Corinthians: Preto no Branco


Efeito Ronaldo
dezembro 15, 2008, 11:26 am
Filed under: Uncategorized

“O presidente do Dínamo disse que seria bom eu jogar no Corinthians.”

Kléber, atacante emprestado pelo Dínamo Kiev (UCR) ao Palmeiras, sobre o desejo do presidente Ihor Surkis em vê-lo atuando ao lado de Ronaldo para valorizar o atleta.

.

É o tira-teima mostrando que o gol do marketing corinthiano já pode ser carimbado, porque foi legal!

Anúncios

11 Comentários so far
Deixe um comentário

Eu não queria ele aqui pois, apesar de ser um bom jogador, fica de patifaria dizendo que não quer, que acha desrespeito com a torcida do palmeiras. Então que fique por lá e venha o BRANDÃO!!!!

Larissa: Faz o que qualquer faria pra manter a imagem, o discurso vai mudando com o passar dos dias. Eu aceitaria ele assim mesmo. Abraços alvinegros.

Comentário por Elton

Como mudam as coisas, no ano passado jogadores como o Kléber Pereira recusaram o Corinthians por estar na série B.

Acho que os donos da Traffic vão ter que durmir com esse barulho por muito tempo.

Mas sinceramente, depois de uma declaração dessas o que ele pretenderia com uma possível vinda? “usar” o Timão ?

Pelo jeito nem esse presidente e nem o Kléber, captaram a idéia do Mkt: “Corinthians para os Corinthianos”.

CAVERÃO

Larissa: Acho ainda que essa seja uma idéia da torcida que eles reproduzem mais no discurso do que na prática. Mas veremos… 2009 já está aí. Abraços alvinegros.

Comentário por Caverão do Timão

Ele não é muito bom finalizador, costuma perder gols até irritantes, mas sabe dominar uma bola, corre muito bem com ela, sabe armar jogadas, além de ser um bom preparo físico… Ao lado do Ronaldo então seria uma coisa linda de ver.

Acredito que o jogador é profissional e embora diga que não gostaria de desrespeitar a torcida do Palmeiras, ele sabe que deve tomar a decisão melhor pra carreira dele, fala isso porque é praxe. Seria o mesmo na situação inversa.

Por mim, pode vir! E o Brandão também. Manda embora bebeto, careca e demais entulhos. Tenta vender o Dentinho e pronto.

Quanto ao gol do marketing, com certeza foi de letra!!!

Abraços.

Larissa: Se ele viesse eu já teria até o esquema tático definido (risos…). Concordo com o restante também. Abraços alvinegros.

Comentário por Marco Alves

Não sei não, mas li essa entrevista achando que essa frase foi meio forçada.
Aquele time de verde não tem dinheiro pra comprar o Kleber, e ele (Kléber) não quer voltar, acho que isso foi mais uma forma dele forçar a compra, ou pelo time de verde, ou a venda pelo time dele lá fora.

Larissa: Lendo a íntegra, me pareceu mais desespero do jogador na tentativa de se justificar com a torcida pelas declarações dadas semanas antes, afinal, seguindo a entrevista ele revelou também: “Tem alguns clubes no Brasil e gostaria que a torcida entendesse porque sou trabalhador, tenho família para sustentar e tem pessoas que dependem do meu trabalho. Independentemente do clube que eu for trabalhar, quero que o torcedor do Palmeiras entenda. Desde o primeiro momento que eu vesti a camisa do Palmeiras, sempre lutei muito. Agora, sou profissional, tenho de receber, tenho as minhas contas para pagar e minha família para sutentar. Tenho os meus planos e sonhos da minha carreira também.” Enfim… Abraços alvinegros.

Comentário por Márcio Lopes

Isso traduz mais ou menos o que eu comentei no outro post.

Agora, pelas línguas mais afiadas, a história foi um pouquinho mais ácida ainda:

O Dínamo quer o Kléber, mas o Kléber não quer jogar lá. O Dínamo quer vendê-lo (à vista) e não emprestá-lo. Nem Palmeiras nem Corinthians têm a grana. A situação é essa.

O Kléber vai xavecar o presidente do Dínamo:

– Pô presidente, libera eu pra jogar mais um ano no Palmeiras!

– Se for pra te emprestar de novo, diz o presidente do Dínamo, eu te empresto pro Corinthians. Pelo menos lá joga o Ronaldo. Além de não querer jogar aqui ainda quer falar o que eu devo fazer! Vá se lamber!

O pior é que fica ruim pra ele, que há pouco tempo, disse que em respeito à torcida palmeirense não jogaria no Corinthians.

Na boa, de certa forma acho que Kléber e Herrera são bem parecidos. Pra mim, se o Corinthians contratar o Kléber é porque o negócio com o Herrera melou.

Larissa: Concordo, com a ressalva de que o Kléber, em minha opinião, é muito superior ao Herrera que é mais aplicado do que técnico… Abraços alvinegros.

Comentário por Luís Carlos

Putz. Larissa, tambem acho que foi um baita chute dentro. A pouco tempo atras esnobavam a gente.

Concordo com o Marco Alves o Kleber eh daqueles que nao desiste de bola perdida, do jeitinho que o Corinthiano gosta.

Larissa: Também concordo. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

ele que volte pra ucrania e vire picolé (hahahahahaha)

bj. Lara!

Itajaí – SC

Larissa: Só pra rimar: ainda prefiro ele ao lado do Ronaldo, dando olé! 🙂 Abraços alvinegros.

Comentário por Eduardo

Larissa, olha que interessante, sobre o Dínamo:

Em 1995, ocorreu o maior escândalo da história do clube. Depois de se classificar para a fase de grupos da Liga dos Campeões, o primeiro jogo do Dínamo foi contra o Panathinaikos, da Grécia, e o árbitro da partida, Antonio Lopez Nieto, após o término do encontro, enviou uma queixa a UEFA, acusando dois dirigentes da equipe de ter-lhe oferecido dois casacos de pele e uma quantidade não especificada de dinheiro. Em conseqüência desse episódio, o clube foi excluído imediatamente da competição.

Mesmo após apelar contra a decisão da UEFA, o Dínamo Kiev foi proibido de disputar campeonatos europeus por dois anos e os dirigentes Ihor Surkis e Vasyliy Babiychuk foram banidos do futebol. Como nada foi provado, a decisão foi modificada posteriormente, e os ucranianos voltaram a disputar competições européias no ano seguinte e Ihor Surkis (hoje presidente do time) voltou a trabalhar no clube.

http://br.oleole.com/ucrania/dynamokiev/historia-factos/thifv.html

Como diria a Dr. Lorca: “ingresso da Madonna poooode”

Larissa: É… Estamos no país do carnaval, futebol, samba e PIZZA. Abraços alvinegros.

Comentário por Sergio Zanini

O Kleber cairia como uma luva no Timão, teriamos um contra-ataque veloz, a função do Ronaldo será aquela de esperar a bola no pé e segurar dois marcadores, quanto ao discurso de não jogar no Corinthians isso hoje em dia já não pesa tanto, depende mais daquilo que o jogador fez para ridicularizar o adversário, como fez o grande idiota Paulo Nunes, se vier o Kleber a equipe ficará muito forte. abraços alvi-negros.

Larissa: Concordo. Abraços alvinegros.

Comentário por Toel

Larissa, boa tarde. Olha só, Eu penso que o CLEBER cairia como uma luva no TODO PODEROSO TIMÃO. Ele se assemelha muito ao estilo de jogo do “tevez”. Raça, disposição, busca incessante pelo gol, em resumo um verdadeiro trabalhador do futebol. Um cara que se paga. Quanto ao fato de Ele ter dito que não jogaria no TIMÃO em respeito ao time que defende atualmente, penso como você, é ético que Ele diga isto quando ainda trabalha para aquele clube. Ademais, temos que levar em conta, que os jogadores são profissionais e trabalham para o melhor patrão. Vejamos o “FEILNÔMENO” por exemplo. O cara torce por aquele time que usa a feia camisa do “fred kruguer” e ainda assim, já estamos morrendo de amores por Ele, mesmo sabendo que a preferência Dele era jogar no seu time de coração. O importante é que os caras sejam bons profissionais e deem retorno aos investimentos que o CORINTHIANS faça, ou venha a fazer. Abraços!

Larissa: É… A visão profissional do futebol é exatamente essa. Abraços alvinegros.

Comentário por José Donizete

Olá Larissa,
Muito legal está o seu Blog.
Em relação ao Kléber, ele deu uma declaração há poucos dias falando que só jogaria no Timão daqui uns 5 anos. Ontem li e inclusive postei no meu humilde Blog que existe uma “negociação” envolve ele e o CORINTHIANS.
E agora? Se der certo será trairagem?
Aquele Amplexo!

Larissa: Obrigada, Fernandinho. Ele explicou o assunto dizendo que a preferência dele não é o fator preponderante para definir a situação. Eu não consideraria traição, este é o mercado do futebol. Mas acho que facilitaria muito a vida dos atletas se eles abrissem a boca pra falar do que têm certeza, evitando esse tipo de situação. Amplexos alvinegros.

Comentário por Fernandinho Arruda




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: