Corinthians: Preto no Branco


Nova decepção no Pacaembu
outubro 4, 2009, 4:43 am
Filed under: Uncategorized

 edno

Corinthians e Atlético Paranense se enfrentaram neste sábado, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os visitantes venceram por 3 a 1 e saíram satisfeitos, pois bom proveito fizeram das falhas do Timão.

 

Há um ditado popular que diz: “tudo que começa errado, termina mal”. Com o Corinthians, no Pacaembu, não foi diferente e a goleada sofrida veio para comprovar essa tese. Eis uma lição que deve ser tomada como exemplo, mas por quem?

 

A partir do princípio, pela diretoria do clube, que desmanchou o time forte e campeão, construído e entrosado com muito tempo e custo, a troco de migalhas, no primeiro dia da janela de transferências e sequer tinha engatilhado reforços para as posições. O lateral-esquerdo de ofício, que deveria suprir a ausência de André Santos, até hoje não desembarcou no Parque São Jorge, por exemplo. Mas convenhamos que a atitude dos dirigentes corinthianos não foi de toda inútil. Serviu de exemplo, sim, aos rivais que ainda sonham com o título e que após testemunharem o desmanche e consequente baixo rendimento do maior concorrente, resolveram movimentar mundos e fundos para segurarem seus atletas. E fizeram bem. O Campeonato Brasileiro é a mais importante competição nacional. Não se pode abdicar.

 

A tratar do quadro mais recente, o resultado deste sábado mostra que vivemos hoje a crônica de uma tragédia anunciada. Totalmente previsível a partir do momento em que Mano Menezes divulgou a escalação, a começar pela zaga com Renato e a lateral-esquerda com Marcinho, que nem na própria posição rende, quanto mais nas inventadas pelo “professô”. Tão mais simples e menos bizarro seria optar por Diego, que dentro da zaga não é tão ruim, em vez de Renato e Balbuena na esquerda, no lugar de Marcinho. Ainda, particularmente, considero mais efetivo Defederico no lugar de Dentinho, pois é como ponta que o argentino joga, não como meia.

 

Apesar do erro na escalação, pois o time não está pronto e nem é o mesmo para jogar como no primeiro semestre, Mano Menezes, hoje, acertou nas substituições. Já não tinha nada mais a perder e resolveu, um pouco tarde, investir no time e não atrasa-lo. Deu certo quando entrou Jucilei, autor do gol de honra alvinegro, e se não serviu para vencer, talvez tenha auxiliado o comandante a entender quais peças não podem ser deixadas no banco de reservas. E quais devem ser.

 

Ainda sobre os componentes da tragédia anunciada, vale mencionar Marcelo Mattos, que não foi localizado (talvez estivesse arrumando a meia ou coisa que o valha) no primeiro gol do Atlético, que o Paulo Bayer finalizou da cabeça de área. Também muito contribuiu para o vexame a Avenida Marcinho Souza Gregório Júnior, o zagueiro Paulo André, que merece “méritos” por todos os gols adversários e, por fim e para simbolizar o mau momento, até o goleirão Felipe engoliu um senhor frango. Em jogos assim, faz parte. 

 

No sábado nada inspirado, o Corinthians ainda promoveu a estreia de Edno, seu mais novo reforço, mas o meia-atacante esqueceu de estrear, de fato.

 

E para não eximir ninguém de culpa, afinal, o caos completo geralmente é resultado de um conjunto de fatores determinantes, encerro o post com uma crítica, que tem a pretensão de ser construtiva, também à Fiel torcida: encher o estádio, cantar durante os 90 minutos e aplaudir vexame não necessariamente significa apoio e amor incondicional. Não se pode confundir. Já dizia Maiakovski, amar não é aceitar tudo. Aliás: onde tudo é aceito, desconfio que haja falta de amor. Zelar pelo time é também incentiva-lo a dar o melhor de si, é querer vê-lo cada vez maior, melhor. E se para tal for necessário apontar erros e sugerir correções, façamos isto, como um pai faz ao educar seu filho. Pais permissivos deseducam.

 

É isto ou continuar ouvindo por aí que “o Corinthians saiu da série B, mas parece que a série B ainda não saiu do corinthiano” sem sequer poder contestar.

 

Aqui tem um bando de loucos, o mundo sabe, mas como raça Timão, você é tradição faz falta!

 

Anúncios

23 Comentários so far
Deixe um comentário

Sem comentários, Larissa. Post perfeito. Jogo sonolento onde vimos um time grande de primeira divisão tomando sufoco de outro que, além de ter ao meu ver elenco de série B, estava jogando fora de casa.
No final das contas, 2009 acabou. Agora é esperar pelo tal “planejamento” para o ano do Centenário…

Comentário por Codename X

Este “planejamento” me assusta, tanto como me assusta ver a torcida brigando entre si no estádio, pq uns querem proibir outros de pedir jogador, até de xingar o juiz. Dizem que tem de gritar Corinthians, porém, em alguns casos pressionar o árbitro é zelar mais pelo time que está sendo prejudicado do que gritar Corinthians. A torcida está sofrendo de autismo, por vezes mais ligada em si própria do que no time em campo. Acha bonito tomar sacolada, em casa, e ficar aplaudindo. Esse conformismo, que vigora há uns 5 ou 6 anos, já nos meteu numa segunda divisão. Mas ninguém aprendeu nada com isso. O sujeito não está nem aí para a derrota. O negócio é encher o peito e vangloriar-se de que ficou cantando os 90 minutos. E acham que essa postura é “corinthianismo”.

Na história do Corinthians a torcida sempre exigiu seriedade e respeito daqueles que estavam a frente do SCCP, e sempre foi respeitada. Foi assim que nasceu a Gaviões da Fiel, para peitar Wadih Helu.

Hoje diretor chama torcedor de ignorante e nada acontece. Presidente diz que não respeita ninguém mais do que Wadih e Nesi e a torcida, contrariando seus próprios princípios, apoia o cara!

Há toda uma inversão de valores, um apequenamento anunciado. E infelizmente isso vai desencadear no centenário, quando a diretoria estará mais preocupada em organizar cruzeiro, elitizar o Pacaembu, promover o roxo, do que com o time em si. E será aplaudida, pq o corinthiano não sabe mais ser corinthiano. Dói dizer isso, mas basta ir ao estádio para e confrontar com esta dura realidade.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Jogar o Campeonato Brasileiro, que tem nada menos 38 rodadas, sem a intenção de ganhá-lo, é no mínimo, dar tiro no pé.

Não querer ganhar é o passo mais eficiente para perder. E o Corinthians teve muitas “caras” durante esse Brasileirão. A primeira , pelo menos foi sincera e eficiente:

-Estamos muito mais preocupados com a conquista Copa do Brasil, diria o Corinthians.

Depois de conquistar o Paulistão e a Copa , e vender peças preciosas, a cara era assim:

-Estamos remontando o time.

Houve um tempo em que além das preciosas peças perdidas, e para mim um dos pilares do time: Christian, foi a que mais fez falta, perdemos Chicão, William, Ronaldo, Felipe, Dentinho, Jorge Henrique e outros alternadamente por contusão e não tínhamos reservas à altura.

Ou seja, contusões acontecem, jogadores querem ir fazer o famoso “pé de meia” e vão embora, isso é normal.

O que não é normal é jogar um campeonato importante como o Brasileiro dessa forma, sem dar a devida importância, é perder para times de menor expressão dentro de sua própria casa por placares elásticos, é ficar várias rodadas sem vitória e ter uma campanha pífia fora de casa. Ainda mais porque já mostramos força ao ganhar do Inter no Beira Rio, do Cruzeiro no Mineirão e quase ganharmos do São Paulo no Morumbí artificialmente mais cheio de torcedores deles, e somente graças a um gol impedido e outros erros de arbitragem.

Agora eu me pergunto, se não houvéssemos alçado a vaga na Libertadores via Copa do Brasil, eles teriam segurado André, Douglas e Christian?

Teríamos força para conquistar a vaga ficando no G4 do Brasileirão???

É para se matutar se estamos no caminho certo, mas pelo menos o Mano deu uma certa mostra de serenidade ao declarar que deve repensar à partir de agora.

Para mim, perdemos a oportunidade de jogar como franco atiradores, indo para cima de todos, jogando no ataque, já que o peso da classificação para o torneio sul-americano não estava conosco, e sim com os outros.

Larissa, estou muito feliz com a volta do seu blog, fez falta, por favor não nos deixe órfãos novamente…

Abraços,

Zé Favela.

Comentário por José Freeman Junior

Muito bem, Zé. Ótimas colocações. O mais triste é que, para mim, o planejamento para o centenário deveria começar de onde estávamos. Tínhamos um time campeão, formado e entrosado com muito custo, aliás, levou pouco mais de 1 ano para isso, tempo que não temos agora. E ao invés de mantermos esta base e apenas realizar as contratações necessárias para fortalece-lo, desmanchamos tudo e resolvemos começar do zero. Sem qualquer garantia. O Brasileirão deveria servir para agregar os reforços e tornar o time ainda mais forte, para chegar embalado na Libertadores, por exemplo. Agora vemos os rivais fazendo isso no Brasileiro e com certeza eles chegarão mais fortes e entrosados na Libertadores do que a gente, que tinha tudo isso pronto há 6 meses atrás e que agora não temos nada. Um verdadeiro tiro no pé e detalhe: gastando mais do que se gastava com Cristian e André Santos. Marcelo Mattos chegou recebendo mais do que o Cristian, que nem queria ir para a Turquia e ele afirma isso a quem quiser, qualquer hora vou até postar o print das conversas com ele aqui.

Obrigada pelo carinho com blog tb. Voltei pelos pedidos sinceros que recebi, achei que poderia fazer a diferença, ainda que para poucos e isso já é muito pra mim.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Rumo à botafoguização do Coringão…

Comentário por jeff

Daí para pior… E com aplausos! 😦 Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Oi Larissa! Te descobri aqui de novo. Que bom!

Não vou comentar muito sobre o jogo, pois acho que o Corinthians torceu o nariz para o campeonato. O time está sendo testado à exaustão e há jogadores atuando apenas para ver se o clube se livra deles no fim do ano, enquanto os outros estão no “departamento médico”.

Os jogadores vendidos não foram repostos de forma proposital. Há jogadores pedindo aumento. O clima de férias é notório.

É uma pena. Pra mim, campeonato brasileiro é mais importante que libertadores.

Queria aproveitar para pedir um favor (pra você ou qualquer de seus leitores).

No “relatório da dívida do Corinthians” do mês de agosto (http://www.corinthians.com.br/upload/site/EndividamentoAgo09.pdf) aparece um valor a receber de R$.7.718.000,00 relativos à “contribuição de solidariedade” nas vendas do Jô e do Betão.

Fiquei curioso pra saber por que esse valor aumentou R$.6.240.000,00 em apenas um mês (no demonstrativo de julho acusava R$.1.478.000,00) sendo que os dois jogadores foram vendidos uma única vez.

Nos meus cálculos, o Corinthians teria direito a aproximadamente 720 mil euros pelo Jô (3% sobre 24 milhões de euros) e 125 mil dólares pelo Betão (5% sobre 2,5 milhões de dólares).

Isso daria algo em torno de 2,2 milhões de reais. Como o Corinthians já recebeu parte disso…

Gostaria de ver o mistério revelado por alguém ligado à administração do clube ou algum sócio, que tem acesso sem reservas aos relatórios contábeis.

T+

Comentário por Luís Carlos

Oi Luís, que bom! Não me atentei a isto quando olhei os novos balancetes divulgados. Mas vou checar e depois te respondo aqui, ok?

Abraços alvinegros.

*Atualizando: Quando olhei fiquei com a mesma dúvida que você, até recalculei os valores e tudo mais, como a dúvida persistia fui buscar informação e hoje pela manhã disseram que era por conta do Douglas, abri o site novamente e estava o Douglas lá, mas eu poderia jurar que na hora em que analisei não estava, pena não ter tirado print, pq não me disseram se tratar de engano ou coisa assim. Por acaso você se recorda se já havia o Douglas ali? Em todo o caso, a resposta é esta.

Comentário por Larissa Beppler

Eu passo os dados pra uma planilha. O Nome “Douglas” nunca esteve lá a não ser a partir de hoje.

Pelo fato dessa conta ter sido aberta em 2008 e constarem apenas o Jô e o Betão (vide demonstrativo de 31.12.2008) sempre achei que fosse específica para a “contribuição de solidariedade” da FIFA.

Perceba que há uma conta específica para o Carlos Alberto e uma conta específica para o Nenê.

Tudo bem, colocaram o Douglas aí. E o André Santos e o Cristian, que saíram antes do Douglas, foram vendidos à vista?

É a primeira vez que vejo algo “esquisito” nas contas. Espero que a explicação seja essa que passaram a você.

Obrigado e até mais.

Larissa: Você não sabe o peso que tirou das minhas costas. Passei o dia com isso na cabeça, me arrependendo de não ter salvo as informações, pois quando me responderam eu tinha certeza de que não tinha visto aquele nome ali antes, claro que tb estranhei pq o Douglas não entra no mecanismo de solidariedade, mas achei que talvez não fosse um espaço específico para isso. Erraram e depois acrescentaram o Douglas ali, então. Só pode… Provavelmente há tanto rolo nessa história, que uma hora alguma coisa fica de fora, depois de tanto se mexer nisso, enfim, espero que tenha entendido o recado, pois certas coisas não devem ser ditas. Abraços alvinegros.

Comentário por Luís Carlos

Larissa

Acho que esta na hora do Mano Menezes sair do esquema 4-3-3, esse esquema deu muito certo pelas características dos jogadores que tínhamos, Cristian era um monstro no meio campo, cobria as laterais, apoiava quando necessário, marcava e roubava a bola como poucos, Douglas não aparecia para a torcida mas fazia uma função tática importantíssima, sem contar que Andre Santos era um baita ala, só que jogamos o brasileiro mais fácil da historia pelo ralo quando desmanchamos um timaço, vender o Cristian foi um tapa na cara da fiel, jogamos fora um trabalho de 1 ano e meio, só espero que esse business não nos custe caro em 2010.
A libertadores de 2006 não serviu de lição, não adianta só se preocupar só com o ataque, precisamos contratar 1 bom zagueiro, 1 lateral esquerdo e 1 volante, Marcelo Matos é um Moradei que sabe passar a bola um pouco melhor, não tem pegada na marcação e quando tenta roubar a bola, geralmente é violento e dificilmente consegue roubá-la sem cometer falta, Balbuena jogou bem na esquerda contra o Santos, não entendo a insistência com Marcinho, enfim, estou bastante preocupado com 2010, pois fomos o 1º time a conquistar a vaga para a Libertadores, mas seremos o ultimo a se preparar como se deve, por culpa de migalhas !
bjs alvinegros

Comentário por alvaro

Concordo com absolutamente tudo. E quanto às contratações, ainda precisamos de mais que isso para ficar redondo. Meia não temos, pois o Edno é meia-atacante, o Defederico é ponta. Lateral-direito, pois o Alessandro se contunde bastante, precisamos, no mínimo, de um reserva para a posição. Precisa de mais um atacante, dispensa Bill, Souza, vende Dentinho, enfim… No ataque, só dá para contar com o Ronaldo mesmo e olha lá, pois ainda ficamos na dependência das condições físicas dele.

O time para a Libertadores estava pronto, entrosado, bastavam apenas um ou outro reforço, mas resolveram por tudo a perder para começar do zero, com menos tempo do que antes e folha salarial maior. Se contar em Portugal ninguém acredita.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Esse relaxamento do time, diretoria e parte da torcida pode ser encarado como o ”olho do furacão”, calmaria, tempo bom ao fim de uma tempestade, porém sinais anunciam o pior, e ficar esperto para 2010 pois muita coisa estranha irão acontecer nos lados do PSJ.
Aguardar para ver e ficar atento a situação.

Obs. seu comentário, como sempre, diz tudo!!!

Parabens pelo retorno e Vai Corinthians!!!

Comentário por Toel

2011 me preocupa mais do que 2010, pois para o ano que vem ainda estão adiantando cotas, emprestando dinheiro, o Sanchez e o Rosenberg, de bobos, só tem a carinha mesmo. Não vão querer fazer feio, agora, já deixaram claro que 2011 é investimento zero. O time tem tudo para se desfazer após a Libertadores, muitos empréstimos, enfim… 2011 me preocupa, deveras! Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Se continuar desse jeito, com o Ronaldo Gordo e sem virem reforços, vai confirmar aquele velho ditado dos rivais do Corinthians: “Corinthians na Libertadores é igual ao Chaves do SBT: A gente sabe como termina, mas assiste pra dar risada do mesmo jeito”
ABraços

Comentário por Alexandre

Saravá, São Jorge!

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Larissa, Parabéns pelo post e pelas observações nele escrita.

Gostaria de fazer apenas um comentário, que nada mais é do que um receio meu quanto ao futuro do SCCP. espero estar muitooo errado, ou então é melhor nem pensar.(vai ver eu sou pessimista demais..rs)

O meu medo é que, eu tenho reparado que toda contratação que o SCCP tem feito, a diretoria e a midia em geral, tem dito que fulano vem para a libertadores, ciclano vem para reforçar o Corinthians na libertadores… e por ai vai

E se isso for verdade, Quer dizer que após a libertadores, vai quase todo mundo embora?
Ou seja, vai sobrar algumas tranqueiras como: Moradei, Souza, Bill, marcinho e por ai vai.

Espero estar muito equivocado, ou então acho que vamos assistir o mesmo filme de novo, filme cujo o qual todos nós assistimos e não gostamos nada, nada, mas que infelizmente a nossa atual diretoria começa a dar sinais de que infelizmente não aprendeu nada com nosso passado não muito distante(leia-se rebaixamento).

Desculpe o desabafo, mas é que infelizmente essa historia de libertadores, o q mais me preocupa é o Pós Libertadores.

Abraços e de qualquer forma e aonde estiver, VAI CORINTHIANSSSS.

Comentário por Denis

Obrigada, Denis. A minha preocupação é a mesma que a sua, pelo que percebi estão se utilizando de um desejo coletivo da Fiel para agir sem muito critério, como se o Corinthians fosse um timinho qualquer, que precisa abdicar de campeonatos, de tradição, em nome de um torneio que, graças à mídia, está na moda. É mais cômodo assim, pois se vencer, parte expressiva da torcida aprovará qualquer desastre posterior, pois o “objetivo foi alcançado”. Isto, para mim, é apequenar o Corinthians, como se fosse tão mediano a ponto de necessitar de pequenos objetivos por vez. Isto tudo sem contar o pós-Libertadores, que já foi previamente anunciado como ano de diminuição de gastos, investimento zero, enfim… Quero estar errada, mas não consigo ter esperanças em dias melhores com Andrés Sanchez.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Larissa, do jogo já se comentou bastante e bem, então vou falar de outra coisa: A Fazendinha!

Confesso que quando vi as fotos, fiquei impressionado com o serviço que a prestigiosa Luso-Arenas executou. Pinturas, cadeiras, nova cobertura, e etc. Melhor ainda a parte estrutural das dependências internas, sala de imprensa, banheiros, áreas de alimentação e o novíssimo e hightec vestiários pros jogadores. Agora finalmente a velha fazendinha poderá abrigar jogos e shows com todo conforto para público e artistas.

Como qualquer um pode ver claramente, os três meses a mais que a reforma se estendeu, valeram plenamente, e nem há o que discutir.

Esperemos agora pelo sensacional CT do Parque Ecológico. Tremei Barcelona, Manchester, Milan e outros gigantes do mundo, após terminar o CT do Coringão o de vocês parecerá campo de treino de várzea. Aguardem!

Comentário por David Emmanuel

O problema é que, se pelo menos estivessem já pensando no ano que vem, faria algum sentido essa “calmaria” no Timão. Só que é capaz de a diretoria ainda desmanhchar mais um pouco o Timão, além de não estar se preocupando em treinar e entrosar esse time para o ano que vem. E na Libertadores estarão nossos rivais paulistas também… Será que de novo teremos de rezar para não pagar um mico?

Comentário por Heloisa

Você não é muito fã do Mano Menezes, não é mesmo? Longe de mim sair por aí defendendo a honra do nosso técnico, mas tenho para mim que ele é um dos melhores comandantes que passaram pelo Timão nos últimos anos. Acima dele, ao menos neste “século”, apenas o professor Parreira. Enfim… gostaria de saber em quais pontos o Mano te desagrada?

(Também concordo que ele é retranqueiro, mas você há de convir comigo que ele é um técnico que consegue imprimir uma característica que há tempos eu não via no Coringão: raça!)

Primeira vez que comento aqui. Seu blog, apesar de “discreto”, é muito interessante. Parabéns.

Forte abraço,
Ricardo.

Comentário por Ricardo

Só agora descobri sobre sua volta. E descobri porque entrei no blog de novo, claro. Ninguém me falou.
Linda criança, seja bem vinda no retorno ao “nosso” espaço. Não desista nem desanime de novo, ok?
O resto (política do Timão, Citadini, Paulinho, etc) se der tempo discutimos depois.
Vamos nos ocupar do que interessa, que é o Sport Club Corinthians Paulista dentro das 4 linhas. Eu nunca vou me conformar que 2/3.000 sócios decidam o destino de uma nação de 25 milhões. Me lembra o antigo “colégio eleitoral” no Brasil, antes das diretas.
Droga, tou falando de política…sorry
beijos

Comentário por Carlos

“Olhamos o marketing do São Paulo e suas recentes conquistas com admiração e até como modelo. Nossa relação é tão boa que o Corinthians apoia fortemente o Morumbi como palco da abertura da Copa do Mundo de 2014″, informou o diretor de marketing, antecipando que futuras provocações não afetarão a união dos quatro grandes clubes de São Paulo.

Luiz Paulo Rosenberg,

Materia publicada na Gazetaesportiva.net

ROSENBERG VENDIDO!

PACAEMBU NÃO!

MORUMBICHA NUNCA MAIS!

ROSENBERG CUZÃO, FORA DO TIMÃO!

Comentário por WiLSON

O otimismo é uma regra corinthiana inalienável. Visto isso, quero acreditar que, pelo menos por parte da comissão técnica, existe um plano prá que o time possa tirar férias semanas antes dos demais para poder chegar mais inteiro que os rivais, vantagem física que foi muito importante pros títulos desse ano. Isso não significa que exista um planejamento integrado. A lógica da diretoria é claramente a do dinheiro, e quero acreditar que a da comissão técnica é outra.

Comentário por Victor Farinelli




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: