Corinthians: Preto no Branco


O Imperador chegou
março 31, 2011, 2:49 pm
Filed under: Uncategorized

.

Após o término do contrato com o Roma, onde ficou apenas oito meses, Adriano – o Imperador – desembarcou na República Popular do Corinthians. Pode ser um contrassenso, mas ele garante que conquistará a Fiel e calará os críticos. O presidente do clube, no entanto, parece menos otimista: “que (Adriano) vai ter problema, que vai dar algum rolo, isso é óbvio”, declarou o mandatário em entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura, na última segunda-feira.

.

A contratação de Adriano já foi amplamente discutida aqui no blog, portanto, da efetiva chegada do Imperador ao clube destaca-se apenas alguns pontos, positivos e negativos, são eles:

.

• O atleta trouxe a família para ficar com ele em São Paulo e também foi vetado de terminar o tratamento de sua lesão no ombro no Rio de Janeiro, onde se recuperava na clínica de Ronaldo, a Fisio R9. A partir de agora, sua recuperação é problema do Corinthians e será realizada no CT Joaquim Grava. Interessante do ponto de vista positivo. Adriano precisa ser muito bem monitorado e, ainda assim, não é garantia de sucesso disciplinar.

.

• Na quarta-feira (30), o Dr. Luiz Felipe Santoro, advogado do Corinthians, esteve no programa Timão News, da TV Corinthians (institucional), explicando os termos do contrato do Imperador. Ao contrário do que foi veiculado por alguns jornalistas e dirigentes, Santoro garantiu que não há nenhuma cláusula especial de disciplina, isto é, nada diferente do já encontrado nos demais contratos (1 falta = advertência, 2 faltas = advertência + multa, 3 faltas = justa causa).

.

• Ainda não foi devidamente esclarecida a questão do salário, mas Andrés Sanchez garantiu que o clube bancará os R$300 mil mensais especulados e que por enquanto não há patrocinador envolvido na transação, mas que pretende, sim, utilizar a imagem do jogador para atrair patrocínio. Mesmo se não der certo, o cartola garante que o Corinthians tem condições de arcar com os custos e que Adriano foi mais barato do que ele imaginava. Resta saber se a relação custo/benefício será positiva para o Timão.

.

• Se pretende realmente conquistar a Fiel, Adriano precisa, além de mudar a rotina, modificar o discurso. Dizer que não comemorará gols contra o São Paulo é uma afronta à torcida. Ademais, o Imperador precisa antes comparecer aos treinos, depois conquistar o lugar no time para então poder marcar seus gols. E comemorar, sim, contra os rivais do Alvinegro, afinal é do Corinthians que ele receberá o ganha-pão. Boa sorte.

 

 


12 Comentários so far
Deixe um comentário

Joaquim Grava faz questão de ter o Adriano por perto. Em compensação, deram fim no Bruno César. Porque aí também seria muito etanol concentrado, e o Corinthians tornaria-se um perigo maior que Fukushima.

Comentário por Ândi Garcia

Hahaha. Boa, boa.🙂

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Se não me engano o Adriano não comemorou o gol que fez no Rio contra o timão, porque será?

Comentário por sandro

Em 2009, no Brasileiro, comemorou. Na Libertadores 2010, de pênalti, achei que comemorou timidamente.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

O “Imperador” não começou muito bem… Espero que termine melhor.
Voltando ao post do freguês, ontem ocorreu mais um fato para mostrar a índole do “Sem graça e sem noção” do Jardim Leonor: ele pode tudo; os outros goleiros, não…

Comentário por Heloisa

Se não for pra comemorar, prefiro que não jogue.

Comentário por Adriano (não sou o imperador)

Não costumo criticar ou elogiar jogadores que são contratados sem ao menos terem uma sequência de jogos pelo Corinthians.
Espero sempre de um jogador corinthiano honrar o manto sagrado,jogando com raça e com o coração como a próprio canto da torcida já diz.
Afinal são 30 milhões de apaixonados pelo Brasil,muitos deles pagando ingresso caro, enfrentando longas viagens pra incenticar o time os 90 minutos.
Futebol Adriano tem de sobra, basta apenas ele colocar isso em prática, se comprometer com a equipe e se preocupar apenas em jogar futebol.

Comentário por Vagner Marcondes

Para mim, comemorar ou não é o que menos importa. O que eu desejo é que ele faça os gols. Depois de marcá-los, se quiser, pode até chorar.
Fui contra a vinda do Adriano por considerá-la uma contrataçao de risco e por termos outras posições mais carentes. Mas, depois do jogo de domingo, mudei de ideia. Nosso time é muito leve, o adversário bateu muito e senti a falta de um centro avante tanque de guerra para segurar os zagueiros brucutus. Adriano pode ser a solução. Qualidade para isso ele tem. Vamos dar-lhe um voto de confiança. Para secar e cornetar já tem a bambipress. Torcer pelo sucesso do Adriano é torcer pelo sucesso do Corinthians.

Comentário por Maria Angélica de Oliveira Nascimento

– Não sei se é bom ele vir no Joaquim Grava pra fazer tratamento… mas pelomenos pra vigiálo estão bem…
– Quanto às multas… ele tem que ser tratado igual aos outros jogadores…
– Acho que é muito salário… ele foi uma grande jogador… mas poderiamos usar esses 300 mil na base do clube, ou na parte social, ou mesmo em outros esportes…
– Ele é livre pra comemorar ou não… o importante e lutar em campo e fazer gols… ademais de trabalhar dia-dia nos treinamentos…

Eu não o contrataria… mas boa sorte pra ele!

Comentário por Emboava

(fugindo da pauta…)

Campeonato paulista?….

Pfu…..

Qual é a graça de um campeonato disputado apenas por clubes do mais importante estado brasileiro, São Paulo, com 41 milhões de pessoas e responsável por um terço do PIB da oitava maior economia do mundo (ou seja, o PIB paulista é o dobro do PIB argentino; 3 vezes maior do que o PIB português; e 17 vezes(!) maior do que o PIB uruguaio)?

Qual é a graça de um campeonato que é o mais tradicional (disputado desde 1902) do país que possui o melhor futebol do mundo?

Qual é a graça de um campeonato de um estado que é o centro hegemônico do futebol brasileiro, e que conta com quatro dos mais importantes clubes do Brasil – Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos – , cujos enfrentamentos constituem-se em confrontos clássicos – o “Dérbi”, o “Majestoso”, o “Choque-Rei”, Corinthians x Santos, Palmeiras x Santos, o “San-São” – que estão dentre os mais importantes do mundo, e que produziram incontáveis partidas fantásticas?

Bom mesmo é a Copa Libertadores da América!

Ah, a Libertadores….

Torneio tradicionalíssimo, disputado desde 1960…

Organizado pela credibilíssima Conmebol…

Torneio no qual o Brasil não faz feio: possui 14 títulos (a Argentina, é fato, possui 22…); considerados individualmente os clubes, ocupamos a 5ª posição, a qual o São Paulo divide com Nacional-URU e Olimpia-PAR, todos com 3 títulos (em 4° lugar está o Estudiantes-ARG, com 4 títulos; em 3° está o Peñarol-URU, com 5 títulos; em 2º está o Boca-ARG, com 6 títulos; e em primeiro está o Independiente-ARG, com 7 títulos).

Temos que convir: não há melhor do que a sensação de ganhar de um León de Huánuco… ou de um Godoy Cruz… ou de um Deportivo Táchira… e, no dia seguinte, tirar um sarro de um torcedor de um desses times, no seu local de trabalho ou no balcão do bar da esquina…

Afinal de contas, o que é o futebol, no cotidiano das pessoas, se não a rivalidade compartilhada em seu meio de convívio?

Eis o porquê de a Libertadores ser tão importante para os brasileiros! Dentre os quais, os paulistas, e seu desprezível “paulistinha”….

Em tempo: que demonstração de força deu a torcida do Tolima-COL na semana que passou! Encheu o Morumbi, para gritar a plenos pulmões o nome de seu time! E o mais impressionante é que nem era dia de jogo do Tolima, pois o fato se deu durante a apresentação de um reforço de um time local – o São Paulo… Reforço que não veio, aliás, para a disputa da Libertadores, e sim para a disputa do paulistinha-2011…

Comentário por Cláudio

kk… boa Cláudio…
mais isso não muda o fato de que o nosso
maior sonho (em conquistas) é uma libertadores…
infelizmente é por isso que não estamos com bons
resultados… valorizamos ser o melhor paulista,
mas sem se quer ganhar uma competição de importancia
fora do continente…

voltando ao adriano, espero que ele não seja
outro ronaldo, jogando e conquistando a torcida
nos seis primeiros meses e depois virar motivo
de deboche de muitos comentaristas esportivos.
tomara que ele saiba honrar a camisa do todo
poderoso e vou torcer por isso…

abraços,

Lennon Alves | Coluna do Corinthians

Comentário por lennon alves

[…] se comentou aqui e também aqui sobre as implicações de se ter um atleta como Adriano no elenco. Isso posto, sobre a lesão do […]

Pingback por AdriaNOT « Corinthians: Preto no Branco




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: