Corinthians: Preto no Branco


A eleição no C13 e o Corinthians
abril 17, 2010, 4:30 pm
Filed under: Uncategorized

.

Atendendo a pedidos dos raros e caros leitores deste blog, abro este post para tratar da recente eleição no Clube dos 13 e seus possíveis reflexos no Sport Club Corinthians Paulista.

.

Fabio Koff, ex-cartola gremista e atual presidente do C13, e Kleber Leite, ex-cartola flamenguista, concorreram ao pleito e disputaram o apoio dos clubes brasileiros associados.

.

Do lado de Fabio Koff ficaram os clubes que teoricamente anseiam por mudanças na cota televisiva das partidas do Brasileirão. A promessa de Koff  é elevar o valor do contrato em 60% e abrir concorrência entre emissoras. Isto posto, é óbvio que o concorrente da Rede Globo, detentora dos direitos do campeonato, não era Koff, mas Kleber Leite, candidato também do Corinthians e da CBF.

.

Foi Koff quem venceu o pleito, por doze votos a oito, e está reeleito. Contudo, o Corinthians não deverá sofrer retaliações por ter apoiado o candidato derrotado, já que o Clube dos 13 depende e muito do Timão, sua principal potência.

.

O alvinegro apoiou o candidato da CBF, Kleber Leite, por uma razão bastante óbvia:  política. Ao apoia-lo, o Corinthians não se opôs à CBF, recebeu um adiantamento de alguns milhões da entidade, dentre outras cositas más… Andrés Sanchez, aliás, chefiará a delegação brasileira na Copa do Mundo. E nada é por acaso.

.

São Paulo e Flamengo votaram em Koff e o Flamengo já não levou a Taça das Bolinhas, a CBF trouxe à tona a polêmica do Campeonato Brasileiro de 1987. E quem acha que a Confederação não pune, pergunte ao Goiás que mudou seu voto em cima da hora sob ameaças da entidade. Ameaça esta que diria respeito ao Corinthians, pois o clube esmeraldino seria investigado. O motivo? A relação promíscua com o Internacional, em 2007, a fim de rebaixar o Timão.

.

O São Paulo, em tese, também deverá sofrer retaliações por parte da entidade, o que supostamente ocorrerá por via do Morumbi. Mas também pode não sofrer, porque o lobby e a politicagem por trás do apoio ao elefante branco é imenso. Mas se acontecer uma retaliação ao São Paulo e o Morumbi realmente não sediar a Copa, talvez o Corinthians possa, enfim, ter a sua casa própria. Talvez.

.

Em suma, o alvinegro nada sofreu com a eleição no clube dos 13, mesmo com a derrota do seu candidato, até lucrou. Mas o que vale ressaltar é que o Clube dos 13 é um atraso na vida dos grandes Corinthians e Flamengo, isto porque sua principal função é uniformizar a distribuição de renda. O que acontece é que o Timão acaba prejudicado, pois rende muito mais e recebe muito menos do que merecia. É como a situação dos impostos no Brasil, onde o estado de São Paulo é um dos que mais arrecada sem receber de volta a fatia de renda que lhe compete e que é distribuída entre outros estados.

.

Muitos corinthianos defendem a tese de que o Corinthians deveria deixar o Clube dos 13, mas isso não é tão simples quanto a sugestão possa parecer. A televisão precisa ter contrato com os dois times em campo para transmitir uma partida de futebol. Se o Timão abandonar o C13 provavelmente esbarrará em alguma cláusula que impeça a transmissão dos jogos de todos os outros quando a partida for contra o Corinthians, dentre outras implicações.

.

“Em sua luta contra o resto do mundo, aconselho que você se coloque ao lado do resto do mundo” (Franz Kafka).


9 Comentários so far
Deixe um comentário

Mais um belo post! Parabéns! Senti falta das suas palavras nesse breve momento de ausência. Se nós somos raros, saiba que você é ainda mais. Uma voz articulada e inteligente, que analisa todas as questões que cercam o esporte bretão e nosso querido Timão. Espero que continue assim nessa batalha sem fim (mais uma rima, que horror..rs). Abraços. R.

Comentário por Rodrigo

Ah… Se é para abusar nos pedidos… Eu lembro que a muito tempo atrás você mencionou o CT e disse que depois faria um post mais elaborado. Eu não perdi, perdi? Não estou cobrando nada, mas se algum dia você souber de mais alguma coisa sobre esse assunto eu gostaria muito de saber.
bjo
R.

Comentário por Rodrigo

Sobre seus raros leitores, dos quais faço parte, acho bom você não esquecer que a leitura e consequente participação por aqui, via comentários, não costuma ser recomendada nos meandros corinthianos, como o PSJ e algumas torcidas organizadas. Mas certo é que todos estão sempre de olho em seu trabalho. Boa Sorte.

Comentário por Lou

E quem quer ser um best-seller, pelo menos no nível dos atuais “bests”, né? Deus me livre.

Obrigada pelo apoio e por integrar este seleto grupo 😉

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Pelo menos serviu (talvez nem tanto), para parar com aquele negocio de convocar jogador do S.Paulo, e depois de vendido, sumir do mapa do mundo do futebol. Acho que Juan Figger não deve ter gostado muito dessa briga JUJU x CBF.

Comentário por Thiago Ferreira

Essa sua ultima frase (Franz Kafka) é significativa.
Muito bem lembrada por sinal. Que eu me lembre, esse negócio de “co-irmão”, entre os clubes paulistas é uma tremenda falácia.
Se pudessem enfiar o Timão na lama, e colocarem um peso em cima, para que morra de vez, não pensariam duas vezes.
Isso não é brincadeira. O ódio é mortal mesmo.E a claque deles é grande e poderosa. Parceiro do Timão só existe um. O TORCEDOR, isto é “nóis”. O resto, é o resto, que tem orgasmos quando o Timão, perde, erra uma contratação, ou se dá mal.
Então se é assim, e como a maioria elegeu esse homem como ditador perpétuo da CBFe, quiseram perpetuar esse Koff, com o salariozinho modesto de 50 mil por mais 3 anos, além dos trossentos que está la, que se danem.
O Timão está só. Sempre esteve nos últimos anos, e cercado por inimigos, dentro e fora dele.
Então parabens mesmo, pela referência a essa frase, absolutamente coerente e melhor, realista.
Sempre se diz, aos amigos tudo, aos inimigos a lei. Sempre não foi assim contra o Corinthians?
Então….

Comentário por Thiago Ferreira

Larissa, é a primeira vez que comento no seu blog, gostei da matéria sobre os desdobramentos da eleição no clube dos treze. Realmente, acredito que o Corinthians adotou a estratégia correta ao perfilar a candidatura cebefelista, embora seja crítico, em princípio, tanto de Ricardo Teixeira quanto de Fábio Koff: dois personalistas que não querem largar o osso. Vamos acompanhar os desdobramentos disso. Não acho que se deva buscar, no futebol como na vida, os benefícios a qualquer custo, mas, como disse um colega aí acima, o Corinthians está – e sempre esteve, de alguns anos a esta parte – irremediavelmente só. Logo, é necessário estratégia para se manter contra um “mundo de inimigos”. A história nos consagrará!

Comentário por Paulo

Larissa.

Como sempre você é perfeita em seus comentários….parabéns….

Comentário por Julio Cesar

o que é lamentável é que o Corinthians em 100 anos de hitória, precisa de uma desistência para contruir sua Arena! Prefiro mil vezes pagar o aluguel do Pacaembú, do que ganhar um estádio do poder público, como um outro time da capital paulita sempre precisou!!!!!!!

Comentário por João Gabriel Dinis




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: