Corinthians: Preto no Branco


Falam muito, falam muito
junho 22, 2011, 2:01 am
Filed under: Uncategorized

.

Na semana passada, a Rede Record de Televisão, a mesma que ouviu um sonoro não do Corinthians a sua oferta pela transmissão do Campeonato Brasileiro, divulgou uma matéria assaz amadora, com direito a blogueiro condenado pela justiça como fonte, que mesclou denúncias sérias – e sem provas – com bobagens do tipo “Sanchez prometeu parar de fumar e não parou”. Nenhum sentido, mas muita repercussão. Aqui, uma das poucas dignas de menção.

.

Nessa terça-feira (21), o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, foi à Câmara Municipal de São Paulo acompanhar a reunião para aprovação do projeto que prevê incentivos fiscais para construção do “Fielzão”. Vale ressaltar que incentivo fiscal desvio de dinheiro público, embora alguns apedeutas afirmem erroneamente o contrário. Nada que uma consulta rápida à Wikipedia não resolva:

os Incentivos Fiscais fazem parte do conjunto de políticas econômicas. Facilitam o aporte de capitais em uma determinada área através da cobrança de menos impostos ou de sua não-cobrança, visando o aquecimento econômico do respectivo território.”

Quer dizer, em nenhum momento se cogitou desviar o dinheiro do são paulino da Zona Sul, do palmeirense da Zona Oeste, ou de quem quer que seja. Falou-se, sim, em facilitar o aporte de capital através do abono de impostos. Ademais, há outra questão que a maioria não lembra ou prefere omitir:  a concessão de incentivos fiscais para a contrução do estádio do Corinthians em Itaquera, no valor de R$ 420 milhões, promoverá um incremento de R$ 30 bilhões ao longo dos próximos 15 anos na economia da capital paulista, segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Marcos Cintra. Fora tudo o mais, já debatido aqui no blog, que a Zona Leste deverá conseguir com o advento do estádio na região.

.

Depois dessa corrente impetuosa de impropérios repetidos a exaustão por blogueiros condenados pela justiça, e emissoras que sobrevivem de dinheiro oriundo do dízimo, e por um bando de Yves Gandra Martins wannabe, eis que o Sport Club Corinthians Paulista resolveu finalmente se manifestar contra os ataques ao futuro estádio, à instituição e ao projeto de Lei do Executivo de São Paulo (“PL”). Em seu site oficial, o clube notificou:

.

O Estádio de Itaquera – Esclarecendo os Fatos

.

Neste blog, prometi não mais falar em estádio antes da construção dele, mas, como a nota acima esclarece, “estes são os fatos que, em benefício da boa e isenta informação, o Corinthians torna públicos”. Por isso, nada mais justo que tornar ao tema a fim de passar adiante notícia fidedigna, que pouco se encontra sobre esse assunto.

.

Em tempo, a Record e suas fontes não podem ser levadas em consideração, posto que não são isentas, mas nem por isso os corinthianos devem deixar de fiscalizar esse grande passo que o Corinthians está prestes a dar; nem por isso toda denúncia deve ser descartada sem investigação. Ninguém melhor do que nós, preocupados com o estádio que estamos, para cuidar do nosso patrimônio e de tudo relativo a ele, inclusive das notícias que surgirão se algo sair errado ou prejudicar alguém. Nós, porque seremos os responsáveis e os responsabilizados por isso, precisamos estar mais atentos do que nunca. Pelo Corinthians, com muito amor, até o fim.

.


19 Comentários so far
Deixe um comentário

Larissa, concordo com você a respeito dos interesses secundários da Rede Record. Porém, as críticas ao presidente não se tornam inválidas porque foram feitas por alguém que também é comprometido. Coisas que foram ditas a respeito de Andrés na matéria que são verdade. Não toda, mas uma parte dela.

No que diz respeito ao incentivo fiscal, perfeito. Não poderia estar mais de acordo. Beijos

Comentário por Ulysses S. de Faria

Caro Ulysses, concordo em partes. Na minha opinião, qualquer coisa dita pela Record, Paulinho e fontes afins se torna inválida, posto que não será lida e/ou considerada, independente do teor. Se eles estiverem dizendo uma pequena verdade que seja, outros, em condições melhores para tal, também dirão e serão esses os que levarei em consideração. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Boa Larissa… é isso ai, confundem incentivo fiscal com desvio de verba de educação, saúde e habitação. Aliás, confundem não é o termo né, pois pelo menos em dois casos não podemos falar em confusão, como no do “paulinho mentira”, claramente mal intencionado e burro o bastante para entender como funciona o incentivo fiscal e a diferença entre incentivo e desvio de verba pública, e no caso do sãopaulino enrustido j kfouri, o mais boçal dos jornalistas esportivos, o “dono da ética e da moral” que repudia a construção do estadio do Corinthians por entender que a cidade não comporta outro estádio, como se coubesse a ele a decisão de se construir um estadio particular!

Aliás em se tratando deste boçal jornalista que ignora fatores sociais e culturais que cercam a Zona Leste, o Corinthians e todos os amantes do futebol, é incrivel ver a tamanha cara de pau do FULANO, que sem o menor pudor, vergonha e carater, diz que a melhor opção para a copa em São Paulo é o morumbi, lembrando que; este foi construido em grande parte com dinheiro publico, em área que se destinava a construção de praça pública, apoio da ditadura militar, reformado com verba da fpf, irá receber uma obra de 3 bilhões de reais em dinheiro publico que irá beneficiar exclusivamente o estadio no caso do monotrilho congonhas/morumbi e isto sem falar que teve um aporte de mais de 1 milhão de reais em incentivos fiscais para o esporte que foi utilizado na reforma da pista de atletismo que cerca o campo e que hj é utilizada pela academia PARTICULAR Companhia Athletica, com fins exclusivamente lucrativos, quando a lei de incentivo ao esporte prega que os recursos devem ser utilizados em benefícios(esportivos) para a população, não podendo ter fins lucrativos. Mas este tipo de atitude não interessa ao BOÇAL Juca, o que interessa é ser categórico que a cidade de São Paulo não comporta outra praça esportiva.

Acho que ele acredita que o estadio do Corinthians ficaria as moscas e que o panetone, e o parque (em ruinas) antartica teriam super lotaçã após a copa, é mole, ou quer mais????

Comentário por Luís Fontes

Perfeito. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Excelente! Mas, infelizmente, “seremos perseguidos” até depois da construção… o nome CORINTHIANS dá notícia a quem quer que seja… por isso somos os MAIS AMADOS e os mais odiados por todos… então, plagiando seu texto, “Pelo Corinthians, com muito amor, até o fim”… parabéns pelo texto…

Comentário por Antonio Cláudio Miiller

De fato. E obrigada. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Achei o máximo quando ouvi no final de uma reportagem citarem o blog de uma certa pessoa… Ué?! Não era ele mesmo que criticava esta rede de TV?
O problema do estádio é que pra mim tá tudo errado. Tem mão do Andres, tem mão do Lula… Isso não cheira bem… E, na boa: eu quero é que a Copa se exploda! E as falcatruas vão acabar respingando no Corinthians.
No fim, é tudo dinheiro e política. Como o Benja disse no blog dele, se tivessem fechado com a Record, a Globo é que estaria fazendo essa reportagem. Então…

Comentário por Heloisa

Eu não vi, Heloisa, mas compartilho a reação, hahaha. E concordo inteiramente com você. Nunca fiz a menor questão de estádio, o clube sempre arrecadou mais do que os que tem, e toma conta de qualquer estádio que pisa, enfim. Isso é só pra sujar o nosso nome mesmo, mas já que resolveram fazer, agora o nosso compromisso é fiscalizar e defender o nome da Instituição quando acusada injustamente. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Perfeito Larissa!
Estão querendo transformar incentivo fiscal em doação. Uma lei que existe bem antes do Timão anunciar a construção de seu estádio, que beneficia várias empresas (inclusive o clube do Jd Leonor fez uso dela para construção do tão alardeado CT de Cotia), cuja finalidade está implícita no nome: INCENTIVO. Triste ver que muitos acreditam nessa falácia que essa impressa suja vem divulgando.
Parabéns por tratar o tema de forma séria e simples.

Comentário por Daniel Melo

É isso mesmo. E obrigada. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Larissa é muito importante o jornalismo investigativo, e parece que a record está interessada em investigar corrupção e enriquecimento ilícito, vai aí um nome para a record investigar: Edir Macedo

Comentário por Domingos

Boa! Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Larissa, olha só:

O projeto de construção de estádio que a prefeitura aprovou é ainda o projeto original dos 48.000 lugares e dos supostos 400 milhões. Isso só será alterado caso o Corinthians consiga cumprir com os doze trabalhos.

As lei municipal n° 14.654/2007 já daria ao Corinthians o direito aos CIDs após comprovar a execução de 60% do investimento. O valor dos CIDs é de 60% do investimento também.

Se o Corinthians, ou a construtora, ou o tal fundo de investimento, tomar 400 milhões no BNDES de um financiamento convencional (fora do âmbito da copa) começaria a ter que pagar as parcelas de principal e de juros aproximadamente em julho de 2014.

Com base na previsão da construção (dez/2013) o Corinthians chegaria, numa conta grosseira, aos 60% em dez/2012. Nessa mesma ocasião poderia começar a vender “naming rights”, camarotes, etc.

O Corinthians teria em mãos, um ano e meio antes de ter que pagar o primeiro centavo ao BNDES, 240 milhões em CIDs, que poderiam ser vendidos no mercado por um deságio bem menor, já que poderiam ser utilizados imediatamente, mais o dinheiro arrecadado com venda de camarotes, cadeiras cativas (se estiver no projeto), “naming rights” etc. Esse dinheiro poderia ser utilizado para o abatimento de uma fatia enorme da dívida com o BNDES, reduzindo o prazo para o pagamento e, consequentemente, os juros que teríamos que pagar.

O estádio poderia começar a ser explorado economicamente já no paulistão de 2014, o que geraria recursos mais que suficientes para quitar as parcelas do empréstimo que ainda teríamos que pagar.

Por essa lei nova, o Corinthians teria direito a um valor maior de CIDs e um financiamento com juros um pouco mais generosos, mas teria que construir um monte de coisa inútil, de tal forma que esse acréscimo no valor dos CIDs seria completamente anulado. A Odebrecht orçou as viadagens da FIFA em 300 milhões. Esse valor não inclui as arquibancadas móveis para os cerca de 17.000 lugares adicionais em relação ao projeto original. Esses CIDS só poderão começar a serem negociados após o Corinthians gastar 100% dos 400 milhões orçados inicialmente e equivalem, segundo analistas, a 330 milhões a valores atuais (com o deságio já descontado).

Poderia até dizer que ficaria elas por elas, mas o fato é que se o estádio for utilizado na copa do mundo, a FIFA exige que ele fique sem utilização por pelo menos seis meses. E como não se pode nem colocar o brasão do clube no estádio, o Corinthians teria que fazer após a copa uma reforma para eliminar tudo o que é supérfluo, de tal forma que o estádio só poderia ser explorado economicamente por volta de outubro de 2014. Dez meses depois em relação ao estádio sem participação na copa, e três meses após começar a vencer as parcelas do empréstimo junto ao BNDES.

Acho que a utilização do estádio na copa do mundo poderia dar bom ganho político à Diretoria atual do Corinthians e ao prefeito e governador e inflar o ego do Corinthiano, mas não sei se isso compensa sob o ponto de vista financeiro não. Teria que colocar no papel…

E quanto a imprensa esportiva assalariada e aos vereadores e promotores que querem aparecer na tv, é bom lembrar que se não fosse por eles, o Corinthians teria arrendado o Pacaembu e não se falaria hoje em copa do mundo em Itaquera. Eles não sabem, mas já nos ajudaram bastante.

Comentário por Luís Carlos

Estou sempre lendo seu blog, mais um post muito bom.

Linda e corintiana. Parabéns.

Comentário por Zé Felipe

Larissa. Na verdade o que ocorrendo é uma verdadeira guerra contra o Corinthians. Ao saberem que corinthianos estavam enviando e-mails aos vereadores pedindo o apoio, os são Paulinos realizam uma corrente para entupir a caixa postal dos mesmos com criticas absurdas.
Isso tudo, convocado por jornaleiros, e blogueiros como Birner, entre outros.
Ao fazerem isso, estão negando a cidade, e a Itaquera, uma excelente oportunidade de beneficios a população.
Explico. Com a copa, os governantes automaticamente são pressionados a realizar benfeitorias para apresentar bem a cidade ao mundo.
Veja no Rio. Como se uniram as forças da cidade, sem clubismo idiota, e o que está acontecendo? Estão conseguindo diminuir (acabar é impossivel) com o crime nas favelas. Todas em torno do maracanã, já estão pacificadas.(ocupadas).
A copa em SP, certamente obrigará o governo a pelo menos embelezar a cidade, ou humanizá-la mais, ou até eliminar um cartão de visita como uma cracolândia po exemplo.
Resumindo, essa atitude orquestrada (tenho notado que notas desabonadoras ao corinthians, são garimpadas por certas midias, e publicadas nos diversos espaços, com diferença as vezes de minutos), indicando mesmo, uma estratégia de algum comando central), além de contra o Corinthians, é contra S.Paulo, tudo por conta da exclusão do estádio do Morumbi.
Esse poder realmente é assustador.
Abraços e parabens pelo post.

Comentário por Thiago Ferreira

http://uolesporte.blogosfera.uol.com.br/2011/06/23/jornal-popular-provoca-o-corinthians-apos-tri-santista/comment-page-26/#comment-188206
.
O autor da manchete acima relatada entrou para a história, com o momento mais baixo da história do jornalismo brasileiro.
.
A sua agressividade contra o Corinthians é indecente, intolerável para qualquer órgão que possa ser chamado de “imprensa”.
.
E o atingido por essa estupidez não é só o Corinthians, mas também o Santos, que viu a sua glória desmerecida ao ser instrumentalizada para ofender um outro clube que não teve qualquer participação ou interesse na decisão da Libertadores jogada no Pacaembu.
.
É inadmissível que essa publicação não se retrate do grave erro cometido.
.
O mínimo que se espera é uma manchete de desculpas e reconhecimento da lamentável deslize, acompanhado do afastamento sumário do autor dessa barbaridade.
.
.
Obs: Para quem não sabe, a publicação em questão faz parte do Grupo Lance.

Comentário por Eduardo

Sobre a nota do Corinthians :

– Estádio: Esclarecendo os fatos

– Se tirarmos o nome do Corinthians e colocarmos por exemplo : são paulo fc , – As pessoas entenderão o que é incentivo fiscal, CID e tudo mais…

Povo hipócrita

Comentário por João Roberto

É Larissa, tá foda.
Andrés Sanchez não é nenhuma sumidade como presidente, e comete inúmeros erros, inclusive de transformar o Corinthians no quintal de empresários inescrupulosos, porém agora
roubar dinheiro que não existe só acontece no fantástico mundo da imprensa cor-de-rosa, que tem como meta desinformar e criar polêmica. Até o Juca Kfouri, que respeito pra caramba entrou na onda. Isenção fiscal é, em outras palavras, renúncia de impostos que somente serão tributados durante a execução da obra. Ou seja, a grana ainda nem foi capitalizada. Tais incentivos foram também usados no passado para desenvolver a indústria automobilística, hoje responsável por milhões de empregos. Recentemente, por conta da crise econômica de 2008, ocorreram leis de incentivo para impulsionar o consumo no Brasil. A Zona Leste é carente e merece este investimento. Não estamos falando de Higienópolis, de Morumbi, de Ibirapuera bairros muito bem estruturados, estamos falando de Itaquera.
Isenção de IPI para montadora de automóvel, pode…
Isenção fiscal para comprar carro e desfilar por aí, pode…
Isenção fiscal para comprar ipad e pagar de gatinho, pode…
Incentivo fiscal para o SPFC fazer o seu CT em Cotia, pode…
E incentivo fiscal para o estádio de abertura da Copa e para o desenvolvimento da Zona Leste não pode??

Estão tentando desqualificar à qualquer custo a obra em Itaquera. Não sei se é uma ODE ANTI-CORINTHIANS que se propagou de uma maneira muito grande durante esses anos (o estompim foi 2005), mas a verdade é que por opções clubisticas estão criticando o fato do Corinthians obter seu estádio. Quem quer o estádio do Corinthians na Copa não é o Corinthians, é o Governo e Prefeitura, e nenhum dos dois estão dando de mão beijada 450 milhões e dizendo:
— Toma Sport Club Corinthians Paulista, é todo seu, faça bom proveito.

O que não consigo entender é que fizeram intensa campanha pró-Morumbi, e esses mesmos incentivos fiscais seriam viabilizados, e ninguém falava nada. O SPFC se beneficiou de 19 milhões de reais de incentivos fiscais para o CT de Cotia e o Marco Aurélio Cunha, Aurélio Miguel (candidato a presidência do clube) não foram a prefeitura de Cotia cobrar das autoridades da cidade de Cotia para vetarem a lei.
Pode até parecer papo de esquerdista-falido, mas essa guerra de “desinformações” me faz muito lembrar a recente questão Metrô Higienópolis + gente diferenciada, gente muito identificada à um certo clube.

Comentário por Fabio Queiroz

Faz tempo que a estratégia de transformar o Corinthians em time de lixos, corruptos, bandidos, vem em curso.
Mesmo na era MSI, aqueles vazamentos da PF, pingados diariamente, de modo a manter o futuro cadáver, um pouco vivo, até que o máximo proveito fosse tirado da situação, colocaram o Timão na UTI, e pretendiam mantê-lo alí indefinidamente.
Todos eles sabem, que o crescimento do Corinthians com estádio, CT, time, implica automaticamente na diminuição de receitas.
Farão de tudo para impedir isso. Não se iluda.
Não sei como você estranha que não falavam nada dos incentivos ao SPFC.
Isso é clarissimo para nós corinthianos.
O SPFC, negocia com empresários do Kia, o Santos idem, o Fluminense, etc, você lê alguma coisa no UOL, na ESPN, na Jovem Pan, na Gazeta Esportiva?
Você acha que se o Hernanes fosse do Coritnhians e tivesse sido vendido pelo Kia, o que estaria acontecendo na midia?
O trabalho hoje, é desacreditar a diretoria do
Corinthians, vinculá-la ao R.Teixeira e a CBF, de modo a prejudicar a imagem da instituição, afugentar patrocinadores(isso é gravissimo, quem quer vincular seu produto a um vlube de corruptos?).
Fazer pegar a expressão Itaquerão, a exemplo do Engenhão, e minar a venda do “naming rights”.
O négocio é implantar crises, difamar ao máximo, para impedir o crescimento.
Veja o Blog do Birner, um S.Paulino viado, com manchetes convocando a população contra os incentivos, perguntando quem sai do time para entrar o Alex (o que a bicha tem com isso?).
Porque não pergunta porque o macho dele não escala o Rivaldo?
Essa do C13, então foi um absurdo de acusações.
Tudo porque? (omitiam) Porque o Corinthians não aceitava (o que é certo) receber da TV, valor igual as barbies.
E agora a bola da vez é o Estádio, que depois do CT, é o golpe de misericórdia.
A conversinha agora é: “prá que estadio, se o Pacaembu é a casa do Corinthians?”
As bonecas, pensam que somos todos trouxas. Podem ter alguns, mas todos não.
O negócio é tão nojento, depois que venderam 15000 lugarem para a Visa, o jogo contra a gente virou caso de mafia mesmo.
Agora pensem bem qual o “golpe” que não colou?
Incentivos para beneficiar o VISA??????
Nem guerra mais é. É terrorismo da palavra mesmo.

Comentário por Thiago Ferreira




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: