Corinthians: Preto no Branco


Kia Joorabchian e a MSI
dezembro 23, 2008, 10:42 pm
Filed under: Uncategorized

Há algum tempo, movida pelos acontecimentos que envolviam o Sport Club Corinthians Paulista, iniciei uma série de estudos sobre política internacional, mais especificamente política russa e ainda mais especificamente Boris Berezovsky . Para minha surpresa, pois fui ferrenha opositora da MSI desde os primórdios, a única coisa que se pode comprovar sobre o assunto é, mais uma vez, a imperícia da mídia brasileira com relação à parceira do Timão.

Vamos partir do princípio: o que uma parceria busca explorar quando investe num clube? Supõe-se que a marca. Ou seja, os investidores procuram equipes em dificuldades financeiras por conta das sucessivas sub-administrações para aplicar seu dinheiro esperando o retorno do investimento em cima da marca do clube. Portanto, se bem administrado e com dinheiro para investir, os próprios clubes já têm o ingrediente que atrai as parcerias quando elas chegam, que é a força de sua marca e que não era o caso da administração do Corinthians quando recorreu à parceria.

O que posso afirmar, hoje, depois de muito ler e estudar sobre MSI, Kia, Boris Berezovsky e política russa, é que seria engraçado, se não fosse irresponsável, ouvir as pessoas, sobretudo jornalistas, dizerem que a MSI lesou o clube, quando após muita investigação só conseguiram achar provas de que dirigentes do próprio Corinthians o lesavam e até agora não conseguiram apontar o desvio de um real sequer que deveria ir para o clube e a parceria possa ter “pego” pra ela. Ao contrário, tudo leva a crer que a neta de Dualib é que beliscava cotas que por contrato seriam da MSI, assim como diversos outros pequenos problemas, que aliados ao alarde criado para causar um desconforto aos investidores, fizeram com que eles largassem mão, ao menos por hora, por conta do desgaste.

Os processos contra a ex-parceira alvinegra são arquivados um a um desde então por falta de provas e apesar disso o senso comum criado pela imprensa esportiva vai se mantendo. Isso em 2008, imagino como é que os imprensaleiros tinham certeza do que diziam em 2005 e posso imaginar qual será a surpresa do torcedor mais desatento quando a turma do Kia resolver cobrar os US$ 25 milhões judicialmente pela quebra de contrato.

Provavelmente terá torcedor confuso se perguntando: “ué? Mas não éramos nós que havíamos sido lesados? Como assim o clube ainda pode contrair uma dívida dessa agora?”

O torcedor que vai na onda do que tanto repetem na imprensa que acaba se passando por verdade, na hora do choque de realidade pode acabar se assustando. O povo parece que esqueceu que a MSI, quando entrou, zerou as dívidas do clube, e ao contrário do que estipulava o contrato, não teve os 10 anos para reaver o investimento feito. E ainda saiu como se tivesse lesado a instituição.

Deveria ser de conhecimento geral que comprar uma informação jogada ao vento, sem nenhuma explicação convincente, e tomar como verdade pode ser arriscado. Foi assim que, em mim, instalou-se a desconfiança: por falta de consistência das notícias veiculadas.

O que dizer, por exemplo, do tão falado caso Nilmar? O leitor pode adivinhar quem levou a culpa por ter “dado o golpe”? Se respondeu MSI, acertou. Mas que golpe foi esse no caso do Nilmar? Quem foi testemunha ocular dessa história, em que de concreto o que se sabe é que a MSI também perdeu dois milhões de Euros pra ficar sem o jogador? Como é que se dá um golpe num clube que tem que assinar um atestado liberatório pra dispensar o atleta? Mas então é assim, apesar de não ter lógica nenhuma: um boato se espalha e vira a versão da verdade.

Só o que foi possível denotar dessa parceria, no Brasil, foram engodos e mais engodos jogados pela mídia e comprados pela massa que absorve sem se auto-questionar. Mesma massa que jamais pensou em questionar a mídia brasileira sobre ela não ter feito 1% desse alarde com a Parmalat na época, quando neste caso o presidente da empresa foi preso por lavagem de dinheiro na Itália. É dessa forma que age a imprensa brasileira: com uma enorme dificuldade em investigar escândalos e “esquemões”, exceto se há uma ponta de Corinthians na denúncia.

Ademais, parece, veja bem, parece que os jogadores da MSI andaram sendo vendidos normalmente por quantias exorbitantes sem ninguém causar todo este estardalhaço lá na Inglaterra. Talvez seja somente uma impressão pessoal de que a mídia de Manchester, ou a de Liverpool, seja mais ingênua que a nossa prestativa imprensa esportiva, que entre outras coisas é investigativa e parece especialista em política russa também.

Talvez eu esteja errada ao discordar ou ao não afirmar que a parceria era composta por bandidos quando as seguintes palavras, antes do fechamento do acordo, foram do nosso atual presidente: “não tem problema, a gente assina depois dá um chute na bunda igual fizemos com as outras”.

Enfim, há de se respeitar o direito de cada um de acreditar no que bem entender, desde que mostre que está formando uma opinião com base numa história que no mínimo se encaixe e não por conta de boatos sem lógica em detrimento dos fatos concretos.

Eu mesma considero que a parceria foi mal administrada, misturou craques com perebas, foi realizada sem planejamento algum etc. E acredito que um clube bem administrado pode fazer seus próprios investimentos em sua marca sem precisar de parceiros. Agora, não é por isso que qualquer boato sem lógica será comprado por esta que vos escreve somente para reforçar uma opinião pessoal.

Muitas são as peças que não se encaixam no quebra-cabeças criado pela mídia e cartolas brasileiros, por isso, resolvi tentar explicar o outro lado da história, aquele que a mídia não mostrou, sobre a parceria. Neste blog serão abordados alguns mitos criados, como por exemplo: “Berezovsky é mafioso”, quando internacionalmente nada indica o fato. O assunto ainda será amplamente abordado neste espaço, no entanto, por hora, a introdução ao tema já pode suprir a curiosidade reavivada de alguns sobre a parceria com a MSI, enquanto os outros posts serão preparados, com calma e cuidado, para não ocorrer novamente uma imperícia na divulgação da notícia, a exemplo do que já testemunhamos Brasil afora.

Por fim, confira o vídeo abaixo que conta com uma entrevista do advogado de Kia Joorabchian, explicando de forma sintética o que aconteceu e o que ainda pode acontecer com relação ao iraniano no país:

“Kia pode voltar ao Brasil”


28 Comentários so far
Deixe um comentário

Eh brincadeira? Tudo isso, arrebentaram com o Corinthians, por ciumes do Kia?

Se for verdade, essa gente eh baixa demais. Da nojo. Espero ver o resto da historia.

Comentário por ToFicandoRouco

Larissa, concordo inteiramente com você, e penso assim desde quando a parceria começou a se estremecer.

Eu não discuto a origem do dinheiro do Boris ou a intenção da MSI ao investir no futebol brasileiro. Desconheço essas informações.

Porém, ficou muito claro que o negócio começou a dar errado quando o Kia ficou mais famoso que o Dualib, quando a MSI deixou de repassar as comissões à Carla Dualib, quando a MSI tentou profissionalizar a administração do clube (colocando de lado a figura do todo-poderoso presidente).

Também não duvido que o Corinthians seja condenado a indenizar a MSI pela quebra de contrato, mas rezo pra que isso não aconteça (25 milhoes de dólares atualizados para o valor presente vão fazer a dívida atual do Corinthians parecer conta de boteco.)

Parabéns pelo blog.

Comentário por Ramón

E o pior de tudo é que até corinthianos ilustres – leia-se Juca Kfouri – embarcam nessas histórias. Agora, quando surgiu um dos maiores escândalos dos últimos tempos (Envelopão 2008), todos (até os mesmos corinthianos ilustres) trataram de colocar a sujeira pra debaixo do tapete na maior cara de pau.

Comentário por morgan

Que texto maravilhoso, esclarecedor, explicativo e de um conteúdo curioso, afinal quem em sã conciência não quer saber sobre Corinthians x MSI? Parabéns maninha, mais uma vez você arrasou, deixou a imprensa esportiva do Brasil de joelhos… Abraços.

Comentário por Ribamar Bianchini

Muito bem Larissa,
Só falam que o dinheiro é sujo. Falar que Berezovski e o Abramovich são mafiosos só porque o Kremilin diz isso é passar recibo ao Putin, que não me parece um líder democrata e confiável.
Ademais, nunca falaram que a MSI tirou um real do Corinthians, já o contrário…
Não sei porque cargas dágua o advogado da MSI ainda não entrou com processo de rescisão e penhorou o parque são jorge…
Não que eu ache Kia, Berezovski e cia, santos.
Mas que tem muito mais coisa errada do corinthians do que da MSI

Comentário por Alexandre Baseggio

Concordo com você, cara bloqueira, que tem muita coisa mal explicada nisso. Mesmo se for verdade que Boris Berezovsky é mafioso, que mafioso em sã consciência investe dinheiro num lugar e depois perde a grana e fica por isso mesmo?
Já é hora de alguém parar com o sensacionalismo barato e investigar isso como se deve. Estou curioso para ver onde isso vai nos levar. ^^

Comentário por Rodrigo

“Clap, clap, clap”
Mais uma vez, perfeita !
Não podemos nos deixar levar pela imprensa cri-cri, a escola Kfouriana do “quanto pior, melhor”.
Temos que pensar, pesquisar, investigar por nós mesmos.
Sou de uma família de juristas – e atualmente estudo para ser juiz de direito-, e aprendi que sempre devemos ouvir os dois lados, e avaliar criteriosamente o que nos é falado, alegado.
Muito se ouve sobre “esquemas”, “máfias”, “golpes”; pouco (pra não dizer nada) é provado. Contudo, no Direito existe o famoso brocardo: “alegado e não provado é o mesmo que fato inexistente”.

Triste para o Corinthians a existência desses pseudo-jornalistas que vivem às custas de tumultuar o ambiente no Timão.

Excelente perceber que ainda existem cabeças que pensam por si próprias. Parabéns gatinha!

Comentário por Alexandre Gavazzi

Muito oportuno o seu trabalho em relação a esse tema. Essa história nunca se encaixou e as peças parecem ser de outro brinquedo. Escrevi algumas vezes sobre minha desconfiança, exatamente na linha que você está seguindo.
Nós temos a força para mudar isso. Todo mundo respeita os blogs, atualmente, até o presidente da república vive manifestando sua preocupação com o potencial dessa mídia. Conte comigo. Você levantou a bola e devemos mantê-la bem alta. Parabéns!

Comentário por Lou

É Larissa, você realmente está mexendo num ponto no qual realmente ainda pouco se sabe.

A MSI é um fundo de investimento tal qual a Turbo Sport, e como tal, não pode divulgar o nome de seus cotistas.

Se você for ao Banco do Brasil e solicitar a relação de cotistas do Fundo BB Curto Prazo Mil, por exemplo, terá um não como resposta. O mesmo ocorrerá com a Turbo Sport. Não há picaretagem nisso. Essa é a regra que sempre valeu e visa proteger a privacidade do investidor, que é um direito constitucional de todo cidadão.

No entanto, o Banco Central tem acesso a essa relação de investidores e só pode utilizá-las para seus fins institucionais. Outros órgãos governaventais podem ter acesso também a essa lista, com autorização judicial, desde que haja suspeita (eu disse suspeita) de crime devidamente fundamentada.

No caso da MSI, o fundo possui sede nas Ilhas Cayman, um paraíso fiscal.

Um país é considerado um paraíso fiscal quando reúne estes dois requisitos: 1) não tributa a renda ou a tributa em níveis bem menores que os demais países e 2) não revela nomes ou dados bancários de ninguém, mesmo que as informações sejam requeridas por órgãos públicos, nacionais ou estrangeiros.

Então como afirmar que o Boris Berezovsky é cotista da MSI? Como afirmar que o dinheiro que o Boris Berezovsky supostamente colocou na MSI é proveniente de atividade criminosa, já que ele exerce várias outras atividades empresariais (dinheiro não tem carimbo), e legais, e ainda não ficaram provadas as suspeitas de corrupção que recaem sobre ele?

Pode-se pressupor que uma pessoa ou empresa mantenha negócios num paraíso fiscal porque não queiram revelar sua identidade, mas daí dizer que a pessoa faz isso porque é criminosa são outros quinhentos. Muitas empresas brasileiras possuem filiais em paraíso fiscal. Inclusive o Banco Itaú, o Bradesco e o próprio Banco do Brasil, para citar algumas.

Não quero de forma alguma defender a MSI, mas eu não me considero um miquinho amestrado da imprensa. E o que eu vi até agora, na verdade, é uma miscelânea de notícias (algumas plantadas) divulgadas pela imprensa. Isso é muito pouco para provar a desonestidade de alguém.

Saindo do plano das suspeitas de lavagem de dinheiro, posso até estar errado, mas acho que o acordo Corinthians-MSI não se rompeu por quaisquer irregularidades cometidas pela MSI. Se rompeu por irregularidades cometidas pela administração Dualib.

Após a assinatura do acordo, para quem não esteja lembrado, o Corinthians teve dificuldade para conseguir patrocínio para as camisas, por conta da imprensa, que nessa ocasião já dizia que o dinheiro que estava ingressando (pelo Banco Central) era fruto de lavagemn de dinheiro.

Pois bem, o Kia Joorabchian conseguiu para o Corinthians o patrocínio da Samsung, só que ele descobriu que a Carla Dualib tinha direito a uma gorda fatia do dinheiro que viria daí, mesmo sem ter movido uma única palha para isso. Acho que as relações começaram a se enfraquecer a partir desse momento. A MSI queria lucrar com o negócio. Não estava fazendo nenhuma obra de caridade.

Também achei esquisitas as declarações do técnico Leão assim que chegou ao Corinthians. Ele declarou à imprensa que não gostava de argentinos. Que técnico declararia abertamente que não gosta de argentinos, quando se tem no elenco jogadores como Teves e Mascherano?

Só sei que depois dessa declaração, ocorreu a debandada geral, não só desses dois jogadores, mas de todos os que a MSI havia colocado no time. E o resultado todo mundo sabe.

Comentário por Luís Carlos

Irei ser breve até porque é véspera de natal rsrsr
A MSI não foi nenhuma vilã para o Corinthians ao meu ver, ela trouxe dinheiro pro Corinthians em forma de investimentos e covenhamos onde ela arranjava dinheiro pra isso problema deles o fato é que eles estavam investindo assim como o prometido o problema foi aquele ladrão sem carater do Dualib mais a sua filha que queria usar isso pra benefícios próprios.
Dualib ladrão!!!!
Por mim nem precisa ir pra cadeia, o correto seria que confiscassem os bens dele pra vee esse bandido se fude.

Comentário por Rodrigo Furtado

FELIZ NATAL PARA TODOS!

SAULOBOTAFOGO.BLOGSPOT.COM

Comentário por saulo

Eu não vou discordar do texto até pq não tenho tantas informações quanto gostaria de ter.
Nem dos comentaristas do seu blog Larissa.
Mas não acho correto dar uma banana pra de onde vem o dinheiro e fazer uso dele.
Não acho correto ter a desconfiança de q o dinheiro vem de fontes ilícitas e virar a cara.
Acho irresponsabilidade.
Não acho correto dar um “foda-se” pra isso.
Acho uma opinião hipócrita, egoísta e irresponsável.
Mas cada um com sua opinião.

Beijos e Feliz Natal e Feliz 2009, pra ti, pra mim, pra todos e pra quem mais interessa, pro Corintians.

Comentário por Allan [SCCP]

Parabéns pelo texto Larissa. Sensacional! Esclareceu e abriu os olhos de muita gente. Continue sempre com esse trabalho sério defendendo o nosso Corinthians.

Comentário por Júnior

Larissa,

vou aguardar você desenvolver o tema para emitir uma opinão.

Um dia eu queria entender o que aconteceu de verdade no caso Nilmar. È um dos casos mais mal contados da história do futebol mundial.

Parabéns pelo blog!…excelente

Comentário por Rafael

Uma das coisas que sempre me intrigou e gostaria que aqueles que denunciaram a MSI, me expicassem por favor.

Porque cargas dagua mafiosos escolheram o Corinthians time de maior visibilidade do continente para lavar dinheiro?

Alem de mafiosos seriam burros?

Acho que burros fomos nos que acreditamos nessa historia de meia duzia de despeitados.

Eh de dar nojo.

Comentário por ToFicandoRouco

o cara era inocente , vamos pra inglaterra buscar o kia de volta!! hehe

Comentário por moises

Manchete do site Gazeta net ontem as 12:30: Juvenal: “O Ronaldo deveria se dedicar apenas ao futebol”. Embora de pouca valia enviei um e-mail à redação: “A Gazeta deveria se preocupar em noticiar fatos ao invés de fofocas, e o Sr. Juvenal com seu clube e adega.”

Depois de Muricy, MAC, RC, Hugo, Borges, agora foi à vez de trazerem a palavra de mais um são-paulino sobre a contratação Corinthiana. Eu pergunto: O que o são paulo tem a ver com isso, além da imensa dor de cotovelo? Curioso como alguns locais da mídia estão tão interessados na opinião de tantos são-paulinos sobre o Corinthians. Qual é exatamente a razão disso? Daqui a pouco vão entrevistar o terceiro goleiro do são paulo e pedirem a opinião dele.

Mas o que estão fazendo com a contratação do Ronaldo, é a mesma situação quando da chegada da MSI ao Timão, já estão querendo fazer todo mundo acreditar que Ronaldo é uma bomba, tal qual sempre atacaram a MSI.

O recente caso da Turbo Sports, é mais um exemplo, vem uma parte da imprensa exigindo saber quem são os investidores. Por acaso esses senhores, quando financiam um caro, uma casa ou mesmo parcelam uma compra com o cartão de crédito, vão atrás de saber a origem do dinheiro? Procuram o banco e exigem que ele preste conta de cada centavo que esta sendo financiado? Exigem que o banco de uma lista dos acionista com nome endereço e profissão de cada um?

Eu espero que esse tema esteja apenas começando a ser discutido, é interessante como as vezes em um primeiro momento somos levados a acreditar em uma determinada situação, e depois de analisada com calma, vamos vendo que o diabo não era tão feio como foi pintado, aliás, nesse caso ao que parece o verdadeiro diabo, não é o que foi pintado, mas o pintor.

Comentário por David Emmanuel

Engraçado que ao que parece, lá no Chelsea, a torneira é a mesma.
Mas a mídia (especialmente TV) que compra os direitos do campeonato inglês se cala escandalosamente.
Além disso, existe o eterno protegido que é o Felipão.

Comentário por Randal

Estarrecedora revelação feita por Luis Paulo Rosemberg, em meio à interessante entrevista feita no programa Jogo Aberto, na Bandeirantes: o Corinthians, realmente, negocia a aquisição do Pacaembu, e apoiam a iniciativa corinthiana, nada mais, nada menos, do que Marco Aurélio Cunha (que articularia uma votação favorável na Câmara Municipal), Juvenal Juvêncio (que considera “fundamental que o Corinthians fique com o Pacaembu”) e o governador José Serra! Faltou Rosemberg citar que o arrendamento do Pacaembu foi proposto pelo prefeito Kassab e pelo secretário Walter Feldman.

TODOS OS NOMES CITADOS ESTÃO NA LINHA DE FRENTE DA CANDIDATURA DO MORUMBI COMO ESTÁDIO-SEDE DE SÃO PAULO NA COPA DO MUNDO DE 2014.

Rosemberg é, sem dúvida nenhuma, uma pessoa perspicaz. Não é possível que não tenha percebido a manobra diversionista que objetiva inviabilizar uma provável mobilização em prol da construção de um novo estádio corinthiano, aproveitando o o valioso mote da realização da Copa do Mundo. Se o Corinthians perder a chance de empreender, agora, a construção de um estádio à altura da Fiel, e se contentar em ficar com o Pacaembu (a preço escorchante) por algumas décadas, então, companheiros corinthianos, o sonho do novo estádio será prolongado até, pelo menos, as comemorações do bicentenário do Timão, em 2110. A não ser que Rosemberg, habilidosamente, esteja simulando real interesse pelo Pacaembu, mas sem abrir mão do projeto maior dos corinthianos – o maior estádio do Brasil para a maior torcida do Brasil – , estamos na iminência de uma traição contra o Corinthians ainda maior do que a praticada pela cleptomanáca gang de Alberto Dualib.

PACAEMBU, NÃO!

Comentário por Robson

Olá!

Pois é, Larissa. Quando, em 2005 e 2006 eu dizia isso, chamavam-me de inocente, de cruel, alienado.

Mas como comunista que sou, interesso-me pela história russa-européia e sabia, desde o início, os motivos ocidentais para a fama de Boris e cia.

Quando a URSS se desfez, grupos financeiros tomaram conta de setores estratégicos de infra-strutura do país. Tudo em troca de alianças políticas no mais novo país capitalista que nascera.

E então, quando na sucessão presidencial, alguns grupos abandonaram o barco, passaram, imediatamente, a serem culpados por inúmeros crimes financeiros, assassinatos e, pasmemos, até terrorismo.

No entanto, europeus, como ingleses, italianos, espanhóis e franceses, aceitaram os refugiados e seus bilhões de dólares. Ah sim, claro, “porque os europeus não têm nenhum pudor”, diria a mídia ocidental.

E a mentira repetida à exaustão vira verdade, como sabemos.

Aliás, na história do mundo, tudo que a mídia ocidental fez saber sobre a URSS, Cuba, China e semelhantes, são obras de caos e horror, quando a verdade é outra. Sou neto de iuguslavo e lituano e tenho exemplos concretos da anti-propaganda midiática do ocidente contra o comunismo. Detalhe: nunca, sequer, houve comunismo ou socialismo no mundo, apenas capitalismo de estado, que já é muito melhor do que este sistema porco em que vivemos. Enfim, divaguei.

Do mesmo modo que a imprensa brasileira charfundou tudo o que se referia à parceria com a MSI (e concordo com todos os teus pontos), o mesmo ocorre hoje com esse bando, formado por Juca Kfouri, Paulinho e assemelhados.

Paulinho, por exemplo, diz que a dívida corintiano aumentou de 100 para 150 milhões de reais em apenas 11 meses, quando no balanço do clube, validado por auditoria externa, a dívida diminuiu pouco. É verdade, com o adiantamente de algumas cotas do próximo ano. Porém, adiantar cotas é trivialidade no futebol brasileiro, basta pesquisar.

Diante de informação tão absurda, o que penso eu, administrador e economista, com mais de 10 anos de mercado financeiro e especialista em investimentos? Ora, é necessário muito, mas muito talento para driblar o balanço e as contas do clube em quase 50 milhões, em período inferior a um ano. O que posso pensar de alguém que escreve algo assim e se defende dizendo: ” a diretoria do presidente que tem medo MENTE”. Faça-me o favor. É brincar demais com a minha inteligência.

Sem contar o fato de bloquear mensagens com questionamentos educados, porém, tão provocativos quanto os postados por ele em seu próprio blógui. Enfim, divago novamente.

Larissa, para terminar, lembremos que o Corinthians é o time do povo. E lá no começo de sua história, tirou da elite, a hípica paulista. Também desafiou os clubes da elite, os únicos praticantes de futebol amador de campeonatos. Incomodou sempre a elite e isto, por si só, não se apagou com o tempo e ainda faz com que soframos, de vários lados, massacres, acusações. Seja por tentativa de manchar, acabar com nossa história, seja porque vende.

Olhos atentos a estes porcos jornalistas (e também aos aspirantes). Duvide de tudo. Forme tuas opiniões. Mas, acima de tudo, pense e use o bom senso.

Saudações alvi-negras!

Comentário por Ronaldo

Acho o Paulinho sensacionalista e eleitoreiro.
Nada na diretoria presta.
Não q seja confiável (a diretoria), mas nem tanto nem tão pouco.
Precisa-se de ponderação e iso infelizmente éo q ele não tem.
Apesar de algumas coisas q ele fala serem verdade. Ou ao menos comprovadas.
O Blog do Paulinho é mais uma ferramenta do sistema de poder corinthiano.

Abraço Larissa.

Comentário por Allan [SCCP]

Larissa,

Só estou passando para desejar um feliz ano novo. Você não descansa nem agora?

E sobre essa materia, até que enfim você começou o assunto!

Mas convenhamos, até agora só foi introdução. Como acredito em você, espero mudar a minha opinião. Então até agora vou aguardar.

Feliz Ano Novo a todos!!

Comentário por Gabriel Paulino da Silva

Não quero defender a imprensa esportiva brasileira mas, na minha opinião, você foi tão amadora quanto os outros jornalistas. Onde estão as suas fontes que atestam que você nada encontrou sobre o Berezovsky? Eu lhe faço um desafio e quero ver você ter coragem para publicar no teu blog. Você me paga 10 mil reais se eu pesquisar em língua inglesa na internet e achar ao menos 15 publicações que associam o nome de Berezovsky à máfia?
Eu gosto de você, mas agora eu sinceramente me decepcionei. Se você aceitar o desafio, por favor me mande um email dizendo que aceitou, pois não entrarei mais no teu blog.
É importante que eu diga que fui contra a MSI e contra o Andres Sanchez. Mas, com este texto, vc prova que não tem maturidade jornalística nem para escrever no antigo NP.

Apesar do texto, desejo um feliz 2009 a vc e seus leitores.

Comentário por Felipe

Robson, dizer que o Corinthians tem a maior torcida do Brasil é a mesma coisa que acreditar em Papai Noel… Por favor…

Comentário por Luis

Felipe,

Eu te pago 15 mil se você traduzir duas dúzias de livros húngaros, soviéticos, búlgaros, eslovenos e ucranianos que também tratam, igualmente de Boris e um monte de outros personagens das privatizações russas e encontrar tais ligações de máfia russa.

Se você é apenas leitor da mídia ocidental (do que duvido muito, afinal, você se mostrou pouco letrado e equilibrado para insinuar conhecimento sobre assunto de tamanha especificidade), deveria saber que há mídia oriental que rebate muitas verdades do mundo (o mundo ocidental) em que você vive.

Em tudo, claro, há conveniências. Talvez algumas pessoas tenham escrito coisas para que pessoas como você acreditem em tudo à primeira vista. Tudo depende de qual versão chega primeiro aos seus ouvidos.

Enfim, debate inútil. Aos preguiçosos, leiam Folha que a vida descomplica, né não?

Comentário por Ronaldo

QUEM TA ACABANDO COM O TIMÃO É MILTON NEVES COM GAFES E BRINCADEIRAS MALDOSAS ELE TEM QUE SER PULVERIZADO URGENTE CHEGA DE MILTON NEVES.

Larissa: Concordo contigo. Abraços alvinegros.

Comentário por THIAGO

O Safado da história é o Dualib e família, com o apoio da mídia que só quer causar intrigas para com isso ter o que escrever

Comentário por Gustavo

Uma empresa que declara um endereço em Londres e que, chegando lá se descobre que é dentro de um mercadão municipal, e que o escritório está vazio a 6 meses, é no mínimo suspeita.

Um cara que chega ao Brasil fingindo não entender nada de português como o Kia e uma semana depois sai falando português pra todo lado, é no mínimo suspeito.

Uma empresa que paga 10 por algo que vale 3, é no mínimo suspeita…

Dualib dando falando em conversa gravada: “Qualquer coisa, o Boris não tem nada a ver com a MSI” e dizendo isso combinando depoimento na PF com o Andres Sanchez, é no mínimo suspeito.

Um Boris que mudou de nome pra Platon Elenine, é no mínimo, no mííííínimo, suspeito.

Agora, o principal. Como explicar as gravações telefonicas obtidas pela Policia Federal, onde Dualib confirma que Boris é investidor da MSI (quando ele negava veementemente), inclusive com conversas entre Dualib e Duprat dizendo entre si “é pra manter o discurso mentiroso sobre o Boris”? E como explicar a conversa de Renato Duprat com um interlocutor dizendo que o Boris queria comprar mais 4 clubes no Brasil pra lavar dinheiro? Sim, usando exatamente essas palavras. Lavar dinheiro. Fonte: http://terramagazine.terra.com.br/interna/0,,OI1889881-EI6598,00.html

Olha Larissa, acho que seu texto foi muito bem escrito, mas acho que tentar inocentar a MSI, o Kia ou o Boris é algo praticamente impossível.

São mafiosos internacionais que vieram ao Brasil lavar dinheiro. Se fosse nos tempos de Palmeiras/Parmalat, conseguiriam com os pés nas costas. Mas graças a Deus, a nossa PF melhorou bastante de lá pra cá.

Respeito muito o Corinthians e a torcida Corinthiana, mas, não minha visão, não tem jeito. O Timão foi lesado e não há santos nessa história. Nem MSI, nem Andres, nem Dualib. Todos cresceram o olho e todos erraram.

Aguardo sua visita no meu blog http://www.junnym.wordpress.com

Saudações Cordiais.

Comentário por Lubes Junior




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: