Corinthians: Preto no Branco


O não do Doutor
agosto 19, 2011, 4:49 pm
Filed under: Uncategorized

"Andar com Fé eu vou / que a Fé não costuma falhar / Mesmo a quem não tem fé / a fé costuma acompanhar."

.

Neste sábado (20), o Corinthians homenageará jogadores que fizeram parte do glorioso período da história alvinegra conhecido como Democracia Corinthiana. Zenon, Casagrande e Ataliba terão seus pés imortalizados na Calçada da Fama do Memorial do clube, no Parque São Jorge. Sócrates, um dos vértices do movimento, rejeitou a homenagem por divergir política e ideologicamente da atual diretoria do clube.

.

Não é segredo e também não é de hoje que Magrão e Andrés Sanchez não se entendem, mas a recusa do Doutor causou polêmica entre a torcida do Corinthians. Muitos alegam que o fato de Sócrates não simpatizar com a diretoria não seria motivo suficientemente consistente para punir a instituição Corinthians e sua torcida com a ausência de um dos principais ícones da Democracia Corinthiana. Pode ser, mas recusar ou aceitar a proposta de comparecer a um evento é um direito inalienável do grande ídolo corinthiano. E mais: sua simples negativa fez a torcida refletir. Por que o pensamento de um indivíduo consciente, politizado e de inteligência acima da média não coaduna com o da diretoria pintada por aí como “a melhor da história” (sic)? É provável que, por isso, o principal objetivo por trás do não do Doutor tenha sido alcançado.

.

Além disso, sou testemunha e encaro até como obrigação informar, a despeito dos que hoje tentam denegrir a imagem do Sócrates para blindar a diretoria de críticas, que certamente punir a instituição não é o intuito do ídolo que já saiu de Ribeirão Preto, numa manhã de sábado, para gratuitamente comparecer a um evento organizado apenas por torcedores do Corinthians no Museu do Futebol, em São Paulo, e emocionar a todos com seus relatos sobre a saga da Democracia Corinthiana. Na ocasião, o Doutor deu uma aula de democracia e uma lição de corinthianismo que eu nunca vi a atual diretoria do clube sequer fazer parecido. Aplaudido de pé por vários minutos, o Doutor ainda atendeu, autografou e tirou fotos com todos os corinthianos presentes, sem exceção. E não éramos poucos.

.

Agora, porque se recusou, como forma de protesto, a comparecer a um evento organizado pela diretoria, Sócrates virou motivo de escárnio por parte daqueles que já esqueceram o que ele fez pelo Corinthians e pelo povo brasileiro. Aparentemente, alguns querem homenagear uma democracia diferente da Corinthiana; uma democracia cujas opiniões válidas são somente as deles próprios. E ai do pensamento divergente!

.

Para coroar a heresia, Andrés Sanchez, atual presidente do clube, compareceu ao programa Agora É Tarde, da Bandeirantes, na noite de ontem (18) e disse que “a Democracia Corinthiana era um pouco faz de conta”. Confira (evite): Danilo Gentili entrevista Andrés Sanchez. Depois dessa, não seria surpresa se também Casagrande, Zenon e Ataliba declinassem do convite e a homenagem ao “faz de conta” (sic) se tornasse um faz de conta realmente.

.

Vale ressaltar que, ao contrário do que afirma Andrés Sanchez, a Democracia Corinthiana existiu, ganhou títulos, marcou o surgimento de um novo Brasil, contribuiu para a redemocratização do país e é, ainda hoje, motivo de orgulho para a nação corinthiana e um dos mais belos capítulos da centenária história do Sport Club Corinthians Paulista. Mundialmente aclamada e reconhecida em diversos artigos, livros e documentários nacionais e internacionais, a Democracia Corinthiana foi responsável por algo que a atual diretoria e seu Departamento de Marketing tanto almejam: a internacionalização do clube. Um exemplo da importância do movimento pode e deve ser lido aqui, no texto do professor Idelber Avelar.

.

Por fim, das duas coisas a se lamentar nesse episódio, nenhuma se refere ao não do Doutor. É lamentável, sim, a demonstração de total desconhecimento de Andrés Sanchez pela história corinthiana e o fato de não termos mais doutores no Timão, pois o clube precisa de mais daquilo que a Democracia Corinthiana proporcionou ao Corinthians e ao povo brasileiro.


21 Comentários so far
Deixe um comentário

Larissa. Toda sua teoria vai por água abaixo se lembrarmos que o Sócrates participou do filme do centenário, que, quando foi produzido, a diretoria do Corinthians era essa mesma que está aí. Mais ainda se lembrarmos que quando o time estava na 2.ª divisão, o Sócrates não saia do camarote da Medial Saúde no Morumbi, onde tratava mal quem lhe pedia um simples aperto de mão (tenho testemunha, que por acaso é meu irmão).

A verdade é que o Sócrates se tornou um demagogo e um espírito de porco, e é um fantoche do Juca Kfouri, pois repete tudo o que ele diz.

Se o Andrés Sanchez acha que a Democracia Corinthiana era um faz de conta, isso é problema dele. A homenagem é do clube, e não dele.

Só falta agora dizerem que o Casagrande, o Zenon, o Ataliba e o Wladimir são puxa-sacos porque aceitaram o convite para a justa homenagem.

Comentário por Mario Santiago

Não foi a diretoria que produziu o documentário do centenário, Mario. Além disso, ainda que fosse, isso não desmontaria nada e não tem teoria nenhuma. Nunca é tarde para alguém perceber certas coisas, mudar de opinião. Além do mais, a meu ver, a ausência dele é uma forma de protesto, de fazer pensar.

Quanto a ser “fantoche do Juca”, acho essa uma generalização meio estúpida. Vale lembrar que também já me chamaram disso e muito mais por discordar da diretoria. A tática é esta: quando alguém discorda de algo, taxe de oposição para colocar o argumento e o argumentador em descrédito. E só pararam com isso quando desmascarei o Paulinho e tal, pois aí o argumento ficou inconsistente. Tome cuidado, os defensores da diretoria colocaram em prática uma campanha difamatória contra todos os que discordam, buscando argumentos vis, por vezes mentirosos e baixos para atacar a honra daqueles que ousam discordar de algo, a exemplo do que já faziam alguns pau mandados da oposição. Assim, estão colocando em sério risco a democracia no Corinthians.

Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Eu não disse que o filme foi produzido pela diretoria. É um produto oficial clube e contou com o apoio da diretoria.

Quando eu disse que ele é um fantoche, não usei tática alguma. É minha opinião. E não sei onde está a generalização, uma vez que citei as pessoas nominalmente. O Sócrates poderia recusar sim o convite. É um direito dele. Mas ele argumentou que recusou por causa da diretoria. O que é uma incoerência, tendo em vista o comportamento recente do Doutor.

Por fim, tenho a dizer que não tenho nada a ver com a oposição, nem com a situação. Sou apenas um torcedor. Portanto, agradeço seus conselhos, mas acredito que não precisarei deles, até porque acho que há um certo exagero.

Larissa: todo produto que o use o nome do Corinthians e que se preze deve ser licenciado e, por isso, “oficial”. Se amanhã eu quiser escrever um livro sobre o Corinthians, ainda que discorde da diretoria, vou pagar royalties e querer o selo de produto oficial na obra. Isso é o mínimo. É pelo clube instituição e não pela diretoria. Quanto ao resto, querido, eu não me referia a você e sim à campanha aberta e muito bem espalhada que há por aí e que pega alguns corinthianos desprevenidos. Não há exagero nenhum, pode ter certeza, e eu sei pq fizeram comigo. Taxaram-me o quanto puderam de oposição suja tipo Paulinho e cia. para colocar em descrédito o blogue e mais. Só quando comprei uma briga terrível com o lado que tentaram me encaixar é que foram obrigados a parar com os despautérios. Agora o alvo é o Sócrates e também todos os que por ventura discordarem da cartilha da situação. Se algum dia você discordar veementemente de algo e tornar isso público, tenha certeza de que alguém dirá que você é namorado do Citadini, irmão do Paulinho, sobrinho do Juca, blá blá blá. Abraços alvinegros.

Comentário por Mario Santiago

Testemunha por testemunha, eu estive num sábado de manhã no auditório do Museu do Futebol no Pacaembu, e tive o imenso prazer de tirar uma fotografia com o doutor que foi absolutamente cortês com todas as pessoas presentes, fosse para tirar foto, fosse para autografar camisas e livros.
Já para o camarote da Medial nunca fui convidado…

Comentário por Yvan Lima

Tudo bem, o Dr. dizer que não participa de eventos da diretoria que desaprova.
É um direito seu.
Porém não entendi porque é a favor da abertura da copa no Morumbi.
Isso ele não explicou.
Como Corinthiano, estou entre aqueles decepcionados com essa atitude de Socrates.
Demonstrou prepotência.
Se fosse mais humilde, iria sim ao evento, pelo menos em respeito ao Corinthians e aos companheiros daquela época.
Não precisava recusar para marcar posição de “diferenciado”
Vamos ter que esperar ser eleito uma diretoria que ele goste, para homenageá-lo então?
Desculpe Larissa, Socrates foi um idolo, e eu como jogador vi poucos, porém como homem, nessa daí, teve a estatura rebaixada.
Com esssa atitude soberba, disse aos quatro ventos, que Vladimir, Casagrande e todos os outros, são puxa-sacos, e vendidos despersonalizados.
Pois se prestigiam uma diretoria que considera bandida, são iguais.
Isso que Sócrates passou com sua ignorancia, não cultura, ignorância como pessoa.
Quis ofender a diretoria, porém ofendeu a todos os outros.
Lamentável.
Sempre fui admirador das pessoas mais a esquerda, porém Sócrates, para mim tem essa posição apenas para ser “diferenciado”.
Não me engana mais.
Respeito quem apoiou o gesto, eu estou entre aqueles que você apontou no texto Larissa, pelos motivos que expus.
E os motivos que expus, não são em absoluto para defender cartolas, aliás acho um absurdo, abandonar uma instituição porque um Zé Mané é eventual dirigente.
Dessa forma, acho que Socrates não serve nem para morar em condominio, pois se o sindico não for de seu agrado, fica com biquinho, mas não muda pra Cuba.

Comentário por Thiago Ferreira

Apesar da critica, desejo que o Sócrates se recupere rapidamente.
http://mundobola.com.br/r/590889/1/GloboEsporte.com+3E+Futebol/Com+hemorragia+digestiva2C+Socrates+e+internado+em+hospital+em+Sao+Paulo/
Afinal é um corinthiano antes de tudo.

Comentário por Thiago Ferreira

Força, Magrão!

Comentário por Larissa Beppler

A única coisa com a qual não concordo da parte do Sócrates é seu viés esquerdista/PT/Cuba. Mas cada um tem sua opinião…
Quanto a desconstruir o mito, é fácil, pois nós não temos memória – e como eu já disse aqui uma vez, tive que ouvir que o Sócrates não ganhou “nada” (no caso, Copa), que seria menos importante que o Fenômeno…

Comentário por Heloisa

Por um acaso muito grande vi a entrevista de Andrés no programa do Gentilli e confesso que fiquei meio sem entender o grau de valor que ele deu para a Democracia Corinthiana.
Triste isso, muito triste, vindo de um presidente que tinha tudo para terminar seu mandato de maneira gloriosa, sem essa mácula em seu histórico.

Comentário por Sergio Grigoletto

O Doutor tem muitos sobrenomes, e poderia acrescentar mais um: coerência!

A contradição sem fim. Temos um presidente que administra o clube como se fosse uma banquinha de jogo do bicho, enquanto temos o jogador de futebol mais inteligente da história do futebol brasileiro como símbolo de um dos momentos mais importantes da história do nosso clube e do nosso país (a Democracia Corinthiana foi elemento essencial para a massificação das Diretas Já e do clamor pelo retorno da democracia no país) e ele não tem espaço na administração do clube porque os amigos dos empresários não querem nada com a moralidade.

Ademais, cabe destacar o excelente texto da Larissa pro tópico. Parabéns moça!

Comentário por Victor Farinelli

Bom o engraçado é que ele colocou os pés no agora destruido maracana, ele tem o direito de negar o convite, mas o que vai ficar na historia foi que ele negou convite do CORINTHIANS não do Andres.

Comentário por Luis F

Fica na história de cada um, aquilo que a história de cada um merece. A minha História é essa aqui: http://www.fuvest.br/vest2001/provas/his2f05.stm

Comentário por Yvan Lima

Boa, Yvan. Fez bem em guardar. Abraços alvinegros.

Comentário por Larissa Beppler

Eu devo ser mesmo muito intolerante, mas me entristece demais ver como nossa torcida aceita qualquer coisa que seja dita por quem está no poder. Talvez seja só medo de encarar os fatos, ou vontade de acreditar que o clube é a maravilha que eles desenham. Triste que para isso, pisam em nossa história, em nosso ídolos, e o que é pior, pisam na própria cidadania. Preferem achar lindo que se construa um novo estádio, com gastos estratosféricos e inexplicáveis, com origens duvidosas, do que aceitar a opinião de quem acha que, se for pra ter copa (e nem deveria ter), que se faça no que já temos, pois não vamos ganhar porcaria nenhuma com nada disso.

Ainda bem que ainda há doutores para, num gesto tão simples e digno, trazer a tona todo esse debate. Pena que infelizmente eu seja muito cético para acreditar que vá surtir efeito. Mas ele está na dele.

Obrigado, Doutor! Obrigado por ter honrado nosso manto enquanto jogador, e por me encher de orgulho até hoje.

E melhoras!

Comentário por Ândi

Você tem razão. A Copa é para a FIFA, porém “felizmente”, o Morumbi foi deletado, graças a Deus.
E por enquanto, a gente ainda não foi “deletado”, embora o desejo de alguns, se aproxime a uma “obsessão”.
Alinhar com o pensamento de Marco Aurélio Cunha, Aurélio Miguel, Victor Birner (disse que os dutos explodiriam,lembra? Afinal é óleo ou é gás?), é melhor vestir uma camisa tricolor.
Afinal não gostam de roxa, nem de grená mesmo, não é?
No dia em que S.Paulino for sincero conosco, com a nossa causa, e suas opiniões visarem nosso interesse,
te prometo que eu viro Bambi e compro a camisa do Rogerio Ceni.
Como isso jamais irá acontecer, me sinto seguro com a camisa manto ou preta ou branca, ou cinza, ou creme, grená ou roxa, ou a proxima.

Comentário por Thiago Ferreira

Falou tudo, se tem alguem com propriedade para criticar a diretoria e negar um convite destes, este alguem é o Doutor.

Não concordo com tudo que ele diz, mas o cara, ao contrario do Andres e de boa parte da nossa diretoria, fez muito, mas muito mais pelo Coringão como jogador (e botando a cabeça e premio, pq era contratado do clube), do que a maioria das diretorias que já comandaram nosso clube. Mais do que jogar bola o Dr, mostrou para torcida e jogadores que é preciso pensar, marcar opiniões, discutir, lutar pelo que se acha correto, mesmo que isso implique em perdas financeiras.

Sócrates foi um genio como jogador, lider da Democracia Corinthiana, lider da melhor seleção brasileria que já vi jogar (82) e principalmente uma referencia de vida para milhares de corinthianos!!!

Já Andres… quem é andres, alem de alguem oportunista que vive de negociatas as custas do Coringão que não é capaz siquer de marcar posição contra uma mudança de jogo proposta pela cbf para beneficiar o time da globo!

Comentário por Luís Fontes

Onde assino?

Comentário por Larissa Beppler

Parabéns pelo texto Larissa!
Também me surpreendi quando o Andrés disse que a Democracia Corinthiana era faz de conta.
Lamentável o Presidente do Clube dizer isso sobvre o maior movimento político esportivo da história deste país.
Quanto ao Sócrates não ir, concordo com ele, afinal estes eventos só acontecem próximo à eleições.
Por que não fizeram antes?
Parabéns pelo blog

Comentário por Orandes

Sócrates, meu ídolo eterno!Força Magrão!!!!!!!!!

Comentário por Julio Cesar

Parabéns pelo texto, Larissa. Aos lambe-botas do Andrés, só lamento…

p.s. Não faço parte da patética oposição, antes que venham falar besteiras.

Comentário por Alan Davis

E o LEÃO, vai ser convidado????? RSRSRSRSRSRSRS

Comentário por Alviverde/SP




Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: