – Como você vê a intervenção das Torcidas Organizadas nas decisões da Diretoria? Por que as Torcidas Organizadas possuem privilégios?

ARC: Nada tenho contra torcidas organizadas ou torcedores, mas não concordo com a Diretoria discutindo contratações com torcedores.

21 – No domingo, Andrés esteve na Gazeta, e nesta entrevista, {entre aspas} “deu a entender que o Paulo Garcia poderá” unir forças com ele… Ao meu ver, essa união levaria o Andrés à Presidência do Clube, mas a que preço? O senhor, ainda assim, faria parte disso? Como o senhor lida com toda a politicagem que reina no PSJ?

ARC: O Paulo é candidato à Presidência. Sei de muitos que querem “união”. Não é o meu caso.

22 – Citadini, qual o tamanho da influência de gente como André Campoi, Marcelo Dijian, Wagner Ribeiro e agora Carlos Leite no time do Corinthians? A impressão que temos é que na hora de contratar reforços, o Corinthians recorre a esses empresários que “reinam” lá dentro e perdemos a chance de contratar melhores jogadores. Isso procede?

ARC: Na minha época, qualquer empresário era um estranho. Não sou amigo de nenhum.

23 – Citadini, sobre a MSI, Qual foi o maior problema dessa parceria: os “investidores’, o grupo político que apoiou (ou seja, todos exceção de você e aproximadamente uns dez conselheiros) ou a falta de um projeto claro para o Corinthians? (A mim eles tinham um projeto claro de valorização de jogadores, só isso). Não acha que dez anos foi tempo demais para um contrato de parceria? Como jurista, você entende que esse contrato com a MSI continua em vigor? Qual seria a melhor alternativa para virar essa página na História do Corinthians: deixar do jeito que está (como faz a atual administração) ou buscar sua rescisão no Judiciário?

ARC: Acho o contrato com a MSI uma tragédia. Péssimo para o Corinthians. O lamentável é que todos conheciam o “buraco” em que estávamos entrando.

24 – Você reconhece que as acusações feitas à MSI foram infundadas, já que depois do processo, nenhuma irregularidade foi encontrada e que todas as transações foram feitas de acordo com as leis do nosso país? Como fica o clube se a MSI resolver cobrar judicialmente a multa estipulada em contrato, sendo que conforme foi noticiado na época, o 1º a descumprir o contrato foi o Dualib, deixando de repassar os direitos de transmissão do Campeonato Paulista?

ARC: Você está equivocada. O processo contra a MSI continua na Justiça Federal. Esta história de que a Justiça não viu nada é balela.

25 – O Sr. Como Presidente do CORI se refere a alguns conselheiros como “ Conselheiros do Baixo Clero ”, qual é o motivo desse termo? Esse regimento absurdo e anti-democrático sobre as eleições de 2009 passaram pelo CORI? Se passou pela avaliação do CORI o Sr. tem a pauta dessa reunião onde diz que o Sr. foi contra? Dizem que a comissão que fez esse regimento grande maioria de seus membros é gente ligada ao Sr. e ao Paulo Garcia: é verdade? Se for verdade o Sr. se considera traído? Qual é real importância do CORI para o Corinthians? Porque não extinguir o CORI?

ARC: Acho o novo estatuto muito bom. A comissão fez um bom trabalho. É baixo-clero. Isto é uma definição sociológica. São pessoas que agem de acordo com certos favores daqui e acolá.

Aproveito para agradecer ao Citadini pela atenção concedida e disponibilidade em responder nossos questionamentos.

Em breve os três candidatos também serão entrevistados, aguarde, leia, informe-se, conheça a política do Timão. O futuro do Sport Club Corinthians Paulista depende da sua consciência e do seu voto.

Vamos Salvar o Corinthians!


7 Comentários so far
Deixe um comentário

Comecei a acompanhar mais de perto o clube por esses tempos, mas me parece que o Citadini é um dos que não se escondem. Sem dizer que é bem visto por pessoas que sempre buscam desmascarar os malfeitores.

Sobre os candidatos me parece mesmo que o Paulo Garcia é o que seria melhor para o clube. Mas mesmo assim não me passou muita confiança nos seus discursos…. Só espero que nosso querido Corinthians não entre em uma fria.

Mudando um pouco de assunto: como faço para se aceito na sua comunidade?

Larissa: Continue acompanhando. Farei o possível para trazer o maior número de informações fidedignas para o blog, sobre a cobertura das eleições. Sobre a comunidade, ela é restrita e fechada para não-membros, para preservar as nossas opiniões que são um tanto sérias demais. Mas deixe um recado no meu orkut pra ver teu profile que te aceito lá. A comunidade está relacionada à direta da página aqui no blog. Abraços alvinegros.

Comentário por Daniel Perera

Olha Larissa, se for verdade que esse pessoal plantou aquelas coisas sobre a parceria, que nao sao mafiosos e nada disso, p….q….p. quero que esses caras percam ate eleiçao de condominio.

P.q.p. quando a gente pensa que vai melhorar vem uma m…… dessas.

So de pensar que se tivesse dado certo hoje estariamos comemorando hepta campeonato, da vontade de chorar.

E se foi tudo mentira plantada por Bambis entao me da nojo que conselheiro entrou nessa barca enfiando o Timao no esgoto, e sacanagem com a gente que sofre.

P…assim nao da. Ate pedofilia ? P…. tem pedofilo em todo lugar, no Timao no lugar de cadeia ou linchamento vira plataforma eleitoral?

Me desculpe….. da ansia de vomito.

Larissa: Olha, todos os jornais, do mundo inteiro apontam caminhos opostos ao que a mídia daqui publicou. Berezevoski, por exemplo, aqui é tido como mafioso. Lá fora esse mito já caiu por terra, sabe-se que ele era inimigo do governo Putin e da KGB, ele é exilado político mas na Rússia e recebeu asilo na Inglaterra que possui uma das polícias mais eficientes do mundo. Vou reunir todas as informações e divulgar por aqui, aguarde. A MSI foi absolvida de todas as acusações até o momento. Todas. Nada se provou sobre ter tirado R$1 real de forma ilegal do clube e o dinheiro que entrava no Brasil passava pelos meios legais. Dia a dia vemos mais abolsivições neste sentido. Hoje tenho 98% de certeza que o única culpada na história foi a administração Dualib. Enfim … a mim só cabe pensar que ninguém aguentou o sucesso que o Corinthians faria, jogadores como Tevez que clube algum poderia contratar e daí viriam muitos outros. Ninguém na mídia e outros clubes queria isso. Gente do Corinthians também não queria a MSI, mas aí penso que por uma questão de contrato. Por imperícia e ganância Dualib assinou um contrato que era bom somente para um dos lados e não soube negociar um acordo que beneficiasse ambos, de forma mais plena. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

Larissa,

tenho uma grande duvida: Qual a participacao do Socrates e do Wladimir na politica no Timao?
Eles estao sempre no clube, estao interessados ou so aparecem em epoca de eleicao?

Nao estou discutindo o quanto eles jogaram e sim politica do Clube.
Pq se so aparecem em epoca de eleicao nao deveria falar muito, ja que nao estariam bem informados a respeito da politica do clube, se for o contrario, muito bom.

abs

Larissa: Estavam afastados devido à corrupção que assola o clube, mas resolveram participar e tentar reverter esse quadro negativo. Ambos são conselheiros e Wladimir disputa a segunda eleição para o conselho, se vencer, terá de cumprir o quadriênio e depois já poderá se candidatar à presidência, formar sua própria chapa. Aparentemente, segundo palavras do próprio Sócrates, esse é o desejo deles. Se acontecer, apoiarei totalmente. Conheço e adoro os dois. Têm excelentes projetos para o clube e, diferente de outros jogadores, são ex-atletas mas com boa formação e experiência. Confira a entrevista que realizei com Wladimir e postei aqui no blog há algum tempo. Abraços alvinegros.

Comentário por Rafael

Larissa,

fico feliz em saber que os dois participam da vida politica do clube, so nao concordo que a corrupcao que assolou (ou assola, depende das investigacoes das inumeras que foram feitas) seja motivo para se afastar do clube, esse era o momento de participar (sendo oposicao). Como fez o Citadini quando a parceria com a MSI foi assinada, ele era contra e foi para a oposicao, mas nao abandonou o clube.
E olha que acho que o Citadini nao entende nada de futebol e o acho um pessimo direitor de futebol, justamente por nao entender de futebol.

E o bom do Socrates e Wladimir ‘e que ele sao inteligentes pois nao basta ser ex jogador para ser diretor ou presidente de clube.
Vide Roberto Dinamite, acho ele despreparado para a funcao de presidente do Vasco, mas isso nao ‘e problema nosso…rs

Salve o Corinthians!!!

abracos

Larissa: Eu penso de forma semelhante. Não defendo a participação dos ídolos por terem sido ídolos do futebol, mas pelo que representaram e representam fora de campo, pelo caráter, pela inteligência, integridade e competência de ambos. Poucos sabem, mas além de formação, os atletas também contam com alguma experiência, diga-se de passagem, bem sucedida em administrações. Wladimir administrou o Pacaembu e foi secretário de esportes de três municípios. Não se tratam, portanto, de quaisquer ex-jogadores, mas de potenciais corinthianos que podem fazer a diferença. Abraços alvinegros.

Comentário por Rafael

Larissa, um bom dia a vc e a todos que postam no blog. Vendo a sua resposta ao leitor Tou ficando rouco, a MSI, na entrevista do Citadini diz que foi um vendaval que passou e destruiu tudo no Timão e vc diz que tudo que fizeram contra a turma do Kia está sendo absolvido nos tribunais do Brasil, chego a uma conclusão o maior culpado de tudo foi o Sr. Dualibi com sua ganância, pois em três parcerias sempre ficamos devendo, estou certo ou errado? Nós corinthianos deveriamos expurgar de nossa relação de jornal, tv, pseudos corinthianos como Juca, Paulinho, etc…, pois se nada está sendo provado como ficará a caras desses jornalistas imparciais.Um abraço.

Larissa: É, com certeza pelo menos 90% da culpa no caso da parceria nós podemos atribuir à diretoria do clube. É bem por aí. Sobre a mídia, os corinthianos precisam se mobilizar e protestar ao ver a imagem do clube sendo denigrida de maneira injusta, como vimos acontecer em 2005. Isto nos afeta diretamente, eleva os índices de rejeição do time, além de fazer a mentira contada tornar-se verdade para o grande público e isso nós vemos ao constatar que mitos como o do “apito amigo” se alargam Brasil afora, quando nós, corinthianos, vemos ocorrer em campo justamente o contrário. Em tempo, o clube também precisa se posicionar contra isso. Abraços alvinegros.

Comentário por ISRAEL (RIBEIRÃO PRETO-SP)

Larissa. Suas perguntas foram claras e interessantes mas as respostas foram evasivas, sem nexo e incoerentes, falando português claro o citadini “VASELINOU”!!!! Abraço.

Larissa: Permita-me fazer uma correção: não são as minhas perguntas exatamente, as perguntas foram formuladas por membros da minha comunidade do orkut, incluindo, eu, é claro. Abraços alvinegros.

Comentário por LINCOLN - do Blog do Lincão

Minha opinião sobre MSI:
O Bóris é uma espécie de Daniel Dantas, que esqueceu de dar a parte do Putin. Na privatização deles, usou de alguns métodos sujos, mas legais. Aqui o DD fez a mesma coisa. Só que se acertou com o antigo e atual presidente. Falar de Mafia Russa, envolvimento com prostituição, tráfico de drogas, são bobagens, apenas para associar ao que tem de pior. Seria algo como falar que o DD é envolvido com o Comando Vermelho. Em tempo, o orelhudo só está em maus lençóis porque foi flagrado tentando “comprar” policiais. Uma dica prá ele: vire presidente do SPFW, que fica imune a investigações de suborno.
E o contrato foi elaborado de forma leonina, dado o desespero do Satanás em arrumar $$$. Por isso foi péssimo.

Sobre Citadini:
Impressionante…tem idéias excelentes, propostas coerentes, o problema é que ele estava lá e nada fez. Até acho que não fez por não terem deixado fazer. Mas que garantia teremos que AGORA ele fará?

Abraços alvinegros e se quiser informações sobre a “Máfia Russa” é só pedir, tenho vasto material.

Larissa: Ainda tenho uma visão um pouco distinta sobre a sua no caso MSI e olha que fui uma das ferrenhas opositoras! Elucidarei a questão assim que possível. Obrigada pela disponibilidade, mas creio que não será necessária, estou com um grande número de material também, qualquer coisa, confrontamos as informações depois do post destinado ao assunto. Abraços alvinegros.

Comentário por Sergio Zanini




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: