Corinthians: Preto no Branco


Arbitragem atrapalha busca pela liderança
setembro 9, 2010, 2:00 pm
Filed under: Uncategorized

.

No último sábado (4), no Pacaembu, o Timão goleou o Goiás por 5 x 1, fora o baile, e fechou a semana do centenário com chave de ouro. Com um jogo a menos, graças ao adiamento da partida com o Vasco, o Corinthians chegou a diminuir para apenas 1 ponto a diferença para o líder Fluminense. Porém, nesta quarta-feira, na Arena da Baixada, a arbitragem de Jaílson Macedo Freitas prejudicou o alvinegro e foi determinante para o empate em 1 a 1 com o Atlético Paranaense.

.

Ronaldo voltou ao time e abriu o placar para o Timão, ainda na primeira etapa, ao cobrar o pênalti cometido por Wagner Diniz, que abriu os braços, dentro da área, a fim de bloquear a passagem da bola. Diante da marcação do árbitro no lance interpretativo, os donos da casa passaram a querer apitar o jogo e o árbitro, influenciado, quis compensar para o Furacão. E compensou, já na segunda etapa, quando o mesmo Wagner Diniz, que cometou a irregularidade no primeiro tempo, invadiu a área pela direita e, mesmo sem ser tocado pelo corinthiano Leandro Castán, acabou caindo. O pênalti foi convertido por Bruno Mineiro e revoltou os corinthianos.

.

Irritados com a arbitragem caseira, os jogadores alvinegros reclamaram, o que tornou a situação ainda pior, pois Jaílson Freitas distribuiu cinco cartões amarelos para o Timão e não assinalou o pênalti mais claro da partida,  desta vez em Iarley, já no final do jogo. Em que pese a péssima conduta do árbitro, a postura do Corinthians em jogos fora de casa continua desastrosa.

.

O time que protagoniza espetáculos no Pacaembu não consegue se encontrar fora dele. O meio-campo não funciona, Elias não joga e as substituições de Adílson Batista começam a preocupar. O treinador trocou Roberto Carlos e Bruno César por Paulinho e Danilo, respectivamente. O time que terminou a partida em campo dificilmente chegaria à vitória. Para completar, Elias ainda perdeu a grande chance do jogo, aos 41 minutos, quando recebeu o lançamento na área e, de frente para o gol, desviou mal e mandou por cima da meta.

.

Sem vencer fora de casa desde a partida contra o Grêmio, em maio, o  Timão, com 38 pontos e a  3 do líder Fluminense, aposta nos jogos como mandante para alcançar a tão sonhada liderança. Mas para chegar ao título  ainda precisará reverter o quadro de péssimas atuações como visitante, pois um campeão vence em qualquer lugar. Olho na arbitragem e vai Corinthians!

.

Retrospecto Corinthiano

Contra o Atlético Paranaense: 44 jogos, 16 vitórias, 13 empates, 15 derrotas; 66 gols pró, 67 gols contra.

No Brasileirão 2010: 19 jogos, 11 vitórias, 5 empates, 3 derrotas; 35 gols pró, 20 gols contra.


14 Comentários so far
Deixe um comentário

As substituições não foram assim, ao léu. O Roberto Carlos sentiu. O problema é que não temos reserva pra lateral esquerda, né.

Quanto a substituição do Bruno César, eu não tiraria, mas convenhamos: ele e o Elias não estavam jogando nada, e estavam nervosinhos demais, podendo ser expulsos. E o Bruno César não tem reserva, logo, era melhor evitar perde-lo para o próximo jogo.

Não achei nada demais nas substituições. Não foram táticas, porque nem deu pra pensar nisso.

Repito: o problema é a falta de opção. Não contrataram na janela né…

Comentário por Ândi Garcia

Isso nós já cansamos de falar aqui, né? Culpa do Adílson ou não (no caso do Bruno César eu acho que foi e não consigo admitir o Elias ter ficado em campo até o fim) as substituições preocupam. Por opção tática, por ausência de peças, já que não contrataram, mas preocupam, pelo menos a mim. Assim como me preocupa a postura assumida fora de casa. Ontem, buscando a liderança, jogamos pelo empate e até fizemos um cerinha básica pelo 1 a 1. Não é o que eu espero de um time campeão.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

É impressionante como certos “comentaristas de arbitragem” julgam lances interpretativos como verdades absolutas. Foi o que o Arnaldo César Coelho fez ontem no lance do pânalti pro Corinthians. A torcida do Atlético gritou VERGONHA, mas vergonhoso mesmo foi aquele pênalti inexistente do segundo tempo.

Comentário por Alex Miranda

Superam-se a cada jogo mesmo.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Por incrível que pareça, o pênalti marcado para o Timão foi o que impediu a nossa vitória. Porque o Corinthians já dominava o jogo e iria fazer o gol naturalmente. E depois que o juiz marcou o pênalti para o Corinthians e o Ronaldo mostrou como se bate, os jogadores e a torcida do Milan do Paraguai pressionaram muito e o juiz borrou na tanga. Começou a inventar faltas e a distribuir cartões desnecessariamente, e, por fim, passou a régua marcando um pênalti ridículo.

Comentário por Mario Santiago

Sabe que faz sentido? Não podemos afirmar como teria sido, mas é fato que foi uma das poucas vezes que o Timão começou jogando fora como se fosse em casa, o gol de fato parecia prestes a sair. Ronaldo, inclusive, perdeu uma bela chance logo aos 4 min.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Olá Larissa! Gostei do Coringão no primeiro tempo, pois apesar de não chegar muito ao ataque, foi o que teve a melhor oportunidade, com o ROnaldo. E realmente o ROnaldo, mesmo fora de forma, faz uma baita diferença, pois ele segura o time adversário. Coincidência ou não, o Atlético veio para cima depois que o ROnaldo saiu. Agora não podemos ficar nervosos com os erros de arbitragens. Já vimos este filme várias vezes. Time nós temos. Põe a p…. da bola no chão, troca passes, que o gol chega. Quando fizemos isso quase marcamos.
Que a arbitragem foi lamentável, isso foi, mas não podemos ficar de nhenhenhe e esquecer de jogar bola!!
Sds Corinthianas!!

Comentário por Rodrigo Salgado

Lara, concordo plenamente com o post… fomos roubados indiscutivelmente mas dava pra jogar uma bolinha melhor, né naum… ficamos presos na marcação adversária e não criamos as oportunidades de gol q vinhamos criando nas últimas partidas… as poucas q conseguimos, desperdiçamos… mas vamos pra cima q dá pra pegar o flu…
Abraços
Vai Corinthians!!!!!!!!!

Comentário por Wagner

Apito inimigo já é tradição dessa arbitragem brasileira. Sempre jogamos contra 12, 13 ou 14 e não contra 11 jogadores. Mas, nessas horas, nosso time precisa ser frio e mostrar sua superioridade na técnica e na raça. Não adianta espernear, pois, eles tem o apito e os cartões. Os amarelos sempre vão criar problemas futuros. Talves um psicólogo poderia ajudar os jogadores. Se queremos o título não dá para pipocar fora de casa.

Comentário por Maria Angélica de Oliveira Nascimento

poxa, você colocou privacidade no seu formsprings?? como eu não tenho um eu não posso mais ver o seu…😥

Comentário por Fred Rosas

Só por uns tempos, Fred. Afastar a trollagem, porque sabe como é, né? O anonimato da internet tem esse defeito: dar verbo a quem não é substantivo.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

sim entendo, infelismente tem muita gente que só quer aparecer as custas dos outros, e acaba acontecendo aquilo dos justos pagarem pelos pecadores, eu não tiro sua razão, vi muita coisa lá mesmo que nem merecia resposta sua, espero que seja por pouco tempo também, senão vou ter que fazer um formsprings só para poder voltar a perguntar para você rsrs beijo e sábado vamos reagir rsrs

Comentário por Carlos Rosas

PS: desculpa pelo “infelismente” eu digito olhando para o teclado e nem vejo os erros de portugu~es rsrs

Comentário por Carlos Rosas

Você é mto gostosa, parabéns…

Comentário por Vinícius




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: