Corinthians: Preto no Branco


Jogo de Risco
fevereiro 13, 2009, 3:15 am
Filed under: Uncategorized

Antigamente os clássicos costumavam empolgar os torcedores pela rivalidade, isto é, dentro de campo. As notícias na semana que antecediam as partidas se referiam aos preparativos técnicos, aos atletas e suas provocações sadias, como as do irreverente Vampeta que adorava satirizar os bambis e que depois corria em dobro para que suas palavras fizessem sentido, também, dentro das quatro linhas.

.

Nestes tempos modernos, em vez de avançar retrocedemos a um ponto tão primitivo que as notícias de São Paulo x Corinthians, clássico do fim de semana, não se referem aos esquemas táticos ou preparativos técnicos, tampouco à declaração apimentada de um ou outro jogador, mas exaltam a ignorância de duas diretorias, ambas erradas em determinados aspectos, principalmente ao incitar à violência em seus torcedores mais ignóbeis.

.

E a Federação Paulista de Futebol, como não poderia deixar de ser, entrou na roda para botar mais lenha na fogueira, que já prometia um incêncio para domingo, e escalou para a partida o árbitro José Henrique de Carvalho, que foi punido com 15 dias de suspensão, no Paulistão 2008, após atribuir dois cartões amarelos a um mesmo jogador, o volante Magal do Guaratinguetá, na partida contra o Corinthians. Na época, o árbitro foi informado da gafe no intervalo do jogo e nem assim expulsou o atleta, prejudicando o Timão.

.

Era óbvio ululante que a escalação de José Henrique de Carvalho para o clássico de domingo causaria irritação no Corinthians e é mais um fator preponderante para que se tenha tudo, menos uma disputa leal entre os dois clubes paulistas.

.

Por essas e por amor à vida é que a blogueira abandonou a ideia de comparecer ao Morumbi e assistirá ao jogo, segura, no seu sofá e, infelizmente, este é o conselho do blog para todos os torcedores, ao menos enquanto cartolas e federações insistirem em destruir o espetáculo do futebol.

.

Para animar os alvinegros só mesmo a louvável atitude do clube ao estampar sua camisa com a marca da AACD e a notícia de que Ronaldo marcou dois gols nesta quinta-feira, em seu primeiro jogo-treino no Timão. Sinal de que o Fenômeno está voltando à velha forma e em breve brilhará nos gramados, muito mais do que as desagradáveis notícias tratadas neste post.

.

Por fim, de um jeito ou de outro, vai Corinthians!

Anúncios

39 Comentários so far
Deixe um comentário

Houve um tempo não muito distante, até a metade da década de 90, quando não existiam grades e o ingresso pro anel superior do Morumbi era o mesmo pra ambas as torcidas e cada uma entrava pelo seu lado do estádio e conforme a maior fosse ganhando espaço (sempre a do Corinthians), as cordas de separação eram fechadas na direção da torcida menor e a Fiel tirava sarro…

Bons tempos em que a proporção das torcidas era definida de acordo com a realidade e não imposta por grades e nessa época as torcidas menores sabiam o seu lugar e não se achavam o máximo por estarem equiparadas, ou em vantagem de tamanho sobre a torcida do Timão, simplesmente porque isso não existia.

Larissa: Pois é. Infelizmente, agora é a estupidez que impera. Abraços alvinegros.

Comentário por Paulo (Shadow)

LARISSA, INFELIZMENTE CONCORDO COM TUDO QUE VOCÊ ESCREVEU, REGREDIMOS TANTO QUE HOJE UM CLÁSSICO VIROU JOGO DE ALTO RISCO E QUEM DEVERIA TOMAR AS PROVIDENCIAS PARA QUE ISSO NÃO OCORRESSE É JUSTAMENTE QUEM BOTA MAIS LENHA NA FOGUEIRA, COMO VC ESCREVEU.

ESPERO QUE O CORINTHIANS VENÇA. NADA MAIS.

Larissa: É o que nos resta esperar, Heloisa. Abraços alvinegros.

Comentário por Heloisa

Larissa,, tinha quase a certeza que a Fiel ficaria na arquibancada amarela, como a torcida do palmeiras ficou das ultimas vezes e para a minha surpresa e preocupação, a nossa torcida ficara na arquibancada laranja, ao lado da independente, não adianta levantar muro, colocar vidros blindados, porque diversas vezes vi bombas serem arremessadas e explodirem nos vazios que separavam as torcidas(era um espaço grande), agora a arquibancada laranja já é pequena e colocar Gaviões e independente lado a lado, não foi uma atitude muito inteligente, só resta pedir a Deus que nenhum marginal leve bomba e que a policia faça a sua parte !!!

Larissa: Pior para quem não for torcedor organizado e adquirir o ingresso que sobrou para o torcedor comum, pela bagatela de R$90, ficará misturado com a torcida do São Paulo no setor VISA. Abraços alvinegros.

Comentário por Alvaro

Bom dia !
Pelo que se vê nas notícias do classico, sempre ressalvam as brigas etc…
Como vc mesmo disse, que nos tempos de hoje isso não pode mais existir, e o principal culpado é mídia ! Por isso acho interessantissímo esses comentários nos blogs, ressaltando esses comentários. Parabéns pelo texto, eu acho que é por aí as coisas. Essa união entre torcedores e essas idéias tem que exister para que haja justiça na federação e segurança nos estádios, principalmente em clássicos de maior torcida. Não incentivar a violência e a corrupção, favorecendo certos times na escala de arbitragem.
Ontem mesmo o Jornal Nacional comentou sobre a ” Mulher ” no estádio e tal. Isso é ótimo, mas sobre o clássico falou o quê ??? Falou de segurança, comentou sobre gols , sobre o histórico, incentivou a torcida de ambos os times a irem no estádio … não !!!
Então não podemos confiar, como vc disse, prefiro ficar em casa , seguro na sala assistindo, infelizmente é isso.
Grande beijo.
Fique com Deus !
Maikel

Larissa: É, infelizmente é a medida mais segura. Abraços alvinegros.

Comentário por Maiky-Chapecó

O gozado é que pela terceira vez seguida em jogos entre Corinthians x Saint Paul o mando é delas. Está mais do que na hora da diretoria seja ela qual for a eleita, cobrar a grandeza do nosso clube diante da tribo instaurada, pois quem sempre pagará a conta, serão os torcedores que frequentam estádios e não os da almofadinha que se dizem “sócios”.

Larissa: Que está na hora de defenderem os direitos do corinthiano, está. Abraços alvinegros.

Comentário por ¶ CAVERÃO DO TIME DO POVO

Realmente lamentavel o que acontece no nosso futebol,por essas e outras os estádios andam tão vazios.

Larissa: É… Esse é o valor que atribuem aos consumidores. Um marketing inteligente, não? Abraços alvinegros.

Comentário por Roger

Larissa, quem começou tudo foi a diretoria do spfw. Acabou mesquinhamente com a divisão de ingressos, esquecendo-se que essa divisão valeria se o mando fosse do Corinthians e ainda atrasou a entrega dos generosos (segundo o presidente do spfw) 10% a que o Corinthians tem direito.

E tudo isso foi feito somente com o intuito de empurrar na goela dos bambis ingressos para jogos que eles não comprariam em situação “normal”.

E ainda tem uma boa pitada da inveja que o spfw sempre teve do Corinthians por aquele alcançar títulos importantes e não chegar nem ao nosso chinelo em termos de grandiosidade.

Tem o fato de o Corinthians ter apagado a repercussão do titulo do spfw por conta da contratação do Ronaldo.

Tem o fato de a Globo ter escolhido o jogo com o Palmeiras para a estreia do Ronaldo e não o spfw. Coitados, eles se consideram rivais do Corinthians! Alguém viu o presidente do spfw dizendo que gostaria que o Ronaldo estreasse contra eles? Que coisa mais deprimente!

Essas coisas é que motivaram essa situação vexatória. E o pior é que a torcida ingaypendentes está tramando pelo Orkut emboscadas desde o início do ano, aproveitando-se da inédita vantagem numérica.

Espero que não ocorra nenhuma desgraça, mas se ocorrer a culpa é do presidente do spfw.

Larissa: É… Mas o que estamos debatendo aqui não se trata de uma briga de crianças na escola para nos apegarmos a quem começou a briga, estamos falando, por incrível que pareça, de futebol profissional. As diretorias e a federação não podem ser tão amadoras e inconsequentes, além da desvalorização dos campeonatos, do desrespeito ao torcedor, nesse caso, os custos podem ser incalculáveis. Abraços alvinegros.

Comentário por Luís Carlos

O clima criado é ruim, mesmo. Só não concordo com o que andam divulgando por aí, que tudo começou com a resposta do Corinthians. Estão esquecendo que a coisa teve início com a decisão esdrúxula do SP.

Larissa: Naturalmente, Jeff, cada um defende o lado que convém, compreendes? Abraços alvinegros.

Comentário por jeff

Larissa, como já comentei no post anterior, infelizmente as duas diretorias fomentaram esse clima de guerra entre as torcidas.
Não acredito que a torcida do SPFC tenha errado em oferecer apenas 10% dos ingressos aos Corinthianos, mas a diretoria errou ao “entrar na onda” e responder a carta dos alvi-negros com um comunicado que só era relevante e esclarecia uma situação até o segundo parágrafo.
Os diretores dos clubes deveriam ser proibidos de se apresentarem nos programas esportivos para debater e acabar, de uma forma ou de outra, incitando a violência e o ódio entre as torcidas.
Torço para o SPFC e somente para o SPFC. Não torço para o Juvenal ou para o MAC “ganhar” debates na TV. Não incorporo o espírito de debate que empolga muito mais a torcida do que os jogadores.
Se houver algum problema mais sério relacionado à violencia no clássico, os dirigentes dos dois clubes deveriam ser penalizados. Foi, no mínimo, irresponsável esse “chororô” por parte dos corinthianos, como foi também a “réplica sem noção” dos sãopaulinos. E a “imprensa” (a parte ruim dela) presta um (de)serviço a população.

Que o clássico seja disputado apenas no campo.

Saudações tricolores

Larissa: Está aí uma opinião sensata. Concordo. Saudações alvinegras.

Comentário por

Visual novo, né? Legal! Gostei. Só consigo pensar em uma razão para tudo isso: querem que assistamos o jogo pela TV, pagando os R$ 40 pilas, claro, ou o pacote do paulistão.

Larissa: Obrigada, Lou. Por parte da mídia é óbvio ululante que a intenção é essa. Abraços alvinegros.

Comentário por loumello

Larissa,

Uma certa vez estive falando com você pelo blog do Paulinho, sobre você cobrar o que e certo e outros mais no PSJ. Você me disse nesta oportunidade que quando viesse para SP faria.

Olhei no blog dele hoje que você foi intimidada e outros mais…..isso é verdade?

Quanto as coisas que este camarada colocou lá..é um absurdo…90% de mentiras….

O pedofilo era funcionario do clube e não era nenhum socio alcolizado….

Gostaria que voce conhecesse realmente o PSJ e conseguiria ver que não é bem assim

depois se quiser te conto direto como foi este caso…

abraços

Robson – MFD

Larissa: Olá Robson, seja bem-vindo. Pois é, por incrível que pareça, é verdade e, pior, fizeram a intimidação via email ao Lance!, mas enfim… Eu conheço o PSJ, só não frequento, no momento, por conta da impossibilidade de pessoas que não compactuam com a situação (no meu caso, nem com a oposição) sentirem-se seguras lá. É uma reclamação pra lá de recorrente que recebo e me sinto da mesma forma que os reclamantes. Quanto ao acontecimento lamentável, por favor, se quiser contar a versão que você presenciou fique à vontade, como eu escrevi lá: não estava presente e não sei o que aconteceu de fato. Abraços alvinegros.

Uma dúvida: você assina com “MFD”, mas os membros do MFD com quem debato diariamente assuntos do clube insistem em dizer que o movimento acabou e costumam ficar irritados quando alguém se dirige a eles como “MFD” e não como associados do Corinthians. Acabou ou não?

Comentário por Robson

OS DA ALMOFADINHA DO LADO DE JD LEONOR, DIGA-SE DE PASSAGEM, NO CORINTHIANS NEGUINHO BRIGA PARA NÃO SENTAR NELAS.

Larissa: Depende Caverão, a torcida do Corinthians é imensa… Tem público para todo tipo de setor de estádio, graças a Deus! Abraços alvinegros.

Comentário por ¶ CAVERÃO DO TIME DO POVO

eu gostaria de saber qual a reação das torcidas e desses ignorantes que dirigem o futebol paulista, quando olham um classico no maracana e minerão, com os estadios lotados, aquelas bandeiras tremulando, a fumaça os papeis picados, a festa das torcidas o que será que esses cartolas idiotas paulistas pensam?
são todos vermes, não valem o que o gato enterra.

sds.

Larissa: A reação dos cartolas eu não sei, mas a minha, enquanto torcedora de clube paulista, eu sei, infelizmente. Abraços alvinegros.

Comentário por Eduardo-Itajai

Temos que parar de tapar o sol com a peneira: O culpado disso tudo é o Corinthians!! Quem sabe agora esta diretoria morosa e safada toma vergonha e constrói um estádio para o que é tão belo quanto nossa história… nossa torcida.

Larissa: Seja bem-vindo, Higor. A diretoria do Corinthians tem culpa sim, no entanto, uma coisa não interfere na outra já que o mando é do São Paulo. Lógico que o Corinthians precisa sim de um estádio, precisa muito, mas durante 100 anos nós não tivemos um grande estádio e os clássicos foram disputados sem maiores problemas (deste tipo). Abraços alvinegros.

Comentário por Higor Valverde

Putz Shadow!!! eu lembro disso ai, a torcida inteira gritando ” a é i a fiel vai invadir”, pode crê esse tempo ai era bom.

Larissa: Registrado! Abraços alvinegros.

Comentário por Toel

Larissa esse foi o melhor conselho que poderia ter dado antes desse clássico, as coisas não estarão bem para torcida ”visitante”, nessas condições, sei que só vão os piores, só nego ”loco” e ”sangue no zóio”, poderia ser um belo jogo de futebol, estádio dividido cada um entrando pelo seu lado, a polícia realizando seu trabalho nos arredores do estádio mas as coisas se perderam ao longo dessa semana, essa briga da FPF como spfw respingou em todos os cantos, e só serviu para fomentar o ódio, não digo que o spfw é o culpado por isso, mas a organização do evento é falha, coisa primaria de se ver, e juntando a desorganização de um com a má vontade de outros só poderia sair merda, e quem perde é sempre o torcedor, tomara que o Timão enfie logo uns 7×0 na bambizada só pra mostrar quem é quem, sonhar não custa nada mas quem sabe meu sonho não vire realidade, nem precisa ser 7 uns 6 já esta de bom tamanho. abraços alvinegros e Vai Corinthians.

Larissa: Pois é, Toel… Infelizmente a realidade é essa, concordo contigo. Vai Corinthians! Abraços alvinegros.

Comentário por Toel

Concordo basicamente com tudo.
Acho que o São Paulo tem direito de disponibilizar a carga que disponibilizou e o Corinthians tem direito de reclamar.

Mas achei que as palavras que a diretoria do Corinthians usou para reclamar podem estimular a violência em seus “torcedores mais ignóbeis”.

Aí pra colocar a cereja no bolo rolou o “mal entendido” da entrega dos ingressos.

E a imprensa que de santa não tem nada só coloca lenha na fogueira.

Acho que eu deveria agradecer por estar trabalhando na hora do programa do Mílton Neves…

Bom exemplo deu o André Santos:

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Campeonato_Paulista/0,,MUL1000410-9839,00.html

Larissa: Também concordo basicamente com tudo, mas faltou citar a “tréplica”, enfim, com isso só aumentam as chances do pedido de André Santos passar batido, infelizmente, mas vamos torcer para que se não as diretorias e federações, as torcidas apresentem alguma evolução. Abraços alvinegros.

Comentário por Giuliano Iannarelli

Qual atitude é pior?

– A diretoria do timinho da Vila Sônia destinar apenas 10% da carga de ingressos ao Corinthians.
– A diretoria do Corinthians destinar grande parte dos poucos ingressos que tem às torcidas organizadas e deixar os de 90 reais para os não-associados às torcidas organizadas.

Minha opinião: dê preferência de compra dos ingressos aos associados do programa “Fiel Torcedor” do Corinthians. Estes contribuem mensalmente com 15, 40 ou 75 reais e não tem privilégios.
Os marginais de torcida organizada não ajudam o Corinthians em nada. Em sua maioria, não compram produtos oficiais. Ou ostentam camisas feias de suas gangues, ou usam cópias genéricas de materiais do Corinthians. E ainda tem privilégios. Uma vergonha!!!

Larissa: Sim, o clube deveria priorizar o fiel – torcedor, não há dúvida. Abraços alvinegros.

Comentário por Anônimo

Larissa, vocÊ acusou o SPFC como ninguém ao final do campeonato brasileiro de 2008. Agora tire suas conclusões:

FPF e Del Nero na mira do STJD

Condutas da Entidade e de seu Presidente serão analisadas pela Procuradoria; CBF, Tardelli e SP livres de suspeita

Aline Pereira
Alterar o tamanho da letra
A- | A+
enviar mensagem

O inquérito envolvendo a arbitragem na última rodada do Campeonato Brasileiro teve o seu desfecho nesta sexta-feira, dia 13 de fevereiro. O Relator do caso, Dr. Virgílio Val, opinou em seu despacho pelo arquivamento do caso, porém, o Presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Dr. Rubens Approbato Machado, divergiu em parte do relatório e fez o seu despacho entendendo que a conduta da Federação Paulista de Futebol (FPF) e/ou seu Presidente Marco Pólo Del Nero, devem ser analisada pela Procuradoria.

Clique aqui para acessar as pautas de julgamentos do TJD/SP!

Segundo Dr. Approbato, caso seja detectada infração, a denúncia deve ser feita no artigo 221 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (Oferecer queixa infundada ou dar causa, por erro grosseiro ou sentimento pessoal, à instauração de inquérito ou processo na Justiça Desportiva), que prevê como pena a suspensão de suspensão de 90 a 360 dias a pessoa física ou, tratando-se de entidade de administração ou de prática desportiva, multa de R$1mil a R$10mil.

No entendimento do Presidente do STJD, em relação ao árbitro Wagner Tardelli, à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e ao São Paulo, o inquérito deve ser arquivado, por não ter sido detectado prática de infração.

Entenda o caso:

A polêmica começou quando a secretária do São Paulo teria ligado para a secretária da FPF afirmando que precisava entregar um envelope para o Vice-Presidente da FPF, para que o objeto chegasse ao árbitro Wagner Tardelli. Ao saber disso, o Presidente da Federação, Marco Pólo, teria pedido um conselho a um Promotor da GAECO (Grupo de Atuação especial criado pela Procuradoria Geral de Justiça), que o instruiu para procurar o Presidente da CBF, Ricardo Teixeira e a Comissão de Arbitragem.

Depois do contato de Marco Pólo, a Comissão de Arbitragem decidiu por tirar Tardelli do último jogo do Campeonato Brasileiro entre Goiás e São Paulo, para preservar a imagem do árbitro. A mudança foi realizada um dia após o jogo, o que fere o Estatuto do Torcedor.

Depois do ocorrido, a Procuradoria do STJD entrou com um pedido de instauração de inquérito, que teve como Relator o Auditor e Vice-Presidente do tribunal, Dr. Virgílio Val.

Confira parte do despacho do Presidente do STJD:

I – No inquérito, como previsto nos artigos 81 a 83 do C.B.J.D., a função do Auditor-Processante é de realizar as diligências necessárias, ouvir as testemunhas e, quando for o caso, praticar os atos investigatório remanescentes. Procedidos tais atos, ao Auditor-Processante cabe apresentar o seu Relatório, com ou sem o seu parecer que, quando dado, tem efeito meramente opinativo, cabendo ao Presidente do Tribunal determinar ou não o arquivamento do Inquérito.

O Presidente, ante o que tiver sido apurado no inquérito, poderá despachar em sentido contrário ao da opinião do Auditor-Processante: se a opinião é pela instauração do processo disciplinar, o Presidente, ante a análise das provas colhidas, poderá determinar o arquivamento ou a instauração; de outro lado, se a opinião é pelo arquivamento, o Presidente, pelo mesmo sistema de análise das provas colhidas no inquérito, poderá acolher e determinar o arquivamento ou a remessa dos autos à Procuradoria, titular da ação infracional, a fim de oferecer, se disso se convencer, denúncia contra o autor da infração tipificada no CBJD .

II – No caso ora analisado, DESACOLHO, em parte o parecer do D.Auditor Processante, quanto ao arquivamento do inquérito, ante a robusta e substanciosa prova colhida.

Emerge, dessa prova, com clareza solar, que a denúncia da suposta ocorrência de atos graves, por parte do São Paulo F.C., com a eventual conivência do Vice-Presidente da FPF, que serviria de intermediário, para a corrupção do árbitro designado para apitar a partida final do Campeonato Brasileiro de Futebol-2008, série A, resultou, na melhor das hipóteses, de um erro grotesco do denunciante, o Presidente da Federação Paulista de Futebol.

Além de despojada de qualquer prova, a denúncia formulada pelo Presidente da FPF levou a CBF, contrariando o preceito do artigo 32 e parágrafos da Lei 10.671, de 15 de maio de 2.003, (Estatuto do Torcedor), a mudar o árbitro tempestivamente sorteado, por outro árbitro, fora do prazo legal.

Essa mudança, justificada pela CBF por razão decorrente da gravíssima acusação de suspeita de corrupção emanada pela mais alta autoridade da maior Federação de Futebol do Brasil, causou, como é fato público e notório, um escândalo nacional, colocando em xeque a idoneidade de toda a competição Nada havia a sustentar essa denúncia. Nenhuma prova ou qualquer outro ato de cautela foi trazido para embasar a denúncia tão grave que, ao final do inquérito, comprovou-se ser destituída de qualquer veracidade.

III – Não pode passar sem registro, o fato de o árbitro sorteado e afastado à véspera do jogo ter sofrido oceânico abalo no seu patrimônio moral, ao ser afastado de maneira tão vil, sendo importante ressaltar que ele, árbitro da FIFA, sequer era filiado ou sujeito à Federação Paulista de Futebol.

Uma simples conversa telefônica entre duas secretárias, sem qualquer indicação séria de alguém dos clubes ter pretendido presentear o árbitro sorteado, ou de ter sido intermediada uma negociação corruptora através do Presidente em exercício, na ocasião, da própria F.P.F., levou o Presidente titular da Federação, por um erro crasso de sua apreciação, a fazer, de sobressalto, uma demanda verbal a um membro do Ministério Público de São Paulo que, ante tão grave denúncia, de pronto verificou a inexistência de crime, tanto que se limitou a aconselhar o Presidente da FPF a comunicar o fato à CBF.

Apesar disso e reiterando esse erro descomunal, levou a CBF, ante a urgência pela exigüidade de tempo, a tomar a atitude de afastar um árbitro FIFA, levando-o à desmoralização pública. À CBF, até por um estado de necessidade, naquele momento, só tinha dois caminhos a seguir: (a) ou cancelar o jogo, protelando-o para outra data, até se apurar os fatos denunciados, o que seria uma tragédia para o campeonato e ao futebol brasileiro, ou (b) violando o prazo da Lei do Estatuto do Torcedor, afastar o árbitro denunciado, sorteando outro em substituição. A CBF optou por este último caminho, mais adequado e civilizado, induzida, repita-se, pelo crasso erro grosseiro do denunciante.

IV – Os autos do inquérito não comprovaram, como ressalta o senhor Auditor-Processante em seu Relatório, ter ocorrido o fato denunciado pelo Presidente da FPF à CBF, às vésperas do jogo, que resultou na substituição do árbitro.

Desse modo, merece análise, por parte da Procuradoria, a parte dispositiva do tipo descrito no artigo 221 do CBJD, quanto ao fato de o Presidente da F.P.F. ter dada causa aos atos escandalosos que determinaram a substituição do árbitro sorteado. Essa denúncia, dada por um sopro de dúvida sem a devida cautela na apuração de um mínimo de veracidade, acarretou a invalidação de um sorteio e a realização de um novo , fora do prazo legal, violando o Estatuto do Torcedor. Tudo isso se deu, “prima facie”, por erro grosseiro do denunciante.

Em outras palavras, ao que se denota a CBF foi induzida a erro por parte do Presidente da Federação Paulista de Futebol, o que, em tese, pode configurar a ocorrência da infração tipificada no artigo 221 do CBJD, o que merece ser cuidadosa e devidamente avaliado pela Douta Procuradoria deste STJD.

V – No mais, em relação ao árbitro WAGNER TARDELLI, ao SÃO PAULO F.C. e à CBF, o inquérito nada revelou de prática de infração, motivo pelo qual, em relação aos mesmos, o inquérito é arquivado.

VI – Encaminhem-se os autos à Douta PROCURADORIA, para análise da conduta da FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL e/ou do seu Presidente, Doutor MARCO POLO DEL NERO, no que consiste, em tese, no tipo do artigo 221 do CBJD, indicando o cometimento de erro grosseiro que gerou a presente investigação, além das graves conseqüências que poderiam incidir sobre a competição como um todo.

CUMPRA-SE. Intimem-se.

S.T.J.D., 13 de fevereiro de 2.009.

RUBENS APPROBATO MACHDO
-Presidente-

Larissa: Caro Zé, muito legal o artigo, nossa FPF é incomentável, até. Agora, no que isso altera o que escrevi, tempos atrás, quando foi a diretoria do São Paulo que admitiu que era praxe presentear autoridades do futebol com ingressos de shows e otras cositas mas? Foi a cartolagem tricolor que admitiu o envio, meu caro. Aliás, seguindo essa análise, posso muito bem desconfiar que dessa vez tenham presenteado os membros do STJD. Abraços alvinegros.

Comentário por

Larissa,

Gostaria só que você emitisse uma opinião para o seguinte fato:

“O clube disponibilizou em suas bilheterias 2,3 mil entradas que custam R$ 90. Já os outros 4,2 mil ingressos (no valor de R$ 40 cada) foram destinados às torcidas organizadas.”

??????????

Larissa: Lamentável… Depois pra fazerem o Fiel Torcedor engrenar, aumentam abusivamente alguns setores do estádio, ao invés de darem privilégios a quem gera renda diretamente ao clube pagando um plano. Está certinha a política no Corinthians, é assim mesmo que funciona… O sócio do clube ou o Fiel Torcedor ficam em segundo plano porque eles ajudam o clube financeiramente por caridade, de modo que quem quiser ter ingresso, ao menos de arquibancada garantido, faz muito mais negócio se inscrevendo como sócio de alguma TO. Não adianta a gente ficar batendo na tecla de que o clube deveria gerar receita com planos de sócios, seguindo o modelo de sucesso de outros clubes, se aqui o associado não é o privilegiado maior. Enquanto imperar a politicagem, fica difícil o Corinthians ter como trabalhar corretamente essa receita que poderia obter dos sócios, inclusive no tocante a atrair novos associados. Abraços alvinegros.

Comentário por Anderson

Toda essa questão dos 10% de ingressos está errada.
Primeiramente penso que, se o São Paulo tem o direito legal de destinar apenas 10% para o Corinthians, tudo bem, e sendo eles proprietários do Morumbí estão certos em terem feito o loteamento dos espaços, com contratos que lhes garantem um bom retorno financeiro. Porém quando o Campeonato Paulista foi definido no atual formato há alguns anos, não era assim. E por isso a questão dos mandos entre os grandes não tinha essa importância toda. O formato atual, com turno único, semi-finais e finais gera vários desequilíbrios de mando.
Primeiramente,porque se joga 9 jogos fora e 10 em casa, ou o contrário, definido pela classificação do ano anterior. Para os times grandes, em que cada um deles tem 3 adversários também grandes, joga-se uma fora e duas em casa ou o contrário.

O Corinthians abriu mão dos mandos, julgando que seriam disputados todos no Morumbí ou na Vila Belmiro,quando o jogo é contra o Santos.

E agora vem o São Paulo com essa história de loteamento do Estádio e muda a regra durante o Campeonato. E a Federação deixa rolar!!!

O fato de o Corinthians não ter um estádio grande é motivo de gozação dos rivais, mas não se deve esquecer que o Corinthians paga aluguel para quem quer que seja e joga como mandante. E pagar aluguel é o mesmo que ser proprietário em certos sentidos. Por exemplo: quando a pessoa mora de aluguel o dono perde o direito até de entrar no imóvel, que passa a ser durante a vigência do contrato o domicílio do inquilino.
Os direitos do Corinthians estão sendo cerceados, estamos sendo prejudicados e ainda por cima estão cobrando valores de R$ 90,00.

O que está acontecendo é ILEGAL, é quebra de contrato!!! Estão mudando as regras durante o jogo!!!

Já não bastava o aumento no valor dos ingressos que o próprio Corinthians impôs à sua torcida, agora vem o São Paulo com essa e ainda por cima com a conivência da federação.
Na minha opinião o Corinthians tem que rediscutir tudo isso para o próximo Paulistão, para não ficar refém dessas situações e não ser prejudicado novamente.

Sei que estou me alongando demais mas também tenho que falar sobre os problemas que isso pode gerar, além de todo o fator esportivo e econômico, esse jogo (espero que não)pode apresentar problemas de violência, já que existe a notícia que as organizadas do São Paulo estão preparando emboscadas para os Corinthianos.

Embora eu espere que isso não seja verdade, sabemos muito bem que pode acontecer.
Além de tudo, muitos Corinthianos também estariam se organizando para comprar ingressos de numerada em grande número, e no setor Visa também , e com os ânimos acirrados podem acontecer conflitos ou desentendimentos nesses setores, onde não há separação das torcidas.

Espero que a PM seja competente e atuante para evitar maiores problemase que tudo ocorra em paz.

Abraços,

Freeman.

Larissa: Caro Freeman, suas observações são pertinentes, não posso te responder se de fato há ilegalidade nessa atitude que você apontou, deveria haver, mas conhecemos o nosso sistema judiciário o suficiente para saber que nem tudo que “deve” ocorrer, ocorre. Contudo, concordo contigo quanto ao Corinthians reavaliar seus direitos, parece que a primeira proposta do reeleito Andrés Sanchez já se configura nesse sentido. Quanto às demais observações sobre a segurança do clássico, endosso seus anseios. Abraços alvinegros.

Comentário por José Freeman Junior

Caverão, Também acho sacanagem ano passado o mando de campo ter sido so SPFC e repetir esse ano. É injusto. O SCCP deveria ter reclamado quando saiu a tabela.

Luis Carlos, Vc é incoerente, como q a independente tá tramando emboscada desde o início do ano se aproveitando da vantagem numérica se a destinação de 10% pro corinthians foi na semana passada? O SPFC tá com inveja de não ter estádio. Então tá. Fica acreditando no Andres q vcs vão ter 2 estádios em 2010. Aliás a sala de maquetes de estádio do corinthians deve ser maior q a de troféus… E o Ronaldo, ainda vou me divertir muito com essa contratação. Pena q ele tá com medo de estrear contra a gente e que quando o Brasileirão chegar ele já deve ter arrumado as malas e vazado. E o Dr. Pinguço disse q ele estaria pronto em 3 semanas (isso no dia 18.12)

Por final, acho q a decisão do SPFC vai ser muito favorável ao SCCP, agora quem sabe vcs constroem um estádio, porque ficar mandando clássico no Pacaembú vai ser ridículo e anti-econômico.

Agora o pior da estória é o Andres dar os ingressos mais baratos às organizadas e deixar os sócios e sócio-torcedores do SCCP pagarem 90. É uma inversão de valores. É melhor ser gavião do que sócio-torcedor do corinthians (isso é q é estratégia de MKT).

Ou não, talvez o pior seja convocar a torcida pra ir pro lado de fora do morumbi e não entrar, só protestar (um convite à violência)

Paz, galera! Futebol e rivalidade é ótimo, mas sem violência, que não leva a nada.

Saudações Hexatricolores

Larissa: Registrado, Alexandre. Saudações alvinegras.

Comentário por Alexandre

Larissa, só pra esclarecer a questão dos ingressos. O responsável pelo envio de dois lotes distintos não é o Corinthians. Quem pagou R$90 ficará espremido ao lado do Setor Visa criado pela bicharada. Já os outros ingressos de R$40 equivalem ao ingresso de arquibancada para torcedores cadastrados das organizadas. É bom não perdermos isso de vista: não há influência nenhuma da diretoria corinthiana na questão dos preços. Caso não houvesse essa discriminação abusiva promovida pela FPF sobre as organizadas, os ingressos de R$40 estariam disponíveis para todos. E como o restante dos corinthianos ficarão ao lado do setor Visa, na cabecinha dos bambis o preço também ter que ser igual.

Por fim, vale dizer: o abusivo aumento promovido no Pacaembu foi altamente divulgado e combatido pela imprensa. Por outro lado, essa falácia de cobrar R$90 dos leonores passou batido e há até explicações bastante plausíveis do ponto de vista da imprensa vendida.

Larissa: Claudio, endosso sua reclamação sobre a mídia não divulgar esses fatos, é uma vergonha, no entanto, eu nunca disse que a diretoria do Corinthians era responsável pelos lotes, nem pelos preços. A minha crítica se refere aos ingressos mais baratos serem destinados aos torcedores organizados em detrimento do Fiel-Torcedor que gera receita ao clube e deveria ser priorizado. Abraços alvinegros.

Comentário por Claudio

Alexandre,

Quem está sendo incoerente? Você pode não ter tido conhecimento, mas a torcida ingaypendente está sabendo da decisão desde o início do ano e não desde a semana passada, como os demais.

Você que está sendo incoerente ao mencionar o fato de o Corinthians não possuir estádio, coisa que não tem nada a ver com a situação.

Vocês estão se amparando na seguinte questão: “o estádio é nosso, o mando é nosso”, mas não é por aí. Se o mando fosse do Corinthians os ingressos seriam divididos como sempre foram. Isso foi uma facada nas costas. E porque vocês são invejosos sim senhor. Tanto é que você apareceu aqui, nénão?

E que o Andrés tem a ver com isso também?

Larissa: Registrado, Luís. Abraços alvinegros.

Comentário por Luís Carlos

Não adianta essa bambizada ,que não sai dos blogs sobre o Timão (cambada de pagapau), vir aqui querendo passar um pano, nem se travestir de corinthiano para tumultuar.

O que os bambis fizeram foi uma patifaria histórica. Anunciaram rindo, em cima da hora, que a Fiel só ia ter 10%. Atrasaram o envio, mandaram em forma de bobina e sem numerar, e um terço dos ingressos com esse preço absurdo de 90 paus (e eu acho normal os ingressos mais baratos serem vendidos para as organizadas, porque ese jogo não é para família mesmo).

Se vai dar m…? Provavelmente. E essa conta tem que ser mandada para aqueles bambis irresponsáveis e arrogantes que provocaram tudo isso.

Larissa: O Procon, aliás, já “pediu esclarecimentos aos dois clubes em razão dos problemas causados aos torcedores, que não conseguiram comprar os ingressos do jogo na manhã da quinta-feira, data na qual deveria ter começado a comercialização dos bilhetes. O atraso fere o artigo 20 do Estatuto do Torcedor, que exige o início da venda de ingressos até 72 horas antes da partida. Mas nem São Paulo nem Corinthians admitem o desrespeito à lei. O São Paulo foi questionado sobre a quantidade de bilhetes colocados à disposição para a torcida visitante, além do dia e da hora na qual os bilhetes foram disponibilizados. O Procon também notificou a Federação Paulista de Futebol (FPF) e o Corinthians para explicar os incidentes durante o jogo contra Portuguesa, no sábado, no Pacaembu.”
Abraços alvinegros.

Comentário por Caio

Larissa, hoje saiu a renovação do Corinthians com a Nike. A imprensa destacou o fato como se fosse um grande negócio: triplicamos o valor recebido (a partir de 2010). A oposição também deu a entender a mesma coisa, afinal afirmou que o anúncio foi feito hoje como golpe eleitoral.

Pois eu escrevo aqui para demonstrar toda minha indignação e revolta com esse negócio patético, que foi péssimo para o clube.

A Nike sabiamente se aproveitou do momento que vivemos, com a corda no pescoço por causa da falta do patrocinador principal, e ofereceu um contrato com valores ridículos, mas com um adiantamento de R$11 mi, que foi aceito pelo nosso (espero que apenas até amanhã) presidente.

Essa história de triplica o valor não me interessa! Quando se renova um contrato, não se leva em conta o quanto era pago antes, mas sim o quanto vale agora. Fechamos um contrato de 5 anos, recebendo R$16 mi por temporada. Vamos fazer uma breve comparação com o mercado: O SPFC, time de torcida sazonal, recebe R$15 mi por ano da Reebok. Acredito que não é necessário lembrar a todos aqui que o Corinthians tem um nome muito mais forte e uma torcida muito maior do que o do SPFC, certo? Então por que eles recebem cerca de 93% do que a gente recebe? Vocês acreditam que a marca SPFC vale 93% da marca Corinthians? O pior é que esses R$15 mi do SPFC foram acertados no final de 2007! Em uma matéria do Estadão, de 22/06/08, há mais de seis meses atrás, o SPFC já declarou estar insatisfeito com esse valor, que estaria ultrapassado!

Para o Flamengo foi oferecido, pela Olympikus, R$21 mi por temporada. Apesar de ter uma torcida teoricamente maior do que a nossa, o Flamengo não tem uma marca tão valiosa. Muitos de seus torcedores são meros simpatizantes, espalhados pelo Brasil, que não acompanham de verdade o time, muito menos compram seus produtos oficiais.

O novo contrato da Nike com o Timão é de 5 anos, ou seja, se o valor já está defasado hoje, imaginem daqui 3, 4 anos. Isso sem levar em conta o nosso centenário! Quanto será que vale para a Nike ser a patrocinadora do Timão no ano do centenário alvinegro?

Essa renovação lesou os cofres alvinegros, afinal, levando em conta o centenário e a longa duração do contrato, acredito que merecíamos pelo menos R$25 mi por ano (apenas 20% a mais do que o que ofereceram para o Flamengo). Mas nossa diretoria optou por aceitar 60% desse valor, que multiplicado pelos 5 anos de contrato resulta em um prejuízo de R$45 mi. O único ponto positivo no contrato é o aumento dos Royalties, para 18%.

Gostaria de entender que tipo de golpe eleitoral é esse? Para mim é um golpe Kamikaze.

Abraços de um Corinthiano furioso!

Link da matéria do estadão:

http://www.estadao.com.br/esportes/not_esp194087,0.htm

Larissa: Caio, estou em meio a uma discussão acirrada sobre isso, com pessoas do MFD e conhecedores da atual diretoria e do contrato, analisando os pormenores, etc e tal… Mais tarde, assim que confirmada oficial a renovação, farei um post especial sobre o assunto, adianto que concordo contigo: o contrato é bom pra Nike. Quem está dizendo que o contrato é bom está caindo na mesma armadilha do vínculo atual, confiando que o clube irá ver algo além dos R$3 milhões mínimos de royalties, quando a experiência já nos mostrou que o clube não tem como controlar isso. A Nike fechou rapidinho um contrato baixo de R$11 milhões anuais por 5 temporadas, válido a partir do ano que vem, sem querer saber quem vai ser o presidente após as eleições e muito menos demonstrando preocupação com o próximo presidente a partir do primeiro trimestre de 2012, quando ela ainda terá quase mais 3 anos de contrato ainda.
Em tempo, todo mundo aqui já sabe que um contrato longo assim não é bom negócio, o vínculo atual mostra bem isso.
Se fosse algo que valesse o dobro do segundo clube que mais recebe no Brasil, seria algo a se pensar por 2 ou 3 anos, exatamente como estamos agindo nas discussões sobre o patrocínio de camisa, mas não, fecharam por um valor que se duvidar não é o maior em termos líquidos nem hoje e por 5 temporadas. Pior! O contrato vale a partir do ano que vem, ano do centenário, quando o Corinthians poderia negociar com qualquer fornecedor por uma nota!
Mas não, pra adiantar R$11 milhões, fechou correndo agora.
Abraços alvinegros.

Comentário por Caio Junqueira

Olá Caio Junqueira,

Fico feliz de ver pessoas raciocinando e processando de forma correta aquilo que a mídia informa de maneira irresponsável e distorcida.

Estou numa discussão ferrenha no Orkut tentando abrir os olhos dos que não enxergam esse péssimo negocio por todas as razões que voce já citou e mais algumas.

Pra piorar, o valor líquido mesmo que o clube irá receber será de 11 milhões, o resto é perspectiva incógnita.

5 anos é um tempo absurdo para um contrato que hoje já aparenta se apresentar defasado e inacreditavelmente a validade do mesmo só se inicia em janeiro de 2010.

E pleno ano do contenário o Corinthians ficará sem receita líquida do fornecedor porque já terá pego a cota referente em forma de adiantamento praticamente um ano antes (no caso agora) e justamente por isso, por ter corrido atrás com o pires na mão, perdeu a chance de negociar um bom contrato no início da temporada em que completaremos 100 anos.

Larissa: Registrado. Concordo e acrescento apenas uma informação que chegou até mim: talvez não passe de fumaça e nem assinado tenha sido ainda, essa foi a última notícia do dia e espero que seja a verídica, afinal, por esses valores e nesses moldes o melhor a fazer é não renovar. Abraços alvinegros.

Comentário por Paulo (Shadow)

Larissa, concordo com vc quanto ao absurdo da situação a que chegamos, sendo forçados a preferir assistir no sofá de casa justamente aos maiores e mais gostosos duelos, os clássicos. Só discordo, mesmo sendo corinthiano fanático (pleonasmo?), quando vc associa o velho Vamp e suas declarações à rivalidade sadia. Era engraçado mesmo ver ele chamando os caras de bambis e depois arrebentando contra eles com aquele nosso timaço inesquecível. Porém, sabemos que a grande maioria dos torcedores de futebol leva isso como desaforo (no caso específico, os são-paulinos, provocados), ainda mais quando se trata de uma alusão homossexual, num meio mais machista do que a própria sociedade em geral, que já o é. Isso, em classes sociais menos favorecidas, com menor grau de escolaridade e todos os problemas sociais daí decorrentes, chega a gerar mortes, acredite. Entendo que, embora o Vampeta tentasse e até conseguisse chamar a atenção e irritar os adversários,acabou plantando uma semente perigosa, que em muitos meios acentuou ainda mais a já insana violência entre torcidas. Nossa, me empolguei… rs… Enfim, acho que o futebol precisa sim de jogadores irreverentes, senão vira uma chatice, como já está virando em muitos casos, no mundo de clichês e frases feitas globalizados. A única ressalva quanto ao velho Vamp é no caso específico dos bambis, pelos motivos que disse acima. Não sei se vc concorda, já havia pensado nisso dessa forma??
Abraços alvinegros! (me rendi à dona do blog…).

Larissa: Caro Lucas, o prisma da sua análise é interessante, ainda considero as declarações de Vampeta, que inspiravam os jogadores no Majestoso, menos nocivas do que essa briga descabida entre as duas diretorias, limitação de ingressos, isto sim pode causar revolta e desastres. Abraços alvinegros.

Comentário por Lucas

Acho que o contrato Nike não foi corretamente entendido, a vista dos comentarios. Parece que nao eh nada disso o que estao discutindo aqui.

Larissa: Acredite, é exatamente isso que está sendo debatido aqui, pelo menos com base nas informações que o Rosenberg divulgou, embora estejam querendo fazer parecer um dos melhores contratos do mundo, não é. Boa parte dos valores são fictícios, por exemplo, 18% em royalties, sendo que o Corinthians nunca viu a grana desses royalties porque não há como fiscalizar o que é vendido pela Nike e a patrocinadora sempre alegou que o Corinthians não atingira a meta necessária para receber tais valores. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

Desculpe mais uma vez. O que ouvi dizer foi que a Nike teve que antecipar a renovação, mesmo porque o atual contrato(uma porcaria) vai ate o fim deste ano. E a Nike teve que cobrir uma oferta de concorrente muito maior, que inclusive indenizaria a Nike pela quebra neste ano.
Portanto essa de que, foi feito de afogadilho, é de uma insensatez e desconhecimento no minimo burro.
Esses 11 milhões na verdade sao um bonus, porque senao a Nike iria dançar, isso sim eh o correto de dizer, antes de desfazer o trabalho de Rosenberg.
Sei que a preferência eleitoral eh outra, mas diminuir um feito em nome disso, nao eh correto, no meu angulo de ver as coisas.

Larissa: Primeiramente, aqui não existe ninguém burro, respeito precisa existir e preferência eleitoral nada tem a ver com isto, mesmo porque, não prefiro nenhum candidato. Na realidade, eu analiso os fatos, todos os pormenores e dou a minha opinião, o que parece é que você, declaradamente situacionista, é que não aceita as opiniões que colocam em xeque atitudes da diretoria alvinegra. Por que, eu gostaria de saber, eles estão acima do bem e do mal e não podem ser questionados? Depois, não houve nenhum bônus. O novo contrato entra em vigor em janeiro de 2010 e foram adiantados R$11 milhões do primeiro ano. De resto, não confie em engodos. Da mesma maneira que eu falo isso da nossa diretoria e peguei um exemplo da antiga diretoria do Palmeiras (caso do patrocínio 2008), o mesmo vale pra do São Paulo. Por isso mesmo, peço que leia com ressalvas o texto abaixo, embora com coerência. Ou não acredite nos engodos de ninguém, ou acredite no de todo mundo:

[O São Paulo “contra-ataca” por Marcelo Damato

O São Paulo acusa o Corinthians de iniciar uma competição de números no marketing e decidiu “corrigir” o que considera ser erros do rival. A direção de marketing do São Pão afirma que o novo contrato com a Nike dará ao Corinthians menos do que o São Paulo já recebe da Reebok, a menos de dois anos do fim do contrato.

Do contrato de R$ 15 milhões anuais que o São Paulo tem com a Reebok, o diretor de marketing, Julio Casares, diz que o clube recebe R$ 12 milhões em dinheiro – e R$ 3 milhões em material esportivo.

O clube diz oficialmente que ainda tem mais duas fontes de receita. A primeira é a que vem das lojas SAO que hoje estão em três shoppings e da megaloja Reebok, no Morumbi.

O São Paulo fica com 10% da receita líquida (faturamento menos impostos), o que dá ao clube cerca de R$ 4 milhões por ano.

E o São Paulo, segundo a mesma explicação, fatura outros R$ 2 milhões em royalties extras sobre o valor mínimo.

Assim, com a parceria com a Reebok, o clube afirma estar faturando R$ 18 milhões por ano.

Em todas as lojas, o investimento e as despesas ficam por conta da parceira.

E contrato terminará no meio de 2010.]

Salvo engodos de todo lado, a única coisa que fica clara é que o nosso possível novo contrato não tem nada demais hoje, quiçá daqui um ano quando entra em vigor e imagine daqui 6 anos quando estiver expirando, provavelmente, estará uma “porcaria”, como você chamou o contrato que o Kia assinou, de moldes semelhantes, que hoje está defasado e na época era o “melhor” do Brasil… Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

Concordo plenamente com vocês, Paulo e Larissa. Também estou torcendo para que ele não tenha sido assinado. É triste ver algo desse gênero acontecendo com o Timão.

Na GE.net o jornalista (?) Chico Lang ainda teve a ousadia de afirmar que “O acordo feito entre Timão e Nike só perde para dois clubes no mundo: o Manchester United, da Inglaterra; e o Barcelona, da Espanha.”!

Abraços

Larissa: Dispensa comentários, né Caio?! Abraços alvinegros.

Comentário por Caio Junqueira

Larissa,

Sou são-paulino e edito um blog de respeito, além de colaborar em outros, de jornalistas já consagrados.

Não entrarei no mérito da decisão da diretoria do São Paulo em romper com uma tradição em nome da lei e da recíproca com que o torcedor são-paulino é tratado em outras praças esportivas.

Na verdade, neste comentário, gostaria de manifestar minha contrariedade em seu post, quando você pede ao torcedor para ficar em casa.

É isso o que a imprensa quer, é isso que os marginais querem.

O torcedor tem mais é de ocupar seu espaço nas praças esportivas, tem de sair de casa, tem que ocupar seu espaço na sociedade.

Ficar em casa é dar a esses marginais o que eles querem. É deixar que eles ocupem um espaço que é do cidadão de bem.

Eu incentivo o torcedor a ir sim ao estádio. Ir para torcer em paz, independente do clube para o qual torça.

Só assim estaremos sufocando toda essa marginalidade e dessa forma não deixaremos que eles tomem conta e matem a nossa paixão pelo futebol.

Saudações Tricolores!!!

http://jornalismofc.wordpress.com

Larissa: Seja bem-vindo Fabiano, parabéns pelo blog, devo adiantar-lhe que não sou e nem pretendo me tornar jornalista. O blog é de uma torcedora corinthiana. Ponto. Concordo sim que é isso o que a mídia quer, mas entenda que conversei com torcedores organizados que irão ao confronto e não acho seguro pra mim, portanto, pra ninguém que se compareça ao estádio, infelizmente. Não daria esse tipo de conselho, que nem corresponde ao que costumo abordar no blog, sobre clássico, rivalidade sadia, etc… Mas é um caso atípico de nervos aflorados, uma torcida em minoria e revoltada. Sinceramente, a minha opinião é de que torcedor que não quiser correr riscos e se incomodar não deve comparecer por medida de segurança. Abraços alvinegros.

Comentário por Fabiano de Souza

Aliás, você ainda não respondeu ao

Comentário por Zé Fevereiro 13, 2009 @ 4:07 pm

Esse leitor não merece ficar sem a devida resposta.

Saudações Tricolores!!!

Larissa: Nenhum fica, mas ainda não terminei de responder a todos, por falta de tempo. Abraços alvinegros.
http://jornalismofc.wordpress.com/

Comentário por Fabiano de Souza

Vcs. estao perdendo tempo em blogs. Deveriam montar uma empresa de mkt esportivo, ja que entendem de tudo, e sao bambams no assunto.
Barbaridade tche!!!
E o que eu disse, eh que eu acho burro quem afirmou que foi de afogadilho. Faz uma data que Corinthians e Nike tao negociando, desde aquela fracassada mudança do mengo, com a Olympicus.
So isso. Negar isso, eh falsear informaçao.

Eu nao entendo nada de mkt, assim como todos aqui, presumo, e entao se eh pra dar palpite tambem dou os meus.

Afogadilho o escambau, eh a minha opiniao, nao se trata tambem de defender a situaçao, mas a logica.

Quando se prejulga por preferencias politicas, so sai borracha, o que menos interessa eh a verdade.

Quando vejo criticas ao Corinthians, nao importa quem esteja no puder, se for injusta, eu contesto mesmo.

Quem fica de boca calada e engole qualquer bla bla que sai de um teclado eh trouxa.

Por exemplo, acreditar no Casares, para mim eh o fim da picada. Nao eh o homem de mkt que vendeu saquinho de grama? e Inventou o batizado?

Eh vc. cita como referencia? To fora, mas se vc. acha melhor acreditar nele do que no Rosemberg, fique na sua.

Eu nao entro em nenhuma desse Casares, empregado do Bispo.

E quando o Timao fechar o patrocinio, eles vao mostrar um monte de numeros pra dizer que o deles foi maior.

Ja fizeram isso, o ano passado, em que tiveram que engolir o nosso patrocinio maior, mesmo na segundona, pq. nao acreditar que irao depreciar tudo o que o Timao fizer?

Entao Larissa, eh claro que vao depreciar, e por favor, nao de uma de babar ovo pra Bambi, ja chega o Paulinho que deu no s…… com essa ladainha.

Estou so esperando as pancadas porque o Sanchez disse que nos proximos 3 anos o Timao nao joga mais no Morumbicha, em seus mandos, ou da federação.

Se jogasse viria porrada, e como disse que nao vai, vai tomar porrada do mesmo jeito.

Ja li em um post em outro blog, nao lembro qual o nick de quem escreveu, que os Bambis usam a tecnica de guerrilha, (TUDO DE RUIM EH DOS OUTROS). Com isso sobressaem. O sucesso do rival eh a morte.

Pode reparar, qualquer prego que se destaca no Timao, o Flavio Bicha Prado vem e martela.

Eh o esquema, porisso, o contrato do TImão com a Nike, vai virar BOSTA.

E tem Corinthiano que ajuda.

Abraços alvinegros.

Larissa: Por enquanto só o pré-contrato foi assinado, por isso ainda não fiz um post para debater o assunto, mas farei. Vale ressaltar que o Paulo é formado em marketing e eu também estudei o assunto durante a graduação, não estamos dando meros palpites, mas nos amparando em fatos concretos e conhecimentos adquiridos. Aguarde o post com maiores explicações, discutiremos os pormenores. Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

Caro To Ficando Rouco

Você fala, fala, fala, mas não traz argumentos. Apenas diz que acredita mais em fulano do que sicrano, ao invés de procurar analisar a situação. Quando discorda, também não argumenta, mas vai saindo pela tangente, afirmando que o SPFC é isso, o SPFC é aquilo e que o Timão é a eterna vítima. Tudo bem, concordo que a mídia nossa é cor-de-rosa, mas menos…

Palpite é o que você está dando, não a gente. Nós pegamos os números, divulgados por diversos meios, e procuramos compará-los e analisá-los, pois o mercado permite que façamos isso. Se você ao menos tentasse fazer o mesmo, tenho certeza de que chegaria a mesma conclusão. Caso não tente, acredito que até 2011 ou 2012 perceberá o péssimo negócio feito.

Abraços Alvinegros

Larissa: Registrado, Caio. Abraços alvinegros.

Comentário por Caio Junqueira

Larissa,

Na realidade acabou mesmo…só me intitulei mpara saber quem sou…

Lá nao existem agressores como voce fala …existe gente de bem..e quero provar isto para voce…

meu paulinho é pau mandado….

cai na realidade..apenas isto…..

Larissa: Robson, em primeiro lugar, quando foi que eu disse que havia agressores lá? Eu disse que eu debato com membros do ex-MFD todos os dias, nada mais. A propósito, de onde você me conhece para saber a minha opinião pessoal sobre outros blogueiros ou a realidade? Não acho que seja possível alguém que não me conheça saber, porque em blogs eu não emito preferências pessoais, mas argumentos em cima de fatos. A minha opinião pessoal está muito bem guardada comigo. Espero que entenda. Abraços alvinegros.

Comentário por robson

Conforme já colocou o Caio, nós estamos analisando números e termos do suposto contrato de renovação.

Estou desde ontem discutindo com entusiastas do alarde, mas é realmente complicado, pois enquanto voce coloca números e situaçaões de mercado em debate, outros preferem entrar na onda de engodos e de maneira incoerente ainda por cima, pois não tem lógica, já que se for pra cair em engodos da nossa diretoria, computando tudo que é possibilidade além de valores líquidos, é justo que consideremos os engodos dos rivais também na hora da análise.

Como não estou de birra com rival, nem com divulgação da imprensa nesse caso, me limito a lamentar o fato do Corinthians estar fechando um negocio muito aquem das suas possibilidades.

Comentário por Paulo (Shadow)

Entao ta. Quer dizer que entao existia oferta melhor e o Rosemberg eh um idiota e fechou com a pior proposta?

No fundo foi isso que disseram depois de verem e analisarem esse monte de numeros.

To fora. Fico no engodo do Rosemberg, acho que ele manja mais do que todos nos juntos, mas, como julgar hoje em dia eh moleza, tudo bem.

E pode deixar que fico esperando 2011 ou 2012 pra conferir. Ate la, entao tudo eh mera especulaçao mesmo. (PS:Nao fui eu que disse esse prazo)

Abraços alvinegros.

Comentário por ToFicandoRouco

[…] 5 da Fiel Jogo de RiscoTimão avança às oitavas-de-finalNúmeros Gerais do Duelo Corinthians x PalmeirasCorinthians […]

Pingback por Paulistão, clássico na Vila e arbitragem « Corinthians: Preto no Branco




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: