Corinthians: Preto no Branco


Corinthians 0x0 Santos
maio 9, 2011, 5:21 pm
Filed under: Uncategorized

Crédito: Terra

.

Na tarde de ontem, no Pacaembu, Corinthians e Santos fizeram o primeiro duelo da final do Campeonato Paulista de 2011. Diante de 37 mil torcedores, os alvinegros só empataram e ninguém marcou gol. A decisão ficou para o próximo domingo (15), na Vila Belmiro. A persistir o empate, o título será decidido nos pênaltis.

.

O Timão entrou em campo sem atribuir muita importância ao dito favoritismo santista. Apesar do desfalque na lateral-direita, onde Tite improvisou o zagueiro Wallace (melhor que Moradei ou Moacir), o Alvinegro fez um primeiro tempo melhor, manteve a posse de bola e buscou mais alternativas do que o rival da baixada. No entanto, faltou precisão na hora de concluir. Se o treinador acertou na improvisação do lateral, errou ao manter Dentinho, em péssima fase, titular. Além disso, a bola do jogo também parecia determinada a, independente da circunstância, não entrar. Daí tanta trave.

.

Na segunda etapa, porém, o Santos foi superior e teve as melhores oportunidades, mas esbarrou no destaque positivo do Timão: a dupla de zaga formada por Leandro Castán e Chicão, que, seguros, foram impecáveis na defesa. A melhora do Santos se deu, por incrível que pareça, graças à saída de Ganso, outra vez machucado, que só andou em campo. Seu substituto, Alan Patrick, não fez uma partida digna de nota, mas ao menos tinha condições de jogo.

.

Outro fator que atrapalhou o Corinthians e, por consequência, contribuiu para que o time da Vila se apresentasse melhor no segundo tempo foi a substituição realizada pelo técnico Tite, que sacou Bruno César, cujos pés coordenavam todas as jogadas do meio-campo corinthiano, para a entrada do inoperante Morais. Jorge Henrique, por sua vez, permaneceu em campo os 90 minutos, mesmo realizando uma partida pífia. É óbvio que Bruno César, já de partida para a Europa, não vem jogando aquela bola toda, mas ainda é mais eficaz na meia do que o resto do elenco. Morais poderia, talvez, entrar no lugar de Jorge Henrique. E só. O fato é que após a substituição do camisa 10, o Corinthians ficou perdido e viu o Peixe ter as melhores oportunidades da partida. Nem a entrada do talismã Willian, no lugar de Dentinho, ajudou o Timão.

.

Por falta de qualidade, sorte, teimosia da bola ou destino, o jogo terminou mesmo no 0 a 0. Um resultado que pode ser considerado injusto, se considerada a ofensividade das duas equipes, que saíram pro jogo. O título permanece em aberto, mas agora a decisão é na casa do Santos, que tem, inegavelmente, melhor elenco e técnico do que o Corinthians, embora também não seja essa Coca-Cola toda.

.

Se, por lógica, o título está mais longe do Corinthians do que deveria,  vale ressaltar que futebol não é ciência exata. E tudo é possível em clássicos assim, que não são decididos só dentro de campo. Ainda há de fazer diferença, da parte do Santos, o fator cansaço, graças à disputa da Libertadores, e os desfalques. Ao corinthiano resta torcer pelos fatores superação – do próprio elenco –  e disposição.

.

VAI CORINTHIANS!

.

Retrospecto geral do Timão contra o Santos » 299 jogos: 122 vitórias, 84 empates e 93 derrotas; 554 gols pró, 465 gols contra.

Em Campeonatos Paulistas » 187 jogos: 78 vitórias, 52 empates e 57 derrotas; 365 gols pró, 293 gols contra.

.


8 Comentários so far
Deixe um comentário

Pois é, empate “justo” pra um técnico que, antes do jogo, dizia que “o primeiro jogo não decide”.

Alguém manda o VT de 2009 pra ele, por favor.

Por pensar assim, e por pensar sempre no mínimo possível, minha esperança é levar pros penaltis. E nisso nosso time está bem, afinal, o técnico dos empates já vem treinando para isso desde Março…

Ainda assim, deu infinitamente mais gosto torcer para esse time de ontem que para aquele do começo do ano, fim do ano passado. Não tem de onde tirar qualidade técnica, mas não faltou empenho. Exatamente o que sempre pedimos.

Comentário por Ândi

Concordo integralmente, Ândi. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Larissa:
Você não acha que deveria ter começado o jogo como terminou? Embora o Walace seja superior aos que você citou, não é sua posição real. O Bruno está com pézinho de vidro e o Dentinho está regando muito a samambaia. Nosso tecnico sofre de idiotite mas,com um pouquinho de garra corinthiana nós iremos ganhar domingo.
De resto, foi sensacional o efeito CORINTHIBA durante a semana passada.rsss
abraço

Comentário por luizCarlos

Mas o Alessandro foi liberado hoje, no TJD. Quanto ao efeito “CORINTHIBA”, ah! foi mesmo. Só alegria. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Como já disse em outro blog, resta a dúvida: é possível jogar contra o Santos sem se preocupar com o Neymala? E com o Elano?
O time deles não é sensacional, mas veja o que Neymar fez nos 15 min. em que esteve livre, no segundo tempo.
Não dou base à covardia titeana, mas, contra o Santos, hoje, o jeito é comer pela beirada. O time jogou certinho, equilibrado, e nos dois tempos, pra mim. O complicado é que a bola não entrou, e que o Tite vê o jogo todo errado; até montou bem a equipe, mas as substituições…

Comentário por jeff

Até minutos antes do primeiro jogo da final eu diria que sim. Nunca vi o Neymar jogar bola contra o Corinthians até então. Provavelmente porque o nosso time era melhor, marcava mais, o Cristian, por exemplo, entortava ele e o Corinthians era mais respeitado. Dessa vez, quando viu que não era aquele Corinthians todo, o menor infrator se sentiu livre para bater uma bolinha. Na Vila, pode ser ainda pior. O Corinthians esteve com o título praticamente em mãos no Pacaembu e resolveu complicar, agora é redobrar a atenção, o empenho, enfim. Tem que sofrer pra ser Corinthians, né?

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Se….(sempre o maldito se), tivessemos um jogador de qualidade acima da média, como o Neymala, por exemplo, com certeza dava pra cravar Timão.

Com todas as deficiências técnicas, (cruzamentos errados, passes idem, finalizações ruins), a verdade é que conseguimos pressionar os sardinhas.

Tudo é possivel na Vila. Uma coisa é certa, eles temem demais o Corinthians, sempre.

Comentário por Thiago Ferreira

Mas acho que temem menos na Vila do que TREMEM no Pacaembu. Eis a questão. Mas vamo que vamo, que já ganhamos outros títulos assim só na raça. Depois, pro brasileiro, é que precisamos tomar alguma atitude, porque desse jeito não dá. Nem corinthiano precisa sofrer tanto, né? Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: