Corinthians: Preto no Branco


Sem noção e transparência
outubro 1, 2009, 6:29 am
Filed under: Uncategorized

 x

 

A diretoria do Corinthians iniciou a semana com inspiração ímpar. Já na segunda-feira, durante o jantar de comemoração pelos 99 anos do Timão, Andrés Sanchez disse em alto, bom tom e sem corar que não existe ninguém no clube que ele respeite mais do que os facínoras Wadih Helu e Nesi Cury. Nenhuma novidade. É público e notório que o cartola enveredou na política do Parque São Jorge por estas vias. E o fato de ter puxado o tapete do seu mestre não altera isso.

 

Há quem condene Andrés Sanchez por seu acesso de sinceridade, porém até uma declaração nonsense como esta pode ter seu lado positivo e servir, por exemplo, para chamar a atenção daqueles que tendem a ignorar determinados fatos quando o time – e não o clube – está relativamente bem, esquecendo-se das lições aprendidas num passado não tão distante. Nem sempre boas campanhas e títulos indicam gestões competentes. A vergonhosa administração Dualib, colecionadora de troféus e parcerias, ilustra perfeitamente esta questão. Os fins não justificam os meios.

 

u 

 

Ainda no banquete de aniversário, outro fato que gerou polêmica foi a exibição de um vídeo institucional onde o personagem Bambi, vestido com as cores do time do Jardim Leonor, é driblado por um gavião. Andrés Sanchez pediu desculpas, especialmente à autoridade são paulina presente, e tentou se justificar alegando não ter autorizado tal apresentação. Casa-da-mãe-Corinthians.

 

O tal vídeo é bem produzido e até engraçado, especialmente para a torcida, afinal, é atitude típica de torcedor: comemorar as vitórias do seu time e satirizar os rivais. Já a exibição do vídeo pelo clube, do ponto de vista institucional, só indica o baixo nível de profissionalismo da gestão. E pensar que tempos atrás eram os rivais que perdiam tempo com este tipo de trivialidade a fim de atrair atenção às custas do Corinthians, que por sua vez, mantinha-se indiferente, por possuir a exata noção de sua grandeza. Não se atirava à vala comum.

 

Ademais, o polêmico vídeo, fruto de uma parceria entre o marketing do clube e a Warner Music, esclarece um dos princípios básicos do departamento de Luis Paulo Rosenberg: a demagogia. O Corinthians aparece representado por um gavião e não por seu mascote oficial. O tradicional mosqueteiro se transformou na ave símbolo de uma torcida organizada do Corinthians. Em tempo, nada contra a Gaviões da Fiel, mas a agremiação possui cerca de setenta mil associados, enquanto a nação corinthiana é composta por mais de vinte e cinco milhões de pessoas, que não necessariamente se identificam com a ideologia da organizada. 

 

A exemplo de regalias anteriores concedidas aos uniformizados em detrimento dos ditos torcedores comuns, esta é mais uma medida populista a fim de manter quietos aqueles que costumam cobrar os dirigentes no estádio e no clube. Com o apoio irrestrito destes torcedores, a diretoria ganha amplo terreno para governar a seu modo, afinal, não se vê muitos corinthianos “comuns” protestando na porta da casa de dirigente. Perspicaz, de fato. Mas populista e demagoga. Panis et circenses.

 

 v

 

A semana inspirada no Parque São Jorge contou ainda com o fim da transparência. Em entrevista ao LANCEPRESS, o presidente Andrés Sanchez afirmou que o site oficial do clube não mais disponibilizará a situação contratual dos jogadores. A justificativa foi a mais anti-democrática possível: a medida só gerou críticas à administração. Ou seja, caso não se concorde com o exposto, ao invés de haver debate para buscar melhorias e solução, retira-se a informação.

 

Vale ressaltar que Andrés Sanchez foi eleito presidente sob a bandeira da renovação e transparência. Uma vez no pretentido cargo, tratou de divulgar a situação de seu elenco, algo provavelmente pioneiro no futebol brasileiro e certamente inédito em se tratando de Corinthians. No mesmo dia, o cartola se fez presente nas rádios para se vangloriar e, pior, não se limitou a exaltar a medida, mas tentou criar uma nuvem de ignorância por cima da tal transparência.

 

A tática era apresentar a verdade, ou uma meia verdade, e com isso desviar a atenção das negociatas que ficaram obscuras nessa divulgação, afinal, 99,9% dos torcedores que não tem acesso a nomes de bastidores, olhariam a relação exposta, veriam os tempos de contrato, nomes de empresários desconhecidos e só. No popular: “a gente apresenta algumas irregularidades que ninguém vai entender, dizemos que está tudo certo e ainda passamos por transparentes”. Funcionou enquanto plataforma de campanha, mas passado algum tempo gerou críticas à gestão e teve o seu fim decretado.

 

O mais surpreendente é que ao oficializar o término daquilo que, na prática, já não existia, pela primeira vez a administração Andrés Sanchez conseguiu, enfim, agir com transparência.


34 Comentários so far
Deixe um comentário

só uma definição

PERFEITO !!!

Comentário por álvaro

Larissa: Infelizmente temos de concordar nisso, né Álvaro? Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

La, infelizmente lamentável o que está ocorrendo no Corinthians.
O Corinthians ao meu mode de ver, pouco mudou em relação a administração anterior, prometeram mundos e fundos na campanha do Andrés e agora passado um bom tempo da reeleição, vemos que as coisas erradas começam a aparecer e voltar a ser como era antigamente ou seja toda negociação feita de um modo obscuro. Eu sou o tipo de torcedor que procura comprar todos os produtos originais referente a Corinthians, mas infelizmente não faço meu plano fiel torcedor pois fora a vantagem de comprar ingresso antecipado(sendo que não há garantia de que o fiel torcedor irá achar ingresso, mesmo pagando pelo plano), não vejo mais nenhum atrativo em ter o fiel torcedor, pois vejo uma diretoria que dá privilegios as torcidas “organizadas”, e os outros torcedores são tratados como “bichos” por essa administração. Ai eu me Pergunto: Será que eu sou menos Corinthiano que um membro das Gaviões da fiel? Por esses motivos eu fico cada vez mais chateado com a forma como a direção atual do corinthians trata seus torcedores “comuns”. Resumindo, na minha opinião, enquanto o Corinthians estiver mantendo pessoas em sua administração, pessoas como: Mané da Carné, Wadih Helu, Nesi Cury e outros dirigentes que ocupam cargos mais altos ainda, infelizmente seremos um clube grande com pessoas do mais baixo nivel comandando o nosso Corinthians.

A Nós torcedores comuns, nos resta apenas torcer para que nosso Corinthians se livre um dia dessas pessoas que só querem se aproveitar do grande Sport Club Corinthians paulista.

Abraços
Denis

Comentário por Denis

Larissa: Há tempos me sinto assim também, Denis. Continuo com o Fiel Torcedor e provavelmente terei de desembolsar um barão para renova-lo, pois será a única maneira de ir aos jogos do Timão, mas que é sacana, é.

E o pior é que a demagogia tem dado tão certo, que os ingressos subirão a preços indecentes no ano que vem e eles não serão sequer cobrados, pois pelo que acompanhei no site do Fiel-Torcedor, acabaram com aquele plano mais barato para as organizadas e o setor arquibancada amarela não está incluído em plano algum, ou seja, os ingressos das organizadas provavelmente irão direto para elas, por um precinho bem camarada (isto se cobrarem) e não haverá protesto, reclamação ou pressão pela diminuição dos preços de outros setores, pois quem protesta são justamente estes que recebem regalias e estarão tranquilos com seus ingressos na mão. Quem vai de laranja e numerada, ao que tudo indica, pode se preparar para ser feito de palhaço de novo. Impressionante.

Resumo da ópera: Não vire sócio do clube, não faça o Fiel-Torcedor, procure a torcida organizada mais próxima e filie-se a ela, pois os benefícios são superiores e o preço é inferior. E olha que o clube sequer recebe royalties delas, mas só o fato de não ser pressionado já compensa para a gestão que pensa grande, pensa no melhor para o clube e a marca Corinthians.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Pois é Larissa, bobo sou eu que geralmente compro ingressos nas cadeiras laranjas ou na númerada(nada contra quem compra os ingressos mais baratos, compro esses setores, porque nunca acho ingresso para a arquibancada do portão principal.), enquanto eu vejo torcedores como nós, procurando ajudar o time que amamos, comprando tudo original e gastando nosso dinheiro com ele, ao mesmo tempo me sinto um idiota perfeito, porque tem um monte de “torcedores” se aproveitando do Timão, fazendo aliança com essa diretoria que no meu modo de ver é lamentável. quanto ao preço do fiel torcedor para o ano que vem, não vou nem comentar..rsrs

Obs: Larissa, Obrigado pela idéia de me afiliar a uma organizada mais próxima, Desse modo eu acabaria poupando um bom dinheiro..rsrs. pena que eu sou contra esse tipo de afiliação(nada contra quem goste mas…).

Comentário por Denis

Larissa comentou: “…ingressos das organizadas provavelmente irão direto para elas, por um precinho bem camarada (isto se cobrarem)…”

Advinha quem vai pagar por estes ingressos?..rsrs

Comentário por Denis

[…] Sem noção e transparência « Corinthians: Preto no Branco larissabeppler.wordpress.com/2009/10/01/sem-nocao-e-transparencia – view page – cached + @rebatata Não conheci ninguém que conseguiu ainda. Ta tentando pelo site tb? 8 hours ago * Top Posts + Quem é Larissa Beppler? + CORINTHIANS – 100 anos em 10 décadas + Timão avança às… (Read more)+ @rebatata Não conheci ninguém que conseguiu ainda. Ta tentando pelo site tb? 8 hours ago * Top Posts + Quem é Larissa Beppler? + CORINTHIANS – 100 anos em 10 décadas + Timão avança às oitavas-de-final + Empate no Majestoso + Números Gerais do Duelo Corinthians x Palmeiras (Read less) — From the page […]

Pingback por Twitter Trackbacks for Sem noção e transparência « Corinthians: Preto no Branco [larissabeppler.wordpress.com] on Topsy.com

Direto no Fígado!

Boa Guria!!!!

Comentário por DAVID VICO

Valeu, Vico! As vezes precisa de todas as letras mesmo. Abraços alvinegros. 🙂

Comentário por Larissa Beppler

Vou me utilizar do expediente do amigo Álvaro e resumir isso tudo me uma palavra:

Deprimente.

E tem gente que acha que o fato do time estar indo “bem” dentro do campo compensa isso tudo. Vai entender…

Comentário por Codename X

É mais cômodo. Pensar que está tudo bem, engolir qualquer discurso pronto ou plantado, tudo isso deixa as pessoas na confortável posição de não fazer nada, não reclamar de nada, não lutar por nada. Acho um contrasenso, por se tratar de corinthianos, mas tudo tende a incoerência mesmo. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

VEJO MUITA RECLAMÃÇÃO E POUCA ATITUDE
ACHO ERRADA A ATITUDE DO CORINTHIANS MAS UNS ANOS ATRAS QUEM TINHA QUE ENGOLIR MUITA BESTEIRA ERA O TIMÃO !! NADA QUE JUSTIFICA A ATITUDE DE san7os QUE O CORINTHIANS TOMOU MAS JA FOI FEITO… O EDIMILSON DO palmeras DISSE QUE O PAUMERAS TEM OBRIGAÇÃO DE GANHAR ESSE BRASILEIRO PORQUE O CORINTHIANS JA GANHOU DOIS TITULOS ESSE ANO. (ISSO É ATITUDE DE TIME PQNOM, MEDILCRE O QUE MOSTRA QUE BEM OU MAL TODOS SE PREUCUPAM COM O CORINTHIANS, PRA MIM SE O PAMERAS GANHAR OU PERDER… É INDIFERENTE NÃO ME ABALA EM NADA! EU ME IMPORTO COM O CORINTHIANS !!!!!!!!!!!!!!
O IMPORTANTE É TEMOS UM TIME FORTISSIMO PRA GANHARMOS TUDO O ANO QUE VEM !!!!

Comentário por loco

Ter um time competitivo é muito importante, mas não é tudo. Na realidade, é o mínimo a que uma gestão capacitada deve se propor: montar um bom time, o mínimo mesmo. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Os velhinhos só deixarão de assombrar o Corinthians quando juntarem-se ao outro, agora esquecido, V. Mateus. Aliás, o Nesy não foi banido do clube? Nimguém me convence que o Andres não é laranja deles.

Comentário por Lou Mello

Ah, Lou… Eles sempre foram próximos, aliás, não só dele, não esqueça que o Wadih Helu, por incrível que pareça, ainda vive e manda. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Larissa foi a Warner Music ou Warner Bros que ajudou a desenvolver esse filme?

Quanto ao post no geral, como sempre perfeita na analise do ponto de vista do verdadeiro torcedor Corinthiano aquele que realmente se preocupa com o futuro e não somente no imediatismo da situação, acho uma pena o pessoal da organizada (que não são todos é claro), apoiar um presidente com fortes laços com aquele que um dia quase destruiu o Corinthians, seria como apoiar a volta do Dualib, a criação dos Gaviões foi justamente para protestar contra esse personagem simbolo da ditadura alvi-negra é no mínimo contraditório apoiar aquele que é discípulo de tal figura, a torcida organizada (de um modo geral e não somente a Corinthiana) dentro do estádio promove a festa e dá o tom do incentivo nos jogos, promove coisas espetaculares e coisas deprimentes (as vezes), mas não é e nunca foi dona do clube, não deveriam se misturar com a administração para que o propósito não seja esquecido, LUTAR PELA HONRA DO CORINTHIANS CONTRA TODOS AQUELES QUE QUEREM SE BENEFICIAR DE UM PATRIMONIO PÚBLICO.

Qto ao Andrês só tenho uma coisa a dizer:
Em dias de chuva o melhor lugar para se abrigar é ao lado dele porque não existe raio que o parta.

Abraços alvinegros e mesmo sangrando em combate
VAI CORINTHIANS!!!!!

Comentário por Toel

A Warner Music, Toel. E quanto ao seu comentário, pois é! Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Perguntei sobre qual era a Warner se a Bros ou a Music porque o SPFW colocou em seu site um comunicado da Warner Bros desmentido o Roxemberg sobre o desenvolvimento da animação exibida na festa dos 99 anos.

no mais

VAI CORINTHIANS!!!!!

Comentário por Toel

Lara, seu texto está sensacional e irretocável!

Estou pensando até em roubá-lo!

Parabéns!

Fábio Sallum – Blog do Trio

Comentário por Blog do Trio

Fique à vontade, Fábio. E obrigada, mas ele foi bem retocado, viu? Hehe… O intuito era esclarecer muito mais, mas sabe como funciona a liberdade de expressão nesses casos, né? Deixa estar…

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Oi, Larissa, ambos voltamos. Por “rivais” há de se entender o SPFW, que sempre se ocupou em atacar seus rivais diretos. O Palmeiras, por tradição, jamais se prestou a este papel, tanto que tem um bom relacionamento com seus rivais e jamais foi desleal mesmo com seu notório inimigo, que tanto se ocupa em deturpar os fatos e em ironizar Palmeiras e Corinthians.

Também por isto o “loco” se engana ao dizer que o Edmilson – e por extensão o Palmeiras, que teria “atitude de time pequeno” – se preocupa com o Corinthians; não, corinthianos também já falaram que tem de ganhar em razão de o Palmeiras ter ganho um ou mais títulos em uma temporada. Isto sempre existiu e existirá, um time sempre quer ganhar mais que o outro, e a conquista de um rival – quaisquer que sejam os times – faz com que um time se sinta mais pressionado a vencer. Nós palmeirenses queremos a glória de nosso time, não nos preocupamos em torcer contra outro – a não ser a torcida normal inerente a uma rivalidade, como aquela do corintiano contra o Palmeiras se este disputa um título, de um vascaíno contra o Flamengo etc. Já discorri sobre isto de forma mais abrangente em outra oportunidade no seu blog.

Parabéns pelo texto, bom retorno.

Comentário por Daniel

Olá Daniel! Quanto tempo… Você tem algum GPS alviverde, por acaso? Sempre sabe onde estão falando do teu Palmeiras? Hehe… Tá registrado o seu protesto. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Parabéns, aposto que esse texto deu mais trabalho que comprar os tkts pro AC/DC. Uma gestão muito turva pra quem usou a transparência como plataforma eleitoral.

Vai CORINTHIANS!

Comentário por Fabio Sleiman

Ah sim, Fabio! Hehe

O ingresso me tomou 7 horas, já o texto me deixou em dúvida por umas 48 horas. Ultimamente dá medo de falar a verdade. Incrível, né?

“Uma gestão muito turva pra quem usou a transparência como plataforma eleitoral” – Esta frase encerraria bem o texto.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

[…] “Sem Noção e Transparência […]

Pingback por Sem Noção e Transparência! « Blog do Trio

boa Larissa,
mas é mais vergonhoso ver o tampão presidente ficar elogiando W.H E NESI CURI na frente da familia que tanto combateu esse aproveitadores e sanguessugas.
Lamentavel

Comentário por charlinho

É inaceitável, na verdade. O problema é que hoje aceitamos isto. São tempos sombrios de perda de identidade e aparente controle dos cartolas sobre as lideranças. Triste.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Lamentável… E nós, de mãos atadas.

Comentário por jeff

Na realidade, poderíamos nos mobilizar, mas acho que falta esperança.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Oi, Larissa

Recuerdos de um corintiano que mora em Londres, e que chegou a seu blog na raça … Escrevi sobre o Corinthians o impacto dele em minha vida.
O link, caso interesse:
http://colunas.epoca.globo.com/pelomundo/2009/10/01/por-que-sou-corinthiano/

Cheers

Paulo

Comentário por Paulo

Obrigada, Paulo. Vou ler. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Oi, Lara… Em se tratando de vc, realmente muito tempo… Não entenda como protesto, você não disse nada de ofensivo ao Verdão… E o leitor cometeu um equívoco que torcedor de qualquer time pode cometer…

beijos

Comentário por Daniel

Tudo bem, palestrino. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

tfrQb9 xpnbeugygiad, [url=http://mfcaoemoitcd.com/]mfcaoemoitcd[/url], [link=http://xljasbtkuuoo.com/]xljasbtkuuoo[/link], http://uijdocdjdxbz.com/

Comentário por brciclrl




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: