Corinthians: Preto no Branco


O assassinato do Time do Povo
outubro 30, 2009, 1:28 am
Filed under: Uncategorized

A derradeira pá de cal:

abuso!

.

O objetivo único e exclusivo disso? Lucro, claro. A consequência? Elitização, morte do time do povo. Restará, em seu lugar, apenas mais um time de futebol, comum, nada além disso. E que se saliente, desde já, que a conquista da Libertadores passa a ser uma obrigação, aliás, a do Brasileiro e a do Mundial também, pois como se sabe, times comuns sobrevivem de títulos.

No momento, tomada pelo desgosto e pela revolta com os senhores do business, que atiraram ao lixo a história do centenário time do povo e que pretendem, com esta majoração extorsiva dos ingressos, inibir a participação de corinthianos de todos os estratos sociais na festa dos 100 anos do clube, não me julgo na condição ideal para discorrer sobre o assunto, ao menos por ora.

E enquanto a aversão inveterada e absoluta me impede de escrever, limito-me a assinar embaixo de dois textos que compartilho a seguir e que já disseram tudo e um pouco mais. O primeiro, do alvinegro Partigiano Tchê e o segundo, escrito pelo Savarese no início de 2008, mas insuportavelmente atual:

.

abuso2 

Roubo, Egoísmo e Elitização Brutal

Por Partigiano Tchê

O Corinthians vai jogar a Libertadores do Centenário com três gomos de torcida ativa.

Supõe-se que os torcedores que erguem a voz estarão nos setores amarelo, verde e tobogã. Os outros bons corinthianos, também doadores de energia, tiveram roubado o direito à presença no estádio. Estes setores serão reservados aos VIPS, playboys e aos quietos endinheirados.

O outro ingresso mais barato custará R$ 200, na Especial Laranja.

Essa política vai acabar com a presença de famílias de classe média no setor.

Sem o plano de fidelidade, um pai e dois filhos pagaria R$ 600 por um único jogo. Ainda que tenha o mais caro dos planos fixos, pagará R$ 360 por um único jogo (R$ 120 x 3).

No caso da numerada descoberta, esse valor subiu a R$ 300, cada ingresso.

Nunca vencemos a tal Libertadores e sabe-se que é fundamental a presença do torcedor ativo numa competição desse naipe. A diretoria de Andres Sanchez e Rosenberg, no entanto, considera mais importante o “business”. Julga apenas a “oportunidade” de fazer dinheiro.

Muitos torcedores, movidos pelo egoísmo que já se tornou a marca de uma nova geração de “corinthianos”, têm apoiado criminosamente a medida.

Afinal, se conseguirem os seus ingressos nos setores populares, pouco se importam se outros confrades não tiverem essa sorte. Tampouco se importam se as laterais do campo acabarem lotadas de silenciosa platéia VIP. E pouco se importam, na verdade, se esses gomos ficarem às moscas. O que vale é o interesse pessoal ou do pequeno grupo.

Aplaudem e lançam vivas ao projeto de elitização brutal do espetáculo. O “time do povo”, aparentemente, quer bolsões de privilegiados com ingressos garantidos por grupos: os rebanhos das “lideranças” e os VIPs.

Em pouco tempo, num processo escandaloso de elitização, concessão de privilégios e controle de lideranças pelegas, a administração Sanchez está reduzindo o Corinthians a um clube qualquer.

Pisa em sua tradição. Cospe numa cultura centenária.

.

Corinthians

Corinthians que não pensa

Por Savarese

O Corinthians já não pensa. Não ri. E a torcida, que era o seu mais importante diferencial, é cada vez mais parecida com as outras.

Falta bom senso para dar paz ao clube após o maior trauma da sua história. Preferiram acomodar facções em troca de uma breve trégua em vez de fazer os expurgos necessários, como os do ex-presidente Alberto Dualibi, do ex-vice Nési Curi e da mafiosa MSI, vão andar de soslaio até que a pressão seja insuportável.

Mas essa pressão, quem diria?, não virá da torcida.

Se há algumas décadas ela ia para os estádios para ver a si mesma e cobrar os cartolas inaptos que mantiveram o clube na fila por 23 anos, hoje ela anda de mãos dadas com o presidente Andrés Sanches, que pouco crédito merece por seu histórico de alianças mal fadadas e nem sempre confessáveis.

Da maior comunidade corintiana no Orkut, passando pelas arquibancadas e pelo torcedor de botequim, a Fiel não é mais a mesma. Perdeu o humor e perdeu o juízo.

O maior símbolo disso é a torcida organizada Gaviões da Fiel, criada para fiscalizar o clube nos anos 1960 e hoje prestes a se tornar um braço uniformizado da diretoria “Kia II- A missão”.

Uma torcida que tinha cara de movimento social há alguns anos, inclusive com proximidade com o Movimento Sem-Terra e outros descamisados do Brasil, agora é um anexo do poder–o que desonra a história de quem a criou e de tantos que a exaltaram.

Apenas a preferência clubística separa hoje a Gaviões da são-paulina Independente, que sabidamente depende da diretoria tricolor para conter as críticas e ver jogos da Libertadores no exterior. Ambas foram compradas por ninharia.

O que separa a Gaviões da Mancha Alviverde, cujo dirigente mais famoso se vê no direito de dar porrada em treinador mirim só porque o filho dele não joga no time titular? Ambas brigam por espaço, e não por transparência.

Nesse caldo todo só pode prevalescer a máxima de Millor Fernandes: a única coisa que não tem limite neste mundo é a burrice.

A participação do torcedor fica restrita, para os analfabetos funcionais de plantão, a comprar ou não comprar produtos do clube, ir ou não aos jogos, defender ou não o Corinthians das críticas da imprensa e dos rivais. E isso é muito, muito pouco.

Esse sectarismo estúpido cada vez mais forte na torcida corintiana está em descompasso com a história de um clube que atraiu faixas pela anistia aos exilados pela ditadura e foi palco da democracia corintiana –um fenômeno que não conheço igual e se houver algo parecido no futebol mundial, peço que me contem.

E o saldo da ausência da torcida na fiscalização, sabe-se, é negociatas aos borbotões, fanatismo em vez de paixão e, no futuro, derrocada. Uma inevitável derrocada por falta de inteligência.

Muito triste.

Por isso, quando falam da equipe atual do Corinthians, cujo meio-de-campo não funciona direito, me vem à cabeça a idéia de que um time também é reflexo da sua diretoria. Independentemente do treinador que o comande.

Afinal, é a diretoria do Corinthians que faz de tudo para se defender, mesmo que isso não traga nenhuma vitória. E é também a diretoria na qual ninguém usa a cabeça em vez da força para fazer a diferença em favor do clube.

.

Anúncios

27 Comentários so far
Deixe um comentário

Precisa ver que tipo de consequencias isso vai trazer a longo prazo.

Um clube de massa que transforma sua camisa em páginas amarelas e cobra ingresso pra primeira fase de uma Libertadores mais caro do que o AC/DC que paga impostos pra entrar no país com um palco de mais de 90 toneladas e se apresenta aqui a cada 10 anos ou mais?

Das duas uma… Ou esse clube ganha tudo que disputar, ou no mínimo acaba com a política de “biziness” que se desfaz da espinha dorsal de um time recém montado em seus primeiros resultados positivos só pra acertar algumas comissões.

Os preços cobrados estão fora de qualquer realidade, a maioria dos torcedores nos setores mais caros não serão de gente que fez algum esforço financeiro pra assistir nesses locais, mas sim será composto por gente acostumada a receber pelo que paga.

A diretoria está brincando com fogo.

O presidente vai ter de passar a ter mais cuidado quando seus capangas resolverem intimidar quem chiar a falta de um banheiro decente num setor denominado VIP.

Não é qualquer Zé Ninguém que vai bancar essa bagatela na maioria dos casos, é gente que vai pagar preço de Old Trafford pra se sentir em Old Trafford.

Quem sabe a hora que começar a chegar nego no estádio que vá pagar 300 Reais num ingresso e ver que o serviço de estacionamento é a base de flanelinhas cobrando pra parar na rua a coisa finalmente não mude no Brasil?

Aí a diretoria vai ter de aprender a equilibrar o preço com o que pode oferecer ao invés de usar e abusar do slogan: “vai quem quer”.

Não é assim que a coisa funciona quando voce estipula um valor que só possibilita a ida de gente com voz ativa e poder pra reclamar.

Pão e circo? Essa diretoria ainda vai se foder por tentar ludibriar gente acostumada é com caviar e espetáculo em teatro europeu.

Comentário por Shadow

Exatamente o que eu imagino que vai acontecer. Parece que algo semelhante ocorreu na Arena Kyocera e não deu muito certo, pois de torcida passaram a ter plateia e plateia aplaude ou vaia, geralmente vaia e cobra bastante, tanto que os dirigentes voltaram atrás.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Lamentável
Quem vai pagar R$ 500,00 para jogos da 1º fase da libertadores?
Vai ser a farra do boi novamente, todos sabem que conselheiros, diretores e apadrinhados não pagam R$ 1,00 para ver o Timão jogar no Pacaembu, alguém tem que pagar essa conta, sobrou para o torcedor comum
No mínimo a laranja central deveria ter um preço mas acessível !

Mas fique calma, as contratações serão do mesmo nível, Lucio, Zanneti, Seedorf, Messi, Fabregas, Kaka, Carlitos e ibrahimovic, são só alguns nomes que serão contratados, ou você acha que vai pagar R$ 500,00 para ver o Bill jogar?

Comentário por alvaro

Segundo Mano Menezes, vamos sim. Ele disse que 80% do grupo está pronto, é o que disputará a Libertadores. Valha-me Deus!

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

O titulo do seu texto disse tudo Lara!!

Eu infelismente não vou aos jogos da libertadores de 2010, simplesmente porque acho um roubo cobrar R$ 200,00 por um ingresso, e ainda por cima não ter o minimo de estrutura para que tal valor sejá cobrado. costumo ficar nas cadeiras laranjas e já acho R$ 70,00 um preço bem salgado quanto mais R$ 200,00, imagino você então que costuma ficar nas numeradas que agora chegaram ao absurdo de custar R$ 300,00. Você deve estar bem “contente” com isso né?

Enfim, adoro ir ao estádio assistir aos jogos, mas infelizmente até como uma forma de protesto eu não vou mais enquanto estes preços estiverem com absurda marjoração. agora porque será que a nossa “Torcida organizada” não está fazendo barulho em cima disso? Será porque eles tem “vantagens” com a diretoria, tipo Nós ajudamos vocês e vocês não amolam a gente!!!! Nossa , nunca pensei que ia dizer isso, mas tá me dando nojo o que tem acontecido no nosso S.C.C.P

Contudo, Vai Corinthians!!!!!!!!

Abraços e saudações alvinegras

Comentário por Denis

Pois é, Denis. Enquanto a gente esquenta a cabeça, a “torcida do presidente”, já que ele costuma chamar de “minha torcida”, tá tranquila.

Existe um seleto grupo que sabe que está garantido nos jogos, sem precisar fazer plano nenhum e pagando 25 Reais que é o preço da meia entrada pra arquibancada (a amarela nem sequer foi incluído em plano do FT, ou seja, os ingrssos vão direto para a fonte).

Agora, se pergunte novamente porque o time anda tomando piaba no Pacaembu e ninguém chia.

Já pensou ter que disputar ingresso caro com todos outros torcedores na internet ou na bilheteria sem estar garantido?

E eu ainda choro por isso…

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

A torcida é o grande inimigo, por isso tentam manipular, enquadrar, comprar, escravizar, etc. Não querem torcedores pensantes no estádio, pois tem horror ao Burro, Burro… diretores ladrões e essas faixas incomodas. É ilógico, insano e inexplicável, mas está assim e só a torcida poderá mudar.

Comentário por Lou Mello

Aí é que está o problema: eles sabem que só a torcida pode, por isso os preços da arquibancada são aceitáveis, evita protesto. Enquanto os preços dos setores daqueles que reclamavam ali, onde a coisa acontece, estão impraticáveis, que é para ver se o torcedor mais crítico abre mão e os deixa brincar em paz.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Tiraram meu direito de ir ao Pacaembú ver o Timão jogar, duvido que alguem (a não ser T.O) conseguirá um ingresso de arquibancada ou tobogã, R$ 200,00 cadeira laranja?……. é totalmente fora da realidade, absurdo, é quase um sequestro! ”Quer ver o Corinthians no estádio? Então pague o que estou pedindo.”

Na verdade ainda acho que essa discussão vai longe, vão voltar a falar do Corinthians jogar no Morumbí senão os ingressos ficarão com esses valores, o Roxemberg é tudo menos burro, já deve ter conversado com a diretoria do spfw, que ainda vão dizer ”não falei que vcs iriam precisar da gente um dia”.

De certo mesmo será eu assistindo pela TV os jogos da Libertadores. Ao menos meu carro estará na garagem, meu banheiro é limpo, minha cerveja estará gelada e se o jogo estiver uma merda desligo a TV e vou dormir.

Se somar todas as verbas que desviaram do Corinthians até hoje, daria para construir 2 estádios para o Corinthians.

Hoje me sinto traído, com menos orgulho de ser Corinthiano, essa paixão não acaba, nunca, mas o fato é que ser feito de idiota, e concordar com isso, nunca fez parte de mim.

2007 – o ano da desgraça. eu estava lá afinal ” eu nunca vou te abandonar”

2008 – o fundo do poço. eu estava lá ”vamos jogar com raça e com coração é o time do povo é o Coringão”

2009 – A redenção. já não pude estar presente o qto gostaria. mesmo assim ”O Coringão Voltou”

2010 – Centenário a maior festa Corinthiana de toda sua história, uma possibilidade de conquistar a Libertadores, os olhos do Brasil e quem sabe, o mundo, olhará para o Corinthians e eu estarei em casa. Afinal ”Futebol é ‘bizines”.

Comentário por Toel

VOCE NAO TEM QUE RECLAMAR, AFINAL DEIXE SEU LUGAR PARA QUEM TEM ORGULHO DE SER CORINTHIANO. VOCE NAO É CORINTHIANO E COM CERTEZA NAO FAZ FALTA NO ESTADIO. PEGA SUA CERVEJA GELADA E VAI ASSISTIR NOVELA. BAMBI ENRUSTIDO.

Comentário por Alexandre

Desculpe mas não pude deixar essa passar em branco:

BAMBÍ É TEU PAI seu asno.

Comentário por Toel

O melhor de estar de novo no Chile é que, se tenho sorte, o Timão cai no grupo com pelo menos um clube chileno, e aí poderei ir ver o jogo por um preço realista.

Excelente o artigo, e excelente a coragem de se pronunciar a respeito, quando muitos calam.

Estão querendo embambizar o Corinthians!

Comentário por Victor Farinelli

A questão maior é que a tal necessidade de receita é para cobrir rombos de décadas de ingerência no clube, sendo que os ingerentes não vão pagar nada para asssitir aos jogos.

Igualmente não vão pagar nada o exército de sanguessugas da turma da carteirada da prefeitura e da ACEESP, fora a turma da Conmebol.

Dos lugares a “preços populares”, por conta de exigência do Ministério Público, a arquibancada amarela é exclusiva das torcidas uniformizadas, que sabe-se lá se vão pagar o mesmo que os demais extorquidos. Pela manifestação pacífica que vem tendo, as organizadas já devem estar com seus ingressos em mãos, inclusive para jogos fora do país.

Comentário por Luís Carlos

Larissa. Concordo contigo. Contarei duas histórias que mostram o tiro no pé que o Corinthians pode dar. Provavelmente vc presenciou as duas histórias.
Em 2008 fui ao jogo de volta do Corinthians contra o Goiás. O jogo das “uvas” hehe. Noite gelada, ingressos baratos, time desacreditado e estádio lotado de loucos, literalmente. Reverter o resulatdo do jodo de ida era tarefa impossível pelo futebol apresentado. Antes do jogo a torcida no dia formada por humildes estava ensandecida. Coisa de louco! A ponto de arrepiar todos os comentaristas das rádios.
Resultado: Acabamos com o Goiás em 35 minutos.

Esse ano fui ao Pacaembu na final do paulista contra o Santos. Ingressos caros, venda dificultada, preferência pelos cambistas que estavam comprando e não vendendo ingressos fora do estádio. Resultado: torcida elitizada, filhos e filhas de papai inclusive de outros estados. Só que esse povo não sabe torcer em estádio. Não gritam, são apáticos. Estavam lá mais pelo riitual que pelo jogo. Por sorte (e competência) empatamos e vencemos o campeonato. Mas a torcida estava uma porcaria. Cheguei a gritar: “_Cambada de Playboy! Vamu gritáá!! vamu empurrá o Timão! “. Não adiantou.
Será um tiro no pé se o Corinthians passar por dificuldades e necessitar do apoio dos trocedores. pois os abastados são “elegantes” demais pra gritar.
Abraço!

Comentário por André Nogueira

QUERIDA BLOGUEIRA, TUDO TEM UM LADO BOM. PELO MENOS A VERDADEIRA TORCIDA, NÃO VAI VER ” IN LOCO”, O VEXAME DO CENTENÁRIO, NA LIBERTADORES.

Comentário por Donizete

SAI ZICA!!!!!

Comentário por Toel

sai prá lá com isso ZICA(2)!!!!!

Comentário por Denis

Sai Zica(3)!!!

Comentário por R.

Sai zica (infinito)!

Comentário por Larissa Beppler

Larissa descordo de algumas opiniões a respeito deste caso, mas a conclusão final sobre a diretoria é a mesma. São elas;

– No meu ponto de vista acho que os ingressos a 500 reais são para um número pequeno de pessoas que tem sim disponibilidade para pagar esse valor. É o mesmo conceito dos camarotes do “PRIVADÃO”. O preço é caro, mas o serviço é diferenciado. A unica coisa é que como o Pacaembu não possui camarotes e a diretoria cobra este valor no setor VIP. Até ai tudo certo na minha oponião, afinal de contas eu não assisto as partidas deste setor, pois ele não foi feito para pessoas com as minha condições financeiras.

– Sobre o valor de 50 reais cobrado pelas arquibancas e pelo tobogã, esses sim eu acho caro. A tendencia do futebol mundial é ser cada vez mais caro, porem temos que ter pelo menos 40 ou 50% dos lugares dos estádios a preços populares e o restante pode ser a preço diferenciado pois o clube tem que ter receita com a venda de ingressos mas tb tem que dar condições para a população mais humilde ir ao estádio, então um meio termo na minha opinião é mais do que justo.

– Os ingressos em condições especiais para as torcidas organizadas na minha opinião tira toda a credibilidade de qualquer plano de fiel torcedor. Hoje pela condição comercial eu preferia me filiar a uma organizada do que me tornar Fiel Torcedor, começando pelo lugar privilegiado das arquibancadas que são reservados para as organizadas. Porque não dar simplesmente prioridade na compra de ingressos para os sócios do clube? Teriamos uma solução na desorganização na venda de ingressos, aumentariamos a arrecadação da área social, saberiamos exatamente quem comprou ingresso, em que lugar este torcedor está e de quebra eliminariamos os cambistas. Porem parece que facilitar o desvio de ingressos para a BWA lucrar mais deve ser o principal objetivo da nossa diretoria.

Comentário por Luis Fontes

O CORINTHIANS É DO POVO, POVO SOFRIDO QUE TEM O CORINTHIANS COMO O MOMENTO DE ESQUECER A DURA VIDA QUE LEVAMOS. NAO TIREM ISSO DA GENTE!

Comentário por Alexandre

Alexandre vc não faz parte do povo, afinal se vc acha 50 pau barato pra um ingresso de arquibancada, ou tem os 200 pra pagar uma laranja, e não se dá o direito de reclamar para preservar seu ”corinthianismo” então vc é a massa de manobra que essa diretoria tanto gosta de usar.

Abraço pra vc irmão e só pra reforçar sou Corinthiano de alma, sangue e coração, mas não sou idiota de ver esse tipo de coisa acontecer e aplaudir e como diz o título do post ”ASSASSINARAM O TIME DO POVO”, Durma com um barulho desses.

Comentário por Toel

Isso é um verdadeiro assalto à mão armada.

E o que farão com o dinehrio depois só Deus e São Jorge que sabe!

Comentário por Fabio Queiroz

A candidatura do Morumbi para a Copa é um escândalo, um show de desfaçatez, uma piada de péssimo gosto. O Morumbi é um desastre arquitetônico irremediável. O governador Serra, que praticamente lançou a candidatura, e o prefeito Kassab (juntamente com alguns secretários militantes da causa do clube do Jardim Leonor), que tenta sustentar esse absurdo, deveriam sofrer uma investigação profunda, tanto no âmbito político (através de CPI) quanto do âmbito da justiça (através do Ministério Público). É tão evidente a falta de condições do Morumbi, que desmoraliza a cidade de São Paulo e é alvo de autênticos esculachos da FIFA, que não resta outra alternativa, senão duas, para avaliar os homens públicos que insistem nessa candidatura: ou são incompetentes, ou, conscientemente, estão agindo contra o interesse público e o bem comum dos paulistanos.

Mais estranho ainda do que o comportamento dos políticos é o comportamento da direção do Corinthians na trama que tem como principal (embora às vezes implícito) motivo a construção, ou não, de um novo estádio na cidade de São Paulo. A questão é cristalina: a cidade precisa de um novo estádio que esteja à sua altura para receber os jogos da Copa do Mundo de 2014; o São Paulo teme não conseguir sustentar o Morumbi, a partir do advento de um novo estádio paulistano; esse novo estádio, inevitavelmente, passaria a ser utilizado pelo Corinthians para mandar seus jogos, pois não há um estádio, hoje, que possa ser considerado adequado para dimensão da torcida corinthiana.

Apesar da evidência dos interesses das partes envolvidas (exceção feita aos nossos governantes…), a direção corinthiana, inexplicavelmente, manifesta desinteresse na construção de um novo estádio (ao pleitear o arrendamento do Pacaembu, que se constituiria no maior erro administrativo de toda a história do Corinthians) e apóia, explicitamente, a candidatura Morumbi (conforme verificado no evento ocorrido naquele estádio, que contou com a presença do presidente do Corinthians Andres Sanchez, ao lado do presidente corinthiano do Brasil Lula).

Tudo que cerca a insustentável candidatura do Morumbi para a Copa de 2014 faz pensar como o ser humano pode ser irracional, às vezes. Ou, pior, a que ponto as pessoas são capazes de chegar, traindo a confiança e os interesses dos grupos sociais que os elegeram mandatários máximos.

Comentário por Alexandre

Falando em Libertadores, o melhor comentário que eu vi sobre o extorsivo preço dos ingressos foi no blog do torcedor do globoesporte.com (que, aliás, é muito fraco… a Fiel tinha que ser representada por alguém com mais atitude), transcrito a seguir:

————————————-

96
SEU PASSADO É UMA BANDEIRA SEU PRESENTE É UMA LIÇÃO:

31 outubro, 2009 as 19:18

COMO É QUE É? 200 PAUS UMA ARQUIBANCADA NÃO É ABSURDO? CINQUENTÃO NO TOBOGÃ É JUSTO?
TÁ DE BRINCADEIRA…….
ESSE BLOG DEVE SER PATROCINADO PELO MARKETING DO ROSEMBERG.
AQUI É CORINTHIANS, PORRA, ISSO AQUI É POVÃO, É PERIFA, É BUMBA, É CORRERIA, É PAIXÃO E É HISTÓRIA!
A PARADA É A SEGUINTE: COM ESSE PREÇO NINGUÉM TEM QUE PAGAR NÃO! A MASSA VAI SE REUNIR LÁ FORA , VAI FAZER CAVALO DOIDO E VAI ENTRAR TUDO PRA DENTRO NO PEITO MESMO!
QUEREM DEIXAR A FIEL PRA FORA E ENCHER O ESTÁDIO SÓ COM TURISTA MAS NÃO VÃO CONSEGUIR NÃO!
NINGUÉM VAI SEPARAR A FIEL DO TIMÃO!
O CORINTHIANS É O TIME DO POVO!
E O POVO UNIDO JAMAIS SERÁ VENCIDO!
NÃO VÃO SEGURAR A FIEL!

————————————

Assino embaixo.

O preço dos ingressos idealizado pelo Rosenberg é absurdo e desrespeita violentamente o torcedor corinthiano.

O Pacaembu pode até encher na Libertadores, porque demanda por ingresso sempre existe quando se trata de Corinthians e porque, principalmente, o estádio é pequeno.

Começa a fazer sentido a aparentemente inexplicável defesa que o Rosenberg faz do arrendamento do Pacaembu. Em um estádio pequeno, você cobra o que quiser pela entrada em jogos importantes, pois a demanda muito superior à disponibilidade de lugares induz ao aumento do preço.

O resultado dessa política é a elitização dos freqüentadores de estádio.

Um atentado, portanto, à essência do corinthianismo.

OS CORINTHIANOS REPUDIAM O MERCANTILISMO RADICAL DE ROSENBERG E A ELITIZAÇÃO QUE ELE ALMEJA.

A FIEL PRECISA DE UM NOVO GRANDE ESTÁDIO, QUE COMPORTE A SUA DIMENSÃO DE MAIOR TORCIDA DO BRASIL.

A OPORTUNIDADE QUE SE ABRE COM A REALIZAÇÃO DA COPA-2014 NO BRASIL PARA, FINALMENTE, VIABILIZAR UM NOVO ESTÁDIO À ALTURA DO TAMANHO DA FIEL E DA INTENSIDADE DE SUA PAIXÃO PELO CORINTHIANS, NÃO PODE SER DESPERDIÇADA PELOS ATUAIS DIRIGENTES DO CLUBE.

A DIREÇÃO CORINTHIANA DEVE SER FIEL AOS INTERESSES DO CORINTHIANS – OS QUAIS SÃO, OBVIAMENTE, OS DA TORCIDA.
AGIR CONTRA OS INTERESSES DA FIEL É TRAIR O CORINTHIANS.

OS DIRETORES SÃO AS PESSOAS A QUEM CABE A NOBRE MISSÃO DE ADMINISTRAR O SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA – CLUBE NASCIDO NOS CAMPOS DE VÁRZEA PAULISTANOS QUE SE TORNOU O 1° CAMPEÃO MUNDIAL E CLUBE MAIS IMPORTANTE DO BRASIL.

NÃO SÃO OS DONOS DO CORINTHIANS.

O DONO DO CORINTHIANS É O POVO.

Comentário por João

Concordo com o comentário, quanto ao texto da blogueira, sou suspeita a falar dela, para mim a pior espécie de corinthiana possível, mas o texto foi de uma dissimulação vergonhosa.

Querer dizer que R$200 na Laranja não é tão absurdo é o cúmulo do absurdo, menos para quem não paga para entrar, né?

Dizer que nos ingressos do FT estão embutidos os preços de “busão” que o torcedor pagava antes do FT foi a coisa mais ridícula que já li em toda a minha vida. O sujeito então está vindo do Nordeste ou do Sul para um busão incluído em preço de ingresso somar R$200, R$300?! Quando eu vinha de SC para SP assistir aos jogos aí sim pagava este valor.

E ainda teve o despautério de defender as medidas Rosenberguianas com a pérola: não são todos os campeonatos que terão esses preços. Tipo, corinthianos pobres do meu Brasil varonil, para vocês a gente tem a Copinha! Ah! Faça-me o favor!

Não sei pq vocês inventam de me mandar esses textos, eu já nem leio para não me estressar, aí de vez em quando alguém vem aqui e posta as pérolas da Globo só para me irritar, acredito.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Enquanto isso, amendoins cripto-arianos e motoblogs-chaleira se divertem como Polianas no cio. Isso sem contar com as “brilhantes idéias” da banda de Paulo Castilho – a quem encontrei passeando na Ilha de Bost em Recife(antes das pedradas) e o parabenizei por 15 anos de palhaçada com o torcedor paulista.
Mas sou corinthiano, sou de arquibancada, sou de fé – e não vou gastar à toa lança na cara de dragão tecnocrata.

E só acredito em cartola que chora sangue…

SARAVÁ SÃO JORGE VALEI-NOS!!!

Comentário por Daniel Damasio




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: