Corinthians: Preto no Branco


Arbitragem e outros detalhes sórdidos
agosto 26, 2010, 7:36 am
Filed under: Uncategorized

.

Nesta quarta-feira, a Fiel lotou o estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG), mas não teve jeito: o Timão perdeu para o Cruzeiro por 1 a 0, confirmou a péssima campanha fora de casa e viu o Fluminense se  isolar na liderança do Brasileirão.

.

O Corinthians entrou em campo buscando a vitória, mas o frango de Júlio César no chute de Montillo logo aos 3 minutos e o pênalti desperdiçado por Bruno César pouco depois abalaram as estruturas do Timão, conferindo outro rumo à partida, que tinha tudo para ser tranquila para o “visitante”.

.

A arbitragem de Sandro Meira Ricci (DF) foi outro fator determinante do resultado. O árbitro, além de não mandar voltar o primeiro pênalti quando três cruzeirenses invadiram a área,  ainda ignorou uma outra penalidade clara de Henrique em Bruno César, aos 4 minutos do segundo tempo. O Cruzeiro abdicou de jogar após achar o gol no começo da partida, mas não deixou de bater e só cartões amarelos foram distribuídos por Ricci, que deixou de expulsar pelo menos dois jogadores do time da casa.

.

Enquanto o mandante se plantou na defesa, o abalado Timão ainda conseguiu manter a posse de bola e o domínio do campo adversário, mas faltou criatividade e qualidade para buscar o gol. Como resultado, o ferrolho de Cuca saiu beneficiado pela inoperância do ataque adversário e pelo fato do meia Bruno César, artilheiro do Alvinegro, ter se abatido após o pênalti, chegando a ser substituído pelo garoto William Morais, que não viu a cor da bola.

.

Adílson Batista tem boa intenção e posta bem o time, mas sofre com a falta de qualidade do elenco montado pelo antecessor e insiste em substituições sem pé nem cabeça, como a do próprio Bruno César. O meia fazia uma partida abaixo da média, mas é um dos poucos com qualidade para desequilibrar a qualquer momento, além disso, sua ausência também prejudica a aproximação do time e os atacantes, que já são pífios, ficam isolados e ainda mais inúteis. Batista poderia ter trocado Iarley por alguém que reforçasse a meia ofensiva e auxiliasse o artilheiro do time em vez de abrir mão do seu talento.

.

O treinador também poderia ter substituído Ralf, completamente sem função em campo, por Paulinho, mas preferiu tirar o lateral-esquerdo e deixar o time com quatro volantes, nenhum meia e atacantes isolados, o que de fato dificulta a criação ofensiva. Se, diante das opções no banco, mexer no time já é arriscado, mexer errado é assinar a derrota.

.

Se quiser brigar pelo título, o Corinthians precisa começar a vencer fora de casa. Para tanto, deve-se adotar alguma estratégia, já que os necessários reforços não vieram e o esquema do time e inclusive algumas peças, caso de Elias e Ralf, só funcionam quando o Corinthians sai jogando e consegue a vantagem. Quando o adversário joga em casa e vai para cima, o Timão não tem qualidade para reverter, não aproveita bem os contra-ataques e perde a composição do meio-campo, que por sinal é o setor responsável também pelos gols do time. Diante disso, não é de se estranhar que a única vitória corinthiana fora do Pacaembu tenha sido contra o virtualmente rebaixado Grêmio. Na próxima rodada, o Corinthians enfrenta o Vitória, em casa, na busca pela recuperação.

.

Retrospecto corinthiano

Contra o Cruzeiro: 65 jogos, 27 vitórias, 17 empates, 21 derrotas, 90 gols pró, 80 gols contra.

No Brasileirão 2010:  16 jogos, 9 vitórias, 4 empates, 3 derrotas, 27 gols pró, 18 gols contra.


18 Comentários so far
Deixe um comentário

Por isso que eu digo: Só Ronado salva, desde que ele queira. O que não dá muito pra confiar.

Não achei que o árbitro teve grande influência. Quer dizer, tá que a rigor ele deveria ter voltado o penalti, e marcado outro no Bruno César, que era difícil de marcar mesmo, mas em outros tantos lances eu achei até que ele tava bonzinho com a gente.

O time é que foi muito incompetente mesmo.

Comentário por Ândi

Uia, Ândi. Incompetência à parte, dois pênaltis é alguma coisa. Se bem que para o Corinthians eu já nem sei também. Mas o árbitro amarelou geral do Cruzeiro só para compensar o segundo amarelo (aka vermelho) que ele não tinha a moral de dar para uns e outros. E teve ainda uma falta grotesca lá que era pra vermelho diretão, tanto que até, pasme, o comentarista da Globo concordou, coisa rara.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Perfeito, exceto o caso da invasão, que juiz nenhum dá.

Quanto ao Adílson, sinto que às vezes ele se desespera junto com o time, e vai fazendo merda. Sem contar que o Danilo poderia estar pelo menos no banco… Melhor que o Paulinho…

Comentário por jeffdamn

Mas tá na regra, tem que dar!🙂

E, sei lá, mas no lugar dele eu tb me desesperaria. Imagina teu time precisando do gol, você olha pro campo tem Iarley, olha pro banco tem Souza, olha no DM tem Dentinho. Socorro!

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Lara, infelizmente nosso time não tem ataque… quantas defesas o goleiro deles fez no segundo tempo? não lembro de nenhuma… concordo com vc com relação às substituições porém o B. César não vinha jogando nada, o problema é quem entrou no lugar dele…. e outra coisa o batedor de penaltis tem q ser o Chicão q aliás foi um dos poucos q fizeram uma boa partida…
abraços
Vai Corinthians!!!!!!

Comentário por Wagner

Nenhuma. Zero chutes a gol no segundo tempo. Incrível como o Corinthians perde para si mesmo.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Também achei que o árbitro atrapalhou ao não pedir que se voltasse a cobrança do Bruno César, já que o goleiro cruzeirense se adiantou como faz o Rogério Ceni, mas acho que no gol do Cruzeiro o Chicão também falhou.
Agora, uma coisa que eu gostei na postura do Adílson é que ele não parou de gritar um minuto. Se fosse o Mano, ia ficar sentado no banco.

Comentário por Heloisa

Esse é pra você Larissa:

http://esporte.uol.com.br/quiz/desafio/2010/08/26/prove-que-voce-e-fanatico-pelo-corinthians-e.jhtm

Com certeza vc vai acertar 100%, mas ainda sim é divertido testar o conhecimento sobre o corinthians, certo?

bjos

Comentário por Rodrigo

Eu só acertei 60%😛

Comentário por Rodrigo

Já tinha feito, mas obrigada hehehe. Adoro esses negocinhos😛

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Time que joga só atacando dá chance pra levar goleada. E pontos corridos, historicamente ganha time que marca bem e não perde. Vide as bonecas.

Comentário por Thiago Ferreira

Eu não acho que o Corinthians jogue só atacando, Thiago. Pelo contrário até, se formos tomar como exemplo o jogo de ontem, no segundo tempo nós não atacamos. E acho bem possível ser campeão jogando como grande, mantendo a posse de bola, mas precisamos de ataque. Com certeza o time do Adílson se expõe mais, mas joga melhor também, pelo menos por enquanto é visível a mudança de postura, o que acontece é que o Adílson também acaba expondo os problema do elenco, quando faz o time jogar em vez de se esconder do jogo.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Vamos ver. Tomara que você esteja certa. Mas eu prefiro time que perde um jogo a cada 6 meses. Time que perde duas e ganha duas, não funciona e não ganha titulo, principalmente em pontos corridos. Além do que perder só arranja crise.

Comentário por Thiago Ferreira

respeito sua opinião Thiago mas discordo… eu prefiro meu time atacando sempre, ganhando talvez mas jogando com ousadia e buscando a vitória a todo momento… acho q o problema do corinthians é o ataque q não chuta no gol (aliás não aparece no jogo)… em 3 jogos 1 vitória e 2 derrotas são melhores q 3 empates… então não vejo motivo pra amarrar o jogo e nesse ponto estou gostando do Adilson…
abraços

Comentário por Wagner

Meninos, o que eu avalio na questão Mano x Adílson é que antes Corinthians era um zero a esquerda com a posse da bola, dependia exclusivamente de improvisos individuais e o time era pessimamente mal orientado coletivamente, de modo que um jogador tinha a bola e os demais não se deslocavam para se apresentarem para jogada, ao menos não de forma eficiente ou treinada, mas sim improvisada como em qualquer pelada.

Diante disso, de que adiantava ficar enaltecendo o bom posicionamento defensivo e a solidez do sistema???

O custo para termos isso era muito alto!

Isso seria elogiável em um 15 de Campo Bom da vida, não no Corinthians com o elenco mais caro da América do Sul e preparado para atuar como time pequeno.

Pegar um time do porte do Corinthians e montar um elenco caro pra se postar atrás da própria intermediária, o mínimo que se espera é que se defenda bem mesmo.

Porém, o time não ia atrás da posse de bola como estamos vendo agora, não queria a posse dela, mas sim queria a bola longe. Aquilo pra mim não era futebol.

O time recuava sempre que obtinha a vantagem, a orientação do técnico era muito ruim e demos sorte de jogadores muito bons terem decidido no primeiro semestre de 2009.

Mas futebol é momento e hoje pra mim está muito mais evidente a ruindade do Mano do que qualquer genialidade do Adílson, até porque ninguém poderia causar uma revolução tão grande em apenas duas semanas.

O Adílson só deve ter passado uma orientação básica para o Corinthians ter uma postura de querer jogar futebol e deve estar treinando o time pra tocar a bola, enquanto o outro só treinava posicionamento sem bola e por isso a equipe era tão ruim com a bola nos pés.

Agora, se seguirmos nessa evolução, melhorando, sem invenções desnecessárias, o Adílson com a vitória sobre o São Paulo acabou de pavimentar um caminho pra seguir evoluindo com tranqulidade.

Se ao invés disso quiser inventar e pisar na bola será criticado.

Nos últimos 4 jogos o Adílson teve o mesmo aproveitamento que o Mano em seus últimos 4 jogos, com a diferença que as partidas mais recentes foram mais pedreiras que as 4 últimas do antigo treinador.

Mesmo na derrota para o Avaí, que está no alto da tabela, o Corinthians fez uma partida muito mais interessante do que na derrota para o lanterna da competição.

Futebol é assim, tem que se analisar o que vê.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Larissa,a impressão ao ver esse jogo é que se jogássemos até 2030 o Timão não conseguiria empatar o jogo.Tirar o Bruno Cesar e o Roberto Carlos,por piores que estivessem, foi ridiculo,colocar o Souza,foi um desastre.
Sou Corinthians e não abandono meu time nunca,mas os cara tem também que colaborar!
Fique com Deus!

Comentário por Julio

E provavelmente não iria empatar mesmo, Julio, porque o Elias resolveu que só joga no Pacaembu (o esquema propicia isso) e o Bruno César se deixou abater pelo pênalti perdido. Tirando estes meio-campistas, o Corinthians não tem quem faça gols. Vai empatar como?

A minha impressão é a de que o Adílson ainda está conhecendo o elenco e nessas horas ele vai testando. Você vê, em tese, a entrada do Souza foi correta. O Corinthians precisa justamente de alguém na área, mas talvez o Adílson Batista não saiba, ainda, que com o Souza não se pode contar, que ele não tem opções para o ataque. A tarefa dele é muito difícil, não foi ele quem montou o elenco. E nós vamos sofrer sem atacantes, por isso critiquei tanto a diretoria.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

bela análise Lara… na verdade o q eu quis dizer é q a postura do time na vitória não faz tanta diferença mas na derrota faz muita… por exemplo eu comparo o Brasileiro de 2002 q perdemos pro santos e a copa do brasil de 2008 q perdemos pro sport… descontando o penalti claro não marcado no Acosta, o time foi covarde e me envergonhou muito não pela derrota mas sim pela postura… já o de 2002 o Fábio Costa fez diversos milagres e o time foi pra cima e tentou a todo custo a vitória… ficou muito mais bonito na minha opinião..
abraços

Comentário por Wagner




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: