Corinthians: Preto no Branco


Adoniran Corinthians
agosto 6, 2011, 6:10 pm
Filed under: Uncategorized

.

Casa de corinthiano, maloqueiro e sofredor é maloca, saudoso é Adoniran, que, neste sábado (6), completaria 101 anos de puro corinthianismo. O cantor, compositor, humorista e ator João Rubinato, imortalizado com o nome Adoniran Barbosa, tornou-se uma das mais importantes figuras musicais de São Paulo e ficou nacionalmente conhecido como o pai do samba paulista.

.

O poeta do povo, torcedor do time do povo, respirava samba, respirava Corinthians, e gravou seu nome na história alvinegra com o samba “Coríntia (Meu amor é o Timão)“.

.

Adoniran Barbosa deixou este mundo em 1982, semanas antes de ver o Corinthians da Democracia se sagrar campeão paulista. Na ocasião, o sambista de alma mosqueteira foi homenageado pelo genial Osmar Santos, que disse:

.

– O poeta do povo continua vivo, imortal. O poeta do povo está sorrindo como nunca com você, Corinthians. Sorrindo feliz, cheio de vida. Vida no peito e na alma de todos os corintianos que, como ele, sabem que você, Corinthians, está sempre um eterno e fantástico poema do povo.

Poetas e poemas do povo não morrem nunca, jamais!

Poetas do povo como você, Adoniran, e poemas do povo como você, Corinthians, parecem estar sempre renascendo minuto por minuto, verso por verso, poetas e poemas do povo, parecem ter o dom da imortalidade da vida. Corinthians Campeão de 1982, o grande poeta do povo e de todos os corintianos está nesse momento agradecendo a você, Corinthians.

.

Osmar Santos, como de costume, estava certo: o que é do povo não morre jamais. O que é do povo, como Adoniran, segue vivo eternamente em nossos corações.

.


5 Comentários so far
Deixe um comentário

Já que o post eh de poetas vou deixar o meu soneto:…rs…
===============================================

“Soneto da Arena”

“Foi no passado um Campo de Lenheiro,/
depois a saudade da Ponte Grande;/
uma Fazenda e um Parque inteiro/
e então um templo onde o leste se expande./

E a benção sacra do santo guerreiro/
fincou espada, suor, sal e sangue;/
tirou os males, pôs fé no terreiro;/
tapou buraco, as bocas, o mangue!/

Pra concretar um sonho de quimera/
foi sobre a “pedra dura” de Itaquera/
que a utopia iniciou suas fintas,/

pois o timão é a bandeira vera;/
a âncora o que funda e o que gera,/
e com os remos se diz: “É Corinthians!”
(Escrito por Marcio Benito)

http://trintademaio.wordpress.com/

Comentário por trintademaio

Só corinthiano mesmo para transformar concreto em poesia, hehehe. Já divulguei por aí. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

[…] Clique no link para ler a matéria completa: Adoniran Corinthians […]

Pingback por Adoniran Corinthians | Blog do Corinthians

Grande Adoniran. Outro assunto Larissa.
Explicação porque a nação corinthiana, não participou da “marcha contra R.Teixeira”, organizada por J.Kfouri, Birner e ESPN.
A deles: “Os corinthianos são todos corruptos”.
A nossa: “Essa marcha seria preto e branco, se fosse na época em que o Panetone das bichas era o preferido”

Corinthiano sacou com categoria a jogada, essa marcha foi contra o estádio do Corinthians.

Conclusão: Corinthiano não nasceu para boi de piranha.

PS. Não que esse cara da CBF mereça menos do que isso, porém, canalhas não merecem apoio, mesmo que estejam certo.

Espero que tenham entendido o recado, manés/

Comentário por Thiago Ferreira

Gata! Post perfeito! ooo saudosa maloca! Parabéns Adoniran! Parabéns a toda nação!

Comentário por Felipe Basso de Moraes




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: