Corinthians: Preto no Branco


Ingressos:
fevereiro 3, 2009, 4:07 am
Filed under: Uncategorized

Argumentos vazios em detrimento dos fatos concretos

É de conhecimento geral que a diretoria corinthiana majorou o preço dos ingressos para o torcedor que frequenta o Pacaembu, principalmente para os melhores setores do estádio.

As numeradas amarelas, laranjas e o setor VIP sofreram poucas melhorias, na realidade só o VIP conta com algumas poucas regalias (que nem se comparam as de estádios como o Morumbi, que tem ingressos mais acessíveis), mas os preços estão impraticáveis para quaisquer das três opções: R$100, R$70 e R$150 para amarela, laranja e VIP, respectivamente.

As justificativas são várias, absurdas e priorizam os argumentos vazios em detrimento dos fatos apresentados.

Claro que a torcida – inclui-se aí a blogueira – reclamou, enviou emails e protestou contra os preços abusivos. Os responsáveis pela ouvidoria do clube alegam algumas razões e, acredite, até vantagens no aumento dos benditos ingressos, são elas:

– A majoração foi necessária para se evitar que os ingressos fossem adquiridos pelos cambistas.

Como muito bem replicou um corinthiano: “Do ponto de vista lógico, é a maior bobagem que um grupo de executivos pode dizer. Caro ou barato, o cambista atua quando há demanda. Os cambistas somem se as pessoas deixam de ir ao estádio, o que já está ocorrendo. Em suma: sem cambistas, mas sem público.

“Os corinthianos de verdade são aqueles que procuram ajudar o Clube nas situações mais difíceis, e é neste momento que precisamos deles!” – Acredite se puder, essa foi uma das respostas enviadas pelo departamento de marketing, ou seja, se você, corinthiano de coração desde que se conhece por gente, não compactuar com esse aumento absurdo porque a situação do país, a crise econômica mundial, etc. não permitem, ou até mesmo porque você acredita que seja um desrespeito com o torcedor que compareceu a todos os jogos do time na Série B, você não é um corinthiano de verdade na opinião dos nossos ouvidores.

“O investimento que foi realizado por esta diretoria não foi pequeno, montamos um esquadrão de primeira linha, tanto que os torcedores poderão ver o Ronaldo em campo com a camisa do Timão.” – Vemos, então, mais uma justificativa esdrúxula, já que contratações espetaculares (?) devem ser pagas com dinheiro, por exemplo, das cotas de patrocínio e o marketing, ao invés de “enfiar a faca” no torcedor, deve desenvolver ações que reflitam na questão mercadológica, trocando em miúdos: trabalhar a valorização da marca e imagem do clube para a maximização e a captação de receitas.

– Por fim, com regularidade, pode-se ouvir a alternativa: “Faça um plano Fiel-Torcedor, agora tem o plano Meu Ingresso, facilitou”, plano que a blogueira fez, diga-se de passagem. Plano que foi elogiado aqui neste blog, onde agora será aberto um parênteses para uma breve consideração:

1 – Em 2008 o torcedor tinha de fato um desconto, já em 2009, como alguns setores tiveram aumento de até 200%, o corinthiano está pagando mais caro sendo Fiel-Torcedor do que pagava pelo ingresso inteiro no ano anterior. Ademais, para conseguir o desconto máximo do plano (30%) o torcedor necessita adquirir oito ingressos de uma só vez.

Por fim, segue a análise do público e renda da quarta rodada do Campeonato Paulista (estes dados também foram enviados ao Departamento de Marketing):

Público e renda do jogo São Paulo 0 X 2 Santo André pela quarta rodada do Paulistão no Morumbi, um estádio muito menos acessível que o Pacaembu:

Renda: R$ 341.905,00
Público: 14.253 pagantes

Valor do Ingresso: os preços variam de R$15, R$20, R$30 (grande maioria dos setores), R$70 (Premium VIP), R$150 (VIP com Open Bar).
.

Agora os números do Corinthians pela mesma quarta rodada, numa tarde ensolarada de sábado, no Pacaembu:

Renda: R$ 318.458,00
Público: 14.957 pagantes

Valor do Ingresso: R$20 (arquibancada), R$70 (cadeira laranja), R$100 (numerada descoberta), R$150 (setor VIP)

 Resultado: o Corinthians obteve uma renda inferior, mesmo com público superior ao do rival, isto porque aboliram os preços médios e acessíveis, criando um abismo entre o ingresso mais barato e a segunda opção. Esses números demonstram claramente que o ingresso de meio termo (R$30, R$40, ou R$50 Reais) está fazendo falta ao Corinthians. Enquanto equipes como São Paulo e Flamengo lucram com ingressos a preços médios, a diretoria alvinegra aboliu essa categoria em seus jogos como mandante, com isso, só conseguirá desvalorizar e “sampaulinizar” a torcida, que por livre e espontânea falta de opção, terá de comparecer só a jogos importantes.

Este post se encerra com o pedido de um corinthiano:

– “Cartolas, ouçam os torcedores e valorizem sua presença no estádio. Marketing inteligente é o que valoriza o consumidor.”
 
 
 

 

Anúncios

51 Comentários so far
Deixe um comentário

Muito bem…
Pegando uma carona no finalzinho do texto:

“Cartolas: ouçam os torcedores e valorizem sua presença no estádio. Marketing inteligente é o que valoriza o consumidor”

O próprio conceito de marketing – que o Rosemberg deve estar careca de saber – é que toda e qualquer ação negocial deve ter como ponto de partida o cliente.

Ou seja pautar uma plítica de precificação de seu produto final pelos custos de produção é, realmente, um tiro no pé, daqueles que deixa qualquer organização sem ter como andar.

Abraços.

Larissa: Não acrescento, nem retiro uma vírgula. Perfeito. Abraços alvinegros.

Comentário por Plínio Azevedo

Muito bom o texto.

A laranja a R$40,00 eu já achava caro, agora eles ainda aumentaram!

O corinthiano é fiel ao seu time, mas acima de tudo é fiel a sua família e seus filhos, não pode fazer loucura pra ir ver o time jogar e pior toda semana. Os dirigentes estão explorando o fanatismo do corinthiano para ganhar dinheiro e isso é errado.

Beijos

Larissa: Com certeza as pessoas tem outras prioridades na vida, de fato um pai de família comum não pode desembolsar cerca de um salário mínimo para levar filhos e esposa aos estádios, como se via bastante no setor das numeradas, que agora estão vazias. Imagine isso toda semana? Impraticável. Abraços alvinegros.

Comentário por Marco Alves

Sobre uma das justificativas:
Este processo de adesão ao Fiel Torcedor tem que ser implantado de forma gradativa, e não abusiva e imediatista, forçando o torcedor a comprá-lo ou afastando o mesmo do estádio.

Larissa: Faz total sentido. Abraços alvinegros.

Comentário por André Felipe

FALOU TUDO, SOU SÓCIO DO CLUBE FAÇO MINHA PARTE, AGORA PAGAR R$ 70,00 PARA TOMAR CHUVA NA ARQUIBANCADA LARANJA OU COZINHAR NO MESMO SETOR EM DIA DE SOL, ELES ESTÃO SONHANDO, MESMO NAS NUMERADAS FREQUENTAM VARIOS TORCEDORES COM MEDIO PODER AQUISITIVO E ESSES O TIMÃO PERDEU COM O INGRESSO NESTE VALOR.

Larissa: É, determinado público foi afastado dos estádios, mesmo porque, quem é acostumado a frequentar um setor, não necessariamente – e até creio que dificilmente – irá migrar para a arquibancada, por exemplo. Já questionamos o Marketing sobre isso também, eles dizem que é uma experiência, se estiverem errados, mudarão lá pra 2010. Ocorre que há uma outra grande gafe aí: frequentar o estádio regularmente é um hábito e que as vezes leva tempo até que se adquira, da mesma forma, se o torcedor parar de frequentar, pode ocorrer de se habituar a assistir aos jogos no conforto da sua casa pelo PPV ou até mesmo no bar da esquina bebendo uma cerveja com os amigos. São inúmeros pontos consideráveis. Abraços alvinegros.

Comentário por Valmir

Infelizmente os preços subiram mesmo. Como eu consigo no maximo assistir o Timao ao vivo 2 vezes por ano, meu bolso nao sentiu ainda.

Segundo falam, o projeto eh para ficarmos como o Inter, com o estadio so de socios torcedores, e acabarem com os lucros dos cambistas.

Se for para ser assim no futuro, acho beleza, isto eh privilegio para os socios contribuintes.

Eh um sonho, mas espero pra ver se vai dar certo, uma das coisas que estranho eh nao ter informaçoes sobre socio torcedor que mora fora de Sao Paulo.

Acho que tem muito potencial para obtençao de recursos.

E tenho vontade de reservar uma grana para ver a area VIP, um dia.

Larissa: É, realmente acho que os mais revoltados são os que estavam acostumados a assistir todos jogos e agora não podem mais, conversei com vários corinthianos nessa situação. No entanto, a questão do sócio-torcedor também inclui o que abordei no texto, sobre o desconto que desapareceu. Eu, por exemplo, estou pagando o Fiel-Torcedor para pagar mais caro do que eu pagava ano passado, sem desconto. É absurdo. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

E cada vez mais Sanches e cia vão acabando com o clube, desde gramado até ingressos, como querem arrumar um patrocinador desse jeito?

Lamentável, pior que ainda tem gente que vai votar nesse bando de bicheiros corruptos …

Larissa: É o preço que pagamos pela desinformação, no entanto, entre Sanchez ou qualquer outro, não vejo diferenças notáveis. Abraços alvinegros.

Comentário por ...Thiago...

É uma política camicase. Não há outro adjetivo.

E o pior é que os times adversários também estão majorando desproporcionalmente o preço dos ingressos quando jogam contra o Corinthians. Como Corinthiano fico lisonjeado, mas meu bolso não. E se o público está sumindo no Pacaembu, quem dirá no interior.

Resta a diretoria começar a ler números como esse que constam no “post”. Se houver alguém que sabe a tabuada, esses valores serão revistos, com certeza.

Larissa: Quanto aos preços do interior, infelizmente nós (o Corinthians) abrimos esse precedente. Quanto a revisarem os valores, continuo esperando que sim, mas diante da resposta que recebi como sendo do Rosemberg, parece que não entenderam os cálculos. Os números do post foram enviados diretamente a Luis Paulo, note a resposta:

“Se as populares tivessem lotado no sabado, seu teorema estaria provado, nas nao!
Depois, lembre-se: o preco e’ pra igualar oferta e procura com ronaldo em campo.
Confie na gente, vamos esperar a estreia e se eu estiver errado, mudamos!
Mas pode ser 3 milhoes a mais no ano!
Obrigado pela cooperacao
Abracao
LP”

Diante disso, perdi a paciência e respondi o seguinte: Caro Rosemberg,

Tive a informação de que o texto sobre a majoração dos ingressos lhe foi enviado por outros corinthianos participantes do site de relacionamentos Orkut. Publicaram, na sequência, uma resposta que supostamente seria do senhor, no entanto, pelo conteúdo da mesma, não conseguimos acreditar que tenha partido do nosso homem do marketing alvinegro e renomado economista. Estou encaminhando o texto, a suposta resposta e a nossa réplica, ao passo que recomendamos que haja uma revisão e melhor orientação por parte dos assessores que respondem aos emails que chegam ao departamento de marketing.

Por acaso os setores populares no jogo do São Paulo estavam cheios?

Acredito que não, né? Afinal, o Morumbi é um estádio bem maior e os setores mais baratos ali com certeza estavam proporcionalmente muito mais vazios do que os do Pacaembu.

Não custa admitir que erraram feio nessa, o São Paulo com ingressos bem mais baratos, deu mais renda e com menos público, o que ocorreu apenas porque os senhores tiraram os ingressos a preços atraentes para a classe média na faixa de 30, 40 ou 50 Reais.

O corinthiano de classe média ficou sem opção, ou ele vai pra arquibancada pagar 20 Reais e tira o lugar dos torcedores mais humildes, sendo que poderia pagar 40, ou 50 em outro setor como fazia até o ano passado, ou então o cara fica em casa, porque torcedor de classe média não tem como acompanhar regularmente o time a preços de 70 Reais pra cima.

Na estréia do Ronaldo obvio que o estádio vai encher, em suas duas ou três primeiras partidas o publico será bom, mas isso não irá compensar o que já se perdeu de dinheiro e público até lá.

Fora que vocês deveriam valorizar o torcedor que tem o hábito de comparecer aos estádios e não o torcedor esporádico que só vai em jogos importantes ou quando uma estrela puder estar em campo.

Poderiam ter sido menos gananciosos, tivessem subido 10 Reais cada setor, os públicos seriam os mesmos da série B e a renda seria bem maior, ao contrário do que temos visto agora com público e renda bem abaixo.

Esse argumento de que nem os setores populares tem enchido não conta, primeiro pela desorganização, já que dois dias antes sempre anunciam que as arquibancadas estão esgotadas e nesse caso o torcedor não tem como adivinhar que cambista que pega ingresso por consignação irá devolver os bilhetes nos guichês na hora do jogo.

Segundo que o cara que está deixando de ir nas laranjas ou na numerada, não necessariamente vai optar por assistir o jogo atrás do gol, pode muito bem preferir pagar 50 Reais na mensalidade do PPV e ficar em casa.

Ao invés de agregar valor a marca com estádios cheios, vocês conseguiram fazer com que as câmeras mostrem o meio do estádio completamente vazio todo jogo.

Atenciosamente,
Larissa Beppler, corinthiana de coração.

Comentário por Luís Carlos

Porque Paulinho é um mentiroso compulsivo??

Mentiu sobre o Silvio Romoaldo!!

Isso realmente me dá vergonha!!!

Larissa: Sobre a matéria da fraude, parece que ele está correto. A Folha de São Paulo também publicou a denúncia. Talvez o erro dele tenha sido citar nomes, parece, pelo que o Silvinho postou em seu blog, que o blogueiro não faz parte da lista supostamente fraudada, no entanto, também não confio no Silvinho, que mentiu descaradamente sobre mim, quando um leitor enviou um texto meu para o blog dele. Disse que eu vivia às sombras do Paulinho, provavelmente se aproveitando do fato de eu comentar no Blog do Paulinho para tentar me atingir e desacreditar, já que eu falo algumas verdades que incomodam os situacionistas. A gafe maior foi que o texto que enviaram ao blogueiro Silvinho era um texto meu contando o outro lado da MSI, o lado visto por toda a imprensa mundial, pela polícia da Inglaterra (uma das mais eficientes do mundo), etc… Um texto que o próprio Paulinho classificou como “aberração”. Ultimamente, só por postar em blogs e comentar em outros, as pessoas sofrem ameaças, maledicências e tudo mais. A que ponto chegamos, não? Abraços alvinegros.

Comentário por João Henrique

Larissa, o fato é que não existe nenhum problema em existirem ingressos a valores altos para quem pode pagar, e com as devidas mordomias.

Falo com a experiência de quem teve a oportunidade de conhecer o setor VIP, pois ganhei um ingresso da Rádio Energia 97, consegui ligar para o programa Estádio 97 e participei da promoção deles. Aliás, outro dia comentei com você sobre o programa, como você deve estar lembrada.

Assisti ao jogo contra o Oeste nesse setor, e mesmo com todos os benefícios que esse setor oferece, ainda acho que poderia ser um pouco mais barato, em torno de uns R$ 100 já estaria bem pago. O que este setor oferece é: estacionamento num Hiper Mercado próximo, com translado para o Estádio, sala VIP climatizada, e um kit-lanche (Hot-Dog, Salgadinho, Pipoca, refrigerante, água, picolé e chocolate), tudo de muita qualidade, com seguranças, recepcionistas e você pode retirar os itens do Kit na lanchonete ou com funcionários que circulam no setor. Contudo, o banheiro é um sanitário químico igualzinho ao dos outros setores.
Mas esta não é a minha realidade, sempre fui aos jogos nos setores mais baratos ou nos de valor médio, não sou do tipo que se importa com a chuva e o sol, nem de ver o jogo atrás do gol ou no tobogã, mas acho que este setor deve ser realmente a preços populares, pois é dali que partem os cantos de incentivo e apoio, cadeira numerada não agita a torcida, na verdade nesse setor o pessoal só acompanha o que vem das arquibancadas.

Quanto aos ingressos populares, acho que deveria ser mantido o valor do ano passado, e as arquibancadas especiais estão muito caras, já que é um local descoberto, onde o Sol fica bem na cara dos expectadores nos jogos vespertinos, e sujeito à chuva, embora, por ser na região central do campo, com uma visão melhor, eu concorde que deva ser com um valor diferenciado, acredito que na faixa de R$ 30,00 a R$ 40,00.

Concordo plenamente com você, o ingresso de preço médio não existe, e isso é um grande problema, futebol é um esporte popular, não de elite, e deve atender a todas as faixas sócio-econômicas.

Abraços,

Freeman.

Larissa: Exatamente, obrigada pelos esclarecimentos sobre a sua experiência com o setor VIP. Abraços alvinegros.

Comentário por José Freeman Junior

Larissa?

Larissa: Oi? 🙂

Comentário por Roberto

Esse aumento do preço dos ingressos me deixou sem palavras. E pelo jeito eles vão persistir no erro, já que vi, se não me engano no G1, que os preços não serão reduzidos.

Larissa: Também fiquei chocada com a referida matéria. Abraços alvinegros.

Comentário por Heloisa

pelos seus textos eu continuo sendo seu fã rsssss

estes jogos no pacaembu era para no minimo 25 mil pagantes

Larissa: Até mais! O clube acabou de voltar, torcedor confiante e empolgado. Na série B, nos 9 jogos que compareci ao Pacaembu, a média de público foi de 30.000 pagantes! Obrigada pelo carinho, abraços alvinegros.

Comentário por marco

a comparação entre os numeros do jogo do bambi e o do timao ja falam por si…

acho que a diretoria precisa reconhecer o erro e corrigí-lo..

de qualquer forma, o publico foi uma decepção…mesmo com a questao dos preços… a torcida nem sequer lotou as arquibandas..que nao teve um aumento excessivo.

se o ronaldo tivesse em campo, com certeza o publico seria maior, exatamente como era maior a media de publico na epoca da MSI qdo o Tevez jogava… isso realmente é uma coisa que me entristece.. a torcida mudou? ou sempre foi assim… O estadio ficava mais cheio qdo o rivellino jogava ou a frequencia era a mesma, independente disso…

acabei saindo um pouco da discussao do post, mais tudo bem..

Larissa: O estádio sempre ficou mais cheio quando os times eram brilhantes, quando tinha Tevez, quando tinha Rivelino, etc… Porque além do público médio que sempre frequenta, começam a aparecer os torcedores que vão para ver de perto as estrelas. Além daquela máxima do Marketing: Não há melhor marketing que uma boa vitória. Isso atrai o torcedor para os gramados, sim. No entanto, o problema atual é sim o aumento no preço nos ingressos. Veja bem, as laterais do campo, área que mais aparece nas transmissões de TV, estavam vazias, concorda? É o setor das numeradas… Se tivesse 5 mil pessoas a mais na amarela e 5 mil a mais na laranja, já teríamos uma média de público de 25 mil, um número razoável. Abraços alvinegros.

Comentário por gustavo luiz

O MARKETING CORINTHIANO É UMA PIADA. E COMO DIZ O JOSE SIMÃO : UMA PIADA PRONTA.
SAUDAÇÕES ALVIVERDES.

Larissa: O que já seria uma evolução, antes nem pra piada servia. Claro que isso não altera em nada o fato de cometerem algumas gafes, como essa, como a camiseta do Mano, etc. Mas e o marketing alviverde? Eu nunca ouvi falar… Abraços alvinegros.

Comentário por DONIZETE

Boa Tarde

Esta é a primeira vez que visito teu blog, porém tenho a impressão que finalmente encontrei o que procurava há meses: um espaço democrático mediado por um(a) corinthiano(a) fanatico(a) e com boas idéias.
Infelizmente nos blogs de diretores ou simpatizantes da situação o Timão é o paraíso: o Ronaldo está prestes a levantar a taça da Libertadores em 2010 no Fielzão (antigo Pacaembú).
Quanto aos blogueiros de oposição, estes preferem minar o Parque São Jorge com dados distorcidos (o copo está sempre meio vazio), especulações absurdas com “fontes” misteriosas e diversas falácias, que não exigem conhecimento algum de lógica para serem identificadas, do que criar uma atmosfera imparcial e sem pré-disposição política, necessária para um debate produtivo do qual o maior beneficiado será sempre o nosso alvinegro. Juntam informações conflitantes, de sites diferentes, e as apresentam como se fossem complementares, para choquar aqueles que as lêem. Isso me leva a crer que alguns deles não sejam corinthianos de verdade, apesar de assim se classificarem, pois optam por ter seus 5 minutos as custas do Corinthians. Além disso, ainda têm coragem de criticar a imprensa cor-de-rosa, por sempre implantar crises no Timão.
Quando afirmo isso, é bom deixar claro, não defendo a corrupta diretoria que está lá agora. Apenas critico os que se auto-intitulam “jornalista com credibilidade”, contudo censuram qualquer questionamento em seu blog a respeito de dados errados ou meias-informações passadas por eles próprios.
Desculpe o desabafo, mas acredito que me empolguei ao ler alguns posts aqui. Especialmente este, no qual comento, onde o assunto é muito bem tratado.

Quanto aos preços, acredito que a criação de um setor VIP é muito interessante e atende a uma demanda reprimida que pode pagar R$150 para ir a um jogo.
Porém cobrar R$70 na Laranja e R$100 em uma numerada que não oferece nada, além de um bom lugar no aconchegante Pacaembú é demais! Antigamente, em jogos de 15.000 pessoas não era necessário vender ingressos para o Tobogã, como tem acontecido este ano. Ele só era aberto em jogos de maior público, que lotavam a arquibancada. Isso comprova que o jogo de ontem não era para 15.000 pessoas, mas para 25.000, pelo menos! Porém, os preços abusivos da Laranja e Numerada espantaram boa parte do público de renda média-alta.
Um dado interessante, mas que apenas a diretoria deve ter, é a porcentagem de público de cada setor com relação ao público total do ano passado e deste ano. Com certeza, com essa distorção de preços, o “mix” dos setores mudou muito.
Como a arquibancada e o tobogã sofreram reajustes menores, e na minha opinião aceitáveis, é posível, a partir do público presente neles, fazer uma estimativa razoável do público total caso os outros setores tivessem recebido reajuste proporcional.

Saudações Alvinegras

Larissa: Olá Caio! Seja bem-vindo ao blog, obrigada pelas palavras. Quanto aos ingressos, concordo plenamente contigo. Nada contra um setor VIP, bem pensado, aliás. Mas contra esse abismo que criaram entre um preço e outro, contra afastar a dita “classe média” dos estádios, as famílias, etc. Acredito que todos estamos sujeitos a erros, sim, perfeitamente normal, o departamento de marketing é formado por humanos também, o que tem me intrigado é essa persistência, essa postura irredutível diante da apresentação de fatos concretos e irrefutáveis. Abraços alvinegros.

Comentário por Caio Junqueira

Concordo em parte com vc Larissa…

Acho que 70 e 100 reais por miseras cadeiras são preços abusivos e com toda certeza algo impraticavel para pessoas de baixa renda… e corta um determinado publico… pois quem normalmente compra esses setores são homens que vão com mulher, namorada, filho, filha… e se o cara vai te q gasta em um jogo mais de 200 reais é melhor assina o pay per view…
Mas acho que 150 pela área VIP ta bem pago… vc tem o conforto de contar com estacionamento… translado… cobertura… sei lah… axo que quem quer tal conforto tem que pagar por ele… e não acho taum abusivo…
Também acredito que a arquibancada por 20 reais não está caro… Acho um preço justo…

Sou sócio do plano fiel torcedor a mais de um ano… não desse plano meu ingresso mas sim do plano comum… sem desconto gradual… e acredito que é algo muito vantajoso para o torcedor… só o fato de não ter que ir a bilheteria para comprar o ingresso já é algo otimo… ai vc coloca o fato de não ter fila na hora de entrar… poder pagar com cartão de credito… vale a pena realmente…

Abraços

Larissa: Ainda considero os preços muito acima da média e da realidade, mesmo com o Fiel-Torcedor, que claro, garante uma certa comodidade. Abraços alvinegros.

Comentário por Adriano Queiroz

Olá Larissa, realmente errado esse troço do preço dos ingressos, mas mudando um pouco o foco, ouvi as perguntas que voce fez ontem no Programa Sr. Futebol, mas acho que o Osmar Stabile não me passou nenhuma segurança, teve um hora que ele discutiu a marca de cerveja que deve vender no clube, acho isso rasteiro demais, quanto ao estádio foi pior ainda, parecia um politico profissional, não falou que sim nem que não, alias falou que não prometeria, mas que iria fazer…., no minimo infeliz, talvez até seja uma boa pessoa, sei lá….
Quanto aos outros assuntos gostei do que ele falou a respeito do C.T. que devamos ter um e decente…pelo amor de DEUS !!!
e voce o que achou????
Grato.

Larissa: Não posso lhe afirmar com segurança, pois mal consegui assistir ao programa, parece que a TV teve uma sobrecarga devido aos inúmeros acessos, mas do que eu consegui entender, concordo contigo, não correspondeu as minhas expectativas. A reprise será na quinta-feira, às 13:00hs, vou tentar acompanhar para tirar a dúvida. Abraços alvinegros.

Comentário por Josué de Santa Barbara Filho

Depois da discussao, eu pelo menos acho, que em qualquer circunstancia, o ingresso para os socios torcedores deveriam custar menos do que os demais.

Aos socios, privilegios sim. Aos nao socios preços normais.

Mesmo porque quando jogarmos classicos contra bambis e porcos ou sardinhas eles tem eh que morrer com mais grana mesmo.

Naum eh certo, nesses jogos o adversario pagar o mesmo que um socio.

E socio da pra diferenciar facil facil, eh so querer.

O Timao precisa de grana, sim, e tem que inventar um jeito de acabar com essas gangs de cambistas que se apropriam de 1/3 da renda a cada jogo.

Se fizer ingresso a 20, os cambistas vendem a 40,00 e nao fala que eh mentira porque nao eh.

Nao pode tratar esse assunto simplificadamente, na minha opiniao. Tem que pensar tambem em classicos em que o mando (renda) eh nosso.

Bambi porco e sardinha tem que gemer. Ou quem paga o aluguel daquele panetone???? Nao somos obrigados a jogar la?

No nosso mando, ingresso para socio 50, para nao socio(bambi) 300, e que se f…. bambizada.

Larissa: Vamos lá, quanto aos cambistas, repito o que já foi apontado no texto: Caro ou barato, o cambista atua quando há demanda. Os cambistas somem se as pessoas deixam de ir ao estádio, o que já está ocorrendo. Em suma: sem cambistas, mas sem público. Ou seja, coloque R$40 e eles cobrarão R$80. Inclusive, há relatos de torcedores que graças ao aumento nas laranjas, já existe cambista cobrando R$60 numa arquibancada que antes cobravam R$40.
Sobre os preços, apesar de eu ter compreendido a intenção, o comentário ficou um tanto confuso, porque é bom ressaltar que aparentemente o clube mandante tem de fixar para o visitante o mesmo preço de arquibancada que cobra da sua própria torcida, porém o ponto central da sua ideia me parece ter sido uma “proposta” de mudança no que vemos hoje em jogos do Corinthians, para algo como ocorre nas partidas do Internacional-RS, onde o programa de sócio – torcedor tem adeptos suficientes para lotarem o estádio inteiro, o que nesse caso abriria a possibilidade para que obtivessem um desconto bem maior do que acabaria cobrado para a torcida adversária e por consequência para o nosso torcedor “comum”. Mesmo assim, não é dessa forma, com preços abusivos, que deve-se forçar essa mudança, afinal, o próprio Internacional conseguiu sucesso no seu plano de sócios sem praticar preços abusivos.
Deve-se oferecer atrativos para que o torcedor se torne sócio, não forçar a barra. Abraços alvinegros.

Comentário por ToficandoRouco

Esse aumento dos ingressos só me fizeram pensar que a diretoria, representada pelo seu presidente, de fato quer acabar com o Corinthians que é considerado ”time do povo”, eles mentem em seus balancetes, desviam verbas de reformas no clube, jogadores vendidos a preço de banana ou repassados para ”investidores”, contratam sem responsabilidade, enchem os bolsos para no final o torcedor pagar a conta da imprudencia, isso é tirar onda com a cara do torcedor que é apaixonado mas não é otário, pra mim não tem nenhum Corinthiano dirigindo esse clube, são uma corja unida com um objetivo, destruir a instituição e desviar dinheiro do clube para os próprios bolsos, infelizmente e com dor no coração digo que meu Corinthians está um lixo.

Larissa: …

Comentário por Toel

Os setores de cadeira laranja e das numeradas descobertas possuiam uma ótima média de público e entre os espectadores estavam pessoas que compareciam regularmente e num grupo de 4 ou 5 pessoas entre pais, filhos, tios, namoradas, esposas, crianças etc.

Com esses preços isso ficou impraticável, agora esses setores só contam com torcedores esporádicos pra jogos chaves e alguns poucos que conseguem pagar uma meia entrada também a preço salgado diante do preço do ingresso inteiro.

Larissa: Exato. Abraços alvinegros.

Comentário por Paulo (Shadow)

Bom a respeito do seu Topico não tenho nada a acrescentar….Belas palavras as suas..!!..

Não sei se oq vou falar vc gostaria de comentar mais é a respeito da COPA 2014, sem relacionar o estádio do Morumbi aos seus proprietários, e sem deixar nosso coração corinthiano influenciar, gostaria de ver um comentario seu sobre o uso daquele estádio na COPA.!

Como Paulista terei vergonha em ver um estadio reformado para uma sede de copa do mundo, acredito que com a História…a importância….a Força deste estado É TOTALMENTE NECESSÁRIO A CONSTRUÇÃO DE UM ESTADIO DIGNO DESTE ESTADO..

Larissa: Caro Alan, na coluna do Wagner Vilaron, do Diário de S. Paulo, li que as observações feitas pela Fifa sobre o estádio do Morumbi teriam deixado os cartolas da Vila Sônia de cabelos em pé, parece que, ao contrário do discurso do J.J., eles agora temem que a iniciativa privada chegue a conclusão que um estádio novo e moderno compense mais do que a realização de todas as reformas necessárias… E sim, de fato é uma vergonha a cidade de maior poder aquisitivo do país remendar um estádio obsoleto daqueles, ao invés de apresentar um estádio que sirva de modelo para a Copa do Mundo, que aliás, já acho um absurdo ser realizada, agora, no Brasil. Abraços alvinegros.

Comentário por Alan Alves

Só o fato de comprar ingresso com antecedência e comodidade,não precisava nem desconto.

Larissa: Nesses preços fora da realidade, creio que precisava sim. Abraços alvinegros.

Comentário por Daniel Rodrigues

minha questao é.. nem nos lugares mais baratos a torcida lotou…
ou seja, aqueles 5mil a mais que vc citou, que nao foram na laranja e nas numeradas, nao migraram pros setores mais baratos do estadio… simplesmente nao foram..

eu concordo com vc que o valor do aumento é excessivo..

Larissa: Exato. Não migrou e nem vai migrar. Eu, por exemplo, não vou migrar para arquibancada e correr o risco de estar próxima de determinados indivíduos que, sinceramente, não sei do que são capazes e sei que frequentam as arquibancadas. Um pai de família não migrará de setor com seus filhos, etc… Como já citei em resposta acima, frequentar o estádio é também um hábito e cada um adquire de uma forma distinta. Seria bom que não fizessem o torcedor perder esse hábito, trocando-o pelo PPV, por exemplo. Abraços alvinegros.

Comentário por gustavo luiz

Larissa. Naum esquenta com esse negocio de ofensa em blogs de opinioes diferentes.

A Debora Miranda se queixou da mesma coisa que voce e quase desistiu. Foi chamada de um monte coisa, e tai firme com blog novo e muito bom por sinal.

Bola pra frente.

Larissa: As ofensas, ainda mais vindas de quem vem, não me ofendem, pelo contrário. O problema maior são as intimidações, mas deixa pra lá. O que tiver de ser dito, será dito, como sempre foi. Obrigada. Abraços alvinegros.

Comentário por ToficandoRouco

“Eu, por exemplo, não vou migrar para arquibancada e correr o risco de estar próxima de determinados indivíduos que, sinceramente, não sei do que são capazes e sei que frequentam as arquibancada”

Desculpe mas corinthiano q discrimina corinthiano tem mesmo e que acompanhar na tv ou ir torcer pro time do morumbi

Larissa: Esta foi uma ofensa grave e o comentário só será aceito pois talvez a minha resposta tenha deixado margens à interpretação dúbia, enfim, você deveria ler alguns dos textos que fiz sobre a torcida do Corinthians, um deles está num livro do Timão, por sinal. Não estou discriminando ninguém, passei boa parte da minha vida na arquibancada e se tem alguma coisa no mundo de que me orgulho é o Corinthians e sua torcida, no entanto, estou falando de caso específico e fato consumado: recebi ameaça bem clara de não chegar perto de determinados grupos ligados à política corinthiana, tudo porque, falo algumas verdades aqui no blog e agora sei que não é local seguro. Abraços alvinegros.

Comentário por Daniel Rodrigues

Nesses preços fora da realidade, creio que precisava sim. Abraços alvinegros.

20 reias fora da realiadade? e para outros planos com desconto de 40%?,tb não fica fora da realidade, nego reclama do ingresso mas não reclama de pagar R$ 15,00´para estacionar o carro na rua, nem de pagar R$ 7,00 num lanche de pernil e muito menos de comprar uma camisa pirata na porta do estádio por 20 “reaus”

Larissa: Se você leu o texto – e para estar respondendo suponho que tenha lido – então percebeu que durante todo o tempo os preços mencionados são R$70, R$100 e R$150 Reais, não estou falando das arquibancadas, mas sim das laterais do campo, agora televisionadas vazias durante as transmissões dos jogos do Timão. Em tempo, para conseguir um desconto de 30% num plano, além de ser sócio-torcedor, você precisa adquirir 8 ingressos de uma só vez. Contra fatos, não há argumentos. Abraços alvinegros.

Comentário por Daniel Rodrigues

Larissa o que significa sua resposta (….) não entendí.

Larissa: Eu não sabia exatamente o que te responder na hora, mas vamos lá: as acusações são graves e se quisermos escreve-las, precisaremos prova-las, compreende? Não é fácil. Abraços alvinegros.

Comentário por Toel

Foi exatamente a mesma coisa que a Debbie falou. Eh isso mesmo. Esses blogs so servem pra criar inimizades entre corinthianos, nem sei se ajudam.
No do Paulinho por exemplo, que voce frequenta, eu nao frequento mais, porque tambem fui ofendido, chamado de amigo do Kia, pode?
Naum sei como ele naum chamou voce ainda.rsrsrsrs
No stress.

Larissa: Na realidade, o blog tem um alto nível de comentários, não acredito que sirva para atrair inimizades, o que acontece é que algumas pessoas não gostam de ouvir verdades, talvez porque a verdade as prejudique, nesse caso, infelizmente não posso fazer nada, elas terão de continuar se incomodando. Quanto ao Paulinho, acho um excelente canal de propagação de ideias, extremamente frequentado, através dos comentários é possível informar um número de pessoas bem maior do que em espaços menores como este. E ele nunca me chamou de amiga do Kia porque me conhece há um bom tempo das comunidades do Corinthians, blogs e afins e sabe que eu fui contra a parceria desde o primeiro MINUTO, no entanto, fui e ainda sou contra parcerias desse modo, desorganizadas, etc… Isso não significa dizer, como a mídia disse, que os investidores são mafiosos. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

Acabei de ler no blog da Debbie, um artigo de arrepiar sobre as eleiçoes. Eh o bicho.

http://www.loucosporti.com.br/aquiecorinthians/?cat=11

Larissa: Não costumo ler a Débora pois, mesmo sabendo que ela é legal, sei que acredita, convive e confia em pessoas que não são, logo, imagino que ela escreva com base nisso, mas se você diz que é de arrepiar, verei. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

Larissa, respondendo a sua pergunta, o marketing alviverde não funciona. Existe mas ninguém o vê. E isso, o redime do ridiculo. O problema é que o marketing corinthiano não só existe como parece que manda no clube. Até a obra do estádio, foi negociado pelo departamento de marketing. E isso, o expõe ao ridiculo.

Larissa: Até concordo em parte, por outro lado, é mais fácil um marketing que existe conseguir um bom contrato de patrocínio, captação de receitas e tudo mais, do que um que inexiste. É esperar pra ver. Abraços alvinegros.

Comentário por DONIZETE

Larissa…

Numa resposta sua a um comentario você disse que a camiseta do mano foi uma gafe…. pq?
O unico ponto negativo que eu vejo nela foi a baixa procura… mas não considoro uma gafe… acho que o corinthiano tem que começar a admirar o seu tecnico tambem, e encara-lo como um maestro do time…
Acho que a ideia foi boa… pena que a torcida não abraçou ela…

obs.: eu tenho a camiseta…rsrsrs…

Abraços
Adriano queiroz

Larissa: Adriano, foi uma ideia que não certo, ou seja, não teve procura. Foram comercializadas apenas 180 camisas, número muito abaixo das expectativas. Abraços alvinegros.

Comentário por Adriano Queiroz

Larissa, por falar em conviver com certas pessoas, acredita que se Citadini que eh amigo do Paulinho ganhar, ele vai ressuscitar o contrato da Carla Dualib que ele defendeu bravamente?

Larissa: Já acho difícil ganhar, quanto ao contrato, seria um tiro no pé. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

Ah! eh verdade vc. tem toda razao, o Paulinho eh um desses que nao gosta de ouvir as verdades que o prejudicam. O que deixou de publicar de comentario meu, antes de o abandonar em definitivo, foi uma beleza.

Quem eh assim pra mim nao serve, se serve pra vc que o conhece bem, tudo bem, eu to fora, prefiro a Debbie, eh legal, assim como voce e nao corta nada.

Gosto do Damato, do Marcelo Lima, do Vertebrais, do Macumba, do Bruno Andrade, do Silvinho que faz parte da administração atual, e portanto nao esperaria que criticasse mesmo.

Nao gosto do Juca, acho que ta no seculo passado, no tempo em que a ditadura, por sinal nessa semana o macumba pegou no cangote dele.
Gosto do Mosqueteiro e sua cachaça.

Como ve tem um monte de blogs legais e equilibrados.

Amigo do Kia eu. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Comentário por ToFicandoRouco

Mais um furo pra Larissa. Sabia que Mano eh contratado da Nike?

Larissa: Não. Disserte sobre o tema 🙂

Comentário por ToFicandoRouco

Outra coisa otima:

Uma boa notícia para o técnico Mano Menezes e a torcida do Corinthians veio do STJD nesta quarta-feira. O presidente do Tribunal, Rubens Approbato, aceitou converter o restante da pena de Morais em doação de 40 cestas básicas ao Senapaf, de São Paulo, atendendo uma solicitação do jogador. O meia foi condenado a 120 dias pelo artigo 253 (agressão física) após uma briga no jogo contra o Avaí, pela Série B do Brasileirão (relembre o episódio no vídeo ao lado). As
informações são do site “Justiça Desportiva”.

Justiça feita, o nosso dinossauro presidente do STjD, sr Aprobatto na ansia de mostrar isençao ja havia liberado o Marquinho do Avai que esta no Fluminense hoje.

Ufa!!!!

Larissa: Já não era sem tempo. Aliás, desde que o Approbato assumiu o cargo no STJD deve ser a primeira vez que o Corinthians consegue a mesma colher de chá que todos outros clubes conseguem regularmente. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

Outra optima: Contrato da Nike eh reformulado 14 milhoes ano e mais 4 de material.

Tambem pudera, aquela b….. de 5 milhoes ano que o Citadini ficava babando ovo so poderia melhorar mesmo. Piorar mais o que????

Ta começando a chover na nossa horta.

Larissa: A matéria saiu no Painel FC e indica que o Corinthians “praticamente” acertou a renovação, então convém aguardar, mas dependendo do tempo de duração de contrato, a princípio me parecem bons valores. Valores aliás, justificados pelo aumento da comercialização de produtos da marca, retorno do time e R9. Valores que já deveriam ter sido repassados há tempos, desde quando a diretoria anunciou, no ano passado, que fecharia por R$16 milhões e, no frigir de ovos, estava brigando pra subir de R$5mi para R$7mi. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

A bem da verdade, o Timao tava brigando com a Nike desde o ano passado, o problema Larissa eh que tinha um contrato em vigor segundo dizem com vigencia ate o fim deste ano de 2009 que nao previa reajuste. So espero que quem levou comissao naquele contrato lesa patria nao venha a reivindicar na justiça desse novo.

Ta na moda agora, acionar e receber indenizaçao milionaria do Timao.

O que o veio deixou de bomba armada, verdadeiras minas, eh uma belezura.

Nessa da Nike, se for verdade da folha inimiga declarada do Timao, parabens para a Diretoria.

Comentário por ToFicandoRouco

Sobre Nike e Mano, esta no blog Vertebrais

http://vertebrais.blogspot.com/

Comentário por ToFicandoRouco

deixei um comentário no blog do paulinho em resposta a um comentario seu. gosto do q vcescreve, mesmo, ainda q não seja corinthiano (paulinho sabe pq ando lendo muito blog de futebol)espero q compreenda.

saudações bugrinas, Léo

Comentário por Léo

Futebol/Copa 2014 – (04/02/2009 12h23m)

Para Citadini, Prefeitura engana Timão com Pacaembu por apoio ao Morumbi

William Correia, especial para a GE.Net
São Paulo (SP)

A cessão do Pacaembu ao Corinthians é pauta de discussão em várias esferas da cidade de São Paulo. Porém, para Antonio Roque Citadini, tudo isso não passa de teatro da Prefeitura. O candidato à primeira vice-presidência pela chapa “Pró-Corinthians” acredita que tudo é feito para que ninguém se indigne com o Morumbi como estádio paulistano na Copa de 2014.

“A Prefeitura não quer ceder o Pacaembu para o Corinthians. Isso é entretenimento, conversa. O que se fala no Corinthians não se fala na Prefeitura. Isso é para acalmar o Corinthians e não se criticar a escolha do Morumbi como estádio de São Paulo na Copa”, acusou o ex-vice-presidente de futebol de Alberto Dualib.

A resposta de Citadini, atual presidente do Conselho de Orientação (Cori) do clube, é a proposta de reforma do Parque São Jorge. A sua chapa coloca como prioridade a transformação do CT do Parque Ecológico em infra-estrutura de qualidade para o time profissional. Depois, promete procurar parceiros para a Fazendinha se tornar a Arena Corinthians.

Enquanto isso não acontece, o oposicionista, fora do departamento de futebol desde 2004, critica a provável escolha do estádio são-paulino como sede da abertura do Mundial que ocorrerá no país daqui cinco anos. Para ele, a opção pela arena tricolor é um retrocesso em relação à Copa de 1950, também organizada pelo Brasil.

“O projeto de reforma do Morumbi para 2014 é contestado até pela Fifa. Vamos sediar a Copa em condições piores que em 1950, quando São Paulo se apresentou com o Pacaembu. Será que não podemos nos apresentar melhor 64 anos depois?”, indagou Citadini, cobrando investimento público para a cidade ‘não passar vergonha’.

“Não tem nada de gastos da iniciativa privada. Quem vai gastar com o Morumbi é o Estado, e deveria investir para apresentar um estádio à altura deste povo bandeirante de São Paulo”, recomendou, apelando para a história da capital paulista.

“Hoje não estamos nem um pouco melhores em relação a 1950. Todos sabem que o Morumbi é um estádio difícil. E aquele povo bandeirante vai se apresentar com um estádio tímido, pequeno… É isso que vai acontecer”, previu.

Comentário por Mauro

sou corinthiano, mas o citadino força, senão for no morumbi vai ser aonde? ou se ele e o garcia ganharem vão construir um estádio para 2014.Disse isso em outro blog e repito usar construção de estádio como plano leitoral é pra virar chacota.

Comentário por Daniel Rodrigues

concordo com o to ficando rouco o paulinho ta bloqueando comentários que ele não gosta, tudo bem o blog é dele ele faz o que quer, ontem eu falei que ele publicou aquilo sobre o MN (não sou fã) só porque o MN falou do JK, e ele republicou aquilo. ele bloqueou rssssss

Comentário por marco

Mauro. E vc. acha que a Diretoria do Timao (leia-se Rosemberg) esta tratando essa “oferta generosa” do Pacaembu por meros 200 mi, como?

Na maior galhofa cara. Gozaçao eh assim cara, resposta com gozaçao.

E os tontos achando que o Corinthians eh bobo?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Comentário por ToFicandoRouco

“em tempo, para conseguir um desconto de 30% num plano, além de ser sócio-torcedor, você precisa adquirir 8 ingressos de uma só vez. Contra fatos, não há argumentos. Abraços alvinegros.”
isso no plano fiel torcedor ingresso que o desconto é progressivo, nos outros pago mensais ,o desconto é de 40% independente da quantidade.

Comentário por Daniel Rodrigues

Daniel Rodrigues, não acredito que você seja corinthiano.

Corinthiano nenhum defenderia o Morumbi como estádio para a copa-2014.

É nojenta essa coligação entre a prefeitura e o tricoflor do Jardim Leonor para impedir que seja construído um novo estádio na cidade.

Comentário por Gabriel

De fato esse aumento abusivo foi muito ruim…

O São Paulo que se deu bem arrendando camarotes, pois só assim o Morumbi parou de dar prejuízo.

O Palmeiras adotou o VISA que é excelente, e mais caro, mas tem a comodidade de se comprar pelo cartão em casa e etc. E aumentaram os ingressos menores para R$30.

Resultado? Hoje o ticket médio do Palmeiras é o maior do País, em torno R$32 reais. Isso significa que com esses 14mil pagantes o Palmeiras conseguiria 448mil reais.

Um salto e tanto que só poderia ser dado por alguém como o Belluzzo (e isso foi feito ano passado, enquanto ele ainda era diretor de planejamento).

Ao invés de aumentar abusivamente o setor das numeradas e etc, o corinthians deveria pensar em aumentar a arquibancada normal para 30, a numerada descoberta para 50, a coberta para 70 e acabou.

No começo o palmeiras também teve problemas, mas depois a torcida já acostumou e hoje mesmo sem lotar o clube tem ótimas rendas. Em jogos como contra o São Paulo no Palestra o clube arrecada para lá de 1 milhão. Isso no modesto Palestra Itália, onde cabem 28mil pessoas apenas.

Mas esperar atitudes inteligentes de uma diretoria tão nebulosa como essa do corinthians é pedir demais, não?

Abraços

Comentário por Rodollfo Bernini

Confirme essa informação do ingresso médio do palmeiras ser o maior do País. Se não me engano posso estar errado e o do Atlético-PR ser o maior.. E o do palmeiras ser o 2º maior..

Abraços

Comentário por Rodollfo Bernini

Gabriel,

me de uma outra opção sem ser o Morumbi na capital?
Não estou discutindo clube estou discutindo logistica.

Rodollfo Bernini

“O Palmeiras adotou o VISA que é excelente, e mais caro, mas tem a comodidade de se comprar pelo cartão em casa e etc. E aumentaram os ingressos menores para R$30”.

E no Corinthians fiel torcedor ingresso vc compra com desconto de 15 a 30% e tb no conforto do seu lar

Comentário por Daniel Rodrigues

Saiu o primeiro patrocinio: (Ja ja o Paulinho vai falar que tem maracutaia. hahah o cara eh esquizofrenico)

Multinacional italiana Diana é a nova patrocinadora
Por Agência Corinthians
06/02/09 – 15h56

A Diana, fornecedora italiana de material esportivo, é a nova patrocinadora do Departamento de Natação do Corinthians. Terceira maior fabricante global de material esportivo para natação e líder no mercado nacional de maiôs de alta performance, a Diana vai fornecer os uniformes de todas as categorias da natação alvinegra.

A parceria, válida por três anos, prevê também a comercialização de uma linha especial de produtos de natação com a marca Corinthians em lojas de artigos esportivos. O Clube terá participação na venda desses produtos. “É uma parceria com um formato inédito na história na natação brasileira, que vai trazer receitas para o Corinthians fortalecer ainda mais sua equipe de natação”, destacou o Diretor de Esportes Aquáticos do Corinthians, Fernando Alba Braghiroli.

Além do fornecimento de material esportivo e da receita que vai trazer para o Clube, a parceria representa também a união de duas grandes marcas: o Corinthians, com 99 anos de tradição, e a Diana, fundada em 1947.

Em somente quatro anos no mercado brasileiro, a empresa italiana já assumiu a liderança do mercado brasileiro infanto-juvenil. No Troféu Chico Piscina, 45 atletas finalistas usavam maiôs da marca, contra 40 da segunda colocada e 27 da terceira.

“Para a Diana, além de poder atingir um público com mais de 30 milhões de torcedores, a parceria com o Corinthians é a oportunidade da empresa entrar no segmento de varejo e não ficar restrita ao público especializado”, ressalta Alan Pessotti, representante da Diana no Brasil.

A natação é um dos esportes mais tradicionais do Corinthians. O Clube encerrou a temporada de 2008 com a segunda colocação do ranking brasileiro de natação, de acordo com dados da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA).

O Timão somou 264 pontos no ranking e ficou um ponto à frente do Esporte Clube Pinheiros, em terceiro lugar com 263. Em primeiro aparece o Minas Tênis Clube com 315 pontos. O resultado é reflexo do ótimo desempenho do Clube nos nove Campeonatos Brasileiros de Natação disputados em 2008.

No 37º Troféu José Finkel 2008, disputado no Parque Aquático do Clube, o Corinthians registrou a melhor participação da sua história com 905 pontos e sete medalhas.

Larissa: Além deste, o clube está muito próximo de renovar com a Nike, por uma excelente quantia, que aliás, já deveria ter sofrido o reajuste, já que o clube aumentou a quantidade de produtos da marca, agora tem o R9 também, etc… Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

[…] o fim do Campeonato Paulista. A queda de público e os números negativos, explicitados no post Ingressos, devem ter influenciado a […]

Pingback por Preços e Patrocínios « Corinthians: Preto no Branco

(com atraso) hehe
Birner,
Como grande parte dos corinthianos, discordo de várias atitudes da diretoria de meu time.
As críticas ao São Paulo são exemplo da mais pura demagogia por parte da diretoria. Não concordo também com a limitação. 50/50 era a tradição. Mas de um time sem tradição como o SPFC, nada mais normal.
Como pode nossa diretoria reclamar da limitação de ingressos para a torcida alvi-negra por meio redução do espaço físico por um adversário, se eles próprios limitaram o acesso dos fiéis por meio do aumento dos valores dos ingressos?
Querer que paguemos R$ 70,00 na arquibancada laranja para assistir um time ainda desentrosado é no minimo falta de respeito com quem realmente nunca abandonou o time.
Essa diretoria só fez jogo de cena pra fingir que defende nossos interesses.

Comentário por André Nogueira




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: