Corinthians: Preto no Branco


És do Brasil o clube mais brasileiro
dezembro 21, 2008, 2:09 pm
Filed under: Uncategorized

“O diagnóstico no Paraná é de insanidade alvinegra. O estado possui um imenso “bando de loucos” – como se auto-intitulam os torcedores do Corinthians. A maior torcida do Paraná, com 12,5% da preferência total, pertence ao Timão.

A liderança corintiana foi comprovada pela maior pesquisa já realizada sobre o tema na federação. De fevereiro a novembro deste ano, 101.981 pessoas foram entrevistadas em 68 cidades de todas as regiões. A margem de erro é de 0,5% para os resultados gerais, da região metropolitana e do interior. Na capital, ela sobe para 1%. O Atlético aparece como o segundo time de maior torcida no estado (9,6%), atrás do líder Corinthians (12,5%), enquanto o Coritiba é quarto estadual com 7,5%, depois do Palmeiras (7,6%).

– É uma pesquisa histórica de uma dimensão nunca vista. Os números são incontestáveis. Dificilmente se conseguirá na história fazer um levantamento com uma amostragem maior do que essa – diz o diretor da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo Lopes de Oliveira, instituto responsável pelos dados.

– Ela também não foi feita em um período pontual e pôde retratar desta forma vários momentos pelos quais os times passaram durante o ano – complementa ele.”

* Trecho de reportagem realizada pelo Globo Esporte.

 

Vale à pena rever o Timão é o maior!

 

.

 

“Ser corinthiano é ir além de ser ou não ser o primeiro,

ser corinthiano é ser também um pouco mais brasileiro.”

.

Anúncios

13 Comentários so far
Deixe um comentário

Não me surpreenderia se a maioria dos estados apresentasse resultado semelhante, caso uma pesquisa séria fosse realizada. Mas quem se interessaria em fazê-la e descobrir que o timinho da gávea não tem a maior torcida. Se tem não sei, parece que sim, mas empresários trabalham com o dado de que os corinthianos são os maiores e melhores consumidores.

Larissa: Também penso assim… Há tempos! Abraços alvinegros.

Comentário por Lou Mello

Sensacional o tema do seu blog.
Você acaba de entrar na minha lista de favoritos.

Saudações alvinegras!

Larissa: Seja bem-vindo! Obrigada… Abraços alvinegros.

Comentário por Ale Frata™

Pois é isso demosntra mais uma vez a força de um sentimento, o Corinthianismo.

Foi esse sentimento que fez a torcida crescer nos 23 anos sem títulos, foi esse sentimento que fez 70 mil Corinthianos invadirem o Rio e o Maracanã.

E é esse sentimento que nos fez e nos faz nunca abandonar, porque amamos.

E é por isso que os prognósticos dos marqueteiros da Vila Sônia, os batizados e outros tipos de ações são inúteis e em vão.

Temos uma torcida que se espalha pelo Brasil, e que não depende apenas de grandes conquistas para aumentar, ela depende desse sentimento que inebria e empolga, o Corinthianismo.

Abraços,

Freeman.

Larissa: Concordo contigo, Freeman. Digo mais: se conseguissem ultrapassar a nossa torcida, como deliram, eu ainda teria maior apreço pela torcida que cresceu e se agigantou durante 22 anos de fila e não aquela modinha que cresceu com títulos. Abraços alvinegros.

Comentário por José Freeman Junior

Sou mais um dos paranaenses loucos pelo timão

Larissa: Representando! Abraços alvinegros.

Comentário por Roger

Adorei essa pesquisa, principalmente pelo universo de pessoas entrevistadas ( + de 100 mil), Isso sim é significativo, e não aqueleas pesquisas sem vergonha do IBOPE nas quais são entrevistados 5 mil pessoas no país inteiro.

Creio que se pesquisas deste nível de abragência fossem feitas em todos os Estados, nós corinthianos teríamos uma grata surpresa.
Qual o seu e-mail para que eu possa te mandar outro convite do orkut.

Larissa: Concordo contigo, William. A amostragem da pesquisa garante a fidedignidade da mesma, ao contrário de umas e outras aí. O meu orkut está relacionado à direita do blog. Abraços alvinegros.

Comentário por William Caridade

Apesar disso ainda tive que ouvir a um tempo a traz (na premiação do Brasileirão 2008) do Rogério Bambi Cena que daqui a alguns anos a torcida do são paulo irá ser a segunda maior do Brasil, superando a do Corinthians.
A justificativa do figura foi que com os títulos a torcida aumenta. Achei até meio engraçado pois essa característica é típica da torcida colorida que é classificada a tempos de torcedores modinha.
Acho que o Rogério deu uma bambiada ao analisar seus dados.
Desde de quando a fiel cresce movida à títulos? O dia em que isso acontecer certamente não seremos mais o Corinthians, seremos como qualquer outro time como são paulo, palmeras, figuerense, internacional, milan, real madrid, barcelona…

Larissa: Pois é… E “se” crescesse proporcionalmente à títulos, sinceramente, não seria a torcida do Corinthians, seria aquela torcida da Libertadores, que eu lamento profundamente pela falta de entendimento e amor ao futebol, aos clubes. Essa torcida dita “modinha” eu quero ver bem longe do meu Timão! Abraços alvinegros.

Comentário por Rodrigo Furtado

Aproveitando o assunto, e já que teremos vizinho novo em breve, quem tiver curiosidade, neste arquivo se encontram dados estatísticos de torcidas, cuja pesquisa foi realizada pelo Instituto Datafolha. Os dados referem-se somente à cidade de São Paulo e são detalhados por regiões e distritos.

Para download:

http://www.4shared.com/file/77114743/1fec5a9b/Torcida_por_regies_de_So_Paulo_-_Datafolha.html

Larissa: É a mesma pesquisa que relacionei no fim deste post, ótima por sinal… Vale à pena fazer o download e guardar para comparações futuras. Abraços alvinegros.

Comentário por Luís Carlos

Caramba, você escreve super bem, gostei de ver. Você tem outros trabalhos, além desse blog?

bjus

Larissa: Obrigada, Rafa. Esse blog não é exatamente um trabalho, então, com certeza desempenho algumass outrass atividadess. 🙂 Abraços alvinegros.

Comentário por rafa

Descobriram o Brasil, né?! Não é de hoje que se sabe disso. Talvez seja para só demonstrar nosso poder para os não-corintianos.

Larissa: Por incrível que pareça, ainda tem gente que duvida ou quer duvidar. Abraços alvinegros.

Comentário por Heloisa

Sobre a pesquisa na cidade de SP.
Se você descontar os que não torcem, dá 42% de corinthianos. Eles falam em marketing p/ ganhar torcida…rs.
Se o Corinthians fosse decentemente administrado, já teria mais de 50% dos torcedores.

Larissa: Concordo Cássio. Ademais, se o Corinthians fosse dignamente administrado seria a maior potência da América com toda certeza, afinal, futebol é torcida e a nossa é incomparável. Abraços alvinegros.

Comentário por Cássio

Insanidade eh o termo mais bem apropriado e usado pelos antis. Eles acham que insanos torcem pro Timao.

Eh porisso que os antis sofrem. Doi muito neles essa coisa, entende?

Nao sei quem disse, que o amor incomoda muito, aqueles que nao tem essa felicidade.

Nao suportam nem observar.

Talvez isso explique muita coisa e esse odio da midia anti, conosco.

Larissa: Deve ter a ver com o que o são-paulinho Nando Reis falou e eu transcrevi aqui pro blog, no post “Dentro do mesmo time”. Creio que você e ele estejam certos. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

Eh verdade, foi nesse post mesmo que eu tinha lido, e naoo lembrava. Colei

❝O Corinthians desperta em sua torcida uma devoção e uma fidelidade ímpares, indiscutíveis. O inverso disso é a antipatia das outras torcidas, mistura de hostilidade e inveja. Grandes paixões não são fáceis de assistir para quem está de fora.❞

Comentário por ToFicandoRouco

A idéia de que a torcida do Corinthians cresceu no período da fila não passa de um mito. O próprio Citadini já esclareceu isso. E mais recentemente, numa discussão sobre o tema em seu blog, o jornalista Marcelo Damato também desmistificou esta balela. O que houve foi uma mobilização sem igual da torcida corintiana, numa época de “sofrimento” pela ausência dos títulos.

O que alavanca crescimento de torcida, inexoravelmente, são TÍTULOS, EXPOSIÇÃO NA MÍDIA, ÍDOLOS no time, além de um trabalho de fortalecimento da imagem do clube junto ao torcedor, garantindo a sua fidelização. Ou seja, trabalho de gestão do clube.

Haja vista, o crescimento da torcida do São Paulo nos últimos 20, 30 anos. E o boom do crescimento da torcida do Santos na era Pelé. Do Botafogo nos tempos de Garrincha e Flamengo do Zico. Palmeiras no período Parmalat, e claro, o Corinthians durante os anos 90, também. O resto é demagogia, de que “cresceu” durante a fila, e blablabla…

Ademais, o que interessa para os patrocinadores que associam suas marcas aos clubes, além da garantia de visibilidade, é o potencial de consumo. E nisso, em que pese a diferença de tamanho das torcidas, a massa são-paulina não deixa a desejar nem ao Flamengo e nem ao Corinthians. Não adianta número mais abrangente de torcedores, se o clube é incapaz de reverter este fenômeno em receitas, principalmente com licensing.

Gostei da divulgação dos resultados com venda do PPV (merecia menção no seu blog), liberada pela Globosat, há poucos dias. O número de assinantes tricolores é praticamente o mesmo dos corintianos. O São Paulo vende mais produtos oficiais que o Corinthians, que por sua vez, vende mais na pirataria. Aliás, isso foi ressaltado na coluna do ótimo PVC, duas ou três semanas atrás, na Folha. Além do número de sócios torcedores mais expressivo do Tricolor.

O São Paulo faz um trabalho muito bacana com a inauguração das embaixadas são-paulinas, que visa fidelizar a marca do clube junto ao torcedor que se encontra mais distante. Hoje elas estão instaladas na capital federal e no Rio de Janeiro. E vão expandir mais, com certeza. Outro detalhe, em Brasília, cidade com alto poder aquisitivo, e reduto histórico das torcidas dos times cariocas, possui 2 lojas oficiais de clubes: uma do Flamengo e outra do São Paulo. Há demanda pra isso.

A diferença das torcidas de São Paulo e Corinthians, entre os mais jovens, é muito pequena, o que é ótimo para a popularização e oxigenação da torcida do clube. No total, a diferença ainda é relevante e expressiva, mas já foi no passado bem mais. Este detalhe não pode ser ignorado. E a presença tricolor, hoje é maciça em todas as camadas da pirâmide. Em Sampa, do centro até a periferia, nos extremos da cidade. A última pesquisa Datafolha deixa isso bem claro.

Acredito que nas próximas 2 décadas no máximo, encostaremos no Corinthians em SP (estado) e ultrapassaremos no restante do Brasil. O que não pode haver é estagnação no crescimento do clube. O reflexo no tamanho da torcida, pelos títulos recém conquistados, será mensurado nos próximos anos, como já ocorreu no passado, sem a menor dúvida. A médio e longo prazo.

Estigmatizar determinada torcida com termos chulos como “modinha” é um erro. Ainda mais em se tratando do São Paulo, que nos últimos 40 anos praticamente, vem apresentando os resultados mais consistentes, vencendo mais e sempre chegando lá, “nas cabeças”. Em outros clubes tradicionais, porém decadentes, houve um fenômeno de retração da torcida, que vem envelhecendo. Renovar é preciso.

Mas para isso, ganhar títulos é essencial e se faz necessário. Constatação básica. Não é a toa, que o Flamengo vem abrindo vantagem no tamanho da torcida, nas últimas 2, 3 décadas em relação aos seus rivais diretos. Abriu muito. Note: quase 60% da população carioca torce para o Flamengo, segundo as pesquisas.

Aqui em São Paulo, esta semi-aberração não ocorreu, pelo contrário. Na capital paulista, o Corinthians possui 33% do contingente, São Paulo 21% e Palmeiras 14%. O Timão já teve bem mais vantagem sobre o segundo e principalmente o terceiro. O fato é que não adianta “sofismar” ou contrariar esta regra, ainda mais nos dias de hoje, de intensa competitividade e cobrança por resultados. A mentalidade da garotada é bem diferente… Sem hipocrisia, todos são ávidos por conquistas, e isso se aplica a TODAS as torcidas.
Que venham mais e mais títulos. Que os nossos times estejam sempre disputando-os, sem fazer figuração nas competições ou o pior dos mundos: ser rebaixado. O clube cresce e alavanca receitas, a visibilidade aumenta, o valor da marca também, e lógico… a torcida crescerá exponencialmente, e então um grande e novo mercado consumidor, será quem sabe, explorado. Além da paixão, é o negócio futebol. É o ciclo virtuoso que se estabelece, auto-suficiente e sem necessidade de muletas como “parcerias”.

Saudações Tricolores!!!

Comentário por Clayton




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: