Corinthians: Preto no Branco


Péricles Bassols 3 x 2 Corinthians
agosto 17, 2010, 2:33 am
Filed under: Uncategorized

.

No último domingo, na Ressacada, o Timão foi derrotado pelo Avaí e seu principal reforço: o árbitro Péricles Bassols, que assaltou o Alvinegro durante os 90 minutos da partida válida pela 14ª rodada do Brasileirão.

.

O time da casa começou melhor e abriu o placar logo aos 9 minutos, com Davi, na primeira falha da zaga mosqueteira. Curiosamente, após sofrer o gol o Corinthians cresceu, passou a dominar a posse de bola e a intimidar o adversário, mas por culpa de seu inoperante sistema ofensivo só chegou ao empate aos 40, com o maestro Bruno César, que articulou e concluiu a jogada.

.

O Avaí voltou do intervalo mais ligado no jogo e ainda contou com a ajuda do zagueiro corinthiano Chicão, que marcou um gol contra logo no primeiro minuto da segunda etapa. Que fase! Para piorar, aos 3 minutos o árbitro carioca escolhido para apitar o jogo do Timão, que briga pela liderança contra um time do Rio, ignorou um pênalti claro em Jorge Henrique. Foi “apenas” a terceira penalidade não assinalada para o alvinegro nas últimas três rodadas do campeonato.

.

Quatro minutos depois, o Avaí marcou o terceiro gol em outro descuido da zaga corinthiana, que já merece ser inteiramente substituída. Os ânimos se acirraram a partir dos 15 minutos. Houve confusão e empurrões entre os jogadores, a exemplo do ocorrido na outra partida entre Corinthians x Avaí, em 2008, curiosamente apitada pelo mesmo árbitro.

.

O Timão, então, partiu para o ataque e marcou o segundo, aos 30 minutos, com Bruno César – sempre ele – após linda jogada de Jucilei. O volante chegou a marcar o terceiro tento alvinegro dois minutos depois, mas o gol foi anulado por impedimento. E o Timão, com 28 pontos, viu a liderança se distanciar ainda mais após a primeira derrota sob comando do treinador Adílson Batista.

.

Nesta segunda-feira, alguns atletas reclamaram da atuação e escolha do árbitro da partida, mas até o momento Péricles Bassols não foi vetado dos jogos do Corinthians. Certamente, no primeiro lateral errado marcado a favor do Timão a mídia tornará a espalhar mitos de apito amigo e dirá que o clube é beneficiado pela “amizade” entre Andrés Sanchez e Ricardo Teixeira, enquanto o Corinthians segue apenas com o ônus de situações como esta. Contra tudo e contra todos, realmente.

.

Retrospecto alvinegro:

Contra o Avaí: 6 jogos, 2 vitórias, 2 empates, 2 derrotas, 11 gols pró, 12 gols contra.

No Brasileirão 2010: 14 jogos, 8 vitórias, 4 empates, 2 derrotas, 24 gols pró, 16 gols contra.

No ano: 46 jogos; 27 vitórias; 10 empates; 9 derrotas, 78 gols pró, 43 gols contra.

.


4 Comentários so far
Deixe um comentário

Isso deixa claro que a blindagem era ao Mano e não ao Corinthians. Agora voltou ao normal, ou seja, continuaremos sendo roubados. Juiz carioca em jogo que a nossa derrota interessa a time carioca é malandragem de Zé Carioca.

Comentário por Lou Mello

E olha que nem bem a CBF se dá com o Fluminenese. Teixeira x Horcades é briga antiga. E o Sanchez pagando de amiguinho daquele senhor da CBF lá. Pra quê? Só pra levarmos a fama de apito amigo no primeiro lateral errado depois de toda essa roubalheira?

Pelo visto o lobby para Mano na seleção é anterior ao que se pensava. Muricy deve mesmo ter sido jogo de cena, por isso o Fluminense nem as consequências do ato sofreu.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Larissa, assistindo ao jogo pela Band, mudei de canal quando o Neto começou a falar que o Chicão tava com a cabeça virada por causa da renovação de contrato, porque eu não concordo com isso. E vc?
Abraço alvinegro!

Comentário por Heloisa

Eu acho que você está certa, Heloisa. Não é isso.

Para começar, a queda de produção do Chicão é anterior à abertura da janela. E há ainda a questão da sobrecarga (todo o sistema defensivo, inclusive o Sr. Roberto Carlos, está abaixo da crítica). O Chicão perdeu um pênalti e foi colocado na sequência para bater outro, o que achei um absurdo em termos de abalo de confiança do atleta.

Fora tudo isso, as pessoas as vezes esquecem que ali estão seres humanos e para seres humanos vários fatores podem determinar um desempenho, inclusive o psicológico. E o clima no clube não é nada favorável a Chicão, que tem os mesmos empresários de Felipe.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: