Corinthians: Preto no Branco


Déjà vu
outubro 19, 2009, 3:25 am
Filed under: Uncategorized
Marcelo Oliveira na disputa de bola com o ex-corinthiano Arce

Marcelo Oliveira na disputa de bola com o ex-corinthiano Arce

Ilha do Retiro, Sport x Corinthians (de uniforme branco), placar final: 2 a 0. Os corinthianos apáticos em campo, o treinador perdido no banco de reservas. Não era a final da Copa do Brasil de 2008, mas parecia muito. A diferença é que o Sport de hoje não briga por título, mas para fugir do rebaixamento e o Corinthians vive a crônica de uma tragédia anunciada pós-desmanche.

 

O desenrolar e o resultado da partida não trazem grande surpresa, tampouco as considerações diferem muito do que já foi escrito alguns jogos antes. Falar da insistência do treinador em manter o Elias mais à frente que o Jucilei, sendo que o segundo volante não rende fora de posição, é chover no molhado. Assim como é redundante, neste blog, tornar a criticar o lugar cativo de Dentinho no time, quando Defederico, que é ponta e não meia, poderia ser mais efetivo. 

 

A grande surpresa do jogo ficou por conta dos gols, anotados pela dupla de ataque do rebaixamento Arce e Wilson. Coisas que só acontecem com o Corinthians, claro, quando desligado do campeonato e com interesses piores, como fazer vitrine para jogador de empresário ganhar mais uma chance e, com sorte, talvez ser negociado.

 

Só o fator agente explica a entrada de Henrique no segundo tempo, por exemplo. Parece que ao invés de aproveitar o momento sem compromisso com título para promover uma mudança de atitude, algo que inclua no cotidiano da equipe a vontade de vencer e convencer, o treinador resolveu ceder o período de férias antecipadas aos empresários de atletas. Uma pena, pois o time de Mano Menezes realmente precisa de uma nova postura que não aquela de abrir uma pequena vantagem e se postar atrás do meio-campo a fim de atuar na base dos contra-ataques por receio de perder.

 

O fato é que graças ao brilhante planejamento dos responsáveis pelo futebol do clube, o Timão está fora da competição desde pouco mais da metade do torneio, porém, este tempo deveria servir para preparar o time do centenário, para que a equipe chegue entrosada e embalada na Libertadores, uma vez que o treinador sabe quanto tempo isto pode levar.

 

Da última vez, para formar o time campeão do primeiro semestre, foi necessário pouco mais de um ano e o Corinthians não dispõe deste tempo agora, até que a temporada 2010 comece. Por isso, já deveria ter começado a correr atrás, a jogar com vontade e coragem, utilizando as melhores peças à disposição e não servindo de vitrine.

 

Deveria ser mais Corinthians, menos business e favorecimentos.

 

Favorecimento, a propósito, deve ser a explicação para a contratação e manutenção de Marcelo Mattos no time. O jogador, que teve como padrinho de casamento o presidente do clube, conseguiu a façanha de superar o seu pouco futebol de 2006. Voltou pior. Segundo as estatísticas, neste domingo o camisa 6 realizou dois desarmes em 90 minutos, além de não ter combate, nem saída de bola. Ao menos serve para receber salário, superior ao que ganhava Cristian, aliás.

Chicão e William realizaram uma de suas piores partidas pelo alvinegro, o arqueiro Felipe também esteve longe de seus melhores momentos e olha que corre à boca pequena que o jogo valia bicho!

 

Para não cometer injustiças, a bronca não se aplica a Jucilei, que é tecnicamente bom e mesmo deslocado demonstrou vontade, nem a Jorge Henrique, que jogou sozinho pelo setor e que vem jogando praticamente sozinho pelo time, sempre com raça e disposição. 

 

Contudo, apesar dos pesares, parece que a torcida não se importa muito com o mau futebol que vê. Jogo após jogo, vexame após vexame, a Fiel está lá, como deve estar, mas está aplaudindo ao invés de protestar e cobrar que o time volte a ser Corinthians que, salvo engano, ainda é sinônimo de raça, dedicação, entrega e persistência.

 

Para encerrar, vale recorrer ao senso comum: errar é natural do ser humano, mas aprender com os erros é sabedoria. Ou como disse John Powell, o único erro de verdade é aquele com o qual não aprendemos nada. Que estas constatações gerem reflexão, pois se time e torcida seguirem nessa toada a tendência é termos outro déjà vu, com permissividade até dizer chega e posterior invasão de gramado nas oitavas-de-final da Libertadores, quando já não adianta mais reclamar.

Saravá São Jorge!


23 Comentários so far
Deixe um comentário

Larissa, bom dia

Como já disse antes, jogamos fora um trabalho de 1 ano e meio, vendemos 3 jogadores e não contratamos peças de reposição.
Temos 3 jogadores para a mesma posição(Edno, Defederico e Dentinho).
Marcelo Matos, é limitadíssimo, não marca, não rouba a bola e quando tenta fazer algo do time geralmente faz falta e quando vai para matar o lance, geralmente é violento, se for para jogar com ele, prefiro o Edu de 1º volante.
Precisamos com urgência, de um volante com as características do Cristian, o Maldonado estava dando sopa, apesar de não ter a mesma qualidade na saída de bola ele marca como poucos, veja o Flamengo, depois que ele entrou, o time não perdeu mais.
Ficamos só ouvindo em Riquelme, em Veron, em mentiras para calar a torcida e o time esta perdido em campo, ficaram 15 dias treinando para nada, não tem variação tática, não tem vontade, o Palmeiras esta pedindo para perder esse campeonato, não vou nem chorar os pontos perdidos no 1º turno, mas coloque os pontos que eram obrigação por jogar em casa(Goias e Atletico PR) e por estarem na zona de rebaixamento(Flu e Sport), estaríamos com 53 pontos.
Essas migalhas podem ter custado o ano de 2010.

Com Urgência

1 lateral direto(Gabriel, filho do Vladimir)
1 lateral esquerdo(Leonardo ex lusa)
1 zagueiro(Pirulito ou Breno)
1 volante (Mineiro, por falta de opção)
1 meia (Alex ex inter)
1 camisa 9 (Borges ou Fernando Baiano)
1 atacante veloz( Everton ex timão)

Bjs corintianos

Comentário por Álvaro

Precisamos, Álvaro. Isto é um fato, como é fato o presidente ter afirmado que este time é o do centenário, com apenas alguns ajustes a serem definidos lá por janeiro. Outro fato é que eu não lembro de ter visto, na história, o Corinthians contratar meia dúzia de bons jogadores para uma temporada. A coisa sem funcionou mais ou menos assim: compram uns 6 atletas e destes tem no máximo 2 bons, 2 apostas e outros 2 que todo mundo sabe que não vai dar em nada. Então, é possível que a gente vá com isso que está aí para a Libertadores, pior, é possível que isto já seja o tão alardeado planejamento para o centenário do clube.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

complicado

A não ser que o dinheiro venha de outros lugares né,,rsrs

Comentário por Álvaro

Você escreveu tudo e muito mais que eu gostaria de ter escrito, agora, citar o John Powell foi um luxo só. Parabéns! Se pudesse, deixaria de ser corinthiano, aquilo não tem mais jeito. É como uma velha mansão da Paulista, foi bom, mas só serve para ser demolido.

Comentário por Lou Mello

Olha… Obrigada, Lou. Pena que o conteúdo tenha de ser este, mas enfim… “Ser corinthiano é decidir que todo ano a gente vai sofrer.”

Tenho ouvido algumas pessoas falarem como você, inclusive sobre refundação. Apesar de completamente desiludida, ainda espero haver uma solução, mesmo que a longo prazo. Só que os que acreditam nisso precisam se mobilizar desde já e aí reside a maior dificuldade, uma vez que os contrários à política do PSJ não tem espaço no clube. Vivemos um impasse.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Por um tempo, considerei salutar o fato de a diretoria planejar uma diminuição da pressão dos torcedores. O Corinthians já pagou muito caro por pressões indevidas, que tiraram do clube bons treinadores, bons jogadores e até bons dirigentes.
No entanto, se nem sempre a voz do povo é a voz de Deus, vemos hoje um fenômeno totalmente excêntrico, para não dizer nojento, no qual a diretoria simplesmente comprou torcedores e comentaristas de TV, impedindo-os, assim, de falarem mal, de criticarem. A galera de cima recebe a grana, e a galera de baixo, que não procura se informar, recebe o que dizem (joranlistas e torcedores profissionais) como doutrina, dogma, teologia.
Compraram nossa torcida, compraram nossa dignidade, exterminaram com nossa razão de ser. Imagine: meu irmão é corinthiano por minha causa, e me dói quando ele me chama de corneteiro! É lavagem cerebral extrema! E os mais jovens são os mais vulneráveis… Sem contar que a maioria da população, no geral, é muito carente no quesito espírito crítico; algo que, em SP, é visto como coisa de baderneiros.

Comentário por jeff

É… Exatamente, Jeff.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Desculpa se eu já disse isso em algum comentário anterior nesse mesmo blogue. Tenho repetido muito isso, mas é porque é algo que me molesta bastante:

O CORINTHIANS ESTÁ PERDENDO PRÁ SI MESMO O TÍTULO MAIS FÁCIL DA HISTÓRIA!!!

Estamos perdendo pontos pros times que lutam prá não cair. Somando os pontos perdidos contra Botafogo, Fluminense, Náutico, Santo André, Sport e Coritiba, estaríamos em primeiro lugar, e até com dois pontos na frente do segundo.

Nunca num Brasileirão os líderes vacilaram tanto, com um pouco mais de raça se ganhava esse título, e estamos deixando passar porque conseguimos a proeza de vacilar mais que eles.

Comentário por Victor Farinelli

Costumo dizer que o Corinthians perdeu para o “planejamento”. Jogou o penta fora, provavelmente no colo do arquirrival, abdicou da luta em nome do business. Se isso não for a maior descaracterização do Corinthians na história, então não sei o que será.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Como sempre perfeita a sua colocação. Assino em baixo. Já estava com saudades dos seus posts. Não precisa esperar o corinthians jogar para postar, tá? Bjos

Comentário por R.

Verdade, perdemos pro business, pro “planejamento”. Perdemos pro Rosemberg, pro Mario Gobbi, pro Cláudio Leite (com cumplicidade do Mano).

Esse 2009 foi um ano excelente de qualquer forma, ganhamos três títulos importantes, como em 1995 e em 2002. Porém, naquelas oportunidades, os anos seguintes 1996 e 2003, foram dois desastres.

Tomara que a história não se repita novamente.

Comentário por Victor Farinelli

Há mais uma contratação que foi citada ontem na Bandeirantes.

Diego Macedo Prado dos Santos

O cara joga (ou melhor, engana) como zagueiro, lateral-esquerdo, lateral-direito e meia, ou seja, o importante é aparecer para que algum otário, quem sabe, lhe dê a independência financeira, coisa que nunca conseguiria exercendo outra profissão.

É sobrinho do Macedo (ex-bambi), que era um pangaré só.

A cada seis meses aparece em um clube diferente. Este semestre joga no Bragantino. O famoso Bragantino. Já jogou em clubes que ninguém sabe que existe.

Enquanto isso, vai garantindo o leite…

Claro que isso não acontece só no Corinthians. O tal do Fernandinho é outra farça que pode jogar na Floresta. Uma farça que despertou interesse no Corinthians. Espero que não vingue mais essa ideia…

A partir do momento em que os clubes de fora e os daqui começaram a pagar fortunas pra qualquer um, o futebol de verdade acabou porque há os eleitos para ganhar fortunas e não se levam em conta critérios técnicos.

Antes os pais queriam seus filhos médicos, advogados. Hoje querem-nos jogador de futebol, artistas de tv e modelos fotográficos…

Essa é a realidade.

E se esses clubes compradores passarem a investir na base em vez de comprarem jogadores de fora, o futebol brasileiro estará arruinado. E tudo corre pra isso.

Joguei em times da várzea quando muleque.

A bola, que já era pesada, ficava como chumbo quando o campo estava enlameado (nunca joguei num gramado). O peso da bola, mais os grãos de areia grudados, fazia com que se vissem estrelas quando se cabeceava a bola.

Quando o campo estava seco e alguém fazia um lançamento longo, tinha que botar um motor no rabo para se alcançar a bola.

Ninguém virava a bunda pra bola para interceptar um cruzamento. Se o fizesse era alvo de chacotas a semana inteira, fora o provável banco.

Nos escanteios, ninguém ficava agarrando o outro. Simplesmente pisava-se em cima dos pés do adversário para tomar impulso ou fazer ele ficar plantado. Não há juiz que consiga enxergar isso.

Hoje você tem bons gramados, bolas leves, chuteiras com materiais desenvolvidos pela Nasa e o futebol?

Uma trave tem 7,32 metros de largura por 2,44 de altura. Uma área total de 17,86 metros quadrados. Maior que muita casa por aí.

Tirando o espaço que o goleiro ocupa, cabem aproximadamente 43 bolas ao mesmo tempo.

E nossa seleção sub-20, cujos integrantes poderão nos representar na Copa-2014, consegue errar três cobranças de penalidade em seguida.

Enquanto isso, assistimos jogadores como Ronaldo, Ricardinho, Marcelinho Carioca e Petkovik fazerem a festa…

Comentário por Luís Carlos

Farei um post sobre esta contratação do Bragantino, claramente um acordão de empresários/cartolas.

Quanto às categorias de base, o mesmo que reclamo da corinthiana serve para a brasileira em geral. Não se treina mais fundamentos, tanto que nem um pênalti a molecada sabe cobrar.

Antigamente, bons cobradores tinham visão da redonda e
também do entorno. Visão periférica.

Estranho também como os jogadores, não só estes, se colocam mal diante da bola nos dias atuais.

Hoje, com a crise do fundamentos, muito atleta chega na bola na “meia-passada”.

Nesses casos, cava muito o chute, como no caso de uma das cobranças, ou chuta mascado, aumentando o atrito com o gramado.

Com a seleção sub-20 ficou patente que o Brasil não treina mais fundamentos. Treinos de base são, sobretudo, táticos e físicos.
Ocorre que categorias de base, hoje, no Brasil só serve para fazer a festa dos agentes e dirigentes. E resulta no que infelizmente temos visto. Verdadeiros shows não de bola, mas de incompetência e despreparo.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Nada explica tamanha incompetencia.Não sei para os outros torcedores do Coringão mas para mim nada explica a sequencia de derrotas ridículas diante de goiás, atletico paranaense, palmeiras, flamengo, sport, nautico entre outros e isso sem falar nos patéticos empates com o barueri e fluminense. Para mim nada explica o corpo mole do Ronaldo que se por um lado fez muito para o Coringão no primeiro semestre, por outro não faz a minima questão de esconder que esta fazendo corpo mole para não jogar fora de casa e o que é pior, ganhando 15 milhões por ano e estando mais gordo do que quando chegou ao time. Para mim nada justifica a falta de rendimento do Elias, do Dentinho, do Wilian, e do Alessandro. Para mim nada justifica a pouca qualidade técnida dos jogadores recem contratados. Para mim nada justifica a omissão dos dirigentes diante da pífia campanha no segundo turno ainda mais sabendo o quanto foi investino no time. Eu torço para o Corinthians e não para o Santo André ou para o Barueri!

Acho que para os Corinthianos mais lucidos a atual situação do Coringão e a falta de perspectivas de melhora do time deixa claro que esta falácia de libertadores no ano do centenário esta caminhando cada vez mais para um tiro no pé… sinceramente tenho muito receio do nosso futuro, não só dentro de campo mas principalmente administrativamente, pois a nossa diretoria vem fazndo loucuras para contratar atlets que pouco agregam ao time e a nossa divida so vem aumentando…

Comentário por Luis Fontes

Não és o único, Luís. Tudo isso é preocupante, deveras.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

O pior é que o ”remake” é sempre mais sem graça que o filme original, esse não poderia deixar de ser diferente (só faltou o Litle Charles Bullet pra completar a desgraça).

Agonizando Vai Corinthians!!!!

Comentário por Toel

E põe sem graça nisso!

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Prezados amigos corinthianos!
A explicação é uma só. O torcedor torce. Realmente apaixonado, como nenhum outro torcedor.
Sofre, engole seco. Quando ocorre uma tragédia como o rebaixamento, até chora. É a única coisa que tem de real nessa estória. Os demais ? O presidente engana que gerencia. O técnico engana que orienta e prepara. Os jogadores enganam que jogam. E por fim, o Sr. Ronaldo engana que está morrendo de amores pelo clube. Precisamos dar um basta a esta situação. Proponho nos primeiros 5 minutos do jogo do com o Cruzeiro, todos torcedores de costas para o campo em sinal de protesto.

Comentário por Sérgio Lorente

Sergio, sinceramente não acho isso uma boa idéia… na atual situação se a torcida virar de costas para o campo é capaz dos jogadores se sentirem a vontade para abandonar o gramado e ir um pouco antes para a balada… já o tal do presidente vai aproveitar para dar uma escapadinha para uma casa de massagem junto com o seu sócio Carlos Leite e no meio de uma orgia regada a uísque e como o de costume embreagado, ele vai acabar assinando algum contrato milhonário, para o Carlos Leite é claro, e nos afundar mais ainda… virar de costas para o time definitivamente não é uma boa idéia, pois hj em dia com a falta de vergonha na cara do nosso elenco e diretoria fazer isso é dar munição para o inimigo…hehehehe…. comico se não fosse triste!

Comentário por Luis Fontes

Luis Fontes
Vc tem razão.Então qual outra opção? Deixar o estádio vazio? Bom se nada mudar isso vai começar acontecer automaticamente…

Comentário por Sérgio Lorente

Acho que o torcedor tem de protestar mesmo, enquanto ainda é tempo de mudar. No estádio, no PSJ, no Fiel-Torcedor que pagamos, enfim…

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Oi Larissa,

Acabo de conhecer seu blog.

Gostei.

Vou adicionar o link lá no meu. Se puder, faça o mesmo aqui.

Valeu!

Samuel
http://www.timaoblogfiel.blogspot.com

Comentário por Samuel

Ok. Já estás na lista dos loucos do bando aqui no blog. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: