Corinthians: Preto no Branco


“Ser corinthiano é decidir que todo ano a gente vai sofrer”
maio 6, 2010, 4:58 am
Filed under: Uncategorized

.

Agradecimentos

.

À diretoria do Sport Club Corinthians Paulista pelo grande, único, indefectível e vitorioso planejamento neste centenário alvinegro. Business é a alma do negócio.

Ao treinador Luis Antônio Venker de Menezes pela forma tão corajosa e altaneira de comandar o time e coroar este importante ano da história corinthiana.

Ao árbitro Roberto Carlos Silvera Calcerrada por se impor com galhardia às normas do futebol. O pênalti por certo não merece integrar o conjunto de regras do esporte bretão.

Aos anticorinthianos pela invídia que formou a maior corrente de mau agouro já vista no cenário esportivo mundial. São vocês que nos concedem a exata dimensão de nossa importância.

É pelo Corinthians e para todos vocês que quantas vezes forem necessárias nós vamos sacodir a poeira e dar a volta por cima!

.

.

Anúncios

29 Comentários so far
Deixe um comentário

Oi larisso, concordo com tudo que você escreveu aqui e no que me respondeu no Formsprings, das contratações feitas esse ano, creio que o roberto carlos foi o único que prestou, andré santoss já não estava jogando bem quando foi vendido, e a pior coisa feita foi ter vendido Chistian e Douglas, isso acabou com o time, venderam o coração eo cérebro do time e no brasileirão do ano passado o time entrou na UTI, no paulistão entrou em coma e vindo a falecer ontem, mas como a fênix, e como amante do time (não da diretoria, deixando claro) acredito na ressurgimento das cinzas, pode demorar, mas acredito, e a situação poderia ser pior, podiamos estar preocupados com rebaixamento (como parece ser o destino dos torcedores do Palmeiras, isso porque para toda a mídia puxa-saquista o Beluzzo é um Deus). Não culpo os jogadores, eles fizeram o que tinha que fazer e não são culpados de terem as limitações que tem, já vi time pior que o corinthians formou e sendo campeão, acho que faltou foi a garra de superação que aqueles times do passado tinham… finalizo agora com uma música do Raulzito que você poderia incluir nessa sua trilha:

Muita Estrela, pouca Constelação

A festa é boa tem alguém que tá bancando
Que lhe elogia enquanto vai se embriagando
E o tal do ego vai ficar lá nas alturas
Usar brinquinho pra romper as estruturas

E tem um punk se queixando sem parar
E um wave querendo desmunhecar
E o tal do heavy arrotando distorção
E uma dark em profunda depressão

Eu sei até que parece sério, mas é tudo armação
O problema é: muita estrela, prá pouca constelação

E tinha um junkie se tremendo pelos cantos
Um empresário que jurava que era santo
Uma tiete que queria um qualquer
E um sapatão que azarava minha mulher

Tem uma banda que eles já vão contratar
Que não cria nada mas é boa em copiar
A crítica gostou vai ser sucesso ela não erra
Afinal lembra o que se faz na inglaterra

(refrão)
E agora vem a periferia

O fotógrafo, ele vai documentar
O papo do mais novo big star
Pra’quela revista de rock e de intriga
Que você lê quando tem dor de barriga

E o jornalista ele quer bajulação
Pois new old é a nova sensação
A burrice é tanta, tá tudo tão a vista
E todo mundo posando de artista

Comentário por Fred Rosas

Perfeito.

Mas nós estamos aqui, com as mãos atadas.

Comentário por jeff

Cap. Nascimento para no Mano Menezes ontem a noite: NUNCA SERÃO, NUNCA SERÃO! PEDE PRA SAIR

Comentário por Alexandre Baseggio

Olha, sei que está triste(pode até me deletar se quiser), mas só não posso tirar muito sarro porque o Verdão também está numa DRAGA só…
Mas…foi você que apareceu chorando copiosamente na transmissão da Globo???
Bem, continuem TENTANDO, né???

Comentário por Alviverde/SP

Passaram 6 meses de férias no ano passado. Descartaram o Paulistão deste ano. Pouparam jogadores a torto e a direito em 2010. Para quê? Para nada! Isso é planejamento? Planejamento seria ter mantido no elenco jogadores como André Santos e, principalmente, Christian e vencido o Brasileirão 2009. Planejamento é encarar cada campeonato como um título importante. Planejamento é saber que gol fora de casa vale mais e jogar ofensivamente, especialmente na casa do adversário. Sabe qual será o próximo planejamento agora? Uma nova maquete de estádio. Pode esperar…

Comentário por David

Calma Corinthianos : O centenario ainda não acabou :
Agora é torcer para o Marcelinho Carioca, ganhar a dança dos famosos.

Comentário por J DONIZETE

RSRSRSRS…Aí já é APELAÇÃO demais, né???
RSRSRSRSRS

Comentário por Alviverde/SP

Larissa, tô arrasada… O pior de tudo são as piadinhas dos outros times, não dos flamenguistas (esses, sim, teriam direito)…
Uma pergunta: vc não acha que o Mano mexeu muito mal ontem no time?
Abraço choroso!

Comentário por Heloisa

Somos uma Torcida, camarada.

Muitas vezes acredito que somos a Torcida e só ela.

É doloroso, mas do que as consequências de um regulamento, ver que o time que deveria jogar por nós não se contagia com o que vem das arquibancadas.

Somos uma torcida-símbolo. Somos a materialização de qualquer tentativa de se explicar o que é o torcedor de futebol.

Sinto que falta ambição no time, falta gana! É como se cada um dalí já tivesse conquistado tudo na vida e o fato de estar no Corinthians já é por sí o sufuciente.

Jogar no Corinthians é comprovar diariamente que está apto a nos representar no gramado, técnica e emotivamente.

Não é isso o que sinto.

Sem a Libertadores, esse maldito fetiche, é possível que vivamos melhores dias.

Um abraço de um dos mais de 37.000 torcedores que ontem assistiram a uma das maiores festas de torcedores da hitória do futebol mundial.

Estamos nós, Torcedores, de parabéns!!!

——————–

“Espírito Corinthiano”

Comentário por Espírito Corinthiano

Oi Larissa!

Acho que o momento não é de caça as bruxas, por que toda vez que o Corinthians faz a limpa no elenco o resultado é não ir a Libertadores seguinte.
Jogadores serão negociados (Elias, Dentinho, etc.), mas temos que fazer uma boa campanha no Brasileiro (se não der pra buscar o título) pra voltarmos ano que vem a Libertadores.
Qunato ao Mano, acho que ele deve ficar Larissa.Não é nem puxa-saquismo, mas não vejo outro técnico capaz de fazer o Corinthians jogar se não ele.
Ele já conhece o elenco e é passivel de erros como qualquer técnico. Ontem ele foi ótimo no primeiro tempo, mas errou em tirar Elias, e depois colocar Paulinho (em uma fogueira) no lugar do Alessandro.
Depois de erros nos dois jogos finais, acabamos perdendo a Copa do Brasil em 2008, para ganha-la em 2009.
Quem sabe não seja assim mais adiante.

Tinha aquele samba interpretado pelo Noite Ilustrada, que falava o seguinte:
“Reconhece a queda, e não desanima. Levata, sacode a poeira e dá a volta por cima”

Sem tristeza, sem choro…diferentemente das duas últimas eliminações, o time jogou bem, teve raça, atitude e é isso que se espera do Corinthians.

Um beijo pra vc!

Comentário por Fabio Queiroz

Mano Menezes, canalha e covarde!
Agradeço por mais uma humilhação em nossa história.Ao Sr.Andres, um presidente a altura do “tecnico” mau caráter que temos.Estamos desde agosto de 2009,ouvindo desculpas esfarrapadas da diretoria e desse qualquer coisa de técnico.Eu me sinto humilhado como há muito tempo não me sentia…pilantra,sem vergonha…
Larissa,o Corinthians precisar rever conceitos,melhorar sua estrutura interna, fisica e de pessoas que lá comandam e principalmente,esquecer os outros rivais.O Corinthians é maior que qualquer coisa,que qualquer porcaria de outro clube,não precisamos de ninguem,de imprensa,de pseudos-corinthianos,precisamos de forças pra sair desse buraco que a diretoria e o “mano do mano” nos colocou….

Comentário por Julio

Larissa,
nossa grandeza é tanta que, ao final do jogo do SPFW, “elas” entoaram o grito de “mengooo”.
Hoje, no trabalho os palmeirenses nem se importavam de terem sido eliminados pelo ACG! E o mais incrível: Um deles foi com a camisa do Flamengo!!!!!
É inacreditável como a única razão de existência desta gente é a inveja do Corinthians.
Um beijo e vai Timão!!!!!

Comentário por Cássio

Não é a única razão da existência.

É engraçado ver a obsessão de vcs com um título que nós já temos há quase vinte anos e q ganhamos por tres vezes até agora….

Comentário por Alexandre Baseggio

Se Libertadores fosse sinônimo de grandeza, a camisa do Santos não valeria menos que a manga do Corinthians.

Comentário por Cássio

A queda de um gigante repercute mais que a vitória de um mediocre!

Ano que vem quem vai chorar vai ser elas!

Comentário por Fabio Queiroz

Agora não vejo mais esperanças.

É Paulo Garcia e Citadini, e seja o que Deus quiser.

Comentário por Carlitos

Larissa, temos que ter em mente que o Corinthians é muito maior que qualquer derrota e que qualquer dirigente mediocre ou jogador estrela que atua por lá.

Eu como Corinthiano não cai nesta conversinha de libertadores, por dois motivos; O primeiro é pq não confio nos bandidos que comandam nosso clube e o segundo porque sei que independente de ganharmos algo este ano ou não, nossa vida e nossa história é tão grande e bela que não nos fará diferença alguma esta derrota. O ano do centenario claro que é especial para qualquer clube, mas não tem obrigatoriamente que ser focado em um título que ainda não temos. O Corinthians não é libertadores, não é ronaldo e r.carlos, não é torcida organizada, não é diretoria bandida e não é esse sensacionalismo todo que vemos na nossa podre midia esportiva.

No nosso centenário temos é que lembrar da nossa história de superação de união que levou alguns operarios sem nenhum dinheiro a construirem o maior clube do país, temos é que cobrar seriedade e profissionalismo da nossa diretoria, temos é que apoiar o time dentro de campo como a torcida fez nos 90 minutos na ultima quarta feira, temos sim que nos empenharmos ao maximo em construir um clube mais forte e repudiar qualquer atitude indigna toma pelos nossos diretores. Isso sim é ter um centenário digno da nossa história.

Já quanto aos títulos, estes vc sabe mais do que ninguem que são consequencia de um bom trabalho e estrutura nos bastidores e com certeza virão naturalmente, seja esse ano ou no ano que vem.

AGORA TEMOS QUE SER MAIS CORINTHINOS DO QUE NUNCA E NÃO ENTRAR NA ONDA DA IMPRENSA SUJA E OS ADVERSÁRIOS!

MAIS DO QUE NUNCA É A HORA DO:

“EU NUNCA VOU TE ABANDONAR!!!”

Comentário por Luís Fontes

Até que enfim um comentário sensato!
Nosso Corinthians é maior que qualquer vitória ou derrota, que qualquer campeonato!
Amo o Corinthians por tudo o que ele representa! N~]ao porque contratou, perdeu, ganhou e por ai afora…
Como diz a letra da música: “levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”!
E adoro ver os anti-corinthianos se deleitando com nossas derrotas! Isso mais do que nunca prova nossa grandeza!
“A grandeza do Corinthians é exaltada pelas comemorações das torcidas rivais, pois somente aquilo que é almejado por todos, porém alcançado por poucos, é alvo de inveja”.
E a vida continua… o brasileirão vem ai…depois de tudo isso, cheguei a uma conclusão muito simple: AMO MUITO MAIS MEU TIMÃO!

Comentário por Évelin

Puxa Larissa, não chorei com o jogo, chorei antes, cm vc falou na x ( adora a comu, só não posto, apenas leio) choro lendo vcs corithiano s de verdade. Vamos em frente.

Comentário por Cristiane

Oi, Larissa… Após meses, retorno ao seu blog. Conforme já falei outras vezes, o torcer contra o Corinthians não se trata, quanto aos palmeirenses, de ser anticorinthiano, mas sim de rivalidade, da mesma forma que vocês torcem – muito – contra nós em qualquer competição que disputemos. Evidentemente, entre os “antis” este ou aquele time devem ser considerados os torcedores de um certo time sem alma e sem história, que se contenta em ganhar títulos na defesa e no apito e faz camiseta com números.

No que concerne à eliminação do Corinthians, é inadmissível que tanto o seu time como o meu – assim como muitos torcedores – entrem na onda da imprensa bambi e só valorizem a Libertadores. Muitos corinthianos ligaram o seu próprio centenário a este campeonato e, ao dele ser eliminado, todos vocês têm de suportar mais gozações e frustração do que sofreria se não tivesse tratado como “obsessão” a conquista do título. Hoje em dia, de forma lamentável, só se fala em Libertadores, não se dá valor ao campeonato paulista, ao Brasileiro e à Copa do Brasil – estes dois últimos, para muitos, só têm valor para dar vaga para o torneio continental. Devido à imprensa e ao são-paulinho, praticamente todos os grandes clubes cometem este erro de avaliação.

A Libertadores não é o único campeonato importante que existe, e pior que não a conquistar é vencê-la jogando mediocremente e com a ajuda da arbitragem, exatamente como um outro time da capital.

Para vocês e para nós, palmeirenses, é sempre bom ver a eliminação de um rival, mas, desta vez, o meu time se apresentou de modo tão vergonhoso que mesmo a derrota do outro não afasta a melancolia e a revolta em ver o Palmeiras, o Campeão do Século XX, ser eliminado sucessivas vezes para equipes sem nenhuma expressão, como o tal atlético-GO.

baci,

Daniel

Comentário por Daniel

Retifico: “sofreriam” e “tivessem” (segundo parágrafo).

Comentário por Daniel

Um dos dias mais felizes da minha vida

Ontem foi um dia triste e, por estranho que pareça, também um dos mais felizes de minha vida. É que, pela primeira vez, sem que precisasse pedir ou forçar a barra, meu filho de 5 anos vestiu sua camisa do timão e veio torcer ao meu lado.

Único corintiano de minha família em todos os tempos, já havia me acostumado a curtir sozinho as dores e as alegrias de ser alvinegro. Ontem não. Meu guri estava lá comigo, roendo as unhas e pedindo gol ao gordo.

“Será que vamos ganhar de dez a zero?”, perguntava, sem sequer cogitar a derrota. “Vamos sim, filho, vamos sim. Esse time do Flamengo é muito ruim”.

Vieram os gols e a festa. E uma alegria que jamais havia sentido em mais de 20 anos acompanhando o timão. Naquele magnífico primeiro tempo, pai e filho, fomos felizes. E nada me tira a alegria de ter vivenciado esse momento.

Daqui a 20 anos, quando algum flamenguista tentar tirar meu sossego ao relembrar a desclassificação no centenário, só conseguirá refrescar a memória daqueles 45 minutos em que vi nascer, diante de meus olhos, mais um louquinho para o nosso bando.

Cansado, ele adormeceu no início do segundo tempo. Hoje, pela manhã, me perguntou sobre o resultado. “Ganhamos, cara, por 2 a 1”, disse, antes de lhe dar um abraço forte e esconder meu semblante entristecido. “Ganhamos, filho”. A vida é bela.

http://sodatimao.com.br/blog/index.php/2010/05/07/um-dos-dias-mais-felizes-da-minha-vida/

Comentário por Flávio

Bela História Flávio,agora vou te contar a minha.

Fomos ao Pacaembú , eu e meu filho William,10 anos incompletos.

Antes do jogo, no caminho, eu fui explicando a ele que aquele seria o jogo mais importante até então para ele no Pacaembú.

Expliquei nosso sonho de ganhar a Libertadores e o significado disso para o Timão em seu centenário.

Contei-lhe que seria especial se ganhássemos esse ano, e qual seria a diferença de gols necessária , e que em caso de 1×0 para nós , seria decidido nos pênaltis.

E disse a ele que a cada vitória ou derrota, a gente se torna mais Corinthiano.

Ao final do jogo, ele chorou comigo, assim como muitos fizeram, e na saída dei um abraço num adolescente que chorava, com os olhos muito vermelhos.

Já no caminho para a Barra Funda, onde pegaríamos o carro num estacionamento, eu falei para o William:

Hoje, meu filho, você se tornou mais Corinthiano do que era ontém, não é mesmo?

Ele concordou com um sorriso espantado e alegre, e seguimos nosso caminho.

Que felicidade sentí naquele momento, imagino que seja parecida com a sua meu amigo.

E nunca mais você poderá dizer que você é o único Corinthiano de sua família.

Agora, você tem um filho Corinthiano, e mesmo sem saber, você sempre teve outros parentes Corinthianos.

Somos milhões de irmãos Corinthianos, pelo mundo afora.

Abraços,

Zé Favela.

Comentário por José Freeman Junior

E o pior, é que vendo o movimento de uma parte de torcedores, promovendo quebra-quebras, parece que realmente o corinthians é o que menos importa. É evidente que esse pessoal está mais preocupado em promover uma volta a “luta armada” no pais.
Politica partidária e ideológica financiada por extremistas com certeza.
E o Corinthians? Ora o Corinthians? Vc é bobo mano?

Comentário por Thiago Ferreira

Vamo vamo meu Timão vamo meu Timão não para de lutar !!!

Comentário por Alexandre Correia

E pensar que por muito menos já escorraçamos Rivelino, Edílson, Tevez, etc. Hoje temos que assistir à pasmaceira de boca calada, senão você é acusado de anticorinthianismo. E dá-lhe 171-R9! E dá-lhe Mano Menezes! E dá-lhe Gobbi! E dá-lhe Sanchez! E dá-lhe, sobretudo, Rosemberg, síntese e símbolo perfeito da “nova era”!

Comentário por Paulo

Larissa gatinha!
Princesa!
Se eu fosse milionario dava metade da minha fortuna pra casar com vocÊ.

Comentário por lOUCO ABREU

eu concordo com o q foi dito, masacho que foi certa a venda Douglas, pois acho que ele não deu continuidade ao bom futebol apresentado na série B
ja o cristian foi um grande perda,ainda bem que ainda tempo o elias, mas por quanto tempo?
e até que o ralf formou uma boa dupla com ele…..

Comentário por joaocaruso

kkk ñ de quem fala mal do meu time

Comentário por nilmara




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: