Corinthians: Preto no Branco


Reformando a Fazendinha
janeiro 8, 2009, 2:25 pm
Filed under: Uncategorized

A Agência Corinthians publicou a seguinte nota oficial:

“O Corinthians apresentou na manhã de hoje, no Parque São Jorge, o projeto para a modernização do Estádio Alfredo Schürig, a Fazendinha. “Este é um dia muito importante para o Corinthians, pois vamos iniciar a reforma de um patrimônio do Clube que está sem uso, e que fica localizado em uma região carente de praças esportivas”, diz o Diretor de Marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg, que acredita que após a reforma a Fazendinha se tornará o maior pólo de eventos culturais da Zona Leste de São Paulo. Além de jogos, o Corinthians vai utilizar o estádio para a realização de shows e outros eventos.

As obras começam na próxima semana e devem levar no máximo seis meses. O investimento, que só será definido após um detalhamento mais profundo do projeto, ficará entre R$ 5 milhões e R$ 13 milhões…A multinacional de origem portuguesa LusoArenas será a responsável por buscar recursos no mercado para a obra e pelo serviço de gestão da infra-estrutura do estádio, que inicialmente manterá sua capacidade de público de 15 mil pessoas…

A nova Fazendinha terá camarotes, espaços para a convivência corporativa, praça de alimentação e cabines de imprensa. “O objetivo é que o torcedor chegue mais cedo ao estádio e vá embora mais tarde para que o estádio seja o mais rentável possível”, diz Marco Herling, executivo da LusoArenas, que atua desde 2001 no Brasil . A receita gerada com os camarotes e restaurante será do Corinthians. “Vamos transformar o estádio de fonte de custos para uma fonte de receitas para o Clube”, diz Rosenberg.

De acordo com Rosenberg, o objetivo é utilizar a Fazendinha enquanto a reforma do Pacaembu estiver em andamento. O Corinthians pretende obter a concessão do Estádio do Pacaembu junto a Prefeitura de São Paulo. O diretor de marketing do Corinthians acredita que a reforma do Pacaembu aconteça em 2010, ano do centenário do Clube.”

http://www.corinthians.com.br/site/noticias/conteudo.asp?id=4181&ca

.

Dias atrás o Lancenet! publicou seu parecer sobre a parceira do Timão neste projeto de reforma da Fazendinha, dizia o seguinte:

“O histórico da Lusoarenas não é dos melhores. Na verdade, a empresa jamais levantou um único tijolo. Até o momento, apenas diversas reuniões com dirigentes, minutas de contratos com cláusula de confiabilidade, projetos ambiciosos e maquetes impactantes. Grêmio, Vasco, Botafogo, Flamengo, Santa Cruz, Sport, Náutico, além dos governos da Bahia e Santa Catarina já iniciaram negociações, mas não viram seus estádios serem modernizados nem suas arenas multiuso serem construídas.”

Considerando a parceira e conhecendo os gestores do Corinthians é quase impossível manter a tranquilidade em relação a este projeto. No mínimo, com o histórico da LusoArenas, o clube necessita de um contrato bem elaborado, com alta multa rescisória que resguarde os direitos do Corinthians no arriscado negócio. Isso para dizer o mínimo! Os administradores envolvidos na negociação poderiam também apurar a informação divulgada pelo Lancenet, no que se refere aos outros clubes que já “negociaram” com a tal LusoArenas. Além do mais, pra variar, questões pairam no ar sem respostas aparentes:

Uma empresa fechará um contrato de reforma de um estádio pra não ter jogo?

Disputará o barateamento do aluguel para shows numa metrópole que já conta com centenas de casas de espetáculos, outros estádios maiores, Autódromo, estacionamento do Anhembi, etc.?

Resta saber se o cheiro de golpe que, juntamente às perguntas sem respostas, paira no ar é oriundo da LusoArenas ou provém da LusoArenas + Diretoria do Corinthians.

Em meio a todo o imbróglio, o torcedor deve estar curioso sobre a recorrente promessa de todo ser que um dia alcançou o posto de presidente do Timão: e o estádio? Pois é, dizem que a concessão do Pacaembu está próxima e isso é o máximo que se pode esperar no momento. Sinto muito por todos aqueles que, junto a blogueira, aguardam por uma casa própria desde os tempos mais remotos.

Anúncios

35 Comentários so far
Deixe um comentário

É brincadeira.
Vão reformar o estádio para daqui a dois anos jogar no Pacaembú (Gênios)
Vai ter camarote para jogos com no máximo 15 mil torcedores. Ddas duas, uma, ou vão jogar clássicos para 15 mil pessoas (perdendo dinheiro) ou os caras compram camarotes pra assistir SCCP contra marília e nos jogos bons, corre pro morumbi pra faturar mais (e aí só otário vai comprar esses camarotes)

É por isso que eu digo: Como são-paulino, só tenho alegrias com o Corinthians

Comentário por Alexandre Baseggio

Sou Corinthiano, e posso dizer isso com propriedade:
“Pode esquecer esse negócio de Estádio”.
Tudo no Corinthians é um parto ou tabu, me digam uma coisa:
A Internazionale tem estádio?
A Roma Tem Estádio?
A Juventus de Turim tem o seu próprio Estádio?
Resposta não.
Sei que o post não é sobre esse assunto mas…
Vamos a outra questão chamada libertadores,
parece que se Corinthians não ganhar a libertadores o mundo vem abaixo.
Já estou farto disso, pois, não vejo ninguém brigar ou clamar por estrutura, algo como um CT digno de Corinthians.
Pois a lógica é essa, antes de ter um estádio e ganhar títulos, tem que se ter estrutura para cobrar dos jogadores.
E quanto a ter o Pacaembu como estádio, eu concordo, só se aumentar o tempo de 30 para uns 80 anos ou mais.
Esqueçam isso de estádio, é balela, e me digam onde se construiria um estádio com as Normas FIFA em são Paulo?
Vamos investir no básico, primeiro.

Comentário por Edgar

Primeiramente Feliz 2009 pra tí muleca, muita força, saude e Paz e é claro paciência, afinal esse lance de estádio para o Corinthians é conversa desde que aprendí a andar. Acho legal reformar a Fazendinha apesar que essa é a conversa de todo presidente qdo promete um estádio e não consegue cumprir o prometido, ao que tudo indica isso é meramente produto de campanha, não acho que isso acontecerá em virtude das eleições, dificilmente teremos um estádio para o Corinthians.

Comentário por Toel

Larissa. Quem voce gostaria que substituisse a Diretoria atual no mes que vem? Ta pertinho ne?

Larissa: Agora você fez uma pergunta difícil, extremamente difícil. Não simpatizo com nenhuma das chapas, pra lhe ser sincera. Todas têm alguns pontos negativos, pessoas que eu não gostaria de ver na administração do clube e o mais importante: nenhuma delas significa renovação. Sempre os mesmos que já estão há anos no clube, que nesses vários anos nada mudaram, se calaram, participaram, etc, etc… Ou seja, democracia até a segunda página. Mas, todavia, te respondo quem eu não gostaria de ver: Andrés Sanchez. Ponto. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

Mesmo que entrem aqueles que conforme vc disse nos enganaram boicotando a MSI?

Porque, pela sua resposta se nao quer o Sanches entao aceitaria o Citadini mandando de novo, certo?

So pra se livrar do Sanches?

Comentário por ToFicandoRouco

A reportagem do Lancenet sobre o Lusoarenas é realmente preocupante.

O interessante nessa história é que mal havia saído na imprensa as notícias sobre essa parceria com a Lusoarenas para a reforma da Fazendinha, a CBF anunciou que a partir de 2011 nenhum estádio com capacidade menor que 20.000 lugares poderá sediar jogos do campeonato brasileiro. Hoje o limite é de 15.000 lugares.

Será uma infeliz coincidência ou será que realmente esse projeto pode sair do papel?

De qualquer forma, se o projeto for adiante, o estádio deve ser reformado com a prioridade para acolher shows. O Corinthians sediaria alguns jogos ali apenas com o intuito de divulgação.

Comentário por Luís Carlos

Larissa, gostaria muito de saber sua opinião sobre um comentário que fiz no seu artigo anterior, que transcrevo a seguir. “”””Feliz 2009 e MUITAS SAUDAÇÕES CORINTHIANAS””””
————-
#

“larissabeppler Disse: para Paulinho:
Janeiro 7, 2009 às 11:41 am

“torcida galinacea”? “curintia”?

E tu aceita isso Paulinho?

Por favor, eleve o nível do teu blog…”

Larissa, esse lamentável comportamento do Paulinho em aceitar/incentivar a avacalhação e deboche por parte de torcedores adversários do Corinthians, segue os mesmo princípios daqueles que eles tanto condena: o número de “hits” do blog do Paulinho aumenta consideravelmente quando fica estabelecida a ofensa e o deboche.

Em compensação, sofri por varias vezes a censura dele por emitir educadamente opinião que de alguma forma “pegava-o no pulo”, quer apontando algum erro ou falando a tão decantada verdade propagada naquele blo.

Há mais ou menos dois anos acompanho o Paulinho com respeito e interesse. Contudo, o comportamento do Paulinho nos ultimos meses é muito triste. Sou absolutamente contra Andrés Sanchez, Dualib, Nesi Cury, além dos diabólicos Kia e Duprat. Mas acho também que Citadini é uma tartaruga é que o Aprobatto é um utópico e hipócrita. Parece que isso eu não posso achar. Sou censurado!

O número de “hits” passou a ser crucial para o Paulinho. Assim, ele compara-se ao Milton Neves que ele tanto critica.

Espero que você mantenha-se fiel aos seus principios.

Um beijo e desculpe o desabafo.

Comentário por Marcos

Ah.. se voce não quiser externar sua opinião publicamente, fique a vontade em envia-la no meu email.

Abração.

Larissa: Eu responderei publicamente a todos os comentários do blog, assim que possível, como sempre costumei fazer. Estou em período de férias do blog, mas com a vida um tanto atribulada. Mas pode deixar que responderei. Abraços alvinegros.

Comentário por Marcos

SOBRE A REFORMA DA FAZENDINHA E O ARRENDAMENTO DO PACAEMBU

O Corinthians está em uma encruzilhada:

por um lado, ele assiste o São Paulo nadar de braçada e impor o Morumbi para a copa de 2014, passa mais algumas décadas jogando clássicos e decisões no estádio tricolor, o que vai tornar o clube dono do Morumbi cada vez mais forte economicamente;

ou, por outro lado, o Timão aproveita a onda de investimentos que, independente da crise financeira, a copa de 2014 vai provocar, e engata a construção do seu novo estádio, o que catapultaria o clube para a posição de maior potência econômica do Brasil, graças à força de sua torcida.

Parece que a direção corinthiana, infelizmente, já escolheu a primeira opção.

Comentário por Luiz

Olá!

Apenas para constar:

– a Lusoarenas pertence ao senhor Antônio Espírito Santo, renomado empresário português que só vai iniciar a atuação na construção civil brasileira agora em 2009.

A primeira e grande associação é com a construtora Sintra. O senhor Antonio será o incorporador e a Sintra a construtora de vários projetos.

Novamente, a imprensa elitista desde 1910, fazendo o possível para melar qualquer tentativa de modernização do clube.

E a massa de torcedores entrando na onda.

P.S.: sou consultor de negócios imobiliários do maior banco sul americano e a Sintra é minha cliente.

Comentário por Ronaldo

Então…
Vão começar as obras primeiro pra depois ver qto é que vai custar ?
Acho que já começou errado isso….

Comentário por Márcio Lopes

Impressionante como tem gente que cai nas provocações da “mídia”.

O Corinthians sempre teve o seu estádio, é a Fazendinha. Ocorre que a sua imensa torcida não cabe nele, e daí dizem que o Corinthians não tem estádio.

Dito isso, eu seria a favor de uma reforma na Fazendinha sim, desde que se aumentasse a capacidade para pelo menos 30 mil lugares. Se isso for impossível, que se reforme e use o campo como CT, com instalações adequadas. Reformar para manter a capacidade é simplesmente jogar dinheiro no lixo, pois não poderá ser usado em quase nenhuma partida.

Sobre o Pacaembu, só aceitaria sob duas condições: 1) Permissão de reformas estruturais visando uma manutenção ou aumento de capacidade e 2) Aumento do tempo de concessão para 50 anos, renovável por mais 50. Como o Pacaembu é patrimônio histórico tombado e as reformas são altamente restritas, isso ficaria inviável.

Infelizmente a atual diretoria corinthiana perdeu o bonde, porque agora em tempos de crise dificilmente arranjará investidores. A não ser que o Kia possa contribuir, já que ele continua colocando dinheiro no clube…

Comentário por Pachecão

Estou entusiasmado com o fim de 2008 e inicio de 2009. Explico.
1) A contrataçao do Fenomeno desmascarou uma revista de projeçao nacional e que sempre tratou o Timao com desprezo. Todo mundo ta pisando em ovos para duvidar da gente.
2) Ronaldo, rico, nao precisa de mais nada pra viver, escolheu o Corinthians, quando todo mundo so esnobava o Timao casos do Jean Carlos que foi pros Bambis e se estrepou.
3) O Moraes veio e o Tita tirou uma com a nossa cara chamando nosso time de pequeno e de segunda. (a lei do retorno veio rapidinho)
4) O Timao deu um tombo no Sondas, o mesmo que ROUBOU, isso mesmo ROUBOU o Nilmar da gente e deu para os gauchos que entregaram para o Goias. Esperneou mais levou o troco.
5) Agora vem a melhor para começar bem o ano:
colei do Globo.com

“Malucelli procurou o Corinthians motivado por pesquisa encomendada pela Gazeta do Povo, que confirmou que o Timão tem a maior nos limites paranaenses.

– Estava conversando com o São Paulo, pois tenho amizade com o diretor Marco Aurélio Cunha, mas o resultado da pesquisa nos fez ver que o Corinthians era a melhor opção – lembrou o dirigente, que, a partir daí, abriu conversa com o diretor de marketing do corintiano, Luis Paulo Rosenberg, um dos responsáveis pela contratação de Ronaldo, o Fenômeno.

Com o mercado da bola inflacionado, ele acredita que a arrecadação dos jogos é a salvação para os clubes de médio e pequeno porte. Nesse critério, a sociedade seria um prato cheio.”

Tombo no time da GRIFE. Estavam fazendo o maior aue, e a midia elogiando e agora????? com a gente eh negociata??? akakakakakakakakak

Bom, para finalizar estou esperando a melhor, e definitiva
O patrocinio na camisa que vai se visto nos mais distantes rincoes do planeta em todas as Tvs do mundo, a cada gol do Fenomeno.
Eiiiita nois…
Podem me chamar de tonto alienado o que quiserem mas eu sempre acredito..
Saudaçoes alvinegras com muito orgulho, sempre.

Comentário por ToFicandoRouco

Olha, eu até me orgulho e me preocupo com concessão do Pacaembu.

1- Na minha humilde opinião, toda a historia que aquele monumento carrega o torna ainda mais bonito do que já é. Sendo assim, o estádio mais bonito do Brasil.

2- E por esse mesmo motivo, trazer essa responsabilidade toda para um clube é meio perigoso. Como para mover uma palha você deve pedir autorização a meio mundo de gente, tomara que nenhuma sandice venha a ocorrer.

E sem fugir muito do assunto, nessas minhas pequenas férias em Sampa, pude ir ao museu do futebol que fica no Pacaembu.

Caramba!!, como eles conseguiram fazer um museu tão moderno, cativante e inteligente!! Sem palavras…
Somente R$ 6,00 reais, e quando eu puder, irei novamente com uma maquina fotográfica.

Impressionante!

Comentário por Gabriel Paulino da Silva

Larissa, o Pacaembu é a nossa casa, é o nosso estádio. Quem esteve lá em momentos decisivos e marcantes como – só para ficar no período recente – a goleada sobre o Cianorte, o jogo contra o Brasiliense e a homenagem ao Marcelinho, o acesso pra série A… (são tantos!) sabe disso. Sente isso.

Dá para fazer uma grande modernização sem gastar um centavo. É só angariar bons parceiros para a licitação que a Prefeitura será obrigada a abrir na hora de fazer a concessão.

Sobre a reforma da Fazendinha, sou contra. Um estádio de 15 mil lugares, por mais moderno que seja, não é suficiente. A idéia de usar como casa de shows também não é válida. Para shows com grande público, que necessitam de espaços abertos, a preferência vai ser sempre por Pacaembu e Morumbi. Shows menores são feitos em locais fechados, como o Credicard hall, por exemplo.

O contrato com a Lusoarenas (empresa que não inspira nenhuma confiança) devia, já que foi feito, tratar de modernizar o Parque Ecológico do Tietê, implantar alojamento e escola para os moleques da base terem melhores condições, etc.

Essa reforma me parece um desespero do Sanches, que tal como fazem os políticos mais baixos, está apresentando uma obra meia boca em época de eleição.

Bjs

Comentário por Rafael Pacheco

Alguém pode me dizer: por que tudo no Corinthians cheira mal???

Comentário por Heloisa

Heloisa. Vc. sabe porque. Aquela dorzinha que aparece nas junçoes entre o braço e antebraço entende?

kakakakakakakakaka

Comentário por ToFicandoRouco

Ao Pachecao ae de cima. Ta vai firme que cola.
A contrataçao do Fenomeno tambem foi meia boca ne?

Se eh pra fazer media eleitoral essa foi de derruba o queixo, ou foi meia também?

A verdade que os antis estao apavorados.

Comentário por ToFicandoRouco

Heloisa. Mais uma. Essa nota da Lusoarena, mostra o drama.

Eles mesmos afirmam que a empresa nao fez nenhum projeto no Brasil e ja insinuam que eh inidonea e trabiqueira. Isso eh fundamento ou ma vontade?

Vamos ser o primeiro so pra calar essas boquinhas rotas.

Chegam a ser ridiculos como incomoda ate se o Timao amanha for inaugurar um quiosque na praia. Vao falar que eh mutreta.

Durma-se com um barulho desses.

Nao sei quem disse que no Timao existe uma guerra Santa, com intifada e terrorista, tudo a que tem direito.

Parece que no Timao habitam (habitam?) arabes e judeus, resumindo isso nao tera fim.

Meu deus do ceu, sou catolico.

Comentário por ToFicandoRouco

Realmente, muito estranho o atual comportamento da diretoria do Corinthians nessa questão de estádio.

Todo mundo sabe que os bambis morrem de medo que o Corinthians construa um estádio grande. Seria quase que a falência deles, porque, sem a Fiel, o Morumbicha é deficitário.

Com a realização da Copa de 2014 no Brasil, seria INEVITÁVEL A CONSTRUÇÃO DE UM NOVO ESTÁDIO NA CIDADE DE SÃO PAULO. São Paulo é a maior e mais importante cidade do Brasil, e não possui nenhum estádio que preste. São todos velhos e, com exceção do Morumbicha, pequenos.

É importante dizer que aquele papo de que “estádios modernos têm que ser arenas para 40 ou 50 mil pessoas” é balela no caso de São Paulo. Isso aí é estádio para Curitiba ou para cidades européias. Não dá para comparar com São Paulo, que tem uma população de 20 milhões na área metropolitana e uma torcida como a Fiel! A nossa realidade é outra.

Voltando aos estádios de São Paulo: o Pacaembu é confortável, mas está ultrapassado, é pequeno, além de tombado, o que inviabiliza grandes reformas; o Chiqueirão vai ser modernizado, mas vai continuar pequeno; o Morumbicha não tem jeito, é ultrapassado, desconfortável, inseguro e tem problemas estruturais sem solução; a Fazendinha é pequena demais.

A solução clara, cristalina, necessária, seria a construção de um novo estádio na cidade. E não adianta falar da crise econômica. VÃO SER CONSTRUÍDOS NOVOS ESTÁDIOS. Em qualquer lugar do mundo foi e continuará sendo assim. A Copa do Mundo é o evento esportivo mais importante que existe, e só acontece de 4 em 4 anos. Não se concebe realizá-la em estádios remendados. Em todas as copas são realizados investimentos de infraestrutura e são construídas novas praças esportivas. É bom para o futebol e bom para a economia, em nível internacional (não se esqueçam, vivemos em uma sociedade global).

Dos novos estádios que serão construídos no Brasil, nenhum é mais necessário do que na capital paulista. Mas, aí, ocorrem dois problemas: primeiro, o novo estádio, fatalmente, acabaria vinculado ao clube mais importante da cidade e do Brasil, o Corinthians, pelo fato de ser o mais carente de uma grande arena – o que os anticorinthianos, simplesmente, não admitem; segundo, provocaria a já citada falência dos bambis, o que provocou uma reação forte deles nos bastidores (onde sempre tiveram muita força).

É por isso que a prefeitura de São Paulo, através do Kassab e do Feldman (detalhe: os dois são bambis) passou a querer empurrar o Pacaembu para o Corinthians. A coisa é tão descaradamente para favorecer o São Paulo, que o Juvenal Juvêncio e o Marco Aurélio Cunha defenderam a proposta da prefeitura!

E o pior: o Corinthians se interessou!

O Corinthians conseguiu em 2008 o voltar, com brilho para a Série A; disputou a final da Copa do Brasil, e só não ganhou porque foi assaltado (com direito a tiro) na Ilha do Retiro (onde o Sport ganhou com um gol impedido e com um pênalti não marcado sobre o Acosta); fechou o maior contrato de patrocínio do país, com a Medial; contratou o Fenômeno, o que foi notícia no mundo todo.

Só que o comportamento que o Andrés Sanchez e o Rosemberg estão tendo na questão do estádio vai apagar tudo de bom que foi feito até agora. Estão praticando um crime contra o Corinthians. E a coisa parece consciente porque, no mesmo dia em que os bambis foram reforçar o lobby no Palácio do Governador, o Corinthians anunciou essa reforma da Fazendinha.

Pô, reformar para que? A torcida do Corinthians não cabe ali! Só vai servir para jogo sem importância, ou seja, se o Corinthians estiver eliminado e cumprindo tabela. É para isso que contrataram o Ronaldo? E a Libertadores? Não dá para jogar ali! Os bambis não deixaram nem o Atlético-PR jogar na Arena da Baixada, que é bem maior que a Fazendinha!

E quer dizer que o Corinthians vai chegar no ano do centenário, em 2010, com dois estádios, a Fazendinha e o Pacaembu, que não valem por um? Ao invés de estarmos construindo um estádio que possa comportar a Fiel em todos os clássicos e decisões?

Está errado! Os corinthianos não podem aceitar isso!

Comentário por Cláudio

[…] Diretoria do Corinthians. Em meio a todo o imbróglio, o torcedor deve estar curioso sobre a …… post completo indexado a partir de http://feeds.technorati.com/search/juntamente Rating 3.00 out of 5 […]

Pingback por Reformando a Fazendinha « Corinthians: Preto no Branco | Splog

Reformar Fazendinha é piada, o estádio não comporta nem treino do Ronaldo.
O Pacaembu também é pequeno para o Corinthians. Se o São Paulo, Flamengo, Fluminense, Inter, Grêmio, Atlético, Cruzeiro – todos com torcidas menores do que a Fiel – jogam em estádios maiores do que o Pacaembu, porque o Corinthians tem que se sujeitar a jogar no estádio municipal?
o Corinthinas está dormindo no barulho de quem quer que o Morumbi seja escolhido para copa de 2014.

Comentário por Ailton

Heloísa,

Porque a grande maioria dos corintianos cai nessa.

É só ver o blógui do desonesto Paulinho. Comprado por Roque Citadini (sim, o mesmo que por anos esteve ao lado de Dualib e suas falcatruas) e toda a oposição corintiana, despeja toda sorte de denúncias. Toda ação da atual direção vira ato desonesto. Mesmo que a fonte de tal pretenso jornalista, seja “alguém de dentro do Parque São Jorge”.

Muito conveniente. Com base em “me disseram”, o nome do Corinthians vai para lá e para cá com direito a páginas e páginas de escândalos que, em 99% dos casos, dão em nada, sem qualquer lembrança da mídia elitista desde 1910.

Sugiro que leia o livro Corinthians, O time da Fiel.

Lá há uma breve explicação história do porque o Corinthians incomoda tanta a elite, desde 1910.

Abraços!

P.S.: não sou da política corintiana e não defendo Andres. Apenas admito, como ser racional que sou, que há chance de haver corrupção ou não. Mas meu juízo demanda provas, demanda ações e condenações. Se não passar disso, vira denuncismo barato, oportunista e eleitoreiro. Do que já estou farto, sobretudo, com o meu time.

Comentário por Ronaldo

Alguém aí poderia me dizer pq os torcedores contrários ao CORINHTIANS não vão , por ex, questionar o pq do Morumbi jogar desde sua inauguração, os seus esgotos no córrego ? Ou pq um time de primeira divisão como o Palmeiras protagoniza um episódio de várzea como o do gás pimenta no vestiário ? Resumindo, vão cuidar dos seus problemas, que são muitos…

Comentário por LUIS

Sobre o projeto em si, já passou da hora de reformar a Fazendinha, bem como todo o Parque São Jorge. E pelo pouco que foi divulgado, a idéia é fazer um estádio/arena pra 15- 20 mil lugares. Não um estádio apenas. Entenderam ? O cara que comprar camarote vai alugar para os eventos que serão realizados lá, não para assistir Corinthians x Marília. Aguardemos para ver o detalhamento do projeto, pois…. Já o arrendamento do Pacaembu é um erro grave. Primeiro pq vem apoiado pelo Bambi-Mor, o dissimulado JuJu. Segundo pq tem apoio da Prefeitura, que quer é se livrar do custo de manutenção. E terceiro pq não vai resolver o nosso problema, pq com esse valor ( 200 milhões garantidos para investimento) dá pra partir para o estádio próprio.
O Pacaembu é hj um misto de clubinho de ricos pão-duros, estádio da Fiel e Monumento Paulistano. A Prefeitura é que tem botar ordem e decidir o q vai fazer com essa encrenca. Sem o Corinthians despejando dinheiro lá (como faz hoje) quero ver como vão manter aqueles monumentos ao atraso (ginasios e piscina) e o clubinho dos ricos de mão-de-vaca….

Comentário por LUIS

A FAzendinha tem q ser reformada sim, ta um lixo aquilo la…
Ela nao serve so pra jogo nao, podemos alugar e pra treinos de luxo com a arquibancada lotada…Reforma Urgente, ainda mais q será de graça pra nos

Comentário por Marcus

Na manhã desta terça-feira, o secretário municipal de esportes, o sãopaulino Walter Feldman, concedeu uma longa entrevista no programa “Jornal Gente”, da Rádio Bandeirantes, onde tratou do cogitado arrendamento do estádio do Pacaembu para o Corinthians.

Talvez pelo nervosismo de tratar, ao vivo, de uma tema que ele mesmo reconheceu ser polêmico, Feldman acabou caindo em contradição, sem contar a gafe que cometeu.

A GAFE. Ao defender a opção Pacaembu como estádio corinthiano, Feldman disse que “não existe lugar para construir estádio na cidade de São Paulo”.
(Afirmação claramente descabida. Vários estudos concluíram pela existência de diversos locais na cidade que comportariam grandes arenas esportivas. Vale lembrar também que, há pouquíssimo tempo, foi inaugurado um novo shopping center em São Paulo, na Av. Francisco Matarazzo, praticamente do lado de outro grande shopping center, em região densamente povoada, e com o trânsito já sobrecarregado.)

Mas a gafe veio a seguir, quando Feldman acrescentou que “Itaquera é muito longe; apesar de ter metrô, lá não vai ninguém” (caso fosse construído um estádio).

Que história é essa que, em Itaquera, “não vai ninguém”? Para começar, já tem muita gente (mesmo) na região. Segundo, como o secretário reconheceu, a região é servida por metrô, que é o melhor meio de transporte de massa, ideal para jogos de futebol. E, para arrematar , é muito mais justificável investir na infra-estrutura de Itaquera e região do que no Morumbi. Um grande estádio em Itaquera, servido pelo incremento de vias de acesso (para aliviar a Radial Leste), seria um poderoso catalisador do necessário desenvolvimento econômico da região.

A CONTRADIÇÃO. Para não exacerbar os ânimos dos anticorinthianos, contrários a qualquer negócio que possa beneficiar o clube do Parque São Jorge (o que nem é o caso, aliás), Feldman fez questão de reafirmar que não se trata de transferência a título definitivo para o Corinthians, e sim de arrendamento por prazo limitado, ainda que com opção de prorrogação. Foi quando Feldman deixou escapar que, findos os vinte ou trinta anos de arrendamento, “o Corinthians devolveria o Pacaembu e poderia então fazer o seu estádio”.

Quer dizer que agora, em 2009, não se pode fazer um novo estádio em São Paulo (mesmo que haja a necessidade, por causa da Copa – 2014), e daqui a algumas décadas haverá essa possibilidade? Por quê? Vai cair uma bomba na cidade e vai diminuir a população? Ou vão cobrir São Paulo e fazer um segundo andar?

E MAIS. Na entrevista Feldman disse ainda que, além da ferrenha oposição da população vizinha do Pacaembu, que utiliza as dependências do estádio como academia particular, o arrendamento do estádio para o Corinthians também sofre objeção do Palmeiras, que pretende utilizá-lo nos próximos dois anos, período das obras de modernização do Palestra Itália.

Assim, Feldman informou que, caso ocorra o arrendamento, o Corinthians não poderia iniciar as necessárias reformas antes de transcorridos dois anos. Ah, o custo da reforma do Pacaembu, segundo Feldman, seria de 200 ou 300 milhões de reais (incumbência de conseguir o montante cabendo ao Corinthians). Sim. Praticamente, o preço de um estádio novo.

Por mais absurdo que possa parecer, Feldman afirmou haver convencido o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, a aceitar o negócio, o qual teria mudado a sua concepção do Pacaembu, que passou de “opção Z” para “prioridade total”, quanto a ser o novo estádio corinthiano.

Foi lembrado, também, que o Santos se inspirou na idéia corinthiana de fazer um amistoso de apresentação da equipe, e marcou para o próximo domingo (um dia após o jogo do Corinthians contra o Estudiantes) a sua partida amistosa, no mesmo Pacaembu. O clube santista também marca sua posição, dessa maneira, de usuário do estádio.

OU SEJA. Não obstante a PPP entre a prefeitura paulistana, dos sãopaulinos Kassab e Feldman, e o São Paulo Futebol Clube, em prol da candidatura do Morumbi como estádio paulista a receber os jogos da Copa – 2014, a manobra de eliminar o “Risco Corinthians” (a viabilização de um novo estádio alvinegro, aproveitando o mote da copa) , através do “sossega-leão” que seria o arrendamento do Pacaembu, parece fadada ao fracasso.

Senão pelo tirocínio dos dirigentes corinthianos, que se mostraram receptivos à proposta apresentada (se por convicção mesmo ou para dissimular, politicamente, suas reais intenções, ainda não se sabe), pela decisiva reação contrária de grande parte da sociedade: os vizinhos do Pacaembu, que não querem perder seus privilégios; Palmeiras e Santos, para preservarem seus interesses ou barganharem vantagens; os anticorinthianos, que são sempre do contra; e por fim, a quase totalidade da Fiel torcida, que se deu conta do caráter capcioso da transação em andamento.

Comentário por Ailton

Vou escrever aqui pra ser cobrado depois. Essa reforma da Fazendinha, vai se pagar em apenas um jogo. O da inauguração. 15.000 lugares, camarotes, placas de publicidade, e venda do amistoso pra TV.
Olhem bem o que estou escrevendo. Isso vai se pagar em apenas 1 jogo.
Infelizmente na internet o que tem de metido a entendido de todos os assuntos eh uma barbaridade.
Entendem de marketing, de engenharia contabilidade, contrataçoes e tecnicos em potencial.
Acho que tao perdendo tempo escrevendo em blog, porque nao assumem alguma profissao naquilo que dizem ser tao bons?

Comentário por ToFicandoRouco

Larissa, o Ronaldo ai em cima mandou bem. Agora mesmo passei pelo blog do Paulinho e há várias denuncias contra a atual administração do clube, que até podem ser veras, mas acabam caindo no vazio, pela maneira sensacionalista como o blogueiro coloca.

Por outro lado há um post do Paulinho, rasgando seda em cima do Hernandes, só por que ele foi elogiado por um tablóide inglês. Por acaso o Paulinho sabe quem são os donos desse jornal? Quem são os verdadeiros investidores? Ele foi lá na Inglaterra conferir se no endereço (se é que dão algum), realmente existe algo? E o capital de onde vem? Aliás, ele checou se essa reportagem realmente existiu? Perguntas que não podem ser respondidas, pois como todos na internet já sabem, o Paulinho é o blogueiro que tem medo.

Provaremos num futuro próximo, que existem muitas coisas por trás dessa reportagem. Aguardem.

PS. Não era a intenção, mas não deu pra resistir.

Comentário por David Emmanuel

Nao confundam como defesa da Diretoria atual, mas que a muito tempo a gente nao lia essas coisas, nao da pra nao trazer aqui para o blog da Larissa, coisa tao gostosa de ouvir, ou melhor ler:

“Para o erro comum, rara desculpa!
O Blog do Emerson Gonçalves, que é colunista do Olhar Crônico Esportivo do Globoesporte.com, fez uma postagem refletindo sobre as finanças do Corinthians afirmando que o clube não receberia os mesmos valores da temporada passada nos contratos de TV, entre outras afirmações equivocadas, quem sabe baseado nas afirmações de outros blogueiros desinformados.

Contudo, o leitor Donato Votta ponderou as afirmações, rebatendo-as e causando uma reflexão ainda maior de Emerson Gonçalves que foi atrás da VERDADE. Ao descobrir que estava equivocado e que cometeu vários erros, reconsiderou-os e fez as devidas correções, dando o braço a torcer e ainda exaltou a transparência que o Corinthians tem, única entre os clubes brasileiros.

Na resposta, vale ressaltar que houve um pedido de desculpas, mas que veio junto com um elogio do qual os torcedores do Corinthians realmente podem se orgulhar nesta nova fase do clube: A Transparência Financeira!

“No mais, tudo isso é uma prova cabal da importância que tem a política de transparência adotada pelo Sport Club Corinthians Paulista desde o final de 2007. Para quem escreve a respeito ou simplesmente tem curiosidade, chega a ser impensável a facilidade de conhecer esses números. Basta ir ao site, e sem senha, sem segredos, sem indicações de Dr. Fulano ou Conselheiro Beltrano, lá estão os números. Ora bonitos, ora feios, isso não importa, o que vale é o fato de estarem lá, disponíveis. O fato de facilitarem o trabalho de quem escreve a respeito é irrelevante diante do que é o mais importante: uma prova de respeito ao torcedor, prestando contas regularmente de como está o clube de seu coração.”, cita Emerson Gonçalves no seu texto de desculpas.

Obviamente que a transparência torna-se uma vitrine para alvos, mas evita que certos “boatos” circulem por semanas na mídia, já que o acesso à diretoria do clube é aberta a todos, bem como seus VPs estão acessíveis até para o torcedor comum, coisa que é impressionante, tendo em vista que em qualquer outro clube, até mesmo no Corinthians da era Dualib, tudo é nebuloso, secreto, obscuro e é necessário ser “conivente” para se ter algo para publicar, situação contumaz para quem faz a cobertura jornalistica de outros grandes de São Paulo. Será que é por isso que não se tem notícia ruim ou críticas à administração do rival?

Emerson finaliza seu texto dizendo: “O Corinthians, ao menos que eu saiba, é o único clube brasileiro a ter essa política. Gostaria que os demais adotassem o mesmo modelo, ou parecidos, cada um ao seu jeito, pois tornaria muito mais fácil entender a realidade de nosso futebol.”.

Pois é Emerson, pior são aqueles que fazem matérias completas baseadas na suposição. Nós que somos amadores, escrevemos despretenciosamente, com erros ortográficos, apenas por paixão e informação, até podemos especular, discutir sobre o que se diz na boca pequena, mas jornalista mesmo tem de exercer sua atividade para o qual estudou anos, que é a investigação e mais do que isso, o compromisso com a verdade, doa a quem doer, e quando se erra, saber reconhecer o erro e não apenas ignorá-lo.

Parabéns ao Donato Votta, parabéns ao Emerson Gonçalves, parabéns novamente ao Corinthians!

Abaixo os links para as colunas, o primeiro texto e a retratação:

Olhar Crônico – Para o Corinthians, o céu ou o inferno em 2009

Olhar Crônico – Correções e Transparência
colunista: marcelo lima às 09:57 “

Comentário por ToFicandoRouco

Larissa, sei que esta de ferias, mas quando voltar nao pode deixar de fazer um post com esse assunto.
Eh simplesmente incrivel o que esses caras do Jardim Leonor fazem para valorizar seus patrimonios.

Vc, viu os comentarios sobre o Ernanes, maior promessa do mundo, etc e tal, que os caras do Morumbi estao desesperados para vender e tapar o buraco de 18 milhoes no ano passado?

Entao eh pra cair de costas essa materia que colei:

“A incrível história de Masal Bugduv
por Marcelo Damato

blog escrito por sugestão do leitor Pedro Martins

O jornal “The Times”, de Londres, pagou um dos maiores micos de sua história. Na sua lista de 50 maiores promessas para o futebol mundial, um jogador simplesmente não existe. Trata-se do moldavo Masal Bugduv, do Olimpia Balti. O clube é real, mas o atleta foi inventado.

Os seus criadores lançaram o nome quando a Wikipedia lançou sua versão em moldavo. O O artigo descreve um garoto de 16 anos, meio-campista, com habilidade fora do normal.

Mais tarde, num blog em inglês, postaram como comentário que Bugduv estava sendo pretendido por clubes ingleses. Em julho passado, criaram um fã-blog, o “masalbugduv.blogspot.com” com uma única notícia, a de que ele havia ido para Londres para assinar com o Arsenal. Nos meses seguintes, os criativos farsantes e a mídia em geral ocasionalmente foram citando o “jogador” e reforçando o mito.

Vários sites, TVs, revistas, jornais, como BBC, Independent, When Saturday Comes e Goal.com publicaram notícias sobre ele, mas sempre pequenas e sem chamar atenção.

Até que o colunista do The Times teve a idéia de incluí-lo na lista dos melhores jovens do mundo. Isso chamou demais a atenção e o pessoal do site soccerlens foi atrás e distribuiu a fraude.”

Resumindo, lista obviamente fajuta e com objetivos nada honestos.

Mas, a midia Bambi com certeza vai abafar.

Enquanto os jornaleiros corinthianos desvalorizam os nossos patrimonios olha a diferença.

Boas ferias e retorne logo.

Comentário por ToFicandoRouco

Retorne logo. Aguardo mais comentários racionais sobre a parceria MSI.
Isso é um saco pra vc, reconheço. Mas o que acontece com o tal Paulinho??? Segundo ele, íamos para a série C. Ganhamos a B e ele prontamente veio com a justificativa: obrigação, os times eram muito fracos. hã, hã…Depois veio com a conversa que os jogadores que foram indicados pelo Mano em 2009: questionáveis. Olhe o blog dele hoje: ele diz que somos favoritos para o Paulista e para a Copa do Brasil e que o time é promissor. Parou de falar que o Ronaldo não vai nem estrear. Parou de dizer que nas eleições a vitória da oposição é certa.
E ignora solenemente a performance do time júnior na Copinha SP, que acaba de passar às semifinais, goleando o Flu (fora o show). Aliás, passou a ignorar a partir do momento que o time passou a ganhar.
Afinal, pra vc, que acho que já falou com ele: qual é a dele??? É envolvido mesmo com algum dos lados nas eleições??? Ou só quer mesmo agitar para algum tipo de promoção pessoal???

Comentário por Carlos

Parabéns pelo blog, muito bom…
Precisamos agir como CORINTHIANS GRANDE, como diz o hino, mas parece que o Andrés não consegue entender que ter um estádio do tamanho que a fiel merece é o mais correto, o terreno da Telefonica está lá prontinho, que tal uma parceria???
Precisamos de criatividade e parceiros consistentes, somos o CORINTHIANS, tá faltando competencia para resolver essa história de estádio…fiz um blog só para tratar desse assunto , se puder visitar , agradeço … http://arenadotimao.blogspot.com/
Abraço….

Comentário por Josué de Santa Barbara Filho

Você voltou e o nível da internet também melhorou. Sobre o primeiro jogo as coisas já foram ditas e reditas por aqui.

Concordo quando você diz que a arbitragem foi ruim e a preocupação é mais lá na frente, e acredito que nada mudará esse ano em relação ao que passou.

O queridinho da mídia já exigiu duas retratações da FPF, no caso dos cartões de RC, onde podem até ter razão, mas o fato foi explorado pela imprensa rosa como se fosse um complô mundial para derrubar os bambis. E o mais ridículo, exigindo a mudança de um fato histórico, que é facilmente comprovado por jornais e publicações da Época (vale o trocadilho).

O Palmeiras ainda está quietinho no canto dele e fará igual ao ano passado, usará suas “influências” na hora certa e o Santos continuará a ser o time da baixada, e assim como a Lusinha, será auxiliado ou prejudicado de acordo com as conveniências.

E espero que por aqui as coisas também continuem como antes, sempre em defesa do nosso Coringão, aplaudindo e vaiando nos momentos certos não importando a quem seja, o que pra mim é mais uma qualidade deste Blog.

PS. Legal, existem 33 comentários até o momento em que coloco o meu, sinal que neste ano as opniãos serão mais abrangentes ainda.

Comentário por David Emmanuel

[…] Reformando a Fazendinha « Corinthians: Preto no Branco […]

Pingback por Itaquera » academia em itaquera contrata




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: