Corinthians: Preto no Branco


Comentando Fiel – O Filme
abril 15, 2009, 3:15 am
Filed under: Uncategorized

 

130420091025-12

Estive ontem à noite no shopping Frei Caneca, na seção das 20:00 horas, para finalmente conhecer o documentário feito sobre a torcida e para a torcida corinthiana. Esperei até o presente momento para comenta-lo, pois ainda buscava as palavras certas que me fizessem ser o mais justa possível com a obra cinematográfica e estas palavras eu acabei encontrando em algum fórum da internet, mas tive certeza que aquele torcedor de fato assistiu ao mesmo filme que eu e teve o mesmo entendimento.

O tal corinthiano, conhecido pelo sobrenome Nascimento, ponderou:  “Fui ao cinema achando que veria o melhor documentário do mundo, e acabei assistindo um documentário sobre o melhor time do mundo.”, eis a minha exata opinião e sensação. Isto porque “Fiel” pecou em determinados aspectos técnicos, por exemplo, numa visão bem pessoal e intransferível faltou mostrar o povão, a emoção estampada na cara da torcida e em sua forma mais peculiar. Contudo, o filme não deixa de ser emocionante, tanto que passei sessenta minutos dele chorando, só não foi exatamente o que se esperava, talvez por culpa das próprias expectativas criadas em torno do lançamento ou talvez porque pensei ter vivido muito mais emoção em Porto Alegre, aquela cidade fria e sombria onde o impossível aconteceu, do que o documentário mostra de fato ou ainda porque sei, por vivência pessoal e coletiva, que a emoção daquele fatídico dia ultrapassou o limite de qualquer relato e só era mesmo passível de ser sentida.

O filme tem lá suas partes engraçadas, seus relatos emocionados, mesmo assim, falta algo que não sei nem se estou sendo precisa ao apontar. Em contrapartida, o que sobra é a certeza da imensidão do tamanho do Sport Club Corinthians Paulista e está tudo lá, acachapante a demonstrar que o Timão é tudo aquilo e muito mais, aquele algo a mais que faltou se revelar e que porventura só se possa saber através da experiência empírica. Esta percepção recaiu sobre meus pensamentos quando me deparei com o momento do filme que retrata a volta por cima, a redenção corinthiana, que para mim é um tanto mais significativa do que os relatos exibidos que acabaram por se parecer mais com clichês de torcedores do que qualquer outro sentimento mais genuíno e não é que os depoimentos não o sejam, ocorre que certas coisas são para serem ditas e certas coisas são para se sentir… E o corinthianismo  nosso de cada dia cabe melhor na segunda opção.

Em tempo, Fiel é para ser exibido, adquirido, prestigiado, exposto e deve sim fazer parte, se não das coletâneas pessoais, da memória de cada corinthiano e não é à toa que, guardadas as devidas proporções quanto à quantidade de salas em que o filme foi exibido, o documentário sobre a Nação corinthiana já dobrou o índice de espectadores do filme Pelé Eterno.

Anúncios

13 Comentários so far
Deixe um comentário

Larissa, assisti o filme na segunda 13/04, peguei a sessão das 20h20 no shopping Metrô Itaquera e já me emocionei antes de entrar quando vi o pessoal da sessão anterior sair chorando.
Concordo com tudo que vc postou e tb fiquei com essa sensação de que faltou um “algo mais”, mas que o filme foi bem produzido e arranca emoções, isso não há dúvidas. Uma das partes mais emocionantes na minha opinião foi a entrada da camera no pacaembú, é como se eu estivesse entrando ali e sentindo toda aquela emoção…Eu nunca dúvidei da minha paixão pelo timão, mas esse filme por incrivel que pareça me fez ter a certeza absoluta que nasci corinthiano, que meu sangue é preto e branco e que esse time faz parte da minha vida, da minha existência.
É o time do povo, da massa, é uma emoção sem fim…não existe futebol sem Corinthians, não existe alegria…
É minha religião e eu nunca vou te abandonar Corinthians, porque EU TE AMO!

Bjos.
Cle

Larissa: Concordo com você! Abraços alvinegros.

Comentário por Clemilson

Larissa, também percebi esse quezinho que faltava para o documentário ser perfeito, mas acho que foi pela proposta que se seguiu e não pela montagem em si.

Qualquer torcedor que fosse escolhido para dar seu depoimento não teria como fugir muito do clichê porque tinha pouco espaço para falar e por não saber o que os outros já haviam falado. E além disso deve ser considerado o fato de que os depoimentos foram colhidos em 2008. Não daria para refletir o sentimento exato do que ocorreu em 2007 (toc toc toc).

Mas acho que, dentro da proposta escolhida, o documentário é excelente e se vê que a equipe toda trabalhou duro e com muito esmero para tentar fazer o possível para explicar o inexplicável: essa pandemia chamada Corinthianismo.

Quem não assistiu ainda tá marcando toca. Ver o filme no monitor em vez de vê-lo no telão é o mesmo que ver o jogo na tv em vez de vê-lo do Tobogã.

Larissa: Concordo, Luís. Desde o começo eu decidi que compraria o filme, mesmo assim, não hesitei em ve-lo nos cinemas, pelo motivo que você citou, enquanto os meus dvds não chegam. 😉 Abraços alvinegros.

Comentário por Luís Carlos

Muito bom Larissa, até agora so tinha escutado elogios sobre o filme e estava curioso para saber como um filme so com depoimentos poderia ser tão maravilhoso como diziam… não que eu duvidasse da emoção que ele transmite, mais é que depoimentos por mais emocionantes que sejam são só depoimentos, é realmente muito diferente da emoção de se ter vivido o momento como vc diz no texto…

Larissa: É, Luis… Tudo isso faz parte… Abraços alvinegros.

Comentário por Luis Fontes

Já falei aqui em casa que não vou nesse filme nem amarrado!

Pô, só de assistir ao trailer eu já choro… E olha que eu não choro em filme.

Agora, se fizerem o tal filme sobre 77… Esse eu tenho de ir. E vou chorar…

Blogue novo na área: http://bloguedotimao.wordpress.com/

Larissa: Então pode começar a comprar os lenços, pois a trilogia já está sendo produzida. Serão três filmes: a conquista de 77 (fila), os quatro brasileiros e o mundial. 😉 Abraços alvinegros.

Comentário por bloguedotimao

(assovio)

Larissa: 😉

Comentário por VINI

Larissa,

não precisa postar isso,, mas vc é Linda D++++ !!!

Beijos corintianos

Larissa: Gentileza sua, mas elogio é claro que eu publico! hahaha 😉 Abraços alvinegros.

Comentário por alvaro

Oi Larissa

Não sei se lembra de mim…
Não vi ainda o filme mas pelos comentarios que vi de amigos fanaticos faltou captar a alma msm corinthiana.
Mas de qq maneira penso que é um tributo a toda uma NAÇÃO de VERDADEIROS LOUCOS …e seu objeto de ADORAÇÃO ETERNA , ou seja, NOSSO CORINTHIANS!

Besitos

Estou add seu blog ao meu

É NÓIS

VAI CORINTHIANS!

Larissa: Oi amada! Claro que lembro, corinthianíssima… Vou dar uma passada lá no teu blog para conhece-lo também. 😉 Abraços alvinegros.

Comentário por Mônikita

Poxa, você no Frei Caneca vendo o filme e eu ali do lado querendo ver… rs

Brincadeiras à parte, pretendo ver o filme. Mas espero que o Mano não coloque mais um capítulo triste no mesmo com essa mania dele de colcoar alguns jogadores estranhos em campo…

Larissa: Veja mesmo!!! E é o que todos esperamos hehe… Abraços alvinegros.

Comentário por Codename X

Larissa,concordo com o amigo bloguedotimao, o trailer já é de matar e o melhor é esperar um pouco porque esses dias as emoções estão a flor da pele viu. Abraços a maninha que tá linda na foto.

Larissa: Eu não sei como vocês aguentam, viu? Eu já queria ir há tempos, mas resolvi esperar pela vinda da minha irmã, já que lá em Santa Catarina poucas cidades estão passando e na minha, infelizmente, não está… Por isso fui só agora hehehe… Obrigada e abraços alvinegros.

Comentário por Ribamar Bianchini

Larissa, vi suas fotos no orkut…parabéns pela beleza e pelas viagens que faz pelo timão.

Agora é impossivel de se duvidar, as corinthianas são mesmo as mais gatas, mas isso eu já sabia…rsrs

Bjos.

Comentário por Clemilson

Nossa…
Você é linda demais
Parabéns pelo blog também, o Timão precisa de pessoas assim: corinthianos de verdade e inteligentes como você, não de ignorantes e vendido que vão em grupo ao estádio para brigar e vendem sua opnião por dinheiro de pinga
Parabéns mesmo

Comentário por Renato

Larissa, acompanho seu blog com certa freqüência (ainda posso usar trema?) mas, numa sociedade machista, não resisto em dizer, como alguns outros engraçadinhos por aqui: Gata! VAI CORINTHIANS!
😉

Comentário por Alan

[…] da torcida e em sua forma mais peculiar. Contudo, o filme não deixa de … fique por dentro clique aqui. Fonte: […]

Pingback por Fique por dentro Fiel » Blog Archive » Comentando Fiel - O Filme « Corinthians: Preto no Branco




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: