Corinthians: Preto no Branco


Sou contra o elefante branco!
junho 10, 2009, 4:25 pm
Filed under: Uncategorized

Do blog Vertebrais F.C.

Esta é uma campanha que já tem 2 anos e mescla entre a rivalidade no futebol e a politicagem. O resultado disso é que fatalmente os paulistanos terão que engolir o uso da máquina pública para a reforma deste estádio e por mais uma oportunidade gratuitamente brindando o clube tricolor.

Se a construção de um novo estádio custaria cerca de R$ 200 milhões, qual o motivo de investir igual quantia para a reforma de um estádio particular, sendo que a cidade não receberá nenhuma “vantagem” por tal benevolência.

Resumindo, nenhuma justificativa, senão os próprios interesses particulares do São Paulo FC, justificam a escolha do Morumbi para abrigar a abertura da Copa 2014.

Assim, o tricolor aguarda cair no colo tal oportunidade, faltam 5 anos, cada dia que passa, o Morumbi permanece como o estádio de São Paulo e como provável abertura da Copa.

Nos bastidores, a moda é proteger qualquer ação anti-Morumbi, assim se uma nota sai na imprensa, outra aparece para rebater. A ordem é Morumbi goela abaixo, doa a quem doer, custe o que custar.

E sobre custos, DUVIDO, que o estádio particular seja reformado com “apenas” R$ 125 milhões. Sabemos que esse valor é mínimo, que a reforma completa do elefante branco tricolor é quase erguer um novo estádio.

E aí? vai ficar calado nessa? O dinheiro é seu também!


27 Comentários so far
Deixe um comentário

Concordo com tudo isso no texto e também sou contra a reforma do panetone gigante!!!! afinal eles não são os “melhores do mundo”, então, agora ficam mendingando a reforma do panetone!!! esses bambis sempre foram assim..comem mortandela e arrota peito de perú…
Tirando isso, gostaria de dizer que ficou muito legal a nova foto que você colocou no site larissa, além de que ficou muito bonita a foto de você vestindo o nosso manto sagrado…

Abraços e vai Corinthians!!!!!!!

Comentário por Denis

Resumiu muito bem, Denis. Quanto ao comentário sobre a foto, obrigada. Há tempos queria colocar uma de corinthiana, tenho várias, mas nenhuma me parecia ter o perfil do blog. Agora resolvi trocar. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Concordo plenamente,

É inaceitavel o contribuinte ter seu dinheiro usado no bem de terceiros…

O governo vai gastar dinheiro com um bem que não é dele e sim de uma instituição privada, é como se o governo gasta-se dinheiro na minha casa… não existe isso…

Comentário por Adriano Queiroz

Nenhuma novidade, aliás. Seria basicamente uma reedição da construção do mesmo, só que agora é uma reforma, que possivelmente custará (dos nossos bolsos again) até mais do que a construção. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Novamente eles vao se apropriar da verba publica pra fazer estadio “deles”

Comentário por Roger

É… Mais do mesmo. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

É claro que a ideia é mandar dinheiro público pro ralo. Se o intuito fosse outro, onde estariam os investidores?

Mas a ambição política do governador José Serra, com a ajuda do prefeito, fará com que esse DVD, digo, projeto, seja enfiado guela abaixo da população.

Morumbi não e Lei Piva também não!

Comentário por Luís Carlos

O povo precisa ter essa consciência e protestar, que é pra ver se dessa vez surte algum efeito. Morumbi não e Lei Piva também não! [2] Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Primeiramente queria dizer que o elefante no caso é rosa, e que dinheiro publico já foi usado para construção do estádio.
Segundo – A imprensa esportiva blinda o spfw a troco de bolacha e suco oferecido a eles no CT.
Terceiro – povo burro que vota em dirigente de clube para vereador, só poderia dar nisso.

E antes que apareça uma biba pra dar chilique e falar um monte de besteira, maldita hora em que Corinthians e palmeiras fizeram um jogo para salvar esse time da falencia.

Comentário por Toel

Assino embaixo, Toel. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Larissa, vc está linda na foto e por falar nisso vi sua foto no site das gatas corinthianas, que olho é esse? é de verdade? rsrs..

Quanto a matéria estou de acordo, vão tentar nos enfiar essa sucata goela abaixo, precisamos ficar atentos para não sermos roubados de novo, já não chega Natel e Cotia? BASTA a essa canalhice eletizada.

Comentário por ® CAVERÃO

Obrigada, Caverão. O olho é meu sim haha e é de família, todas as mulheres da casa e família tem. 🙂 Quanto ao Morumbi, pelo que estou observando da situação, muita revolta, muita gente contra, com vergonha inclusive e pouca ação. O resultado de tanta passividade será assistir à Copa no Morumbi mesmo, se não houver uma mobilização muito grande vencerá aquele lado que sempre vence nos bastidores e só nos bastidores mesmo. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Larrisa, o Toel tem razão em reclamar do “jogo das barricas”, provavelmente foi ali que os bambys começaram a tomar gosto pelo dinheiro alheio, vicio esse que alimentam até os dias de hoje.

Comentário por David Emmanuel

Hahahaha… Muito bom, David. Provavelmente foi… Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Bom dia Lara,

Sobre o estádio do Morumbi, eu ainda tenho minhas duvidas, mas tendo a ficar ao lado dos que já criticam esse estádio ha anos. O passado é muito nebuloso, o presidente em exercício na época era ligado a ditadura, e logo depois foi governador. É ainda uma historia muito complicada para quem é novo…

Estranho que com historias menos nebulosas e tão sem prova ou sem nexo, o Paulinho critica de forma ríspida. Ele esqueceu ao menos de elogiar a parceria entre Corinthians e Flamengo para jogarem na Palestina. E o pior, vai tentar escrever isso para ele…

A historia do Morumbi é nebulosa e sem fatos documentados que tudo foi transparente. O projeto que eles fizeram é realmente ridículo, colocaram só uma capa em cima e querem que todos aceitem.

É nítido as intenções da FIFA, estádios enormes são sempre desconfortáveis e a prioridade é o conforto. Na Itália, os estádios são ainda enormes, mas lá eles ao menos colocaram cadeiras acolchoadas para o publico. Então se for para enquadrar um estádio obsoleto aos padrões atuais os custos podem até aumentar do que construir um novo. A estrutura lá existente não pode ser remodelada e é provável que os engenheiro encontrem muito problemas.

Em um estádio novo, já é possível aplicar novos métodos de construção mais eficazes, rápidos e sem muitos custos, se for conduzido por uma boa construtora. Alem deque o padrão atual é 40 mil pessoas, 40 mil estacionamentos, lanchonetes e restaurantes, hotéis e pousadas, telão e espaço para o publico que não entra, metro e aeroporto. Ou seja, é totalmente inviável querer mexer naquela área pois o mínimo exigido, eles não conseguem atender.

Eu vejo os são-paulinos tentando defender o ilógico, só por paixão, mas se for um mínimo racional é claro que aquela região do Morumbi não tem condições. E São Paulo precisa de outro centro para o Futebol.

Comentário por Gabriel Paulino da Silva

Tô dentro. É o time da boquinha.

Comentário por jeff

Como o Timao nao joga mais la, e mais dia menos dia, vamos ter nosso estadio (isso eh mais do que certo), estou ate torcendo para que eles enfiem um monte de dinheiro naquela droga, para apenas um jogo da copa. Depois que carreguem a conta por muitos anos, de um estadio vazio, que alias ja esta com cheiro de mofo pelo desuso.

Comentário por Thiago Ferreira

Sensacional e hilario ao extremo ahahaha

Comentário por Thiago Ferreira

POR QUE O MORUMBI?

A FARSA DO “FATO CONSUMADO” DA CANDIDATURA DO MORUMBI

A farsa do “fato consumado” da candidatura do Morumbi como estádio paulista da Copa-2014 é um escandaloso exemplo de como se processam as falcatruas no Brasil.

A sociedade não foi ouvida.

Não se fizeram estudos aprofundados.

Querem empurrar goela abaixo dos paulistas e brasileiros um estádio ultrapassado e com problemas estruturais insolúveis, certeza de fiasco na representação da cidade mais importante do Brasil na Copa-2014.

Todo esse atropelo ocorre porque sabem que a candidatura do Morumbi é insustentável, à luz da razão, por qualquer parâmetro que se adote.

São Paulo necessita urgentemente de uma nova arena, moderna e espaçosa.

A Copa-2014 surge como o motivo que faltava para, finalmente, solucionar tal carência. Construir um novo estádio em São Paulo que possa ser utilizado na Copa de 2014 equivaleria ao que popularmente se define como “juntar a fome com a vontade de comer”.

Tempo e recursos não serão problemas.

Faltam mais de cinco anos até a Copa-2014. A título de comparação, o Maracanã foi construído, para a Copa-1950, em dois anos.

Investimentos privados e públicos (ao menos na forma de incentivos fiscais) não faltarão, pelo que já se divulgou, e considerando o histórico das copas pelo mundo afora.

Nada, senão os interesses particulares do São Paulo F.C. , justifica a escolha do Morumbi como um dos estádios a serem utilizados na Copa-2014.

http://soudoblog.com.br/morumbinao/?p=64

http://farsadofatoconsumado.blogspot.com/

Comentário por Vitor

eu não apoio a construção de um estadio novo .
isso que voces corinthianos querem. um estadio de mão beijada do governo , alem das obras super faturadas que vai rolar.
Recalque contra o spfc é mato!
Gostem ou não do estadio , mas ele sera estadio da copa.

Comentário por morruga

Se a gente quisesse um estádio construído com dinheiro público votaríamos num governador corinthiano, que fosse safado o suficiente para construir um Morumbi pra Fiel, mas assim a gente não quer não, elefante branco e ainda roubado, eu não me orgulharia ¬¬

Comentário por Larissa Beppler

É OFICIAL.

MORUMBICHA SERÁ DESCARTADO DEPOIS DE 31 DE AGOSTO PRÓXIMO:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u579660.shtml

AGORA FALTA POUCO.

MORUMBI, NÃO!

Comentário por JOÃO

Isso ae moçaa!!! COM O MEU DINHEIRO NÃO!!!

Abs, do Felipe, do http://www.futebolismo.com.br

Comentário por Felipe Virolli

A razão maior da luta para a confirmação do Morumbi é clara, todo mundo sabe que o sãopaulo não tem dinheiro para a reforma, todo mundo sabe quea reforma custará mais de 300 milhões(reformar é mais caro que construir), mas o clube sabe que após a confirmação com certeza haverá dinheiro público no PRIVADÃO, é apenas esta aposta da diretoria deles, o sãopaulo por si própria não tem a menor condição de arcar com a reforma. Dinheiro PÚBLICO para reformar o PRIVADÃO????? NÃÃÃÃÃÃÃOOOOO, NÃO PANETONE, NÃO PRIVADÃO, MORUMBI NÃO!!!!!

Comentário por bruno

Pelo que me consta nenhum dinheiro público pode ser colocado no Morumbi. Os estadios particulares são de responsabilidade dos clubes proprietários. Pelo menos é o que eu venho lendo na imprensa e nas próprias declarações do Tomador de Uísque que preside o Time cor de rosa..mas não custa nada ficarmos de olhos bem abertos.
Beijos e abraços

Comentário por Luis Fernando

R$ 100 BILHÕES PARA A COPA-2014.

E A MAIOR E MAIS IMPORTANTE CIDADE DO BRASIL VAI PARTICIPAR COM UM ESTÁDIO DEFEITUOSO E REMENDADO?

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090615/not_imp387296,0.php

Construção tem projetos de R$ 500 bi

Programas de governo, investimentos estatais e Copa do Mundo transformam setor em motor do crescimento

Renée Pereira

A construção civil promete ser o grande motor da economia brasileira nos próximos cinco anos. De olho nas obras da Copa do Mundo, no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida e num ambicioso plano de investimento das estatais Petrobrás e Eletrobrás, o setor já faz planos para iniciar um novo ciclo de crescimento, interrompido pela crise mundial no segundo semestre de 2008. O otimismo tem base nos números bilionários dos projetos, que chegam perto de R$ 500 bilhões.

(…)

A definição das 12 cidades que vão receber os jogos da Copa do Mundo também animou o setor. Embora ainda não haja uma estatística oficial sobre o volume de investimentos, os números que circulam apontam para cifras que vão de R$ 60 bilhões a R$ 100 bilhões.

Em paralelo, o governo federal precisará definir todas as obras de infraestrutura exigidas para receber o evento. Só em transporte serão necessários mais de R$ 30 bilhões (sem contar o trem-bala, que custará US$ 14 bilhões), afirma o professor da Fundação Dom Cabral, Paulo Resende. Boa parte dos recursos vai para alternativas para melhorar a mobilidade urbana, como a construção de linhas de metrô, corredores de ônibus e estacionamentos.

Outras áreas, como aeroportos, energia elétrica e telecomunicações, terão de ter seus serviços reforçados para evitar um colapso durante o evento. Isso sem contar a ampliação da rede hoteleira.O presidente do Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada (Sinicon), Luiz Fernando dos Santos Reis, destaca que, para atender às exigências da Fifa, o governo deverá eleger obras prioritárias para acompanhar e acelerar o processo. “Nem tudo vai sair do papel. Por isso é importante definir projetos essenciais.”

De qualquer forma, a expectativa é que a Copa impulsione o Produto Interno Bruto (PIB) do País nos próximos anos, como ocorreu em países que já receberam o evento. Na Alemanha, cujos investimentos ficaram em torno de US$ 10 bilhões, o impacto no PIB foi da ordem de 0,5 ponto porcentual. No Brasil, a expectativa é que as obras promovam maior aquecimento da economia, já que as necessidades são bem maiores.

Outro dado importante é que, para cada R$ 1 milhão de investimento na construção civil, cria-se 33 empregos diretos e 25 indiretos. “Esse é um tipo de emprego que se reverte quase 100% em consumo, não em poupança. Além disso, a construção civil tem um efeito de arrasto bem maior do que outros setores da economia”, diz Paulo Resende.

Comentário por Márcio

DINHEIRO HAVERÁ. O PROBLEMA É FALTA DE VONTADE DAS AUTORIDADES ESTADUAIS E, PRINCIPALMENTE, MUNICIPAIS.

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20090615/not_imp387307,0.php

PPPs podem ajudar a tirar obras e ideias do papel

Renée Pereira

Apesar do otimismo em torno das obras da Copa do Mundo e do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, ainda há dúvidas em relação ao dinheiro necessário para tirar todos os projetos do papel. No caso da Copa, boa parte dos empreendimentos exigirá recursos do governo federal. Dois exemplos são o Trem de Alta Velocidade (TAV), que custará mais de US$ 14 bilhões, e as obras de ampliação do metrô.

Alguns projetos estão alinhados com as exigências da Fifa,portanto, não podem ter erro nem atraso, destaca o advogado Benedito Porto Neto, sócio da Porto Advogados. Ele destaca que essa pode ser a grande oportunidade do governo de tirar as Parcerias Público-Privadas (PPPs) do papel. “Há uma série de obras de infraestrutura que poderia feita por meio de parcerias, que tem o interesse da iniciativa privada.”

O consultor Igor Furniel lembra que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) já manifestou interesse em financiar investidores que decidirem entrar nessa empreitada. “Não são poucos os que veem na Copa uma grande oportunidade de negócios.”

A hotelaria , que exigirá expansão até 2014, já entrou no radar dos investidores estrangeiros, afirma o diretor da Sotheby’’s International Realty, Fabio Rossi. Ele diz que iniciou conversas com escritórios da empresa que estão em locais onde ocorreram as últimas copas para conhecer as principais tendências. “Percebemos que haverá uma grande demanda por hotéis de 3 e 4 estrelas.”

Essas iniciativas, no entanto, não resolvem todos os problemas do governo federal, destaca o professor da Fundação Dom Cabral, Paulo Resende. Na avaliação dele, como a exigência de dinheiro é muito grande, será necessário mexer até nos cálculos do superávit primário. Além disso, será necessário tomar algumas posições firmes em relação a assuntos polêmicos, como a privatização dos aeroportos.

Comentário por Márcio




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: